Você está na página 1de 4

EXERCICIOS DE FUNDAMENTOS EM ENFERMAGEM

1- O QUE É ASSEPSIA E ANTISSEPISIA?

R- assepsia é o conjunto de medidas adotadas para impedir a


introdução de agentes patogênicos no organismo e anti-sepsia
consiste na utilização de produtos (microbicidas ou
microbiostáticos) sobre a pele ou mucosa com o objetivo de
reduzir o microorganismo em sua superfície.

2- DESCREVA A- ESTERILIZAÇÃO B- DESINFECÇÃO C-


DESINFESTAÇÃO

R-Esterilização é o processo que promove completa eliminação ou destruição de


todas as formas de microorganismos presentes: vírus, bactérias, fungos, protozoários,
esporos, para um aceitável nível de segurança. O processo de esterilização pode ser
físico, químico, físico- químico

Desinfecção – é a destruição ou inativação de microorganismos


patogênicos ou não situados fora do organismo humano, não
matando os esporos.

Desinfestação- é a destruição ou exterminação dos insetos,


roedores, etc.

3- DESCREVA RESPIRAÇÃO, TEMPERATURA, PA, PULSO CITANDO


OS PARÂMETROS

R- a –RESPIRAÇÃO- A respiração é a troca de gases dos pulmões com o


meio exterior, que tem como objetivo a absorção do oxigênio e eliminação do
gás carbônico. FREQÜÊNCIA - crianças - 30 a 40 movimentos
respiratórios/minuto adulto - 14 a 20 movimentos respiratórios/minuto

B- TEMPERATURA – é o calor produzido pelo organismo devido à queima


de caloria, onde o seu centro controlador está no hipotálamo. Baixa, normal,
febre e hipertermia.

Valor normal 35,8 a 37,00 afebril ( sem febre)

Estado febril 37,1 a 37,8

Hipertemia > 37,8

Hipotermia < 35,8


C- P.A – é a força que o sangue bate na parede da artéria, regulada pelo
sistema nervoso central e oração. Normotenso /hipertenso e Hipotenso.

Adulto – normal 90 a 140 mmhg sistólica

60 a 90 mmhg diastólica

Hipertenso 140/90

Hipotenso < 90 mmhg sistólica

< 60 mmhg diastólica

D- PULSO - A palpação do pulso é um dos procedimentos clínicos mais


antigos da prática médica, e representa também um gesto simbólico, pois é um
dos primeiros contatos físico entre o médico e o paciente. FREQUENCIA a
contagem deve ser sempre feita por um período de 1 minuto, sendo que a
freqüência varia com a idade e diversas condições físicas. Na primeira
infância varia de 120 a 130 bat/min.; na segunda infância de 80 a 100 e no
adulto é considerada normal de 60 a 100 batimentos por minuto,

4- QUAIS OS TIPOS DE PRECAUÇÃO CITEM E DESCREVAM

Padrão – Contato- Gotículas e Aerossóis

Padrão- lavagem das mão/uso de luva de procedimentos/uso de


aventais/ máscara/óculos protetor, quando em contato com sangue,
secreções, fluídos corpóreos, pele não integra e mucosa.

CONTATO – lavagem das mãos/uso de luvas/avental privativo


sempre exemplos bactéria multiresistente.

GOTÍCULAS – quarto privativo/lavagem das mãos e mascara


cirúrgica, exemplo meningite, rubéola, caxumba, a transmissão se dá
pela tosse, espirro e aspirações de vias aéreas.
AEROSSÓIS – quarto privativo/lavagem das mãos/máscaras
N95(bico de pato ) quando houver a necessidade de transporte do
paciente usar máscaras cirúrgicas, exemplo tuberculose.

5- DESCREVA AS VIAS MEDICAMENTOSAS

a- V.O (via oral) é uma forma de administração de fármacos, caracterizada


pela ingestão pela boca, sendo absorvidas no estomago e no intestino
conforme sua indicação, não deem ser triturados, pacientes com sondas
gastricas podem receber os medicamentos deluidos em agua.

b- I.M (INTRAMUSCULAR) é a injeção de uma substância diretamente dentro


de um músculo, onde a substância fica armazenada em profundidade,
utlizadas para medicamentos irritantes, absorção mais rápida na
administração subcutanea, o volume deve ser compatiel com a massa
muscular, que varia de acordo com a idade, localização e estada
nutricional, o valor maximo para o adulto com peso normal varia de 4 a 5
ml.

c- I.V (INTRAVENOSA) utilizada quando se deseja uma ação mais rápida do


medicamento ou quando outras vias não são propicias, sua administração
requer cuidados, pois a medicação entra direto na corrente sanguínea.

d- I.D – (INTRADERMICA) é a administração que consiste na injeção de


medicamento na derme.

e- S.C – (SUBCUTÂNEA) é a administração que consiste na injeção de


medicamento diretamente por baixo da pele.

6- QUAL A PRECAUÇÃO USADA NOS CASOS DE;

a- MENINGITE – precaução por gotículas, quarto privativo, lavagem


das mãos e mascara cirúrgica.
b- B -TUBERCULOSE – precauções por aerossóis - quarto
privativo, lavagem das mãos, mascara N95 (bico de pato), no
transporte do paciente deverá colocar mascará cirúrgica.

c- RUBÉOLA - Contato por Gotículas quarto privativo, lavagem das mãos,


wquarto privativo, lavagem das mãos e mascara cirúrgica.

d- VARICELA- Aerossóis + contato –. Quarto privativo, portas fechadas,


Limitar o transporte, sistema especial de ventilação / exaustão, uso de
respiradores N95.