P. 1
TORNO MECÂNICO

TORNO MECÂNICO

|Views: 12.471|Likes:

More info:

Published by: Fernando Dana Pereira PInto on Oct 21, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/09/2014

pdf

text

original

TORNO MECÂNICO

Definição Torno mecânico é uma máquina-ferramenta que permite usinar peças de forma geométrica de revolução. Estas máquinas-ferramenta operam fazendo girar a peça a usinar (presa em um cabeçote ou fixada entre os contra-pontos de centragem) enquanto uma ou diversas ferramentas de corte são pressionadas em um movimento regulável de avanço de encontro à superfície da peça, removendo material de acordo com as condições técnicas adequadas. y Funcionamento e aplicações O torno mecânico é uma máquina operatriz extremamente versátil utilizada na confecção ou acabamento em peças. Para isso, utiliza-se de placas para fixação da peça a ser trabalhada. Essas placas podem ser de três castanhas, se a peça for cilíndrica ou se possuir lados múltiplos de 3, ou quatro castanhas, se o perfil da peça for retangular. Esta máquina-ferramenta permite a usinagem de variados componentes mecânicos: possibilita a transformação do material em estado bruto, em peças que podem ter seções circulares, e quaisquer combinações destas seções. Através deste equipamento é possível confeccionar eixos, polias, pinos, qualquer tipo possível e imaginável de roscas, peças cilíndricas internas e externas, além de cones, esferas e os mais diversos e estranhos formatos. O princípio de funcionamento do torno consta de três movimentos: rotação da peça, movimento longitudinal de avanço da ferramenta e movimento transversal da ferramenta. Em algumas aplicações, a peça pode ser estacionária, com a ferramenta girando ao seu redor para cortá-la, mas basicamente o princípio é o mesmo. O movimento de avanço da ferramenta pode ser ao longo da peça, o que significa que o diâmetro da peça será torneado para um tamanho menor. Alternativamente a ferramenta pode avançar em direção ao centro, para o final da peça, o que significa que a peça será faceada. Frequentemente, são combinações dessas duas direções, resultando em superfícies cônicas ou curvas, com as quais asunidades de controle dos tornos podem lidar por meio de muitas possibilidades de programas. O torneamento pode ser decomposto em diversos cortes básicos para a seleção de tipos de ferramentas, dados de corte e também para a programação de certas operações. Estamos nos referindo principalmente ao torneamento externo, mas é importante lembrar que existem outras operações Vejamos . a seguir quais são elas. y y Principais operações São muitas as operações realizadas pelo torno, dentre elas podemos citar as seguintes: facear, tornear cônico, broquear, filetar ou abrir rosca, abrir rasgos, sangrar, recartilhar, furar com broca, perfilar, mandrilar e tornear excêntrico. Visto as operações realizadas pelo torno, falta sabermos as principais partes e suas respectivas funções. Partes do torno As principais partes do torno: Cabeçote Fixo: conjunto de engrenagens e eixo arvore (onde esta montada a placa), é responsável pela rotação da peça. Caixa Norton: conhecida como engrenagem, é formada por eixos e engrenagens, que serve para transmitir o movimento do avanço do recambio para a ferramenta. Barramento: é a parte que sustenta os elementos fixos e moveis, garantindo o alinhamento da maquina. Carro Principal: é formado pela mesa, carro transversal, carro superior e porta-ferramenta. O avanço do carro pode ser manual ou automático. Cabeçote Movel: parte do torno onde se desloca sobre o barramento oposta ou cabeçote fixo, a contraponta e o eixo principal estão situados na mesma altura e determina o eixo de rotação da superfície torneada. y Dados do torno(Fonseca Teles) Exitem 5 tipos de torno em geral. Eles são: torno vertical, torno revolver, torno copiador, torno CNC, torno de placa e o torno horizontal, que é a máquina usada no laboratório Fonseca Teles. O modelo é CR e a máquina é SANCHES BLANES. y y Conclusão A conclusão que podemos tirar de tudo que foi exposto aqui, é que o torno mecânico é uma máquin de a corte de extrema eficiência, mas além disso, ela também pode exercer outras diversas funções. Para que isso aconteça, basta usar adaptadores para que isso aconteça. Isso torna esse maquinário um objeto indispensável pro ciclo de operações mecânicas.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->