Você está na página 1de 3

3

2
ADIVINHAS 1 Eu sou muito pequenino
Tendo um condensador,
Um balão e as misturas,
Tenho protões e neutrões Mas a matéria sou eu. Faço a separação
SOBRE No global sou carregado.
Rodeiam-me electrões
Baptizaram-me em menino,
Leucipo o nome me deu.
Com eficácia e vigor,
Obtendo substâncias puras
QUIMICA O que me dá certo gozo.
P’ra energia sou usado
Eu nasci indivisível.
E até Thomson assim fui.
Duma dada solução.
Treino-me em refinarias.
  Mas aí sou bem perigoso... De facto sou divisível: Se pensares no petróleo,
  Algo me constitui... Que dá gasolina e gasóleo
Com certeza acertarias...

5
Ando a alta velocidade 6 7
4 Fujo sempre de repente. Quando fria dou frescura Quando chocam eu me formo.
Sou um átomo deficiente Sem mim não há electricidade E o sal em mim se mete. Sou o resultado final
Por falta ou excesso de electrões. Pois eu é que crio corrente. Com 100 graus vou à fervura. Do choque de moléculas
Mas sei conduzir a corrente Sou de pequeno tamanho, E também limpo a retrete. De reagentes em geral.
Quando estou em soluções... De correr tenho vontade. Quando existo mesmo pura, Mas depois de tudo isto
Adivinhem que nome tenho O meu pH vale sete. Quem serei eu afinal?
No bilhete de identidade.

Você também pode gostar