Você está na página 1de 4

A mentira da magia branca – Ocultismo para jovens

Desenho Witch

Nosso Criador, em Seu grande amor e sabedoria, nos deu várias advertências severas contra fazer parte de
práticas ocultistas e trafegar no reino espiritual. Em seu desejo de nos proteger das forças satânicas, Deus
tem repetidamente revelado a nós através da Sagrada Escritura que haveria um renascimento do ocultismo
na preparação para o Reino do Anticristo pouco antes da Segunda Vinda de Cristo em Glória. (Mateus
24:24-25, 1 Timóteo 4:1-4, 2 Tm. 3:1, 6-8; 2 Tessalonicenses. 2:9-12;Apoc. 9:19-21)

Mas, infelizmente, a promoção da feitiçaria de Hollywood, bem-sucedida e conectada dos poderes


satânicos, atraiu inúmeros jovens para a teia negra de Satanás. John Andrew Murray uma vez disse:

"Ao dissociar a magia e o sobrenatural do mal, torna-se possível retratar práticas ocultistas como „boas‟ e
„saudáveis‟, ao contrário da declaração bíblica de que tais práticas são abominação ao Senhor. Isto, por
sua vez, abre a porta para as crianças tornarem-se fascinadas com o sobrenatural, enquanto tragicamente
não buscam ou reconhecem a verdadeira origem do bom sobrenatural - chamada Deus. "(John Andrew
Murray, “Harry Dilemma,” Teachers in Focus; available from www.family.org)

Antes do renascimento atual da Wicca, a Wicca ganhou popularidade no movimento de contracultura


hippie entre a juventude da década de 1960.O satanista Nikolas Schreck, que foi um líder na Igreja de
Satanás (e que é casado com Zeena LaVey, filha do já falecido, Anton LaVey, fundador da Igreja de
Satanás), reconheceu que na década de 1960, as bruxas de fato reconheceram que elas eram satanistas:

“Para o leitor contemporâneo, cuja ideia de uma bruxa pode ser influenciada pela doçura e luz da Wicca
(que se apropriou da palavra sweetness-and-light em inglês), a estética das bruxas negras dos anos 60
deve ser enfatizada. Vendo-se como irmãs de Satanás, a maioria das bruxas da época era um eco distante
do atual movimento Wicca. Assim como as Wiccas de hoje estão constantemente afirmando indignadas
que não são satanistas, o movimento da bruxaria dos anos sessenta revelou suas associações
romanticamente diabólicas”. (Nicholas Schreck, The Satanic Screen: An Illustrated Guide to the Devil in
Cinema.)
Muitas Wiccas não têm conhecimento do fato de que grande parte de seus ensinamentos, magia
cerimonial e "escrituras" se baseiam nos ensinamentos do satanista Aleister Crowley. Muitas das
cerimônias de Crowley e ensinamentos foram simplesmente reformulados por Gerald Gardner, que é
creditado como o fundador da Wicca e membro da organização satânica de Crowley, conhecida como o
OTO.

Mesmo na Wiccan Rede (também conhecida como Conselho Wiccano ou Rede Wiccana), a frase “Sem
Ninguém Prejudicar Faça O Que Tu Quiseres” foi influenciada pela máxima de Crowley, "Faça o que tu
queres há de ser tudo da Lei." Enquanto muitas Wiccas procuram se dissociar dos satanistas por razões
compreensíveis, elas foram enganadas em acreditar que há uma diferença entre demônios bons e maus e
entre a chamada magia branca e negra. A dura realidade é que toda a magia é de origem satânica mesmo,
se é chamado de branca, preta, vermelha, amarela, verde ou roxa isso não faz diferença.

Aleister Crowley
Mesmo Doreen Valiente, uma sacerdotisa Wicca de alto grau que teve mais influência na Wicca do que
qualquer outra mulher admitiu, "A distinção entre magia negra e branca não tem validade." (Doreen
Valiente, An ABC of Witchcraft (Nova York: St. Martins Press, 1973, p. 271)

Starling, outro líder da Wicca, admitiu:

"Essa afirmação pode realmente ofender alguns, mas ela esconde uma das grandes verdades da bruxaria, a
de que não há magia branca ou negra, só há magia..." (Starling, message #1420, November 22,
2001,posted at Pagan Perspectives.)

Esta confissão está, na verdade, de acordo com a Palavra de Deus, que afirma que toda a magia está
enraizada no poder de Satanás (1 João 5:19, Apocalipse 12:9). "A magia branca” é simplesmente um
estratagema que Satanás usa para atrair suas presas confiantes enquanto as leva a acreditar que podem
usar poderes ocultos para fins altruístas. A Palavra de Deus revela que Satanás não costuma aparecer com
todas as suas nuas deformidades, mas ele aparece mais frequentemente como um anjo de luz:

“E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz. Não é muito, pois, que os
seus ministros se transfigurem em ministros da justiça; o fim dos quais será conforme as suas obras.” 2
Coríntios 11:14-15

Mesmo Anton LaVey, fundador da Igreja de Satã, em 1966, admitiu em sua "Bíblia Satânica" que não há
diferença real entre magia "branca" e "negra", afirmando: "A magia branca é supostamente utilizada
apenas para fins bons ou altruístas, a magia negra, como nos foi dito, é supostamente utilizada apenas
para fins egoístas ou maus. O satanismo não tem tal linha divisória.” LaVey também declarou:" Não há
diferença entre magia "branca" e "negra", exceto na presunçosa hipocrisia da justa culpa escondida e da
auto-ilusão do mago branco mesmo ". (Anton LaVey, A Bíblia Satânica, Nova York: Avon Books, 1971)

Mickey em O Aprendiz de Feiticeiro

Em seu livro "A Bruxa Satânica", LaVey afirmou que todas as bruxas devem, pelo menos,
simbolicamente, fazer um pacto com o diabo, "A bruxa fez um pacto com o diabo e através de rituais
dedicados a ele ganha o seu poder. A fim de ser uma bruxa bem-sucedida, a mulher tem que fazer um
pacto com o diabo ... " (Anton LaVey, “The Satanic Witch). Embora um satanista, LaVey admitiu que a
mídia promove os projetos de Satanás, pois as bruxas continuavam a ser lançadas na cultura popular
como "boas" e "benevolentes". LaVey realmente adorou a ideia de que as massas estavam sendo atraídas
para o satanismo por meio da roupagem popular da " bruxa boa ", "eu não vejo nenhum motivo real para a
redução de filmes e programas na TV que contêm a imagem da bruxa, pois penso que qualquer imagem
popular lisonjeira deve ser utilizada e sustentada sempre que possível. As pessoas vão acreditar no que
querem acreditar e a imagem atual de uma bruxa é a mais intrigante e fascinante que ainda está para
aparecer ".
Você realmente sabe o que você ou seu filho está lendo e vendo?