P. 1
Questoes Lei 8112 - Exercicio

Questoes Lei 8112 - Exercicio

|Views: 2.435|Likes:
Publicado porCursoPreparatorio

More info:

Published by: CursoPreparatorio on Oct 14, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/21/2013

pdf

text

original

QUESTÕES LEI 8112/90 – EXERCÍCIO 3 - 2010

1) (FCC – GEMDP/EP – 2006) Considere as afirmações abaixo.

I. O servidor habilitado em concurso público e empossado em cargo de provimento efetivo adquire estabilidade no serviço público ao completar 2 (dois) anos de efetivo exercício. II. A investidura em cargo público ocorrerá com a posse. III. A nomeação para cargos em comissão depende de prévia habilitação em concurso público de provas ou de provas e títulos. IV. Exercício é o efetivo desempenho das atribuições do cargo. --------------------É correto o que se afirma APENAS em:

a) II e IV.b) III e IV.c) I e II.d) I, III e IV.e) I, II e III. 02) (ESAF – AFC/CGU – 2006) Não integra o rol de requisitos básicos para investidura em cargo público: a) comprovação de ausência de condenação penal. b) nível de escolaridade exigido para o exercício do cargo. c) aptidão física e mental. d) gozo dos direitos políticos. e) idade mínima de dezoito anos.

3) Prova CESPE - 2010 - TRE-MT - Técnico Judiciário - Área Administrativa No que diz respeito aos direitos e vantagens do servidor público, à luz do que estabelecem a CF e a Lei n.º 8.112/1990, assinale a opção correta. a) O servidor estável somente pode ser demitido em virtude de sentença transitada em julgado. b) O servidor que se afastar de seu cargo para exercer mandato eletivo não terá seu tempo de serviço computado durante o período do mandato. c) Será concedido horário especial ao servidor estudante, quando comprovada a incompatibilidade entre o horário escolar e o regular exercício das atribuições do cargo, independentemente de compensação horária. d) A licença para tratamento de saúde pode ocorrer a pedido podendo, ainda, ocorrer de ofício, quando o superior hierárquico do servidor, ou alguém de sua repartição, perceber

uma situação física e mental que impossibilite o servidor de seguir exercendo suas funções. e) O adicional noturno representa acréscimo destinado ao servidor que labora entre as vinte horas de um dia e as seis horas do dia seguinte. Exercendo suas funções nesse período, o servidor terá direito de ver acrescido ao valor hora recebido o percentual de 15% do valor hora normal.

Lei 8112/90 – Provimento e Vacância (POLÍCIA FEDERAL – AGENTE - 2002) - QUESTÃO 1) Julgue os itens a seguir, quanto ao direito administrativo. 1 - Considere a seguinte situação hipotética. Célio era titular do cargo de nível médio de fiscal de tributos federais, extinto, juntamente com suas carreiras, pela Lei nº. 2.000/2001. A referida lei criou, em substituição, a carreira de auditor fiscal da Receita Federal, com duzentos cargos de nível superior e com conteúdo ocupacional diverso, determinando o aproveitamento dos ocupantes dos cargos extintos nos ora criados. Nessa situação, houve uma forma de provimento derivado de cargo público perfeitamente permitido pelo Regime Jurídico Único e pela Constituição da República. (POLÍCIA FEDERAL – DELEGADO - 2004) – QUESTÃO 2 - Com referência aos agentes públicos e ao regime jurídico único, julgue o item subseqüente. (Adaptada) A remoção e a redistribuição não constituem formas de provimento derivado, porque, nelas, há apenas o deslocamento do servidor e do cargo, respectivamente. (TRT - ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA: EXECUÇÃO DE MANDADOS – TRT 16º REGIÃO) QUESTÃO: Tendo sido nomeado e tomado posse, no mês de março de 2005,em um cargo público efetivo do quadro de pessoal de determinado TRT, João da Silva somente compareceu ao local de trabalho para o efetivo desempenho das atribuições do cargo no qual foi empossado 30 dias após a sua posse. Considerando a situação hipotética descrita e as disposições atualmente vigentes da Lei n.º 8.112/1990 (Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União), julgue os itens subseqüentes. 3 - A lei mencionada aplica-se à situação de João da Silva, ressalvadas algumas questões específicas estabelecidas pela legislação estadual e por normativos internos do TRT em questão. 4 - O cargo público no qual João da Silva foi empossado é um conjunto de atribuições e responsabilidades previstas na estrutura organizacional do TRT que devem ser cometidas a um servidor. 5 - Se João da Silva tiver sido nomeado para cargo público efetivo de forma válida, conclui-se que foram observados para a nomeação os seguintes requisitos, entre outros: nacionalidade brasileira, idade mínima de 18 anos, prévia habilitação em concurso público de provas ou provas e títulos, nível de escolaridade exigido para o exercício do cargo e prévia inspeção médica oficial.

6 - Para estar de acordo com a lei, a posse de João da Silva deve ter se dado pela assinatura do respectivo termo, no qual devem constar as atribuições, os deveres, as responsabilidades e os direitos inerentes ao cargo ocupado, devendo a posse ter ocorrido no prazo máximo de 15 dias contados da publicação do ato de provimento. 7 - João da Silva não foi legalmente investido em cargo público por não ter entrado em exercício, visto não ter comparecido para o efetivo desempenho das atribuições do cargo público no qual foi empossado, no prazo de 15 dias fixado na lei, contados da data da posse. (TRT - ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA: ADMINISTRATIVA – TRT 16º REGIÃO) QUESTÃO Manoel prestou concurso público, e foi aprovado em primeiro lugar, para o cargo de médico de Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), tendo sido nomeado em 2/6/2005, com a respectiva publicação da nomeação no Diário Oficial da União em 2/6/2005. A respeito da situação hipotética acima e considerando que os servidores do INPI são regidos pela Lei n.º 8.112, de 11/12/1990 — Regime Jurídico Único, julgue os seguintes itens. 8 - Manoel terá de tomar posse no cargo de médico do INPI até 18/6/2005, sob pena de ser tornado sem efeito o ato de nomeação. 9 - Caso Manoel não possa comparecer no dia determinado pelo INPI para a sua posse, seu irmão poderá tomar posse por ele, mediante procuração específica. 10 - Após tomar posse, Manoel terá até quinze dias para entrar em exercício no cargo de médico do INPI. 11 - Manoel, no ato da posse, terá de apresentar ao INPI declaração de bens e valores que constituem seu patrimônio. (TRT - ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA: ADMINISTRATIVA – TRT 10º REGIÃO) QUESTÃO Lúcia foi exonerada do cargo que ocupava na administração direta federal por ter sido reprovada no estágio probatório. Com base nessa situação hipotética, julgue os itens seguintes. 12 - O ato de exoneração de Lúcia não constitui exercício de poder administrativo disciplinar. 13 - Para ter direito de impugnar judicialmente sua exoneração, Lúcia deve primeiramente esgotar os recursos administrativos possíveis. (TRE – TO - ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA - 2005 – CESPE) QUESTÃO 14 - Jânio, após concluir curso de nível superior, passou a preparar-se para enfrentar exames de concursos públicos. Submeteu-se, inicialmente, a concurso público para provimento do cargo de analista judiciário do TSE, logrando aprovação. Foi nomeado (1) e tomou posse em 20/5/2000. Porém, todas as vagas existentes eram destinadas a lotação no Distrito Federal e Jânio desejava voltar para seu estado de origem, Tocantins, razão pela qual permaneceu estudando até ser aprovado para o cargo de

analista judiciário do TRE/TO. Jânio pediu exoneração (2) do cargo que ocupava e, em 18/7/2002, assumiu o novo cargo (3). Como era muito competente e diligente, Jânio foi agraciado com uma função de chefia e o seu colega Ronaldo foi indicado para assumir as funções de Jânio, automática e cumulativamente, sem prejuízo do cargo que ocupava, quando dos afastamentos legais daquele. Jânio, que, no último ano, não usufruíra o seu período de férias, acumulou dois períodos de 30 dias e afastou-se para descanso. Nesse período, Ronaldo assumiu as funções de Jânio (4). Em relação às situações indicadas pelos números 1, 2, 3 e 4, respectivamente, na situação hipotética descrita acima, é correto afirmar que houve (A) provimento, demissão, promoção, redistribuição. (B) aproveitamento, vacância, aproveitamento, substituição. (C) provimento, vacância, recondução, substituição. (D) aproveitamento, demissão, recondução, redistribuição. (E) provimento, vacância, provimento, substituição. (DELEGADO POLÍCIA CIVIL – ES – 2006 – CESPE) – QUESTÃO Julgue o item que se segue. 15- Candidato classificado para ocupar uma das vagas previstas no edital de um concurso público tem direito subjetivo à nomeação durante o período de validade do certame, caso outro candidato que tenha obtido classificação inferior à dele tome posse primeiro, pois, nessa situação, a nomeação passa a ser um ato vinculado. (TRE – PA – 2007 – CESPE) - QUESTÃO (ADAPTADA) No que se refere aos servidores público federais, julgue o item que se segue. 16 - O servidor nomeado para cargo de provimento efetivo, ao entrar em exercício, ficará sujeito a estágio probatório por período de 24 meses, durante o qual sua aptidão e sua capacidade serão objeto de avaliação para o desempenho do cargo, observando-se os seguintes fatores: assiduidade, disciplina, capacidade de iniciativa, produtividade e responsabilidade.

QUESTÕES DIREITO ADMINISTRATIVO - LEI 8112/90 01. A quem se aplica a Lei 8112/90 ? a) A todos os agentes públicos federais b) Aos agentes administrativos e aos agentes políticos federais c) Aos empregados públicos e aos servidores públicos federais d) Aos servidores públicos federais e) Aos servidores públicos brasileiros 02. Formas de provimento que somente se aplicar a servidores estáveis: a) Promoção e reintegração b) Recondução e reintegração c) Nomeação e promoção d) Aproveitamento e nomeação e) Readaptação e aproveitamento 03. Espécie de vantagem pecuniária paga ao servidor para fazer face a despesas de instalação: a) diárias b) gratificação pelo exercício de função de direção c) ajuda de custo d) auxílio-moradia

e) auxílio-instalação 04. A licença para tratar de interesses particulares:: a) é remunerada, caso a Administração considere relevante o motivo b) pode se aplicar a servidor que esteja em estágio probatório c) pode ser concedida por até 4 anos consecutivos d) uma vez concedida ao servidor, a Administração não pode interrompê-la e) somente se aplica a servidores concursados 05. O cancelamento da penalidade de advertência: a) ocorrerá após 3 anos, se o servidor não houver praticado nova infração b) não ocorrerá, salvo se comprovada causa justificada inocente o servidor que tenha sido punido indevidamente c) ocorrerá após 5 anos, se o servidor não houver praticado nova infração d) ocorrerá a juízo discricionário do chefe do servidor, segundo aspectos de merecimento e) dependerá de revisão de processo administrativo disciplinar ou de ação judicial nesse sentido 06. Deslocamento do servidor, no âmbito de mesmo quadro, com ou sem mudança de sede. Estamos falando da: a) transferência b) transferência de cargos c) remoção d) redistribuição e) recondução 07. Vantagem que é paga ao servidor que tenha exercício em fronteiras: a) ajuda de custo b) retribuição pelo exercício de função de confiança c) adicional de insalubridade d) adicional de atividade penosa e) adicional de periculosidade 08. Com relação ao horário especial para o servidor: a) exige a compensação de horários em todos os casos b) só se aplica a servidor estável c) se o servidor for deficiente físico, não será exigida a compensação de horários d) não será exigida compensação de horários, no caso de servidor que tenha filho deficiente físico e) é direito líqüido e certo do servidor, não podendo a Administração indeferir tal pretensão 09. Recusar fé a documentos públicos, segundo a Lei 8112/90, deve ser punida com: a) advertência b) suspensão c) demissão d) repreensão e) exoneração 10. O prazo prescricional da ação disciplinar:

a) é indefinido, pois ocorre a imprescritibilidade da ação disciplinar b) começa a correr da data em que o fato tiver sido praticado c) é de 5 anos ou 120 dias, dependendo do tipo de infração e do tipo de penalidade a ser aplicada d) em todos os casos é o mesmo prazo prescricional previsto no Código Penal e) começa a correr da data em que o fato se tornou conhecido 11. Indique a única prerrogativa funcional, dentre as abaixo enumeradas, que pode se aplicar a servidor não estável: a) aposentadoria b) aproveitamento c) recondução d) reintegração e) licença para tratar de interesse particular 12. Sobre as férias do servidor público federal, indique a alternativa correta: a) só pode ser parcelada até o máximo de 2 períodos b) considera qualquer falta ao serviço, ocorrida no período aquisitivo c) podem ser acumuladas até o máximo de 2 períodos d) uma vez concedidas, não podem ser interrompidas por necessidade do serviço e) terão que ser remuneradas ao servidor até 5 dias antes do início do seu gozo físico 13. O servidor público, em regra, não conta com a garantia da inamovibilidade, exceto, na seguinte hipótese: a) enquanto estiver desempenhando função de confiança b) enquanto durar o mandato classista c) enquanto estiver desempenhando cargo de confiança d) enquanto afastado para estudo ou missão no exterior e) enquanto em licença para capacitação profissional 14. Referente ao direito de petição, indique a assertiva incorreta: a) é assegurada vista do processo ou de documento na repartição, ao advogado constituído pelo servidor b) prescreve em 5 anos, para assuntos de ordem patrimonial c) o pedido de reconsideração só pode ser interposto uma única vez d) a prescrição do direito de petição pode ser relevada pela Administração e) o prazo para os recursos administrativos é de 30 dias, a contar da publicação ou da ciência, pelo interessado, da decisão recorrida 15. Sendo constatada acumulação ilegal de cargos, qual será o prazo dado para que o servidor faça sua opção por um ou por outro cargo ? q) 30 dias, prorrogáveis b) 30 dias, improrrogáveis c) 15 dias, improrrogáveis d) 10 dias, prorrogáveis e) 10 dias, improrrogáveis 16. Conforme a Lei 8112/90, aponte a assertiva que não indica um requisito básico para a investidura: a) gozo dos direitos políticos

b) aptidão física e mental c) quitação das obrigações militares d) quitação das obrigações fiscais e) ser brasileiro nato ou naturalizado 17. Qual o prazo legal para que o servidor, exonerado ex-ofiicio, que esteja em débito com o erário, quite o seu débito ? a) 60 dias b) 30 dias c) 15 dias d) 10 dias e) 5 dias 18. A licença por motivo de afastamento do cônjuge ou companheiro: a) é por prazo indeterminado b) só pode ser concedida a servidor estável c) será concedida por prazo máximo de 3 anos consecutivos d) é remunerada e) conta como tempo de serviço, normalmente 19. Ausências que são consideradas como tempo de efetivo exercício, exceto para promoção por merecimento: a) desempenho de mandato eletivo e missão no exterior b) desempenho de mandato eletivo e de mandato classista c) licença-gestante e licença-paternidade d) convocação para o serviço militar e licença para capacitação e) desempenho de mandato classista e exercício de cargo em comissão em outro órgão ou entidade pública 20. Na Lei 8112/90, a penalidade de suspensão do servidor pode chegar até: a) 15 dias b) 30 dias c) 90 dias d) 180 dias e) 5 dias

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->