P. 1
A Maconha e o Batismo de Fogo

A Maconha e o Batismo de Fogo

|Views: 1.232|Likes:
Publicado porrcunha35

More info:

Published by: rcunha35 on Oct 22, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/06/2013

pdf

text

original

O Anti-Cristo e a Falsa unção decidimos dar um basta

http://www.freeanointing.org/ Esta chocante filme traça a história do batismo de fogo de Jesus Cristo e do Óleo Santo, através do primeiros Padres cristãos, os cristãos gnósticos, e os primeiros concílios da Igreja Católica Romana. Este Documentário reúne pesquisadores do mundo tudo sobre Cannabis no azeite da santa unção, como descrito em Êxodo 30:23. O Óleo Santo inclui um ingrediente traduzido como cálamo. Esta tradução é incorreta. O cálamo contém um veneno chamado azarona. O termo cálamo foi mal traduzido do grego da mais antiga Bíblia a Septuaginta. O hebraico neste caso é Kaneh Bosem ou cannabis. O batismo de fogo de Jesus Cristo é ilegal para se obter hoje. O azeite da santa unção de Deus é ilegal para a fabricação em todo o mundo. A própria unção que nos foram chamados cristãos, de acordo com os primeiros padres cristãos, nos foi negado. Há no planeta uma grande igreja cristã que não usa o Santo óleo da unção de Deus, como descrito em Êxodo 30:23, fazendo de cada cristão sobre o planeta, uma falsa unção ou não ungindo a todos. É o anticristo em cima de nós? Essa enganação de 1.700 anos de idade está sendo exposta. A Crisma ou (unção) é superior ao batismo, pois é a partir da palavra Crisma que somos chamados cristãos. Evangelho de Filipe. "Você não quer ser ungido com o óleo de Deus? Portanto cristãos somos chamados a essa conta, porque nós somos ungidos com o óleo de Deus". Teófilo de Antioquia (181dC) Tertuliano de Cartago (160-225 dC) escreve que após o batismo de água, "Estamos bem untado com uma unção abençoada, (uma prática derivada), a partir da disciplina de idade, onde ao entrar no sacerdócio, então, estavam acostumados a ser ungidos com óleo a partir de uma buzina, desde que Arão foi ungido por Moisés. Donde Aaron é chamado de "Cristo". Tertuliano de Cartago "sobre o batismo." Elenco: Chris Bennett, Professor Carl Ruck, Chris Conrad, Mikki Norris, o reverendo Mark Stevens, Terry Winger, entre outros.

Maconha ou Cannabis no Óleo Santo?
Novo: Cannabis no Óleo Santo em espanhol
O original hebraico para o cálamo, é Kaneh bosem ou Qaneh (Kaw-naw) Bosem. Algumas traduções têm isso como "cana perfumada" ou "cana aromática." Alguns pesquisadores

argumentam que este é realmente doce de cana ou de cana de açúcar, embora a prazo doce não ocorre nos manuscritos originais. Nos termos hebraicos, tais como Elohim (Pronunciado El-Oh-Heem) é processado plural. Assim, no hebraico Kaneh bosem também é plural. O singular, em seguida, é processado Kaneh-bos. Kaneh-Bos soa notavelmente próximo da palavra Cannabis hoje em dia. Pode ser que a cannabis era a planta dada por Deus para ser usado no azeite da santa unção? A cannabis tem certamente sido cultivada desde o início da história registrada. Seus usos para a corda, velas e cordame em tempos antigos estão bem documentados. Imagine a quantidade de corda de maconha que teria levado para a construção do Templo de Salomão. Que outra maneira havia para construir cordas naquela época, o que poderia levantar os pesos não só do Templo de Salomão, mas na verdade, as próprias pirâmides. A cannabis foi pensado para ser uma palavra indo-européia do cita especificamente origem. Citas foi a maior responsável pela propagação da cannabis na Europa. A Scythe, foi uma invenção dos citas, utilizado para a colheita de maconha. Este veio a nós nas lendas do "Grim Reaper" Heródoto, um etnógrafo da Grécia antiga, no século 5 aC, escreveu sobre os citas e seu uso de cannabis. Os citas, como eram conhecidos pelos gregos, eram conhecidos, pelo semitas como o Asquenaz. Entre as primeiras referências a pessoas Asquenaz é encontrada em Gênesis 10:03, onde Asquenaz foi listado como o filho de Gomer, o bisneto de Noé. O Sythians viveram ao redor e negociavam com os semitas, pelo menos, tão cedo quanto 600 aC. Zaratustra, o profeta dos antigos magos, cujos reis seguiram a Estrela de Belém com base no antigas profecias, usou uma bebida chamada Haoma que foi documentado para conter cannabis. Já em 1925 especialistas têm argumentado que, tanto os assírios e babilônios, utilizaram incenso de Cannabis no seu templo, circa 500 aC. Em 1993, a Albany New York Times relatou União, que as primeiras evidências de que a maconha era utilizada como medicamento no Oriente Médio antigo, foi encontrado. Os cientistas israelenses encontraram resíduos de maconha junto com o esqueleto de uma menina que havia morrido 1600 anos antes. Nesse comunicado de imprensa, pesquisadores da Universidade Hebraica, afirmaram que as referências a maconha como medicamento são vistos já em 1.600 aC, em Escritos egípcio, assírio, grego e romano.

Se você realmente comprar a tradução para o óleo de cálamo Santo, então você assume que Deus especificado em Êxodo 30:23 uma droga conhecida como ecstasy de ervas. O Cálamo contém um ingrediente chamado azarona. Este é um alucinógeno que é metabolizado no fígado como trimetoxianfetamina que é conhecido como ecstasy de ervas. A versão do Oriente Médio desta planta é muito mais tóxico do que seu primo norte-americano. Isso é mortal para moscas e outros insetos. A referência em Êxodo 30:23 refere-se ao Cálamo doce. Se você olhar para isto com o Forte de concordância, onde este feitiço como qaneh em vez de kaneh, eles pronunciam isso como Kaw-Naw, uma cana, cálamo e cana são listados como possíveis traduções. A expressão doce usada em Êxodo 30:23 em hebraico é Bosem. De acordo com o Webster's New World Dictionary hebraico, Bosem é perfume. A Concordância: o hebraico é Bosem # 1314, de perfumaria, por impl. especiarias, também planta o bálsamo :---- cheiro, especiarias, doces (odor). Em algumas Bíblias cálamo doce é traduzido como Cana aromática ou aromáticas. É onde o bosem é fundido a palavra kaneh ou qaneh que a tradução de maconha se torna aparente. Então pronunciar isso temos Kawnaw bosem, e está escrito em Inglês qaneh bosem ou kaneh-bosem. Em 1936, Sara Benetowa, mais tarde conhecida como Sula Benet, um etimologista do Instituto de Ciências Antropológicas, em Varsóvia, escreveu um tratado ", traçando uma palavra através de diferentes linguagens". Este foi um estudo sobre a palavra Cannabis, com base num estudo dos mais antigos textos hebraicos. Embora a palavra cannabis foi pensada para ser de origem cita, a pesquisa de Benet mostrou que havia uma raiz anterior, nas línguas semíticas como o hebraico. Benet demonstrou que a antiga palavra hebraica para a cannabis é Kaneh-Bosem. Ela também fez um outro estudo denominado primeiros usos, difusão e Folk de cânhamo. Há uma reedição desta no Cannabis e Cultura ISBN :90279-7669-4. Na página 44, ela afirma: "O caráter sagrado de cânhamo nos tempos bíblicos, é evidente a partir de Êxodo 30:23, onde Moisés foi instruído por Deus para ungir a tenda de reunião e todos os seus móveis com óleo especialmente preparado, contendo cânhamo." Na página 41 Sula Benet escreve: No decorrer do tempo, as duas palavras e kaneh bosem foram fundidos num só, ou kanabos kannabus conhecer a nós a partir da Mishna. Na página 607 de acordo com o Dictionario hebraico Webster's New World, o hebraico para o cânhamo é kanabos. Sara Benetowa descobriu que o Kaneh-Bosm ou Cannabis é mencionada 5 vezes no Antigo Testamento. A primeira ocorrência aparece no azeite da santa unção como cálamo, (Êxodo 30:23). Sara argumentou que a tradução de Cálamo foi um erro de tradução que ocorreu no mais antigo da Bíblia "Septuaginta" e um erro de tradução foi copiado em versões posteriores. Mas qual é o efeito do batismo? Você pode argumentar que a unção com o óleo de cannabis não tem valor redentor como base. Gostaria de salientar que todas as Igrejas Ortodoxas praticam a unção na Crisma. O que começou-me para o batismo de fogo e os Sacramentos Perdidos é que nem uma Igreja usa o óleo da unção Santa, conforme descrito em Êxodo 30:23, mesmo com a tradução Cálamo. A Bíblia é muito clara que este era o único óleo a ser usado.

Este será o "azeite da santa unção" para mim nas vossas gerações. Quem compuser tal perfume como este, ou que com ele ungir a um estranho, deve ser cortado do seu povo. Êxodo 30:31-33 Cristo em grego, e o Messias, em hebraico, significa "o ungido". Para Jesus receber o título de "Cristo", ele deve ter sido ungido com o óleo ou a Santa Unção do óleo Nazar, como dado a Moisés em Êxodo 30:23. A única referência bíblica a Jesus ser ungido é em Betânia. Mas este é um registro de Jesus ser ungido com óleo de nardo. Isto não transmitiu o título de Cristo. O título de "Cristo", só era dada para alguém que era ungido com o óleo ou a Santa Unção do óleo Nazar, como descrito em Êxodo 30: 23. Alguns cristãos primitivos dos ensinamentos gnósticos declararam que Jesus Cristo não foi feito com um óleo terreno, mas na verdade ungido por Deus no céu. Porque o Pai ungiu o Filho, e do Filho ungiu os apóstolos, e os apóstolos nos ungiram. Evangelho de Filipe Se Jesus foi chamado de "Cristo" ao receber a Santa Unção do óleo, como é que estamos a ser chamados cristãos?Seria de supor que também temos de ser ungidos com o mesmo óleo santo, Unção, ou óleo Nazar, como descrito em Êxodo 30:23. A Crisma ou (unção) é superior ao batismo, pois é a partir da palavra crisma que somos chamados cristãos. Evangelho de Filipe. "Você não quer ser ungido com o óleo de Deus? Por isso somos chamados de cristãos por causa disso, porque nós somos ungidos com o óleo de Deus. "Teófilo de Antioquia (181dC)

Mais pesquisa sobre a maconha no Óleo Santo
O seguinte é um post de Reverendo Josué Snider, que foi apresentado ao blog da web. Este é um estudo muito bem feito de maconha no óleo santo e muito mais detalhado do que eu era capaz de entrar no roteiro do filme. Para o buscador da verdade que é postado aqui para sua conveniência. Obrigado por compartilhar reverendo Josué da pesquisa. Abaixo estou postando artigo Sarah Benetowa do filme "The Book of Grass" (eu sei que você já leu isso, mas estou incluindo isto para que outros tenham mais contexto), seguido de meus artigos. Espero que estes é mais explicativo do que o que lhe enviei anteriormente. Minhas desculpas novamente.

Felicidades, Um amor e Deus abençoe Josué RASTREAMENTO ATRAVÉS DE UMA PALAVRA Benetowa Sara diferentes linguagens Como as evidências agora mostram, como o cânhamo na antiguidade era utilizado amplamente em diferentes culturas. No artigo seguinte, Sara Benetowa do Instituto de Ciências Antropológicas em Varsóvia, na tentativa de descobrir através de um estudo comparativo das línguas no ambiente cultural em que o cânhamo foi usado primeiramente como um narcótico. Depois de ter comparado as palavras significado de cânhamo em grupos de língua indoeuropéia, o finlandês, turco e tártaro, e semita, concluiu-se que, deixando de lado todas as palavras emprestadas, obviamente, quer finlandês, turco, Celtico, ou romano, permaneceu quatro grupos para investigar: 1. Sânscrito - cana 2. Eslavo - konopla 3. Semita, como por exemplo no assírio-Babilônia - kannab4. Grego - cannabis. Em todas essas línguas, as palavras que significam cânhamo têm uma raiz comum: kan. Esta raiz com o duplo sentido de "cânhamo" e "cana" é comum a quase todas as línguas da antiguidade. É fácil mostrar que "canna" significa tanto "cânhamo" e "cana". Mas qual é o significado de 'bis' do fim? A resposta não é difícil de encontrar, se percebe um detalhe interessante encontrado em vários textos semíticos da Antiguidade Oriental. Por exemplo, vejamos o texto original do Antigo Testamento e sua tradução em aramaico, o "Targum Onculos. A palavra 'Kane' ou "Kene" às vezes aparece sozinho e é por vezes ligada a 'Bosm' o adjetivo (em hebraico) ou "busma" (em aramaico), que significa: cheirosa, aromática. Como eu demonstrarei de forma detalhada neste estudo, " kane Bosm " Bíblico e o aramaico ' kene busma ' quer dizer cânhamo. A evolução linguística dos termos em questão, leva à formação de 'kanabos', o termo singular ou 'kanbos. Este é encontrado no Mischna, a coleção de lei hebraica tradicional, que contém muitos elementos aramaicos. A semelhança impressionante entre o semita "kanbos" e o cita «cannabis» levam-me a supor que a palavra cita era de origem semita. Essas discussões etimológicas paralela aos argumentos tirados da história. Os citas iraniano, possivelmente relacionado com os medos, que eram vizinhos dos semitas e poderia facilmente ter assimilado a palavra para o cânhamo. Os semitas também poderia espalhar a palavra durante as suas migrações através da Ásia Menor. Tendo em conta o elemento matriarcal da cultura semita, um é levado a crer, que a Ásia Menor foi o ponto inicial de expansão tanto para a sociedade com base no círculo Matriarcal e o uso em massa de haxixe. Vamos olhar para fatores que poderiam ter contribuído para o início do uso em massa de haxixe no círculo matriarcal. Um fator importante é que, na preparação da fibra da planta e durante a colheita o forte odor intoxicava os trabalhadores. De acordo com costumes antigos que ainda sobrevivem nos tempos modernos, todos os trabalhos que envolviam o cânhamo é feito em massa. Desde a antiguidade a colheita do cânhamo tem sido considerado um feriado, principalmente para os jovens. Em muitos países, a colheita é uma espécie de reunião para que os convidados viessem com ou sem máscaras e dar todos os

tipos de presentes para os trabalhadores. Aqui vemos uma clara ligação com as sociedades secretas masculinas no círculo matriarcal em que há o uso maciço de haxixe. Outro fator é a realização de sacrifícios aos antepassados, que é prática comum nas sociedades secretas masculinas. Aqui está outra ligação evidente entre o caráter dessa planta utilizada no culto dos mortos e as sociedades secretas masculinas fundada nesse culto. Muitas peculiaridades do culto ancestral pode ser trazido como prova disso. Na Polónia, na noite antes do Natal, um prato é servido o ritual feito de sementes de cânhamo, chamado de "sopa de cânhamo", porque segundo a superstição popular naquele tempo as almas dos mortos visitam seus amigos e familiares para festejar juntos. Outro traço é o hábito polonês de jogar umas poucas sementes de cânhamo no fogo "como um sacrifício" durante a colheita. Uma ligação óbvia entre os sacrifícios em honra dos mortos e do uso em massa de haxixe pode ser encontrada na cerimônia fúnebre cita. Após o enterro, os citas purificavam-se da seguinte maneira: eles se lavavam e ungiam as cabeças, e depois de terem colhido o cânhamo puseram um pano enrolado ao seu redor no chão, através de em recipientes cheios de pedras em brasa. Ao comparar a antiga palavra eslava 'kepati " e a russa ' kupati" com a 'cannabis' dos citas Schrader desenvolveu e justificou a suposição de Meringer que há uma ligação entre os banhos de vapor cita e os banhos russo. No Oriente ainda hoje o "sair para o banho" não significa apenas realizar um ato de purificação e desfrutar de um prazer, mas também para cumprir a lei divina. 'Banho' chama Vambrey qualquer clube no qual os membros jogam damas, bebem café e fumam haxixe ou o tabaco. O tabaco importado dos Estados Unidos se espalhou rapidamente pela Europa, porque o caminho havia sido preparado para ele pelo cânhamo. NOMES DAS PLANTAS anascha-Rússia, hanpr-Noruega banga –Sânscrito, Haxixe-France suruma - Congo-África, haxixe- Ásia bangue-Índia , cânhamo Grã-Bretanha boo-EUA, hennep-Holland cabza-Índia, herbe-France canab-Bretanha ,hierba-México canaib-Irlanda, tse mahsien -China cannapa-Itália, feno -EUA indiana canna-Pérsia, intsangu-África do Sul cannapis-Romênia, jive-EUA Chanvre-France, joint-EUA charas-Índia, alegria- EUA carga-EUA ,Juana-México dagga- África Sul, juanita -México dawemesk-Argélia, kanapes-Lituânia diamba-Brasil, kanas-Bretanha djamba-África do Sul, Kanbun-caldeia

Esrar-Turquia Pérsia, kanebosm- hebraico Ganjah-Índia,kanebusma-Aramaicganjika-sânscrito, kanep-Albânia bitola -EUA, kannab-Saudita goni-sânscrito, kanopia-Tchecoslováquia goo-EUA ,kendir-Tartar capim-EUA, kendiros-Tartar grifa-Espanha México, khanchha-Camboja haenep-Inglês , kif- Antigo Norte de África hamp-Dinamarca ,kinder-Tartar hampa-Suécia ,konop-Bugaria hampr-Finlândia, konopie-Polónia Hanf -Alemanha ,konoplja -Rússia liamba –Brasil, pajuela- -México plantas daninhas loco (confundido com pot-EUA datura)-EUA ,qunubu-Assíria maconha- Brasil ,rap -Índia majoun-norte da África, Oriente Médio-EUA reefer maconha, México, EUA, Rosamaria Europa-México maconha do México, EUA, Europa rup-Índia mary jane-EUA, so-la-ra-dsa-Tibete matakwane-Sotho (África do Sul) soñadora-México mbangi-Tanzânia, pau- EUA momea-Tibet, suruma-Ronga (África) Mora-México takouri-Tunísia México –morisqueta, chá-EUA Moita- Brasil, tiamba -México muggles –EUA, tirsa -México muta-EUA ,umia-Xhosa (África) nena-México-EUA de plantas daninhas Nsangu-Zulu de trigo da Europa Meus artigos 1.Muitas pessoas (mesmo os estudiosos!) especulam que a palavra maconha mudou-se para o Oriente Médio e a Europa do Extremo Oriente. A maioria dos dicionários etimológicos Inglês rastreiam a palavra cânhamo cannabis aos citas, através do historiador grego Heródoto (500 aC). A palavra é, contudo, disse a ocorrer, pelo menos, 200 anos antes do comprimido assíria de Assur banibal (i) (em uso ritual nada menos). Os assírios eram / são um povo semita intimamente relacionado com o hebraico, aramaico e os povos árabes. As principais autoridades sobre a etimologia de ambos os idiomas alemão e russo uma lista cognata sumérios (estes são, Etymologisches Wörterbuch der deutschen Sprache "Kluge 23 por Elmar Seebold edição de 1999, página 354, e, Russisches etymologisches Wörterbuch "Heidelberg. vol Inverno por Max Vasmer 1950-1959, em três volumes, uma página 615 (há também uma tradução para a língua russa expandiu de tal) Além disso um artigo escrito em ambas as listas a kunibu-cannabis Sueca e cominho gamun.. como palavras sumérias. Este artigo é, kultur och Sumerna deras (Os sumérios e sua cultura) "föfinska redragvid vetenskapsocietens sammanträden de 13 de dezembro de 1943 av Tallqvist (por) Knut em,

Societas Fennica Scientarium Årsbok-22 Vousikirja banda No: 3, Helsingfors 1944? Consulte a página 22. Isto é importante não só porque coloca a palavra maconha na região de aproximadamente 3000 anos antes de Heródoto, mas também porque cominho geralmente é dado como uma palavra que deriva de semitas (hebraico e em particular). A palavra hebraica para cominho ocorre apenas três vezes no Antigo Testamento (de vez em Isaías 28: 25 e duas vezes em 28, 27). Espero que você também poderá encontrar o seguinte perspicaz, assim como interessantes. Uma citação de "Um Dicionário Etimológico Integral da Língua Hebraica para leitores de Inglês" pelo rabino Ernest Klein, Jerusalém Carta, Universidade de Haifa, de 1987, é executado como segue: "Desde os primeiros tempos, a humanidade tem tentado descobrir por que as coisas são chamados pelo palavras que as denotam; A Bíblia Hebraica oferece algumas instâncias, por exemplo Gênesis 2: 23. Os gregos chamavam esse: encontrar o verdadeiro significado da palavra "verdadeiro" etymos ser, literalmente, "o que é" e "etimologia" significava originalmente "usando palavras em seu verdadeiro sentido". Esta "verdade" foi encontrado pela derivação de palavras existentes de outras palavras, no mesmo ou em outro idioma. A tentativa de conhecido primeiro sistemática de usar tais conexões não para especulação sobre a verdadeira natureza da coisas, mas a fim de descobrir os significados das palavras, foi feita por eruditos judeus do norte da África, Espanha e mais tarde no sul da França, entre 900 e 1350 dC. Eles deduziram os significados das palavras bíblicas difíceis de palavras correspondentes em árabe e aramaico, aplicando regras para que as consoantes em uma língua corresponde a uma consoante determinado em outro. " Esta foi uma conquista genial e incrível, mas o fato de que o árabe e o aramaico, poderia facilmente ter, por esta altura, perdeu muitas das sutilezas que acompanham uma série de palavras como bosem por exemplo (sutilezas que ainda pode ser refletido em hebraico medieval e moderna, para exemplo de Klein dicionário dá significados Medieval e Moderna hebraico, que incluem temperar, perfumar e tornar-se intoxicado ou bêbado, na página anexo (página 86) retirado deste dicionário MH e NH representam hebraico medieval e Hebraico Novo, respectivamente), este agravado com a inexactidões contidas na Septuaginta grega aceita muito facilmente poderia ter acrescentado uma camada extra para o sudário cobrindo a verdade. Paz, Amor e Respeito a todos, Humildemente apresentado pela Rev. Josué Snider 2.Em meu artigo anterior, sugeri que o árabe e o aramaico, pode ter perdido muito da cor original que a palavra bosem pode ter originalmente transmitida. Isto é provavelmente verdade, embora possa ser visto a partir da página seguinte (página 9, com definições de "divertir-se, o prazer", e "ungir"), extraídos de "A Glossário sírio-Inglês. Com notas etimológicas" por MH Goshen-Gottstein, com base em siríaco Brockelmann da coletânea de 1970, que pelo menos o aramaico siríaco parece ter retido muito de sua cor antiga. O trecho e referência abaixo foi retirado do artigo "Difusão precoce e usos de Folk Hemp" por Sula Benet em "Cannabis e Cultura" 1975 Outra evidência sobre o uso de 'kaneh »no no sentido de cânhamo, em vez de cana entre os hebreus é o religioso

exigência de que os mortos sejam enterrados shirts em 'kaneh. Séculos mais tarde, linho foi substituído por cânhamo (Klein 1908). KLEIN, SIEGFRIED 1908 Tod und Begrabnis em Palistina. Berlim: H. Itzkowski.

O Batismo de fogo e os Sacramentos Perdido"
Os Ensinamentos dos Mistérios
Eu, na verdade, vos batizo em água, mas vem aquele que é mais poderoso do que eu, de quem não sou digno de desatar a correia das alparcas; ele vos batizará no Espírito Santo e em fogo. Lucas 3:16 Qual foi o Batismo do Espírito Santo e Fogo, Como descrito por João Batista? Há numerosas referências ao batismo no Novo Testamento, no entanto, este é relativamente silencioso sobre o assunto, e não tem uma descrição completa do mesmo. A maioria das igrejas hoje oferecem uma pitada de batismo com água para os bebês. Isso pode ser Batismo de fogo discutido por João Batista? O que aconteceu com o Batismo de Fogo? Existe hoje alguma igreja oferecendo o batismo de fogo? No primeiro e segundo séculos dC, vários grupos de cristãos alegaram que eles possuíam uma conhecimento secreto ou Gnosis do Reino de Deus, dada por Jesus depois sua ressurreição. O livro de Atos nos diz que depois sua ressurreição, Jesus apareceu durante quarenta dias falando das coisas concernentes ao reino de Deus. No entanto, a Bíblia faz silêncio sobre o que esses ensinamentos foram. Jesus também nos dá algumas pistas de que um conhecimento secreto teria de fato o determinado. A vós é dado o conhecer dos mistérios do reino de Deus, mas para os que estão de fora todas essas coisas serão feitas por meio de parábolas. Marcos 4:11

E chegando-se a ele os discípulos, perguntaram-lhe: Por que lhes fala por parábolas? Respondeu-lhes Jesus: Porque a vós é dado conhecer os mistérios do reino dos céus, mas a eles não lhes é dado. Mateus 13:10-11 Mas quais foram os mistérios do Reino de Deus? São Clemente, bispo de Alexandria, entre 150-200 dC, aludiu a uma " Gnosis Secreta" ou conhecimento. Ele considerava esta Gnosis foi dada por Jesus, depois de sua ressurreição a Tiago o Justo, João e Pedro. Esta Gnosis mais tarde foi dada aos outros apóstolos e aos setenta discípulos, dos quais um era Barnabé. Veja Eusébio (História 2.1), São Clemente sugere que esta Gnosis (Secreto Ensino de Jesus) foi dada na forma de um mistério, E que certas purificações e instruções anteriores foram dadas antes dos mistérios fossem revelados. Em 1945, uma carta de Clemente de Alexandria a Teodoro foi descoberta. Nesta carta Clemente faz referência a um extinto "Evangelho Secreto de Marcos". Este evangelho, foi escrito na Igreja de Alexandria, onde foi mais cuidadosamente guardado, sendo lido apenas por aqueles que estão sendo iniciados nos "Grandes Mistérios" No final do século IV, São Cirilo, bispo de Jerusalém, Escreveu uma série de palestras para os recém-batizados. Os últimos 5 destes são chamados de "Palestras sobre os Mistérios". Estas palestras descrevem o Mistério de Batismo. O iníciado era instruído para se posicionar para o Ocidente, e renunciar a Satanás, todos os seus trabalhos, e toda a sua pompa. Ele então teria que se virar para o leste, e declarar sua crença no Pai, Filho e Espírito Santo. Cirilo, em seguida, descreve a entrada na câmara interna ou câmara nupcial. Assim como vós entrastes, adiar a sua túnica, e esta era uma imagem de colocarse do homem velho com os seus atos. Tendo-se despido, e vós estavam nus; nisto também imitando Cristo, que foi despido na cruz. Então, quando fostes despojado, fostes ungidos com óleo exorcizado, dos cabelos de sua cabeça até os pés. Cirilo de Jerusalém Cirilo, em seguida, descreve um batismo de água com tripla imersão, simbolizando o enterro de 3 dias de Jesus. Em seguida, outra unção ocorre. O óleo é aplicado na testa, orelhas, narinas e peito. Finalmente, o iniciado estava

vestido com uma túnica de linho branco ou manto de luz, o que representou o ser vestido de Jesus. Em cerca de 387 dC, Santo Ambrósio, bispo de Milão, escreveu em "Os Mistérios". Novamente, isto foi estabelecido para beneficiar aqueles que estavam prestes a ser batizados, os rituais e o significado desse sacramento, assim como os sacramentos da Confirmação e Eucaristia. Santo Ambrósio afirma claramente no presente, que o Mistério do Baptismo nos foi entregue por Pedro e Paulo. Olhe para os méritos de Pedro também, ou de Paulo, que proferiu a nós este mistério, que tinha recebido do Senhor Jesus. Santo Ambrósio, "Nos Mistérios" Primeiro é dado instruções sobre como viver o santo. Em seguida é dada a Mistério da abertura. Abra seus ouvidos, então, inale o cheiro bom da vida eterna que foi inspirada em cima de você pela graça dos sacramentos, O que foi mostrado a você por nós, quando celebramos o mistério da abertura, digamos, "Ser aberto". Santo Ambrósio, " Nos Mistérios " Depois disso, o "Santo dos Santos" foi aberto, e você entrou no santuário de regeneração. Você renunciou a Satanás e todas as suas obras, o mundo e seu luxo e prazeres. Então você se Vira para o Leste, Pois aquele que renuncia ao Diabo se volta para Cristo, e o vê cara a cara. Curiosamente, em Apocalipse, 22:16 Jesus se refere a si mesmo como o "Estrela da Manhã" “Eu, Jesus, enviei o meu anjo para vos testificar estas coisas a favor das igrejas. Eu sou a raiz e a geração de Davi, a resplandecente estrela da manhã.” Em seguida a pessoa entra na água, lembrando que eles acreditavam no Pai, no Filho, no Espírito Santo, e que acreditavam na cruz do Senhor Jesus. Ao sair da água, a pessoa é selada ou ungida com o Santo Óleo. Considere-se agora por que isso foi feito, para os olhos de um homem sábio estão na sua cabeça, pelo que a pomada desce para a barba, ou seja, para a beleza da juventude e, portanto, a barba de Aarão, que também pode tornar-se uma raça eleita e preciosa do sacerdócio, pois todos nós fomos ungidos com a graça espiritual para uma parte do reino de Deus e no sacerdócio.

"Santo Ambrósio", sobre os Mistérios " Observe que Santo Ambrósio refere-se claramente a pomada que descia da barba de Aarão. Arão foi ungido no Antigo Testamento com o Espírito Santo o óleo da unção de Deus descrito em Êxodo 30:23 Próximo Santo Ambrósio descreve o Lavagem dos pés, que ele chama, o Mistério da Humildade.

Foi o nosso Senhor Jesus Cristo no Evangelho que lavou os pés dos seus
discípulos. Quando chegou a Simão Pedro, disse: "Tu nunca me lavarás os pés. "E o Senhor respondeu-lhe:". Se eu não lavar os teus pés, tu não tens parte comigo "Pedro, ouvindo isto, respondeu:" Senhor, não somente os meus pés, mas também as mãos e a cabeça "E o Senhor respondeu: "Aquele que está lavado não necessita, de lavar senão os pés, mas está todo limpo." Pedro está limpo, mas ele deve lavar os pés dele, pois ele tinha pecado pela sucessão do primeiro homem Seus pés foram lavados. Portanto, que os pecados hereditários podem ser eliminados, pelos nossos próprios pecados são perdoados através do batismo. Santo Ambrósio, "Nos Mistérios" Em seguida, Santo Ambrósio descreve o Robe Branco dado ao recém-batizado como um sinal de que tinha saído do pecado, e a colocação do véu da inocência. E, finalmente, é descrito, a Mística Festa do Altar, ou a Eucaristia, onde a pessoa participava da Carne e do Sangue de Jesus. Se não comerdes a carne do Filho do homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis vida em vós mesmos. João 6:53 São Tertuliano de Cartago, um dos pais da igreja primitiva, em torno de 200 dC escreveu um tratado sobre o Batismo. Aqui ele claramente afirma que esta prática da unção é derivada da "Antiga Disciplina", ou com o uso da Santo óleo da Unção, como descrito no Antigo Testamento. Após o batismo nas águas, estamos completamente ungidos com uma unção bendita ou (unção), uma prática derivada da antiga disciplina, onde ao entrar no sacerdócio, então estávamos acostumados a ser ungidos com óleo de uma buzina, desde que Arão foi ungido por Moisés, Arão, onde era chamado de Cristo. Tertuliano "No Batismo" Em 1896, publicou GRS Mead, "Pistis Sophia". Esta é uma tradução do Codex Askew. Este códice foi comprado pelo Museu Britânico em 1795, aos herdeiros

do falecido Dr. Askew. Há rumores de que o Dr. Askew adquiriu este texto de uma loja de livros antigos, porém o resto de sua história é desconhecida. O Codex Askew de 300 dC são traduções coptas de textos gregos anteriores. GRS Mead sugere que os autores deste texto tinham os 4 evangelhos sinóticos bem como o Q Documento. O Q é um Evangelho perdido que os autores originais dos evangelhos sinóticos citaram. O Códice Askew, é mais conhecido como o Pistis Sophia, É um registro de Jesus, ensinando-os "Mistérios do Reino de Deus". Entre o maior dos mistérios foram os Mistérios do Baptismo. Por esta razão, portanto, tem João Batista profetizado sobre mim, dizendo:. "Eu vos batizei com água para o arrependimento e para o perdão dos pecados, Ele que vem após mim é mais forte que eu fã de quem está na sua mão, e ele vai purificar o seu chão. A palha na verdade, ele vai consumir com fogo inextinguível, Mas o trigo que vai reunir no celeiro "O poder tem em João profetizou sobre mim, sabendo que eu iria trazer a mistérios e purificar os pecados dos pecadores que devem ter fé em mim e ouvir-me, e os transformarei em luz refinada. Jesus, o Pistis Sophia Pregai a toda a raça humana, dizendo: ' não cesse de procurar dia e noite, até que tenhais encontrado os mistérios da purificação. Jesus, o Pistis Sophia O Codex Askew ou Pistis Sophia, afirma que esta teve lugar no décimo segundo ano depois da ressurreição, no Monte das Oliveiras. Jesus promete contar tudo sem parábolas. O Mestre, Agora Cristo glorificado, Ordena-lhes alegria, pois agora ele vai dizer-lhes todas as coisas desde o início da verdade para o fim de lá, cara a cara, e sem parábola. O Pistis Sophia Muitos ensinamentos dos mistério são dados, incluindo que João Batista era a alma de Elias; O Mistério do Arrependimento é dado em uma dissertação sobre a bela Sophia, que de acordo com o presente códice, foi uma das vinte e quatro. A Sofia tinha caído da Luz, mas por sua fé, ou "Pistis" ela cantou louvores ao arrependimento e orou numerosamente a luz, e eventualmente, foi restaurada para a Luz.

O Mistério do Batismo é declarado por Jesus, por estar entre os maiores mistérios. Mas isso foi não era um batismo de bebê. Este foi um Batismo, Confirmação, após receber instruções sobre os mistérios, e dando arrependimento. O iníciado deveria renunciar a todo o mundo e todas as suas ilusões. Eles devem renunciar o luto, superstição, magias, calúnia, falso testemunho, vanglória e orgulho, a gula, a garrulice, acariciar o mal, o desejo de avareza, o amor do mundo, o roubo, as palavras más, maldade, impiedade, a cólera, injúria, pilhagem, difamação, brigas, a ignorância, maldade, preguiça, assassinato, adultério, dureza de coração, impiedade, ateísmo, poções mágicas, blasfêmia, e as doutrinas de erro. Jesus, o Pistis Sophia O Batismo lhes dava o perdão de todos os pecados passados, Conhecidos ou desconhecidos. Após a morte, se permanecesse sem pecado, Você se tornaria um fluxo de luz extremamente brilhante, e sua alma viajaria para o mais alto dos céus, o Tesouro da Luz. Aqueles que recebem este batismo e permanecerem sem pecado, Têm o poder após a morte, para explorar todos os céus sem qualquer restrição. Esta alma pode viajar de um lado do universo para o outro, no tempo que leva para atirar uma flecha. Surge então a questão sobre o que fazer com aqueles que se arrependeram e receberam os mistérios do batismo, e depois cairam para trás. Se eles depois de cairem em pecado deveriam ser batizados novamente? O Salvador respondeu e disse: " a vós e seus pecados perdoarei não só sete vezes, mas Amen vos digo, que a vós perdoarei muitas vezes sete vezes, e cada vez os darei os mistérios, desde o início, para que possam herdar a reino da luz. Jesus, o Pistis Sophia

Batismo de Bebê
Curiosamente, hoje a maioria das igrejas só dão o batismo uma vez na vida, Para os bebês, Que não podem fazer penitência, rejeita a Satanás, aceitar a Jesus, ou mesmo entender os evangelhos. Este política de uma vez na vida foi originalmente dado ao abrigo do artigo décimo dos Credo Niceno em 381 dC. O credo pronuncia: "Confesso UM batismo para a remissão dos pecados ". Supostamente, o batismo, se feito corretamente, assim como um nascimento físico, não podem ser repetido. O mistério deste batismo, deve ser restaurado através do arrependimento, confissão

e da partilha da Sagrada Eucaristia. Esta crença é baseada em Efésios 4:5 Um só Senhor, uma fé, um só batismo. A base para o batismo do bebê no início dos anos a Igreja Católica tem suas origens nas palavras de Jesus: "Deixai as crianças vir a mim, e não as impeçais, porque delas é o reino dos céus" Mateus 19:14 A outra base para o batismo do bebê foi o conceito de pecado original. A mortalidade infantil era muito alta no mundo antigo. O batismo do bebê foi estabelecido no início, pois eles acreditavam que o bebê precisa ser batizado para ser salvo. Há numerosos exemplos de batismo infantil entre os escritos dos Padres da Igreja. Também foi sugerido que São Policarpo foi batizado como um bebê pelo apóstolo João. Policarpo foi bispo de Esmirna, que foi uma das duas igrejas aceitável mencionado no Apocalipse. Certamente, os ensinamentos de muitos dos primeiros Padres da Igreja exigiram o batismo do bebê. batismo do bebê foi criada pela igreja primitiva no Concílio de Cartago em 254 dC. Os 66 bispos presentes fizeram um consenso de que os bebês devem ser batizados. A Igreja Católica defendeu a prática do batismo do bebê, ao longo dos séculos. Mas alguns argumentam que o batismo do bebê é um batismo inválido. Alguns argumentam que antes que você possa ser batizado, você deve ser ensinado no Evangelho, você deve se arrepender do pecado e Satanás, e você deve confessar sua fé em Jesus Cristo. Eles baseiam sua crença em uma passagem de Jesus Cristo de Marcos. Aquele que crê e é batizado será salvo, mas aquele que não crê será condenado. . Jesus Marcos 16:16-18 Com base nesta passagem que certamente pareceria que a crença deve vir antes batismo, Ou uma parte dela. Como pode um batismo de bebê ser válido, então, tanto quanto um bebê, não tem capacidade para acreditar? Além disso, se nós somos batizados apenas uma vez na vida como bebês, nós estamos realmente batizados em tudo? A Igreja primitiva tinha uma resposta para esse problema. Houve um segundo batismo, que poderia ser usado em vez de banho Fontal, ou restaurar o mistério

do batismo para aqueles que pecaram, após o batismo. Há poucas referências a ele, entre os escritos dos primeiros Padres da Igreja e não uma descrição completa dela e mesmo as descrições que encontramos ter pequenas variações em si.

A aspersão do sangue ( A Redenção? )
São Tertuliano de Cartago, 160-225 dC chamou-lhe "Segundo o Batismo". Nós ter na verdade, uma segunda fonte de sangue, a saber, a respeito do qual o Senhor disse: "Eu tenho um batismo para ser batizado", quando ele já havia sido batizado. Para ele tinha chegado "por meio de água e sangue, assim como João tinha escrito, para que ele seja batizado com água, glorificado por sangue, para nos fazer de modo semelhante, chamado pela água, escolhido pelo sangue. Estes dois batismos Ele enviou para fora da ferida do seu lado trespassado, de modo que aqueles que crêem no seu sangue podem ser banhados com a água, eles que tinham banhado na água podem igualmente beber o sangue. Este foi o batismo que fica no lugar de tomar banho quando fontal que não tenha sido recebido, e restaura quando perdido. Tertuliano sobre o Batismo São Clemente de Roma foi um discípulo real de Pedro e Paulo. Em sua primeira epístola, ele menciona a aspersão de hissopo; Tu espargirá-me com hissopo e ficarei limpo. Tu deve lavar-me, e ficarei mais alvo que a neve. Nos 9ª e os 10ª O capítulo de Hebreus, encontramos o ensinamento de Paulo Santo sobre o que parece ser uma descrição deste ritual de limpeza. Paulo começa por descrever os rituais de purificação no Templo hebraico e aspersão do sangue de cordeiros. Ele passa a explicar que, agora, o Sangue de Jesus é tudo o que for necessário. A limpeza de sangue dos animais é feito com a distância. Depois, em Hebreus 10-22, ele escreve: Aproximemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé, tendo os nossos corações aspergidos da má consciência, e o corpo lavado com água pura. Nos apócrifos do Novo Testamento, Epístola de Barnabé, encontramos esta descrição da aspersão de sangue. Para esse efeito, o Senhor suportou entregar sua carne a corrupção, para que possamos ser santificados pela remissão dos pecados, que é feito pelo seu sangue da aspersão.

Em Primeira Pedro 1:02 encontramos este respeito a aspersão de sangue. Eleitos segundo a presciência de Deus Pai, em santificação do Espírito para a obediência e a aspersão do sangue de Jesus Cristo: Graça a vós, e paz vos sejam multiplicadas. Cirilo de Jerusalém, na aula 3 sobre o batismo, escreve o seguinte: Alegrai-vos, ó céus, e deixar a terra seja feliz, para aqueles que estão para ser aspergidos com hissopo, e purificado com o hissopo espiritual, o poder daquele a quem a sua paixão, a bebida foi oferecida em hissopo e uma palheta. E enquanto a alegria e poderes celestiais, deixe as almas que estão a ser unidas ao esposo espiritual se preparam. Infelizmente este restaurador segundo batismo, A pitada de sangue com hissopo foi feito com a distância da igreja primitiva, nos seus esforços para impor uma vez na vida política do Batismo, no Credo de Nicéia, em 381 dC. Um só Senhor, uma fé, um só batismo. Efésios 4:5 Mas a retirada do presente segundo batismo foi em grande parte baseadas nos escritos de São Irineu Hipólito o primeiro antipapa. São Irineu escreveu uma série de palestras sobre as heresias dos concorrentes Pagãos e cristãos gnósticos, e declarou pessoas como Platão e Aristóteles hereges. Mais tarde, Hipólito escreveu uma série de palestras sobre os ensinamentos dos cristãos gnósticos e outros grupos religiosos da época. Entre 210-220 dC Hipólito escreveu 10 livros chamada "Refutação de todas as heresias". Notese que estes livros foram escritos um total de 150 anos antes do Credo Niceno-Constantinopolitano. Nestes livros Hipólito, declara dezenas de gnósticos e outros grupos cristãos, como hereges, incluindo os 15ª e 16ª Papas de Roma. Qualquer grupo que não concordava com Hipólito foi rotulado como um herege. Em 217 dC, São Calisto foi votado como o Papa em Roma. Naquela época Hipólito rejeitou a Igreja Católica e estabeleceu a sua própria igreja, e estabeleceu-se como o verdadeiro Papa de Roma. Ciumento por que ele não foi feito papa, ele causou um cisma em Roma e, portanto, tornou-se o primeiro antipapa da História. Mais tarde ele foi resgatado para a igreja e foi martirizado, tornando-se o Anti primeiro papa e santo. Curiosamente Hipólito, considerou o segundo batismo, sendo uma heresia.

E posteriores ao primeiro batismo, para esses que prometem outro, o que eles chamam de Redenção. E por isso (outro batismo) que perversamente subverter aquelas que permanecem com eles, na expectativa de redenção, como se as pessoas, depois de terem sido batizadas uma vez, pudessem novamente obter a remissão (dos pecados). Hipólito Livro 6, a refutação de todas as heresias. Em Apocalipse, antes da primeira ressurreição ocorrer, São João vê uma grande multidão diante do trono no Céu, Que ninguém podia contar. Em seguida, um ancião explica que estes foram os seguintes: Estes são os que vieram da grande tribulação, e tem lavaram as suas vestes, E fizeram-lhes branquearam no sangue do Cordeiro. Por isso são que, diante do trono de Deus, e o servem de dia e de noite no seu templo: e aquele que está assentado no trono habitará com eles. Ap 7:14-15 Seriam as pessoas, da redenção rejeitada por Hipólito? Foi o redenção, o segundo batismo de aspersão do sangue com hissopo? Um dos Evangelhos dos hereges, como Hipólito chamou, é o Evangelho de Filipe. O Senhor fez tudo em um mistério, Um Batismo, um Crisma, Um Eucaristia, Uma Redenção e uma câmara nupcial. Se alguém se torna um Filho da Câmara Nupcial, Ele receberá a luz. Se alguém não recebê-lo aqui, ele não ser capaz de recebê-lo em outro lugar. Evangelho de Filipe Estes hereges, como descrito por Hipólito, também alegou possuir uma conhecimento secreto ou "Gnosis"Dada por Jesus, depois da ressurreição. Eles também tinham escritos secretos, por onde eles "pervertida as escrituras", De acordo com Hipólito e outros. Foi a redenção do pitada de sangue com hissopo? Podemos nunca saber ao certo. Há, porém, um verso muito interessante no Apocalipse. Tu és digno de receber o livro e de abrir os selos de lá: porque foste morto, e tu foste resgatado a Deus pelo teu sangue. Ap 5:9 A Igreja Católica Romana, sob o imperador Constantino geralmente rejeitou os ensinamentos dos grupos gnósticos cristãos, baseado nos escritos de heresia de Hipólito, entre outros. Os gnósticos foram declarados hereges, perseguidos, convertidos ou executados, e seus ensinamentos queimados. Os gnósticos e outros grupos cristãos foram forçados sob a terra, enquanto foram perseguidos pela Igreja Católica por mais de 1500 anos.

Jesus no Evangelho de João, tinha que dizer isto: Eles vos expulsarão das sinagogas; sim, vem a hora em que todo aquele que os matar, vai pensar que ele faz o serviço de Deus. E essas coisas que vão fazer-vos, porque não conheceram ao Pai nem a mim. João 16:2-3 Mas todas estas coisas hão de fazer-vos por amor ao meu nome, Porque não conhecem aquele que me enviou. João 15:21 Infelizmente a maioria desses ensinamentos cristãos gnósticos da Igreja Primitiva foram perdidos para as chamas editoriais da Igreja Católica. Até os 20ª século, o único sobrevivente de contas, as práticas desses cristãos, foram os escritos de heresia de Hipólito e Irineu. Isso mudou em 1945 com a descoberta da do Biblioteca de Nag Hammadi. Isto incluiu 52 notícias sobre Jesus Cristo e os discípulos. Muitos foram escritos pelos próprios apóstolos, de acordo com os textos. Os textos de Nag Hammadi de 300 dC são traduções coptas do anterior hebraico e grego. Foram encontrados numerosos e inéditos Evangelhos. O mais antigo, é "O Evangelho de Tomé", Que baseado em fragmentos anteriormente agora é datado em 40-60 dC. Este mais antigo Evangelho de Jesus Cristo existente foi uma lista das palavras do Senhor Jesus. Curiosamente, o primeiro anti-Papa, Hipólito condenou "O Evangelho de Tomé" pelo nome, como o trabalho de hereges.

A coroa de glória e as vestes da Glória
Há várias referências antigas a um coroa a ser dada àqueles que estão sendo batizados. Isso foi feito em grande parte com a distância, através do tempo. As referências são apenas pelos primeiros Padres da Igreja. Cirilo de Jerusalém, enquanto discutia estados batismo: Ele tem me coroou com uma grinalda como um noivo, e me adornou com ornamentos como uma noiva Outras contas têm essa coroa, a ser feita com ramos de oliveira, e ainda Grass outros pombos, e hera. O que foi originalmente usado é desconhecido. O início seria coroado após o batismo de água, e o óleo da unção teria sido derramado sobre a coroa que representa o ser Coroado na glória de Deus. Quando isso foi feito, teria sido parte de uma segunda unção ou Crisma.

Este início de ser batizado, então, recebem um manto branco. Todos os modernos e final batismos antigos, com o recebimento de um manto branco. Isto representa o manto da salvação, ou o manto de luz. O rei me introduziu nas suas câmaras. Que a minha alma se regozija no Senhor, pois fez-me com uma roupa de salvação, e um manto de alegria Cirilo de Jerusalém, em Batismo aula 3 2nd Enoch descreve como Enoque é ungido e, em seguida, na vestes da Glória: E eu olhei para mim e eu me tornei como um dos mais gloriosos. 2nd Enoque 22:10 Neste mundo, aqueles que colocam em vestuário são melhores do que as vestes. No reino do céu, as roupas são melhores do que aqueles que colocá-los. Evangelho de Filipe. Na Pistis Sophia, é dada uma descrição de três Vestures da Luz ou Vestes de Luz. Vinde a nós, pois todos nós estamos perto de ti o pano com o primeiro mistério e toda a sua glória, em que o primeiro mistério deu-nos duas vestes-te de pano, além daquele que temos enviado. O primeiro mistério tem enviado a ti através do mistério da sua glória, duas vestes. Jesus Pistis Sophia As vestes de glória sendo representada espiritualmente vestido com o Pai, Filho e Espírito Santo como uma roupa. Juntamente com a Coroa de Glória então você tem a "Armadura de Deus"

Espiritual Ressurreição "Renascendo" Através do Batismo?
Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. João 3:3 O que Jesus quer dizer que um homem deve nascer de novo? O batismo foi o ato de colocar de lado o velho homem do pecado e nascer de novo. Muitos Padres da Igreja dão leite e mel para os recém-batizados para representar o iníciado de ser uma nova criatura que nasceu, portanto, ser dado leite e mel para nutrir o espírito novo em Jesus. Jesus deixa claro que o batismo correto é uma necessidade para a salvação.

Em verdade, em verdade, se alguém não nascer da água e do espírito, ele não pode entrar no Reino de Deus. O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. João 3:5-6 "Carne e sangue não podem herdar o reino de Deus". 1r Coríntios 15 Em Apocalipse, existem dois grupos que são vistos no céu antes da primeira ressurreição ocorrer. O primeiro grupo são os Mártires. E quando ele abriu o quinto selo, viu debaixo do altar as almas dos que foram mortos por causa da palavra de Deus. Apocalipse 6: 9 O segundo grupo são vistos ao redor do trono de Deus, que lavaram suas vestiduras no sangue do cordeiro. Estes são os que vieram da grande tribulação, e lavaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro. Apocalipse 7:14 São Clemente de Roma foi um discípulo real de Pedro e Paulo. Clemente estava preocupado em manter o batismo Santo. Ele entendeu a importância do batismo. Como podemos esperar para entrar na residência real de Deus, se mantivermos o nosso Santo e imaculado Batismo? Clemente de Roma, 2nd Clemente, o capítulo 6

Batismo pelos Mortos
O batismo pelos mortos foi um batismo por procuração, onde alguém vivendo poderia ser batizado por um amigo ou parente falecido que morreu sem receber o batismo. Alguns argumentaram que este era uma heresia iniciado pelos gnósticos, mas fala de São Paulo sobre isso também. Doutra maneira, que farão os que se batizam pelos mortos, se os mortos não ressuscitam? Por que se batizam eles então pelos mortos? 1 Coríntios 15:29 Este batismo foi completamente removido da igreja. Os católicos mudaram isto para uma missa para os mortos. Maioria das igrejas protestantes não praticam esse mistério em tudo.

O batismo de fogo

A única prática cristã de um Batismo de fogo Foi pelos primeiros cristãos gnósticos. As contas dos gnóstico sobre o Batismo de fogo que temos são um registro de Jesus está fazendo uma oferenda de incenso. No entanto, existem diferenças mesmo nos vários grupos gnósticos, como o que foi o batismo de fogo. Certamente a falta de qualquer registro da igreja primitiva de um batismo do incenso deixa algumas dúvidas quanto à validade de um Fogo de Batismo com incenso. Ainda hoje a maioria dos batismos ortodoxos têm um pouco de incenso queimado, durante o batismo. Nos textos de Nag Hammadi, o "Evangelho de Filipe" contém alguns interessantes versos quanto à natureza do Santo óleo da unção e talvez o verdadeiro significado do Batismo de Fogo.

A Unção (crisma)

O batismo de fogo verdadeira?

A Crisma ou (unção) é superior ao batismo, pois é a partir da palavra crisma que somos chamados Os cristãos. É a partir da oliveira que recebemos a crisma, e da crisma, a ressurreição. O Senhor fez tudo em um mistério, Um batismo, e um crisma e uma Eucaristia e uma redenção e uma câmara nupcial. Existe água na água, mas há Fogo no Crisma. A Fogo é o Crisma. Porque o Pai ungiu o Filho, e do Filho ungiu os apóstolos, e os apóstolos nos ungiram. Aquele que foi ungido possui tudo. Ele possui a ressurreição, a luz, a cruz e o Espírito Santo. Gnóstico Evangelho de Filipe O Evangelho de Filipe claramente dá a indicação de que o fogo era a unção ou crisma. Vemos também os ensinamentos similares de São Cirilo de Jerusalém Porque, como a respiração dos santos, e à invocação do nome de Deus, como ferozes chamas, Queimar e expulsar os espíritos malignos, Assim também este óleo exorcizado recebe tal força, pela invocação de Deus e pela oração, não só para queimar e limpar os traços de pecados, mas também para afastar todos os poderes invisíveis do maligno. Cirilo de Jerusalém Aula 20 Na Bíblia, encontramos outras demonstrações do poder da unção. Mas vós tendes por unção (Unção) do Santo, e sabeis todas as coisas. 1 João 2:20

Mas a unção que vós recebestes dele fica em vós e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas como a sua unção vos ensina todas as coisas. 1 João 2:27 São Tertuliano de Cartago (160-225 dC) escreve que após o batismo de água ", estamos completamente ungidos com uma unção abençoada, (uma prática derivada), a partir da disciplina de idade, onde ao entrar no sacerdócio, então, estavam acostumados a ser ungidos com óleo de uma buzina, desde que Arão foi ungido por Moisés. Donde Aaron é chamado de "Cristo". Tertuliano de Cartago "No Baptismo".

O azeite da santa unção
Na Bíblia, encontramos várias referências ao Unção e Unção de Óleo. É às vezes também referida como a "Unção" e a "Pomada". Curiosamente, o termo"Crisma", Que é um termo comum para unção, não ocorre na Bíblia, no entanto, é mencionado em muitos textos gnósticos, e é praticado por todas as Igrejas ortodoxas, incluindo os católicos, os gregos, os coptas e ortodoxos russos, como parte do Batismo. O azeite da santa unção é totalmente descrito no Êxodo 30: 22-25 Também toma das principais especiarias, da mais pura mirra quinhentos siclos, de canela aromática a metade, a saber, duzentos e cinqüenta siclos, de cálamo aromático duzentos e cinqüenta siclos, de cássia quinhentos siclos, segundo o siclo do santuário, e de azeite de oliveiras um him. Disto farás um óleo sagrado para as unções, um perfume composto segundo a arte do perfumista; este será o óleo sagrado para as unções. O óleo de him é de cerca de um galão de azeite. A arte do boticário é a arte do perfumista, que entraria em ebulição as especiarias para o óleo. Pura Mirra é a goma que sai da planta Balsam. Era conhecida como a "árvore do assassino da dor" pelos nômades antigos. Balsam foi usado por curandeiros tradicionais por um tempo muito longo, e foi mencionado em vários textos antigos por suas habilidades de cura. Dependendo da Bíblia que é usada, a tradução é, por vezes, líquido Mirra, que é o leite da planta Balsam. Canela também é uma antiga medicina herbal. A canela é mencionada em várias farmacopeias antigas, e certamente foi usada pelos curandeiros tradicionais.

Cássia é também um tipo de canela comumente conhecida como canela chinesa. Ela também tem propriedades medicinais. O puro óleo de cássia é venenoso, porém, juntamente com os outros ingredientes, nas proporções conforme descrita no óleo santo, não seria prejudicial. Com base no óleo santo usado pelos hebraico, era mais provável que lâminas da casca da planta foi usado. Cálamo doce em algumas Bíblias é traduzido também como Perfume de cana. O cálamo foi proibido pelo FDA em 1968 para uso como medicina e nos aditivos alimentares. O Cálamo contém mais de 75% de Asarone que é um veneno que foi responsável por causar o cancro, e afetar o funcionamento dos rins, coração e fígado. Por que Deus iria indicar um veneno para ser usado no óleo da santa unção? Pode ser que algumas igrejas hoje estão ungindo as cabeças de bebês com veneno? Será que Deus mandou que a Santo Óleo da Unção contêsse um veneno?

Ele é Cristo, ou é anti-Cristo
Mas, como "Cristo" significa "o ungido" o que "Anti-Cristo" quer dizer? "Anti" em grego significa "Contrapondo-se a" Ou "Em vez de". O Anti-Cristo, então, significa "em oposição ao ungido" ou "em vez de ser o ungido". porque hão de surgir falsos cristos (ou falsos ungidos) e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos. Mateus 24:24 Hoje, a Igreja Católica Romana, usa azeite puro polvilhado com Balsam e abençoado pelo Bispo na Quaresma. Aqui encontramos o "em vez de unção". A Igreja Ortodoxa Copta usa um óleo de Myron que consiste de mais de 30 especiarias. O óleo de Myron é baseado em uma tradição que São Marcos levou consigo as especiarias usadas para o enterro de Jesus em Alexandria. Se isso é ou não verdadeiro é desconhecido, mas aqui temos o “Em vez de óleo” Há outras Igrejas que resumem diversas outras formações do Óleo Santo. Alguns incluem o vinho, sal e outros ingredientes, cozidos com óleo, como o “em vez de o Santo Óleo “. A maioria das igrejas protestantes não oferecem unção em tudo. Aqui encontramos o "Contrapondo-se a unção".

Parece que, no Mundo Cristão, tão preocupado com os que se autodenominam, cristãos ou "Os Ungidos", Não temos lugar para o "Azeite da santa unção de Deus", Conforme descrito no Êxodo 30:23 Será que as Igrejas têm sido enganadas, em relação à unção? Se assim for, certamente isso teria sido profetizado. Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, ea Doutrinas de demônios. Falando reside na hipocrisia de ter a sua própria consciência cauterizada com ferro quente; proibindo o casamentoE ordenando-lhes que se abstenham de alimentos que Deus criou para serem recebidos com ações de graças pelos que conhecem a verdade. Porque toda a criatura de Deus é bom, e nada deve ser rejeitado, se é recebido com gratidão. 1 Timóteo 4:1-4 Quanto à "abstenção de Carnes" criado por Deus, devemos olhar para Gênesis 1:29 E disse Deus: Eis que vos tenho dado cada semente de erva, Que está sobre a terra, e toda a árvore, em que é fruto de uma árvore que dá semente; para você deve ser como "carnes ". Gênesis 1:29 Certamente, o "Proibindo o casamento" é fácil de entender desde que o Óleo Santo requer carne de Cannabis ou maconha para ser produzido. Os Cristãos que acreditam que o" óleo da Santa Unção "deve ser usado no Batismo, são, portanto, proibidos entrar na câmara nupcial de Jesus Cristo, ou mesmo a obtenção de ressurreição espiritual. Sendo batizados Bebês uma vez na vida, quando adultos não são permitidos a serem Re-batizados. Assim, estamos "proibidos de casar com Jesus Cristo" Se alguém se torna um Filho da Câmara Nupcial, Ele receberá a luz. Se alguém não o receber aqui, ele não será capaz de recebê-lo em outro lugar. Evangelho de Filipe Infelizmente um olhar simples nas Igrejas cristãs no mundo, nós determinamos que nenhuma oferece a unção com o Espírito Santo, o óleo da unção de Deus, como descrito em Êxodo 30:23. A Santo o óleo da unção no Antigo Testamento, foi apenas usado para a unção de sacerdotes, reis e certos profetas. Os antigos sacerdotes eram ungidos com o

óleo sagrado da unção, que Moisés chamou óleo Nazer (ver Eusébio). Estes sacerdotes foram então conhecidos como nazarenos. Os primeiros seguidores de Jesus eram conhecidos como nazarenos e manteve a Igreja em Jerusalém, em Tiago, o Justo, irmão de Jesus. Quando Tito saqueou Jerusalém em 70 dC, este grupo se mudou para a cidade de Pella, na Jordânia. Os nazarenos eram compostos por judeus seguidores de João Batista e Jesus, que estavam concentrados na Palestina e praticavam o cristianismo como judeus e mantiveram o sábado. A religião estatal na época do Imperador Constantino foi o mitraísmo. A religião de Mitra foi supostamente originária da Pérsia, e existia a pelo menos, 600 anos aC mas muitos consideram que seja muito mais velha. Mitraísmo era a prática da adoração do sol. Eles também praticavam o batismo e unção com óleo. Os batismos foram realizados com água e sangue de touro. Mitra é representado como o assassino do Touro. Mithra nasceu em 25 de dezembro. Ele nasceu de uma virgem. Ele tinha doze companheiros. O domingo foi considerado o seu dia sagrado de descanso. Sob o imperador Constantino o sábado foi mudado para o domingo, ou o pagão "venerável Dia do Sol". No Cânone 29, do Conselho de Laodicéia em 364 dC, a Igreja Romana declarou que descansar no sábado era judaizante e que qualquer cristão praticante descansando no sábado seria anátema (ofereceu a Deus), que mais tarde se tornaria excomungado. Os judeus Nazarenos e os cristãos pobres que continuaram a observar o sábado dia 7 foram declarados hereges. Praticar o cristianismo de uma maneira judaica foi considerado uma heresia pela Igreja Romana precoce. Levando o nome de Nazareno é muito significativo, pois indica que essa pessoa tenha sido ungido com o óleo sagrado da unção de Deus, como descrito no Antigo Testamento. A unção com o Santo Óleo de Deus é o mais importante de todos os sacramentos. Sem esta unção, muitos acreditam que eles não podem receber a ressurreição espiritual, ou são justamente chamados cristãos. A maioria dos reformadores protestantes consideraram o escritório do Papa para ser a sede do Anti-Cristo, E os católicos a unção para ser o Marca da

Besta. A unção foi pensada para ser um rito pagão e não tinha nenhuma base bíblica do Novo Testamento. Os reformadores, como Martinho Lutero, João Calvino, John Wesley, William Tyndale e muitos outros, todos viram a Igreja Católica Romana para ser o Mistério da Babilônia, embriagada com o sangue dos santos. Muitos desses reformadores foram fuzilados ou queimados na fogueira como hereges. William Tyndale foi queimado na estaca por traduzir a Bíblia para o Inglês. Ler a Bíblia foi considerado uma heresia. Os cristãos foram proibidos durante séculos, de possuir as Escrituras em qualquer idioma. Ler a Bíblia foi considerado como prova de que as pessoas eram hereges. John Dowling em 1853 escreveu: Desde o nascimento do papado, até o presente momento, estima-se pelos historiadores cuidadosos e credíveis de que mais de CINQUENTA MILHÕES da família humana tenham sido assassinados pelo crime de heresia pelos perseguidores dos Papas, uma média de mais de 40.000 assassinatos religiosos a cada ano de existência do papado. A Igreja Católica nega que 50 milhões de perseguições ocorreram. A maioria dos apologistas católicos, contudo admitem que foi um período negro na igreja. Por mais de 1500 anos os católicos perseguiram os cristãos gnósticos e outros. Os católicos romanos consideravam seu dever e direito para interrogar e executar hereges, sob a autoridade papal. Mesmo os Cavaleiros Templários que foram usados pelos papas como exterminadores de hereges ficaram poderosos e depois foram exterminados como hereges durante a inquisição. Papa Inocêncio VIII, em 1484 publicou uma bula papal condenando um aparente surto de feitiçaria na Alemanha, e delegou dois frades como inquisidores para acabar com o surto. Esses frades, escreveram a famosa "Caçada as Bruxas" o Malleus Maleficarum, ou como um guia para inquisidores para identificar, torturar e destruir bruxas, e se tornou um dos documentos mais sangrentos na história. Determinadas ervas como a Mandrágora foram estabelecidas durante a inquisição em conexão com a prática de feitiçaria, incluindo também a cannabis. A posse dessas ervas era a prova que esta pessoa era uma bruxa. A Igreja negou a própria palavra de Deus que concedeu todas as sementes e ervas sendo como carne em Gênesis 1:29, enquanto ela descaradamente torturou e assassinou parteiras, curandeiras , botânicos e outros, queimando-as na fogueira

como bruxas. No entanto, não foram mais bruxas em tudo, mas as pessoas acreditavam que, talvez de forma diferente. Esta caça às bruxas foram financiadas pelo confisco de terras e propriedades dos acusados. Em alguns casos, os mortos foram declarados hereges e excomungados para se confiscar as propriedades dessas pessoas inocentes. Mas o uso comercial de cannabis continuou durante todo este período. Os espanhois plantaram sementes de cannabis em todo o Novo Mundo. Isso era necessário no caso de um navio que naufragasse e precisasse de uma vela nova e sua manufaturação poderia ser feita. A Igreja Católica de hoje ainda nega que a maconha é uma erva de Deus, tal como consta em Gênesis 1-29. A Igreja Católica de hoje rejeita a Legalização das Drogas e não vê diferença entre maconha e drogas pesadas. Em 2001 a Igreja Católica pediu aos governos do mundo a rejeitar a Legalização das Drogas. Uma vez que a cannabis é a droga a ser ponderados para a legalização deve ser mais corretamente ser descrita como uma chamada aos Governos do mundo a rejeitar a legalização da cannabis e, claro, o Santo o óleo da unção de Deus. Curiosamente os reformadores protestantes, eliminaram a prática da unção e da Crisma do batismo. Eles não viam nenhuma base bíblica para a unção no Novo Testamento. Para a maioria dos reformadores protestantes tudo que era necessário para a graça era a fé e o batismo com água. Graça pelos Mistérios da Unção, Redenção, Crisma e nupcial Câmara, que nunca foram incluídos na Bíblia, foram eliminadas por esses reformadores.

A perseguição continua
Os Estados Unidos afirmam ter Liberdade de Religião, Mas é ilegal fazer o azeite da santa unção de Deus. Posse, do 6-9 quilos de maconha que seriam necessários para fazer a Santa Unção Óleo, é punido com até 30 anos de prisão, em alguns estados. O cultivo de uma planta ainda é crime na maioria dos estados, como também no nível federal. George Washington e Thomas Jefferson, ambos cultivaram cannabis. Nos termos da atual Lei Federal, ambos os presidentes seriam levados à pena de morte.

Os índios norte-americanos estão autorizados a usar o peiote como um sacramento, mas os cristãos são negado o direito de fazer o Santo óleo da unção de Deus. Assim, para os cristãos, que acreditam no Santo o óleo da unção , A ressurreição espiritual não é possível, sem consequências graves. A perseguição do cristianismo nos Estados Unidos está vivo e bem, a menos que você aceite o "Marca da Besta". Muitas religiões que acreditam existir marijuana ou cannabis é um sacramento, mesmo a Árvore da Vida. Os Rastafaris, alguns coptas da Etiópia, cristãs independentes e cristãos gnósticos, assim como certas seitas muçulmanas, hindus e zoroastristas, são rotineiramente presos e negados o direito ao uso de maconha como um sacramento. Curiosamente, a opressão da Cannabis é em grande parte devido aos esforços de lobby das Igrejas. A maioria dessas igrejas, não oferecem unção a todos e, literalmente, não têm o direito de se chamar cristãos "ungidos". A maioria das igrejas protestantes apenas oferecem um "Batismo de Água". As igrejas protestantes que dão um uso simbólico da unção com azeite puro, "em vez da santa unção". É ilegal em todo o mundo para fazer o azeite da santa unção de Deus e receber a unção. O agora Governo mundial do anti-Cristo proíbe-nos de obter a unção. Os usuários Religiosos da Cannabis são rotineiramente proibidos de usar a religião como uma defesa legal. Igrejas são julgados como conspiradoras, tendo suas casas e igrejas confiscadas. Crianças são levadas, e essas pessoas são jogados na prisão por penas excessivamente longas sob as leis conspiração criminosa. A "Igreja do Universo" canadense está entre as igrejas que acreditam que a maconha é um sacramento. Na época das filmagens desse documentário, estão processando o governo canadense, para permitir a maconha para uso religioso e como um sacramento da Igreja no Canadá. Esperemos que um dia, esta Igreja e outros terão permissão para fazer o Óleo Santo de Deus, e oferecer o batismo de fogo para aqueles que desejarem. Verifique se há atualizações no âmbito do termo de pesquisa na World Wide Web ",Igreja Mandato".

Maconha medicinal
Junto com a unção, Jesus também usa o Óleo Santo para a cura. Imagine o poder do " Santo óleo da unção de Deus" dada a uma pessoa doente, por um sacerdote ou homem de fé, através do Espírito Santo, com invocações a Deus e Jesus. Que poder pode resistir. Certamente, o azeite da santa unção teria sido uma ferramenta de cura poderosa. Nós encontramos e com visão interessante, nos Atos de Tomé: Teu óleo santo nos deu para santificação, misterioso segredo qual a cruz foi mostrado para nós, tu és o alisador de pernas tortas. "Atos de Tomé" Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com óleo em nome do Senhor, e a oração de fé vai curar o que está doente, e o Senhor o levantará. Se ele cometeu pecados, ele será perdoado. Tiago 5:14-16 "E expulsavam muitos demônios, e ungiam com óleo muitos doentes e os curavam." (Marcos 6:13) Em "Atos de Pedro e dos Doze Apóstolos," Jesus dá aos discípulos uma "caixa de ungüento" e uma "bolsa integral de medicina" e instrui-los a ir para a cidade e curar os enfermos. Jesus instrui-los que devem curar primeiro "os corpos" antes que eles possam "curar o coração.". Em 05 de novembro de 1996 os eleitores do Estado da Califórnia, passaram a agir de uso compassivo. Esse ato possibilitou a distribuição de maconha para os doentes. Desde essa altura várias clínicas foram abertas para o fornecimento de cannabis. Estas clínicas estavam sob licença das autoridades locais e estaduais. A polícia foi notificada, e todas as autorizações foram obtidas, sob a nova lei estadual. No entanto, o Governo Federal já prendeu mais dessas clínicas carregá-los sob as leis da conspiração e acusou seus organizadores até 30 anos cada um sob a conspiração. Nas fases de julgamento dessas pessoas nem sequer foram autorizados a apresentar provas de que eles estavam crescendo cannabis para uma clínica para ser distribuído aos doentes, ou mesmo mencionar que elas estavam sendo cobrados como a tentativa de distribuir maconha sob a nova Lei Estadual. O que Jesus fez? Jesus usou muito esse óleo para a cura, mas é hoje ilegal a posse ou a fabricação desse óleo. Trata-se de Cristo ou é anti-Cristo?

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->