Você está na página 1de 6

1

FACULDADE TERRA NORDESTE


LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA
SALA 7103 - NOITE

ATIVIDADE DE PESQUISA E EXTENSÃO

ANA LÚCIA QUINTO ALVES


BETUEL MAGALHÃES DE SOUSA
FRANCISCO ANTONIO OLIVEIRA
JÉSSICA BELARMINO

Caucaia
2010
2

1. Introdução.

A educação no Brasil enfrenta sérios problemas de ordem social e organizacional que


acabam por afetar a qualidade de ensino e conseqüentemente comprometem o
desenvolvimento social da comunidade e da nação.

Em um país com altas desigualdades sociais, a educação é uma das principais formas de

possibilitar o acesso a uma vida melhor e por isso torna-se obrigação dos órgãos

governamentais oferecer uma educação de qualidade para todos. Entretanto na prática

percebe-se que a realidade educacional do país a deixa bastante a desejar e os motivos que

levam a isso são variados, amplos e complexos. Por isso, um entendimento das diversas

situações educacionais existentes é de grande importância para a formação do futuro

profissional da Educação incluindo aí o professor de Educação Física.

É com uma visão ampla e prática dos problemas enfrentados no dia adia das escolas e

nas aulas de educação física que o futuro educador poderá formar uma opinião sobre os

problemas e propor soluções para resolvê-los.

A educação se faz presente em todos os momentos da vida do ser humano, é possível

afirmar que não existe apenas uma educação, mas educações, sendo que não há apenas um

único modelo ou forma de educação. A escola dentro desse contexto apresenta-se como

principal instituição responsável pela educação, mesmo não sendo o único meio de ação dos

indivíduos na sociedade.

Levando-se em conta a grande importância da educação no processo de

desenvolvimento que vai desde a infância á idade adulta, podemos afirmar que o nosso

modelo de educação tradicionalista, não atende as reais necessidades no desenvolvimento do

indivíduo. A atual situação da educação no Brasil é um reflexo da atenção que os nossos

governantes dão a mesma, isto é, no nosso país a educação não tem sido priorizada, como

deveria, mesmo sendo uma das principais ferramentas para o desenvolvimento da nação. Tal
3

fato é justificado pelos investimentos na educação, que segundo levantamentos, o Brasil é um

dos países que menos investe na área, comparado com países como o Japão, que possui um

dos melhores índices de desenvolvimento, fruto do pesado investimento prioritário do

governo na educação (SOARES 2005).

1.1. Educação Física

A educação física nas primeiras décadas do século XX foi apontada por boa parte da

elite brasileira como meio de minimizar os descompassos que supostamente afastavam o

Brasil da possibilidade de ser uma nação moderna e civilizada. Tendo, portanto sido

apresentada como um remédio em meio aos caos da sociedade sedentária (SOARES 2005).

A educação física se apresenta como o principal meio para uma vida saudável,

considerando principalmente o fato das aulas de educação física ser na maioria das vezes o

único momento em que os alunos das escolas públicas têm acesso as atividades físico-

esportivas. Pelo fato de serem pertencentes às classes sociais menos favorecidas, já que no

nosso país as atividades esportivas são elitistas, ou seja, são restritas as classes com alto poder

aquisitivo. (CASTELLANI 2007).

Atualmente as injustiças socioeconômicas evidentes, têm sido alvo de grande reflexão

até mesmo dos educadores físicos, diante disto percebemos que as classes mais excluídas da

nossa sociedade vivem apenas em função das suas necessidades básicas como, alimentação,

moradia entre outros, não tendo desta maneira acesso a uma atividade física habitual( GO

TANI 1988).

“O lazer e a disponibilidade de espaços para atividades lúdicas e esportivas


são necessidades básicas e, por isso, direitos do cidadão. Os alunos podem
compreender que os esportes e as demais atividades corporais não devem
ser privilégios apenas dos esportistas ou das pessoas em condições de pagar
por academias e clubes. Dar valor a essas atividades e reivindicar o acesso a
elas para todos é um posicionamento que pode ser adotado a partir dos
conhecimentos adquiridos nas aulas de Educação Física” (BRASIL, 1997).

PCNs e blocos de conteúdos....................


4

A estrutura física que a escola proporciona para o aprendizado é de grande importância uma vez

que é necessário um ambiente adequado para que o aluno se interesse e influencia diretamente na

qualidade do ensino e da aprendizagem.

Atualmente, tem sido relevantes os avanços que as escolas públicas tem tido no que diz respeito

a estrutura, como construções de quadras poliesportivas, campos de futebol entre outros, que são

elementos essenciais para a prática da educação física. Porém os números ainda são

insignificantes á demanda. Em muitas escolas a situação é vergonhosa, escolas sem à menor

estrutura para até mesmo funcionar, a escassez de livros, professores, merenda, elementos

escolares básicos, materiais para á prática da educação física, como bolas, redes, além da

falta de um ambiente adequado para ás aulas.

Os projetos governamentais na área educacional na maioria das vezes buscam apenas

maquiar a realidade das escolas, priorizando algumas escolas modelos, bem localizadas, com

âmbitos mais políticos do que educacionais. Observa- se que estes fatores influência de

maneira negativa no desenvolvimento do aluno, sendo que as condições precárias do ambiente

escolar desestimulam o mesmo, até mesmo de participar das aulas.

“Uma em cada seis escolas públicas de ensino fundamental não tem energia
elétrica e cinco em cada seis não tem bibliotecas e quadras esportivas. A
dificuldade maior é na região Norte, onde de cada 10 escolas praticamente
oito não contam com biblioteca e quatro não tem energia elétrica. Além
disso, em quase metade das escolas há apenas uma sala de aula” (IBGE,
2005).

Dessa forma há uma necessidade urgente de aplicação de programas que tenham o

objetivo de estimular o aumento da atividade física espontânea no cotidiano da população,

como meio profilático e tratamento de doenças. (EPSTEIN 1996). Existe á necessidade de

adoção por parte das crianças e adolescentes e mudanças nos hábitos dos seus familiares,

tendo como peça chave o ambiente escolar o professor de educação física, que contribuir para

reeducação corporal dos seus alunos, de forma que eles saibam desde cedo à importância da

atividade física para um estilo de vida saudável não somente para si,como também na sua

família.
5

A presente pesquisa é importante porque procura mostrar a realidade das aulas de

educação física na escola pública, bem como os diversos problemas e dificuldades enfrentadas

pelo corpo docente e discente dentro do complexo universo escolar, e a produção de novos

conceitos para a formação do profissional como também o desenvolvimento de diversas

políticas educacionais que visem à melhoria da qualidade da educação.

2.OBJETIVOS

2.1. Objetivo Geral

• Realizar uma avaliação sobre a Estrutura Física em uma escola pública de Caucaia,

bem como a situação das aulas de Educação Física na mesma.

2.2. Objetivos Específicos

• Fazer um levantamento do perfil da escola


• Descrever a estrutura física e matérias destinadas às aulas de educação física.
• Avaliar o índice de satisfação dos alunos do 5º e 9º ano e aplicar um questionário com
os professores.

3. METODOLOGIA

3.1 Tipo de Estudo

Pesquisa descritiva observatória de campo, quantitativa..................que segundo

(MATTOS, 2004) “A pesquisa de campo são aquelas em que as condições de controle das

variáveis modificam com o ambiente e interferem na resposta, ou seja, as condições

ambientais no momento de execução da coleta de dados estão sujeitas a alterações de

temperatura e som, entre outras”.

3.2 Local de Estudo

Foi realizada uma pesquisa de campo na escola de ensino fundamental Danilo Dalmo
Da Rocha Corrêa, uma instituição pública que foi fundada em 23 de janeiro de 1987, até o ano
de 2003, o colégio era estadual, no ano 2004 a escola foi municipalizada, quando passou por
6

uma grande reforma, na qual ganhou uma estrutura melhor, ganhando quadra poliesportiva,
quadra de vôlei de praia, novas salas entre outros. O seu nome é uma homenagem ao prefeito
da época, o Dr. Danilo Dalmo Da Rocha Corrêa.
A escola fica localizada no bairro Parque Potira I , no município de Caucaia, um bairro
de população carente, que apresenta sérios problemas sociais, como falta de saneamento
básico, prostituição, drogas e altos índices de desocupação e violência.

3.3 População e Amostra

O Escola funciona nos turnos manhã e tarde, com 723 alunos, ambos os sexos,
distribuídos em 13 salas de aula nos turnos manhã e tarde. Com média de 25 alunos por
sala na educação infantil e 35 alunos no ensino fundamental. Cada turma tem aulas de
educação física duas vezes por semana.
3.4 I xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx