Você está na página 1de 1
‘Alabetzagso: o [deslaprencdzogem das funcbes da escita 65 perspectiva, os estudos se voltam para as caracterfsticas do uso da escrita em eterminada sociedade, seus determinantes e suas conseqiléncias, o papel que a ‘escrita desempenha na sociedade*, Estudos funcionais dessa natureza vém sendo ‘desenvolvidos, sobretudo, por grupos interdisciplinares que associa Antropologia, Lingitistica, Psicologia, e que t8m desenvolvido pesquisas sobre as consequéncias sociais e psicol6gicas da introdugao da escrita em culturas égrafas, as priticas sociais da escrita em diferentes sociedades ou em diferentes grupos de uma ‘mesma sociedade, 0 valor atribuido a escrita em diferentes culturas ou diferentes ‘grupos de uma mesma cultura, No Brasil, estudos dessa natureza sto ainda quase inexistentes; na literatura internacional, embora recentes, sfo jé numerosos: omitindo artigos] AP 4 PuMlcaste Con text de periddicos, e limitando as referéncias a | Tesquises-naiteratwainteracional livros, podem-se citar Oxenham (1980),Goody | ¢ também na nacional, sobre as (1968, 1977, 1987), Scribner & Cole (1981), | laces entre eseritae sociedad, ‘Ong (1982), Heath (1983), Street (1984), «seri ecu ese respi, vet, | Pee e ree por emboratenha7] metineiapane dese iv, otto privilegiado, em seus estudos, uma abordagem estrutural da alfabetizago, voltou-se, em alguns momentos, para a questo da fungao social da escrita na subcultura de negros norte-americanos; exemplo disso € sua pesquisa sobre a relagiio entre 0 fracasso em leitura, na escola, € posigao do aluno no grupo de pares (The relation of reading failure to peer-group status), apresentada em seu livro jé anteriormente citado (Labov, 1972), pesquisa que aponta 0 pouco valor atribuido ‘40 dominio da lingua escrita nesse grupo e, por isso, o firacasso em leitura de criangas que gozavam de seu prestigio. Ou seja: a pesquisa procurou determinar ‘qual era a fungao social da lingua escrita para a crianga, concluindo que essa fungio dependia do starus que a lingua escrita tinha no grupo a que pertencia a crianga, do valor a ela atribuido por esse grupo. Estudos e pesquisas a respeito da alfabetizagao no Brasil, sob essa perspectiva das funcdes sociais da escrita, so urgentes: € necessério conhecer © valor ¢ a fungio atribuidos lingua escrita pelas camadas populares, para que se possa compreender o significado que tem, para as criangas pertencentes a essas camadas, a aquisigao da lingua eserita — esse significado interfere, certamente, em sua | Passadas quase duas décadas as alfabetizagzo. esta evapo da areéncie de Uma outra maneira de entender uma | ae ee ee eos muito poueas a pesqusas sobre os perspectiva funcional da alfabetizagdo & a que | sos eas fungoes ui lingua esrta decorre de uma segunda interpretagio que se | em diferentes grupos socais, no pode dar a expressio “fungao da lingua | Bra escrita”. Entendendo a palavra fungio como Jfinalidade, a expressio “fungSes da lingua escrita” designaria a finalidade ‘atribufda a enunciagdo, em situagdes de interaco, Retomando as perspectivas jé "Ap6s 4 publicagao deste text, Lingua escrta, sociedade e cultura