Você está na página 1de 1

c  


   
   
            
Y
Y Y
Y

Y Y
Y

Y
Y
Y Y
Y

6           


                
      ! "#$%&6 Y
Y Y
Uma criança perguntará: "Quantos olhos têm Deus?" Quantos? Ele vê
os mais profundos segredos do coração humano e Seu olhar abrange o
universo. Mas a criança insiste: "Tem Deus ouvidos?" E a resposta é:
"Ele ouve o mais débil grito do mais terno de Seus filhos"."Quantas
mãos tem Deus?" Isto sabemos: Ele contém o mundo inteiro na palma
de Sua mão". Ele pode ordenar ao vento que se aquiete e acalmar o
irado mar. Pode deter o próprio Sol em seu curso.

É esse Deus a quem servis? C. B. Lewis escreveu um belo livro


intitulado: Vosso Deus É Demasiado Pequeno. Quão verdadeiro é isto!
Mesmo o mais fiel e mais crente dentre nós tem um conceito
mesquinho e diminuto de Deus. Do contrário, po r que ficamos
ansiosos? Por que nos impacientamos? Por que desconfiamos e
duvidamos sem cessar? Caso nosso Deus fosse bastante grande nunca
haveríamos de nos inquietar mais porque então estaríamos
convencidos de Seu ilimitado poder, graça e amor.

Fazemos por vezes de Deus um ser fraco, sentimental, pronto a


enxugar-nos os olhos quando nos sentimos bastante tristes por nossos
pecados; outras ocasiões, fazemo-Lo um tirano com uma série de leis
numa mão e a condenação na outra. Essas visões, porém, são concei tos
de um Deus demasiado pequeno, e são falsas em si mesmas.

Deus nem é tirânico nem é sentimental, nem transigente. É santo, puro


e perdoador para com os pecadores. A todo e qualquer ser humano Ele
estende a salvação - não por ser fraco, mas porque é forte e porque,
em amor, estava disposto a pagar o preço exigido por nossa salvação.
Custou-Lhe a vida e, todavia, Ele vive continuamente. Posso dizer -vos
tudo isto, e ainda não pintei a Deus como o grande Deus que Ele é. Y
Y