Você está na página 1de 24

SENAI – SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL

CENTRO DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA DE LUZERNA

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES

TÍTULO: subtítulo

Diego Roberto Bonatto

Projeto de Pesquisa

Luzerna – SC
2

2010
Diego Roberto Bonatto

TÍTULO: subtítulo

Projeto de pesquisa apresentado ao curso


Superior de Tecnologia em Redes de
Computadores do Serviço Nacional de
Aprendizagem Industrial – Luzerna-SC - como
requisito parcial para conclusão do curso.

Professor Orientador: Tiago Moraes


Co-orientadora:Rose

Luzerna – SC
4

2010
2

LISTA DE ILUSTRAÇÕES

Ilustrações são classificadas como: desenhos, esquemas, fluxogramas, fotografias,


gráficos, mapas, organogramas, plantas, quadros, retratos e outros. É um elemento
opcional, depende da relevância e da quantidade de ilustrações que o seu trabalho
apresenta. Deve ser elaborada de acordo com a ordem em que aparecem no texto,
designando o nome e o número da página onde se encontram.

Ilustração 1: descrição................................................................................... página


Ilustração 2: descrição................................................................................... Página
Ilustração 3: descrição................................................................................... página
Ilustração 4: descrição................................................................................... página
Ilustração 5: descrição................................................................................... página
Ilustração 6: descrição................................................................................... página
3

LISTA DE TABELAS

Elemento opcional. Devem ser elaboradas conforme instruções do IBGE. As


tabelas apresentam sistematicamente os dados. Contém dados estatísticos, não
apresentam linhas laterais e as linhas das bordas superior e inferior são mais largas.
Atenção: tabelas são diferentes de quadros! Tabelas apresentam dados estatísticos e
quadros apresentam informações.

Tabela 1: descrição......................................................................................... página


Tabela 2: descrição......................................................................................... Página
Tabela 3: descrição......................................................................................... página
Tabela 4: descrição......................................................................................... página
Tabela 5: descrição......................................................................................... página
Tabela 6: descrição......................................................................................... página
4

LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS

É um elemento opcional ao TCC e consiste na relação alfabética das abreviaturas e siglas


utilizadas no texto, seguidas das palavras ou expressões correspondentes grafadas por
extenso. A seguir será apresentado o modelo de lista de abreviaturas e siglas que deverá
ser utilizado na apresentação do TCC solicitado pela instituição.

ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas


IBGE Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística
SEBRAE Serviço Brasileiro de Apoío as Micro e Pequenas Empresas
ISO International Standard Organization
WAN Wide Área Network
ex. exemplo
5

LISTA DE SÍMBOLOS

A lista de símbolos é opcional e deve ser elaborada de acordo com a ordem apresentada
no texto, com o devido significado.

A seguir será apresentado o modelo de lista de símbolos que deverá ser utilizado na
apresentação do TCC solicitados pela instituição.

$ Subcampo

# Tipo de indicador do subcampo MARC


6

SUMÁRIO

(Observação: o sumário está automático. Para atualizá-lo clique em cima dele com
o botão direito do mouse e selecione “atualizar campo” – “atualizar o índice
inteiro”. Somente atualize depois de terminar todo o trabalho).

1. INTRODUÇÃO ..................................................................................................................7
1.1 DEFINIÇÃO DO TEMA ............................................................................................................................................7

1.2 JUSTIFICATIVA.........................................................................................................................................................7

1.3 ABORDAGEM GERAL DO PROBLEMA...............................................................................................................7

1.4 HIPÓTESES..................................................................................................................................................................7

1.5 OBJETIVOS.................................................................................................................................................................8
1.5.1Objetivo Geral..........................................................................................................................................................8
1.5.2Objetivos Específicos..............................................................................................................................................8

2 REVISÃO BIBLIOGRÁFICA..............................................................................................9

3 PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS.........................................................................10
3.1 RESULTADOS ESPERADOS..................................................................................................................................10

4 CRONOGRAMA...............................................................................................................12

5 ORÇAMENTO...................................................................................................................13
7

1. INTRODUÇÃO

A introdução é o texto inicial, que deve apresentar uma visão geral do trabalho,
indicando a delimitação do tema, do assunto abordado, objetivos do trabalho e outros
elementos que situam a temática abordada.

1.1 DEFINIÇÃO DO TEMA

Determinar qual o assunto que será pesquisado, pois é preciso delimitar o tema
(assunto específico), dentro de uma área de conhecimento, que será o objeto de estudo.
Ao escolher o tema, verificar se existem outras pesquisas acerca do assunto que será
pesquisado. A partir da escolha do tema é que terá um título provisório de seu projeto de
pesquisa, o qual será também utilizado quando da elaboração do trabalho de conclusão
de curso e/ou monografia.

1.2 JUSTIFICATIVA

Deve-se justificar a escolha do tema, a finalidade, relevância e foco do assunto.

1.3 ABORDAGEM GERAL DO PROBLEMA

Uma introdução que informe o que ocorre, quais os motivos que geram a escolha
deste objeto de estudo, a problemática apontada. As questões de pesquisa deve delimitar
o que poderá ser pesquisado no tempo hábil – conforme cronograma. Aqui a questão
aparece de forma interrogativa, tempo verbal no futuro, possibilitando que haja a
delimitação do problema geral.

1.4 HIPÓTESES

A elaboração das hipóteses é opcional ao projeto de pesquisa. Quais as


proposições, resoluções, viabilidades para o problema apontado. Aqui as proposições
aparecem na forma afirmativa, no tempo verbal futuro, pois são ações que ainda não
foram resolvidas. Para a sua elaboração, as hipóteses exigem que o estudante tenha
8

conhecimento prévio do assunto que escolheu para o projeto de pesquisa, por isso a
leitura prévia antes da elaboração do projeto se faz necessária. Embora nem todo projeto
necessite partir com as hipóteses, sugere-se que elas sejam incentivadas à elaboração,
pois facilitam o caminho para a pesquisa, considerando que muitos estudantes ainda não
tiveram a experiência em pesquisa.

1.5 OBJETIVOS

1.5.1 Objetivo Geral

Visão macro do que se pretende pesquisar. O uso de verbos ajuda à construir este
item. Objetivo Geral define explicitamente o propósito do estudo.

1.5.2 Objetivos Específicos

Os objetivos específicos caracterizam etapas ou fases do projeto, isto é, são um


detalhamento do objetivo geral e não a estratégia de análise dos dados. Desta forma, o
conjunto dos objetivos específicos nunca deve ultrapassar a abrangência proposta no
objetivo geral.
9

2 REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

A revisão de literatura deve analisar de forma sucinta, os conhecimentos existentes


(estado da arte) sobre o problema ou oportunidade focalizada e destacar o(s) elemento(s)
do projeto, com base em revisão de literatura atual, relevante e ligada diretamente às
questões técnico-científicas colocadas pelo projeto. Poderão ser utilizados para consulta
artigos em periódicos nacionais e internacionais, livros já publicados, monografias,
dissertações e teses. Este momento da redação mostra que o estudante tem
conhecimento prévio para a proposta que pretende pesquisar. E possui fundamentação
para o que há de mais atual sobre o tema delimitado e proposto para ser pesquisado.
10

3 PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

Descrever o método utilizado para o desenvolvimento do trabalho (principais


características técnicas, resolução, faixa nominal, tipos de equipamentos, material
utilizado, condições ambientais, etc), ou seja, informações de maneira concisa e objetiva
de como foi realizada a pesquisa.
Em uma pesquisa existem métodos de abordagem e métodos de procedimento.
O método de abordagem diz respeito à concepção teórica utilizada pelo estudante,
enquanto o de procedimento relaciona-se à maneira específica pela qual o objeto será
trabalhado durante o processo de pesquisa.
Os métodos de pesquisa e sua definição dependem do objeto e do tipo da
pesquisa. Os tipos mais comuns de pesquisa são de campo, bibliográfica, descritiva e
experimental. Aliadas aos métodos estão às técnicas de pesquisa, que são os
instrumentos específicos que ajudam no alcance dos objetivos almejados. As técnicas
mais comuns são questionários (instrumento de coleta de dados que dispensa a presença
do estudante), formulários (instrumento de coleta de dados com a presença do
estudante), entrevistas (estruturada ou não estruturada), levantamento documental,
observacional (participante ou não participante), estatísticas. Nessa parte, além do que já
foi dito, também devem ser indicados as amostragens (população a ser pesquisada), o
local, os elementos relevantes, o planejamento do experimento, os materiais a serem
utilizados, a análise dos dados, enfim, tudo aquilo que detalhe o caminho que você trilhará
para concretizar a pesquisa.

3.1 RESULTADOS ESPERADOS

Descrever os resultados e ou produtos esperados do projeto, estimando seus


impactos potenciais, mediante o confronto da realidade atual e das modificações
esperadas:

• Em termos quantitativos (quantificação em relação ao aumento da competitividade,


da diminuição dos prejuízos econômicos, sociais e ou ambientais; do aumento da
produtividade e de produção e ou maior oferta de alimentos; redução de riscos,
perdas e de custos de produção; do aumento da renda dos beneficiários diretos; da
11

geração potencial de empregos; da redução de desequilíbrios sociais e nacionais,


relação benefícios x custo, etc.), quando cabíveis.

• Qualitativos (avaliação de mudanças nos padrões tecnológicos propostas pelo


projeto e sua contribuição para o avanço do conhecimento). Explicar e tecer
considerações sobre impactos positivos e negativos e avaliar impactos líquidos
esperados.

• Comentar sobre possíveis impactos ambientais decorrentes da adoção


generalizadas dos resultados a serem obtidos, bem como sobre alternativas de
solução para eventuais impactos negativos, quando cabíveis.
12

4 CRONOGRAMA

Descrever as etapas compreendidas na execução do projeto, enfatizando:


• Como os objetivos gerais e específicos serão alcançados, com os respectivos
tempos;
• A natureza do envolvimento e a responsabilidade de cada instituição (fornecer
informações sobre a experiência em P&D e outros recursos que cada instituição
disporá para a execução do projeto);
• As ações de validação de tecnologia e a validação dos resultados;
• O envolvimento e a forma de participação no projeto de clientes e/ou beneficiários
dos resultados.

Nº Descrição das etapas Data (mês)


01 Reunião de Orientação
02 Revisão Bibliográfica
03 Coleta de Dados
04 Realização de Ensaios
05 Apresentação dos Resultados
06 Discussão dos Resultados
07 Apresentação primeira versão TCC
08 Entrega do Trabalho Final
09 Outros
10

Quadro xxx: Cronograma

O número de etapas do cronograma deve estar de acordo com o que foi proposto
no projeto, especialmente na parte da metodologia.
13

5 ORÇAMENTO

O orçamento é um elemento opcional no qual são indicados todos os materiais ou


equipamentos necessários para o desenvolvimento da pesquisa.

Nº NOME FUNÇÃO TITULAÇÃO HORAS MESES DE


SEMANAIS ATUAÇÃO NO
DEDICADAS PROJETO
AO PROJETO
01
02
Quadro xxx – Orçamento para recursos humanos

Nº QUANTIDADE ESPECIFICAÇÃO VALOR TOTAL


UNITÁRIO

Quadro xxx – Orçamento para materiais de consumo

Nº QUANTIDADE ESPECIFICAÇÃO VALOR TOTAL


UNITÁRIO

Quadro xxx – Orçamento para outros itens


14

REFERÊNCIAS

É um elemento obrigatório e deve seguir as orientações da NBR 6023. Devem ser


relacionadas às fontes de informação mencionadas ao longo do relatório. A lista de
referências deve ser apresentada em ordem alfabética de autores pessoais ou entidades
e títulos, ao final do relatório.

O título “referências” deve ser escrito a 3 cm da borda superior da folha, em letras


maiúsculas, em negrito e centralizado.

As referências são alinhadas somente à margem esquerda do texto e de forma a


se identificar individualmente cada documento, em espaço simples e separadas entre si
por espaço duplo.

O modelo de elaboração de referências deve ser consultado no “Guia para


elaboração de relatório de estágio”, disponível no Portal do Aluno.
15

GLOSSÁRIO

É a relação de palavras de uso restrito, acompanhadas das respectivas definições, que


figura após o texto, com o objetivo de esclarecer o leitor sobre o significado dos termos
empregados no relatório. Palavras escritas em outra língua devem aparecer em itálico. É
apresentado em ordem alfabética.

Exemplos:

Blank: Peça de metal, com as dimensões em bruto, donde deve-se usinar ou conformar
um produto.

Input: Elemento de entrada de sinal.


16

APÊNDICE

O apêndice é opcional ao Relatório de estágio e deve ser elaborado pelo próprio


autor. Destina-se a complementar as idéias, sem prejuízo do tema do relatório. Os
apêndices são identificados por letras maiúsculas consecutivas, travessão e pelos
respectivos títulos. Excepcionalmente utilizam-se letras maiúsculas dobradas, na
identificação dos apêndices, quando esgotadas todas as letras do alfabeto. O modelo de
elaboração de apêndices deve ser consultado no “Guia para elaboração de relatório de
estágio”, disponível no Portal do Aluno.
17

APÊNDICE A - xxxxxxxxxxx
18

ANEXOS

O anexo é opcional ao Relatório de estágio e deve ser elaborado pelo próprio autor.
Destina-se a complementar as idéias, sem prejuízo do tema do relatório. Os anexos são
identificados por letras maiúsculas consecutivas, travessão e pelos respectivos títulos.
Excepcionalmente utilizam-se letras maiúsculas dobradas, na identificação dos
apêndices, quando esgotadas todas as letras do alfabeto.

O modelo de elaboração de anexos deve ser consultado no “Guia para elaboração de


relatório de estágio”, disponível no Portal do Aluno.
19

ANEXO A - xxxxxxxxxxx
20
11

Interesses relacionados