P. 1
unidade de medida

unidade de medida

|Views: 807|Likes:
Publicado porNaiara GV

More info:

Published by: Naiara GV on Oct 08, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/07/2012

pdf

text

original

IDADE MÉDIA E RENASCENÇA

Os pesos e medidas usados nas civilizações antigas eram levados a outras através do comércio ou da conquista. Assim, no início da Idade Média, as unidades adotadas eram as dos romanos, o último e maior império da Antiguidade, que levaram-nas por toda a Europa, oeste da Ásia e África. Sem dúvida, os mais usados eram ainda aqueles das dimensões humanas. Obviamente eram necessárias medidas mais precisas para certas atividades, como no caso das construções bizantinas e árabes. Esses povos certamente possuíam seus padrões de pesos e medidas, embora fossem diferentes para cada região. Ao que tudo indica, nenhum padrão foi criado em termos nacionais, até que, na Inglaterra, Ricardo I (reinou de 1189 a 1199, já no século XII) determinou unidades para comprimento e p ara capacidade. Estas eram de ferro e mantidas em várias regiões do país por autoridades regionais com o objetivo de comprovar a veracidade de uma medida. Datam desta época a jarda e o galão, até hoje usados pelos países de língua inglesa. Várias versões existem para explicar o aparecimento da jarda: no norte da Europa, supõe-se que era o tamanho da cinta usada pelos anglo-saxões e no sul seria o dobro do comprimento do cúbito dos babilônios. Seu valor também pode ter sido determinado por Henrique I (reinou de 1100 a 1135), que teria fixado o seu comprimento como sendo a distância entre o seu nariz e a ponta de seu braço esticado. Informações como esta provavelmente não carecem de verdade, pois a maioria dos padrões da Idade Média era realmente criada pelos soberanos, primeiros interessados nas medidas dos valores de seus reinos.

A jarda Os pesos padrões eram aqueles dos povos antigos, conforme a região, em geral mantendo o grão como unidade fundamental. Em algumas regiões européias, continuava o uso do s istema "avoirdupois" nas transações comerciais. Para o comércio de jóias e pedras preciosas, que exigia processos de medidas mais delicados, era usado o sistema "troy", cujas unidades eram:

y y y y

grão (gr.) pennyweight (dw.t) onça (oz.t) libra (Ib.t)

Para pedras preciosas, a unidade era o quilate, que equivale aproximadamente a 4 grãos. De todos os padrões de pesos e medidas criados, nenhum conseguiu uma utilização internacional e homogênea, existindo ainda aqueles remanescentes da Antiguidade. A situação se tornava mais delicada e confusa, devido a reprodução inexata, erros de interpretação e desonestidade de alguns.

foi aceita a proposição do meridiano. As unidades padrões eram o metro. Anualmente. de valor 86 400 avos do dia solar médio. massa próxima de 1 litro de água destilada a 4°C. passados alguns anos. a diversificação de medidas era enorme. Imediatamente foram tomadas as medidas necessárias para o trabalho e designadas cinco comissões para a execução. latitude 45° comprimento de 1/4 do círculo equatorial comprimento de 1/4 de meridiano terrestre do equador a um dos pólos Como na primeira a medida iria depender de grandezas alheias ao comprimento. Participaram 30 países. de maior facilidade. Após estudos e pesquisas. determinou-se a criação do Bureau Internacional de Medidas. reuniam-se em Paris os membros da Confederação Internacional de Pesos e Medidas e. foi proposto e aceito pela Assembléia o metro provisório. dentre os quais o Brasil. de tal modo que fossem universais. vários países já as adotavam. Sistema Métrico Decimal e Sistema Internacional de Unidades Em fins do século XVIII. através de seu . onde figuravam Lavoisier. a comissão que incluía nomes famosos como Borda. pois. pois se tratava de uma nova atividade e podia ser muito bem controlada. além de não apresentar os defeitos das anteriores. Por decreto-lei.000 metros. a situação estava pior e graças às novas idéias trazidas pela Revolução Francesa de 1789 e as imposições que fazia o florescimento da era industrial.O mesmo não aconteceu com as medidas de tempo que já haviam sido padronizadas por Júlio César. dificultando muito as transações comerciais. O metro foi definido como a décima milionésima parte do meridiano terrestre medido de Dunkerke a Barcelona. Ainda devemos lembrar que nas invenções do fim da Idade Média e Renascença eram adotados padrões cautelosos. para não dependerem de futuras mudanças. baseado na medida antiga. Os padrões deveriam reproduzir os fenômenos naturais. dentre eles o Brasil. já contava com uma boa comparação. sendo seu calendário adotado pelo menos em toda a Europa. O segundo era a unidade de tempo. Mais tarde verificou-se que a diferença realmente era mínima. Devido à demora que o empreendimento levaria e à urgência da criação do sistema. A distância do Pólo Norte ao Equador é de quase 10. as unidades tornaram-se oficiais na França e.000. por volta de 1870. A unidade de massa era o quilograma. em 1875. construído em platina iridiada. e como medidas do equador eram quase impossíveis. O meridiano que passa por Paris já havia sido medido precisamente e podia ser comparado com a nova determinação. como o tempo e o peso. Como exemplo. Na França. foi criada uma comissão de homens de ciência para a determinação e construção de padrões. cujos tipos móveis de padrões internacionais foram criados em fins do século XV e são até hoje mantidos. a tipografia e a imprensão. Coulomb e Legendre. Os padrões foram feitos e cópias exatas foram enviadas aos países que legalizaram o sistema métrico. o quilograma e o segundo. Lagrange e Laplace concluíram que a unidade de comprimento deveria pertencer ao sistema decimal. e presa a um dos três seguintes fenômenos naturais: y y y comprimento de um pêndulo de período (2 oscilações) igual a 1 segundo.

Enfim. Por enquanto vamos estudar apenas a física clássica. Física térmica: estuda o calor e a temperatura dos corpos. Para entender o movimento das estrelas. um modelo ou uma teoria científica nunca é eternamente exata. como você encontrou neste capítulo. além de melhores maneiras de definir as unidades. ela passou a usá-lo oficialmente. dos carros. Era a física moderna que nascia. próximas à velocidade da luz. As grandezas fundamentais do SI são: Comprimento. Ela se divide nas seguintes partes: Mecânica: estuda o movimento dos corpos. Por que o gelo derrete? Porque algumas roupas nos deixam mais aquecidos do que as outras? Por que é melhor levar bebidas para a praia em um isopor? Estas são algumas questões respondidas pela física térmica.representante. No entanto. Tudo o que se move é objeto de estudo desta parte da física. pois não havia um padrão para grandezas fundamentais como no caso d a eletricidade. No ensino médio. no início do século XX. os físicos acreditavam que já tinham descoberto tudo! Estavam muito satisfeitos consigo mesmos. mantendo até hoje suas unidades. precisamos entender a mecânica. Temperatura e Intensidade Luminosa. Tudo que a física descobriu e criou até o final do século XIX faz parte da física Clássica. . e descobertas relacionadas a estruturas muito pequenas (como as moléculas e os átomos) levaram ao desenvolvimento da relatividade e da mecânica quântica. Tempo. Como podemos dividir a física? A física pode ser dividida em duas grandes áreas: a física clássica e a física moderna. etc. a insuficiência destas. Como você deve ter observado. na XI Conferência Internacional de Pesos e Medidas. Visconde de ltajubá. Intensidade Elétrica. em 1960. podendo vir a sofrer mudanças conforme a própria ciência e tecnologia exija. foi adotado o Sistema Internacional de Unidades e o metro e o segundo foram redefinidos. Com o desenvolvimento científico e tecnológico de nosso século. A Inglaterra resolveu não adotar o sistema decimal. é possível que você aprenda noções de física moderna. verificou-se. Devido a sérios prejuízos que sofre a Inglaterra pela não adoção do SI. Massa. de acordo com o seu desenvolvimento. fenômenos que envolviam grandes velocidades. das pessoas. Tudo o que você vai estudar nesta área faz parte da física Clássica. Nessa época. dos planetas. juntamente com os Estados Unidos.

O que é o arco-íris? Por que os corpos parecem maiores quando observados através de uma lupa? O que são os eclipses? Como funciona a nossa visão? Obterás respostas para essas perguntas ao estudar a parte de óptica. Vamos entender melhor as ondas do mar. Ondulatória: estuda as ondas. as ondas de rádio (nas quais se incluem as da televisão e dos celulares).Óptica: estuda os fenômenos relacionados à luz. . O funcionamento de aparelhos ³ligados na tomada´ ou por meio de baterias será mais facilmente entendido após estudarmos a eletricidade. o funcionamento do microondas etc. Eletricidade: estuda todos os aparelhos que aquecem e que se movem utilizando a energia elétrica. Estamos cercados delas. o som. os instrumentos musicais.

s2) Unidade da velocidade: m/s 2 2 Unidade de Energia: J ou kg . o volume. que são medidas de determinadas grandezas. m . No SI existem algumas unidades fundamentais. O Sistema Internacional de Unidades (SI) é um conjunto de informações sobre as unidades de mediadas convencionadas pelo mundo inteiro. delas surgem outras unidades derivadas.m/s2 Unidade de volume: m .No estudo da física é importante saber um pouco mais das unidades de medidas. a velocidade. nela está representado o conjunto de unidades de medidas (consideradas unidades fundamentais) das grandezas mais importantes no estudo da física. m /s 2 Unidade da aceleração = m/s Unidade de Carga elétrica: C ou A . m = m2 Unidade de Força: N ou kg . s Prefixos no SI PREFIXO giga mega quilo hecto deca deci centi mili micro nano pico femto SÍMBOLO G M k h da d c m n p f POTÊNCIA DE 10 EQUIVALENTE 109 6 10 103 102 101 10-1 10-2 10-3 10-6 10-9 10-12 10-15 . Observe a tabela abaixo. UNIDADE metro quilograma segundo ampère kelvin mol radiano SÍMBOLO m kg s A K mol rad GRANDEZA Comprimento Massa Tempo Corrente elétrica Temperatura termodinâmica Quantidade de matéria Ângulo plano Dessas unidades há outras unidades derivadas como: a área. a aceleração. m = m3 Unidade de Pressão: Pa ou kg/(m . veja algumas: Unidade de área: m .

Mas nem sempre foi assim!!! As primeiras escalas utilizadas baseavam-se em parte do corpo hu. Como por exemplo: . possuem VOLUME e realização suas atividades em determinadas unidades de TEMPO. O Sistema Internacional de Unidades SI é o sistema mais indicado. kilograma. veja: 0. cada país. como por exemplo. em alguns locais e países são utilizadas. Segundo). pé . 10-6 s = 3 s 9 000 000 000 m = 9 . A necessidade de medir é muito antiga e remonta à origem das civilizações.mano e até hoje.atto zepto yocto a z y 10-18 -21 10 -24 10 Podemos fazer algumas representações com esses prefixos. polegada. baseado em unidades arbitrárias e imprecisas. Os seres vivos são compostos de MATÉRIA. esses parâmetros são quanti cados e quali cados como grandezas. entretanto. segundo) e o CGS (Centímetro. côvado. utilizam e produzem ENERGIA. teve o seu próprio sistema de medidas. As grandezas físicas e suas derivadas são agrupadas em sistemas coerentes de medidas. Esses são o pa râmetros fundamentais de qualquer sistema. Por longo tempo. braça. Grama. 000003 = 3 . aquelas baseadas no corpo humano: palmo. em Biologia utiliza-se o MKS (Metro. cada região. 109 m = 9 Gm Sistema Internacional de Medidas Quadro I: As sete unidades básicas do SI e os símbolos utilizados para sua representação SI± Unidades Básicas Dimensão Unidade Símbolo Tempo Segundo s Comprimento Metro m Massa Quilograma kg Corrente Elétrica Ampère A Temperatura Absoluta Kelvin K Intensidade Luminosa Cadela cd Quantidade de Substância mol mol Quadro II: Algumas unidades derivadas do SI e os símbolos utilizados para sua representação Sistema de Unidades no Brasil As informações aqui apresentadas irão ajudar você a compreender melhor e a escrever corretamente as unidades de medida adotadas no Brasil.

Equivale a distância entre o dedo polegar e mínimo. o Governo Repu. Tem 12 pole. PÉS . Fonte: INMETRO Na biologia. Pegue um grão de areia nesta praia. aderindo à Convenção do Metro .blicano Francês pediu à Academia de Ciências da França que criasse um sistema de medidas baseado numa constante natural . Já uma molécula de DNA humano mede 0. Um nanômetro (ou nanômetro) corresponde à bilionésima parte de 1 metro. em 1960.54 cm. Assim foi criado o Sistema Métrico Decimal.Medida que corresponde ao comprimento da última falange do dedo po. utiliza-se unidades derivadas ou fracionadas.5 cm. adotado também pelo Brasil em 1962 e rati ¿cado pela Resolução nº. No estudo de microorganismos os tamanhos são ín ¿mos e as unidades são: Mícron (m) . que equivale a 2. com a mão aberta e estirada (+/. na Bahia. contando quantas braças de profundidade tem o local. Pois bem.O termo nano vem do grego e signi¿ca ³anão´.70 m).18 mícron. PALMO . Posteriormente.legar. três unidades básicas de medida: o metro.Utilizado para medir pequenos comprimentos.ram o sistema. Por isso. ou à divisão do metro em 1 bilhão de partes ou 109 ou do milímetro em um milhão de partes. 12 de 1988 do Cons elho Nacio.22 cm). muitos outros países adota. o desenvolvimento cientí ¿co e tecnológico passou a exigir medições cada vez mais precisas e diversi ¿cadas. porque as pessoas de uma região nãoestavam familiarizadas com o sistema de medida das ou. Uma bactéria tem cerca 20 m e um vírus tem ce rca de 3 m.BRAÇAS Medida náutica de profundidade que corresponde à distância entre as mãos de um homem com os braços estirados (+/. O físico Cylon Gonçalves da Silva usa a seguinte imagem para dar uma idéia do que é nanômetro: ³Imagine uma praia começando em Salvador.1. mais complexo e so¿sticado. POLEGADA . a 30. a depender do sistema ou fenômeno estudado. e indo até Natal. as dimensões desse grão de areia estão para o comprimento desta praia. o sistema métrico decimal foi substituído pelo Sistema Internacional de Unidades . Fundamentos de Física e Biofísica 9 Isso criava muitos problemas para o comércio. inclusive o Brasil. Os pescadores utilizam um peso amarrado na ponta de uma corda e lançam este peso ao fundo. como o nanômetro está para o metro ´.tras regiões. numa tentativa de resolver o problema.Medida linear inglesa usada nos meios marítimos ainda hoje em uso. Imagine a di culdade em comprar ou vender produtos cujas quantidades eram expressas em unidades de medida diferentes e que não tinham correspondência entre si.É uma unidade usada para medir coisas como vírus e bactérias e correspon .gadas e equivale. aproximadamente. Entretanto. Um ¿ o de cabelo tem o .CONMETRO. no Rio Grande do Norte. inicialmente. tornando-se de uso obrigatório em todo o Território Nacional. O Sistema Métrico Decimal adotou. Nanômetro (nm) . Normalização e Qualidade Industrial . o litro e o quilograma.SI.nal de Metrologia. Em 1789.de à milésima parte de um milímetro.

3 nm Angstron (Å) . O diâmetro de uma molécula de DNA é de cerca de 2. abordaremos as grandezas físicas.000 nm. suas derivadas. múltiplos e submúltiplos.A unidade de medida angstron (10-10 m) corresponde a uma distância 10 bilhões de vezes menor que 1 metro. Um átomo de carbono tem 1 Å de diâmetro. enfatizando a suas importâncias para os seres vivos e para o estudo da Biologia. Agora. .diâmetro de 100.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->