Você está na página 1de 1

A Transparência Brasil é uma organização brasileira,

independente e autônoma.

Rua Francisco Leitão 339 cj 122


05414-025 São Paulo SP Brasil
Tel: 55 11 3062 3436
e-mail: tbrasil@transparencia.org.br
www.transparencia.org.br

Presidente: Eduardo Ribeiro Capobianco


Diretor executivo: Claudio Weber Abramo

Eleições de 2010 contam com 93 políticos


responsáveis por contas julgadas irregulares
Cento e noventa e três pessoas responsáveis por despesas que os Tribunais de Contas brasileiros
julgaram irregulares apresentaram-se como candidatos às eleições de 2010. Desse conjunto, 93 (48%)
foram autorizados a concorrer.
São 69 candidatos a deputado estadual, um a distrital, 22 a deputado federal e um postulante à vaga de
suplente de senador.
No recorte por partido, há triplo empate na primeira colocação entre PMDB, PSDB e PT, cada um
com treze políticos com contas julgadas irregulares concorrendo nestas eleições. Seguem-se DEM
(oito) e PSB (sete).
Por Unidade da Federação, Pernambuco, Rio de Janeiro e Tocantins têm o maior número de políticos
candidatos com contas julgadas irregulares (dezoito, dezesseis e doze, respectivamente).
Proporcionalmente, destacam-se Amapá e Sergipe – estados nos quais 100% dos condenados por
Tribunais de Contas conseguiram se candidatar – e Rio Grande do Sul, onde nove dos onze listados
(82%) tiveram seus registros de candidatura deferidos.

O relatório completo encontra-se em www.excelencias.org.br/docs/TCsCand.pdf.

Contacto: 11-3062.3436
Fabiano Angélico (coordenador de projetos)

/opt/scribd/conversion/tmp/scratch7818/41100609.doc