P. 1
ApostilaMecatronica

ApostilaMecatronica

|Views: 173|Likes:
Publicado poradrbim

More info:

Published by: adrbim on Oct 27, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/20/2012

pdf

text

original

1 - FORMA GERAL

%

nnnnn

; número do programa

N

nnnn

; opcional , marca o número do bloco, sem execução

G

nn

; código G, podem ser inseridos até 4 códigos G por bloco,
execução conforme o código ( nn )

X

(-)nnnnn.nnn

; coordenada X

Y

(-)nnnnn.nnn

; coordenada Y

Z

(-)nnnnn.nnn

; coordenada Z

F

nnnnn.nnn

; avanço para movimentos, mm/min ou mm/rot conforme o
; o estado modal ativo

F

nnnnn

;Tempo para ciclo de espera

mecatrônica

294

R

nnnnn.nnn

; raio para interpolação circular

I

(-)nnnnn.nnn

; cota de centro incremental na direção X

J

(-)nnnnn.nnn

; cota de centro incremental na direção Y

K

(-)nnnnn.nnn

; cota de centro incremental na direção Z

S

nnnnn

; rotação da árvore (r.p.m. ou m/min, de acordo com o
; estado modal ativo)

M

nnn

; função auxiliar, até 3 por linha, execução depende do
; código M ( nnn )

T

nn

; estação da torre

D

nn

; corretor, offsets ativos no próximo bloco

A

nnn

; ângulo para coordenadas polares, ângulo de saída de rosca

P

(-)nnn.nnn

; passo da rosca

L

nnnnn

; número de sub-rotina

(

; início de linha de comentário, a ser incluída no programa

)

; final de linha de comentário

;

; diz ao CNC para desprezar caracteres até o final da linha

\n or \r

; encerra linha, CNC espera pela próxima linha.

2 - Códigos G

G 00

; modal, movimento rápido ativo

G 01

; modal movimento linear ativo

G 02

; modal movimento circular horário ativo

G 03

; modal movimento circular anti-horário ativo

G 04

; ciclo de tempo ativo

G 09

; aproximação precisa, cantos vivos

G 10

; modal movimento rápido em coordenadas polares ativo

G 11

; modal movimento linear ativo, coordenadas polares

G 12

; modal movimento circular horário ativo, coordenadas polares

G 13

; modal movimento circular anti-horário ativo, coordena-
; das polares

G 17

; modal plano XY ativo

G 18

; modal plano ZX ativo

G 19

; modal plano YZ ativo

G 40

; modal compensação de raio OFF

G 41

; modal compensação de raio ON , à esquerda

G 42

; modal compensação de raio ON , à direita

G 53

; zero absoluto (zero máquina)

G 54

; zero peça 1 (default)

G 55

; zero peça 2

mecatrônica295

G 56

; zero peça 3

G 57

; zero peça 4

G 58

; offsets incrementais (1) para zero peça ativo

G 59

; offsets incrementais (2) para zero peça ativo

G 64

; relaxe transição nos cantos (arredondamento não preciso)

G 70

; unidades imperiais (polegadas)

G 71

; sistema métrico (default)

G 90

; coordenadas em absoluto (default)

G 91

; coordenadas incrementais

G 92

; máxima rotação da árvore para velocidade de corte
; constante

G 94

; avanço em mm/min (default)

G 95

; avanço em mm/rot

G 96

; velocidade de corte constante (S m/min), avanço em
; mm/rot

G 97

; cancela vel. corte constante (S rot/min), avanço em
; mm/rot

3 - FUNÇÕES M

M 00

; parada programada

M 01

; parada opcional

M 02

; final de programa

M 03

; rotação eixo árvore sentido horário

M 04

; rotação eixo árvore sentido anti-horário

M 05

; interrompe a rotação

M 06

; troca de ferramenta

M 07

; refrigeração fraca

M 08

; liga refrigeração

M 09

; desliga refrigeração

M 13

; M3 + M8

M 14

; M4 + M8

M 15

; M5 + M9

M 30

; final de programa

M nn

; nn não listado acima => função dependente do PLC

4 - CICLOS FIXOS (G) MACROS

O usuário pode definir ciclos fixos (código G) , via MACROS

mecatrônica

296

Forma geral :

G nn NOME_OPCIONAL PAR_1_OPCIONAL ... PAR_15_OPCIONAL

Exemplo:

G 33 X 10 Y 20 P1.5 Q 3 K 5 L 0.1

Esse poderia ser um ciclo definido pelo usuário, que chama o subprograma 33, cujo nome não
foi definido (poderia ser ROSCA), passando os seguintes parâmetros para registros de ponto flutu-
ante :

H0 = 10

; X

H1 = 20

; Y

H2 = 1.5

; P

H3 = 3

; Q

H4 = 5

; K

H5 = 0.1

; L

O subprograma utiliza esses dados para sua execução e após concluir sua função retorna ao
programa do usuário que originou a chamada.

Com esses recursos, os controles MCS podem realizar ciclos fixos e permitir ao usuário criar
seus próprios ciclos, e utilizá-la como uma instrução (MACRO) em seus programas.

OBS.: O usuário pode incluir ciclos com os quais está acostumado , por exemplo os
ciclos FANUC (pocket, drilling, threading...) e adaptá-los para a linguagem MCS ISO ou
simplesmente emulá-los em nosso CNC.

FANUC :

MCS ISO: ( nn != códigos G reservados )

G 81 X 10 Y 20....

G 81 X 10 Y 20 ..... ; mesmos parâmetros

mecatrônica297

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->