P. 1
ICMS – ESCRITURAÇÃO FISCAL - SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

ICMS – ESCRITURAÇÃO FISCAL - SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

|Views: 5.675|Likes:

More info:

Published by: Lilian Lemos L. Massonetto on Sep 30, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/12/2014

pdf

text

original

ICMS – Escrituração Fiscal - Substituição Tributária

http://www.portaltributario.com.br/guia/clientes/i...

ICMS – ESCRITURAÇÃO FISCAL - SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA As normas básicas de escrituração, relativas ao regime de substituição tributária, se encontram respaldadas no
Ajuste SINIEF 04/1993 e alterações posteriores.

PROCEDIMENTOS DO SUBSTITUÍDO (COMPRADOR) Nota Fiscal O contribuinte substituído, na operação que realizar, relativamente à mercadoria recebida com imposto retido, deverá emitir documento fiscal de subsérie distinta ou única, sem destaque do imposto, contendo, além dos demais requisitos, a seguinte declaração "Imposto retido por substituição - Convenio ICMS nº ____". Escrituração dos Documentos de Entrada e Saída O contribuinte substituído, relativamente às operações com mercadorias recebidas cujo imposto tenha sido retido, deverá escriturar no livro Registro de Entradas e no livro Registro de Saídas, na forma prevista no Convênio s/nº, de 15.12.1970, utilizando a coluna "Outras", respectivamente, de "Operações sem Crédito do Imposto" e de "Operações sem Débito do Imposto". Deverá ser indicado, na coluna destinada a "Observações", o valor do imposto retido, ou, se for o caso, na linha abaixo do lançamento da operação própria. PROCEDIMENTOS DO SUBSTITUTO (VENDEDOR) Escrituração dos Documentos de Saída O sujeito passivo por substituição deve escriturar no livro Registro de Saída os correspondentes documentos fiscais, observando: a) nas colunas próprias, os dados relativos à sua operação, na forma prevista no Convênio s/nº, de 15.12.1970 (SINIEF); b) que os valores relativos ao imposto retido e à respectiva base de cálculo serão lançados na linha abaixo do lançamento da operação própria, sob o título comum "Substituição Tributária" ou o código "ST". Os valores constantes nas colunas relativas ao imposto retido e à sua base de cálculo deverão ser totalizados no último dia do período de apuração para lançamento no livro Registro de Apuração do ICMS, separadamente por: a) operações internas e b) operações interestaduais. Devoluções Ocorrendo devolução ou retorno de mercadoria que não tenha sido entregue ao destinatário, cuja saída tenha sido escriturada, o sujeito passivo por substituição deverá lançar no livro Registro de Entradas: a) o documento fiscal relativo à devolução, com utilização das colunas "Operações com Credito do Imposto", na forma prevista na legislação; e b) os valores relativos ao imposto retido e à respectiva base de calculo, lançados na linha abaixo do lançamento da operação própria, sob o titulo comum "Substituição Tributaria" ou o código "ST". Os valores constantes na coluna relativa ao imposto retido serão totalizados no último dia do período de apuração,

1 de 2

27-09-2010 10:38

Substituição Tributária . no último dia do respectivo período.relativamente às operações internas. do Ajuste SINIEF 04/1993 .Substituição Tributária http://www. TÓPICOS RELACIONADOS Veja também os seguintes tópicos relacionados ao tema: ICMS . "Imposto Creditado" e "Imposto Debitado" (para imposto retido. "Crédito do Imposto" e "Apuração dos Saldos" devendo lançar: a) o valor totalizado das colunas relativas ao imposto retido e à sua base de cálculo. pelos valores totais. Guia Tributário . cláusula 8a.br/guia/clientes/i. por meio de listagem a que se refere a clausula 13a (décima terceira) do Convênio ICMS 81/1993.relativamente às operações interestaduais. do Ajuste SINIEF 04/1993 prevê que o sujeito passivo por substituição deverá entregar guia de informação e apuração do imposto relativamente ao ICMS retido. no campo “Por Saídas com Débito do Imposto”. Livro Registro de Apuração O sujeito passivo por substituição deverá apurar os valores relativos ao imposto retido. c) para as operações interestaduais. em folha subsequente à destinada a apuração relacionada com as suas próprias operações. Os campos e detalhes de preenchimento se encontram especificados na cláusula 10a.portaltributario. Guia de Informação e Apuração do Imposto GIA-ST O parágrafo único.Índice 2 de 2 27-09-2010 10:38 . identificando a Unidade da Federação na coluna "Valores Contábeis").Aspectos Gerais SIMPLES NACIONAL .. para lançamento no livro Registro de Apuração do ICMS. com a indicação da expressão "Substituição Tributaria".Substituição Tributária Clique aqui se desejar imprimir este material. separadamente dos valores relativos às operações próprias: I . nas colunas "Base de Calculo" (para base de calculo do imposto retido). o registro deverá ser realizado em folha subseqüente às operações internas. no livro Registro de Apuração do ICMS. utilizando. Em decorrência foi instituída a GIA-ST a ser utilizada para a informação e apuração do ICMS devido por substituição tributária à unidade federada diversa daquela do domicílio fiscal do substituto. Os valores serão declarados ao Fisco. os quadros "Débito do Imposto". Clique aqui para retornar.com. II . no que couber. b) o valor totalizado das devoluções no campo "Por Entradas com Crédito do Imposto".ICMS – Escrituração Fiscal .. detalhando os valores relativos a cada Unidade da Federação nos quadros "Entrada" e "Saída".

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->