P. 1
aula toxicologia ambiental

aula toxicologia ambiental

|Views: 418|Likes:
Publicado porTatiane Iembo

More info:

Published by: Tatiane Iembo on Oct 27, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/12/2013

pdf

text

original

1

TOXICOLOGIA OCUPACIONAL -Higiene Ocupacional: avaliação e controle dos riscos ocupacionais; podem causar doença ou comprometimento da saúde -agentes avaliados: -químicos: maioria dos riscos (+15 milhões de substâncias químicas e ± 70.000 na indústria) -físicos: ruídos, calor, radiações ionizantes -mecânicos: esforço físico -biológicos: microrganismos -monitorização do ambiente de trabalho: prevenção dos riscos à saúde do trabalhador (Norma Regulamentadora nº 9 – Ministério do Trabalho) 1. Monitorização Ambiental (do ambiente do trabalho) -diferença da Biológica: xenobiótico (composto químico estranho ao organismo) fora do organismo -avaliação de alguns trabalhadores ⇒ tempo necessário ⇒ não é absoluta ⇒ monitorização biológica e vigilância da saúde ⇒ todos trabalhadores ⇒ fundamentais p/ proteção da saúde Origem da Doença -início da doença devido a um agente químico ⇒ 1° contato do trabalhador + possibilidade de agressão à pele, penetração, absorção + tempo p/ produzir o efeito Toxicidade X Periculosidade -toxicidade: produz efeito quando encontra o sítio de ação -periculosidade: risco de penetrar no organismo e atingir o sítio de ação -substância muito tóxica c/ pouca periculosidade (ozônio: instável) ou substância moderadamente tóxica c/ alta periculosidade (gás cianídrico: chega facilmente nos sítios de ação)

aldeídos -ação sobre os pulmões: vapor de soldas -depressores do SNC: álcoois. onde C ([ ] medida da substância) e L (LEO) -ex: éter etílico=180 ppm e éter fenílico=5 ppm LEO: 1°=400 ppm e 2°=5 ppm ⇒ IE 1°= 180/400=0.2 -exposição ocupacional: atividade profissional + contato c/ agente químico + efeitos sistêmicos.45 e 2°=5/1=5 Substâncias com Efeitos Aditivos -irritantes: ácidos. 1 LEO específico -IE=C/L. médio ou longo prazo Limites de Exposição Ocupacional (LEO) -resultados comparados c/ Limites de Exposição Ocupacional ⇒ NR 15 (1978) – Portaria 3214 ⇒ valores ultrapassados gera insalubridade ⇒ + 10.5: exposição acima do nível de ação -> 1: exposição excessiva Hábito de Fumar e LEOs . + Cn/Ln -> 0. 20 ou 40% do salário mínimo -referências estrangeiras + atualizadas ⇒ TLV (Treshold Limit Values) ⇒ editada anualmente pela ABHO (Associação Brasileira de Higienistas Ocupacionais) -substâncias dispersas no ar.. outros solventes orgânicos -IE=C1/L1 + C2/L2 + C3/L3 + . condições onde quase todos os trabalhadores podem estar expostos Nível de Ação -50% (0. curto.. éteres.5) do LEO Índice de Exposição (IE) -p/ cada substância.

probabilistas (podem provocar doenças) e imuno-alérgicos -dose é determinante p/ os diferentes efeitos .3 - ⇒ monitorização ambiental e biológica em vão Frequência da Monitorização -novas avaliações: (LEO < 0.5) ⇒ semestral ou anual 2. resultados comparados c/ referências -exposição a substâncias no trabalho ⇒ alteração no estado de saúde -3 efeitos: deterministas (mercúrio. chumbo. tolueno). secreções. p/ avaliar a exposição e o risco à saúde. Monitorização Biológica -determinação dos agentes do ambiente de trabalho nos tecidos. (LEO > 0.5) ⇒ bienal. ar expirado.

transportado. distribuído.4 -não há como remover completamente a causa das alterações da saúde ⇒ reduzir a exposição Toxicocinética e Toxicodinâmica -xenobiótico tóxico: ultrapassa barreiras. biologicamente ativo no órgão-alvo -concentração crítica ⇒ órgão crítico ⇒ efeito crítico -órgão crítico: qqer órgão onde o efeito crítico se manisfeta -efeito crítico: 1ª modificação do organismo após exposição na concentração crítica ([+ baixa]) Exposição e Efeito -toxicidade de 1 substância: relação entre dose e efeito -dose-efeito: estuda a dose crescente em 1 certo tempo e as alterações em qualquer indivíduo do grupo -dose-resposta: estuda a dose crescente em 1 certo tempo e o número de indivíduos que apresentam o efeito -NOAEL: nível de não observação de efeitos adversos ⇒ concentração da substância onde não são observados efeitos adversos .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->