P. 1
CALORIMETRIA EXERCICIO

CALORIMETRIA EXERCICIO

|Views: 3.677|Likes:
Publicado porrejimell

More info:

Published by: rejimell on Oct 28, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as ODT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/16/2013

pdf

text

original

1-(UEBA) O calor específico sensível de uma substância indica o valor a) do seu ponto de ebulição ao nível do mar.

b) da capacidade térmica de um corpo feito com essa substância. c) da quantidade de calor necessária para elevar de um grau Celsius a temperatura de um grama dessa substância. d) de sua condutividade térmica no estado sólido. e) da quantidade de calor necessária para fundir um grama dessa substância. 2-(UF-UBERABA-MG) Assinale a alternativa falsa: a) A capacidade térmica de um corpo é função de sua massa. b) Quando recebido por um corpo, o calor sensível produz apenas variação temperatura. c) O calor específico sensível é uma característica do material de que é feito não dependendo da sua massa. d) A capacidade térmica de um corpo indica a quantidade de calor que cada de massa desse corpo necessita para sua temperatura por unidade. e) O valor da capacidade térmica de um corpo depende do material de que é 3-(UFMG) A mesma quantidade de calor é fornecida a dois corpos, M e N, sendo massa de M é maior do que a massa de N. Como resultado, esses corpos apresentam mesma variação de temperatura. Com relação ás capacidades térmicas CM e CN, e aos calores específicos sensíveis, e cN, pode-se afirmar que: a) C M <C N ; c M =c N b) C M =C N ; c M <c N c) C M =C N ; c M >c N d) C M >C N ; c M <c N e) C M >C N ; c M =c M 4- (MED-POUSO ALEGRE-MG) o calor específico sensível do chumbo é 0,030cal/enquanto que o do ferro é de 0,10 cal/g°C. Isto significa que: a) Se fornecermos a mesma energia calorífica a 1 kg de ferro e a 1 kg de chumbo, chumbo aquecerá mais. b) Se 1 Kg de chumbo a 100°C e 1 kg de ferro a 100°C são colocados para até atingirem a temperatura ambiente, o chumbo liberará maior quantidade de calorífica para o ambiente c) Para a mesma quantidade desses materiais, é mais fácil (gasto de menor aquecer o ferro do que aquecer o chumbo até uma determinada temperatura. d) Para efeitos de aquecimento podemos dizer que 100g de ferro equivalem de chumbo. e) Se o calor específico sensível do ferro é maior do que o do chumbo, a capacidade térmica do ferro também será maior do que a do chumbo. 5-(UFPR) Durante o eclipse, em uma das cidades na zona de totalidade, Criciúmaocorreu uma queda de temperatura de 8,0°C (Zero Hora 04/11/94). Sabendo que o calor específico sensível da água é 1,0cal/g°C, a quantidade liberada por 1000g de água, ao reduzir sua temperatura de 8,0°C é: a) 8,0 b) 125 c) 4000 d) 8000 e) 64000 6- Um corpo de massa 50 g recebe 300 calorias e sua temperatura sobe de –10°C até 20°C. Determine a capacidade térmica do corpo e o calor específico da substância que o constitui. 7- Um quilograma de glicerina, de calor específico 0,6cal/g°C, inicialmente a –30°C, recebe 12 000 calorias de uma fonte. Determine a temperatura final da glicerina. 8- Uma fonte térmica fornece, em cada minuto, 20 calorias. Para produzir um aquecimento de 30°C em 50 gramas de um líquido, são necessários 15 minutos. Determine o calor específico do liquido. 9- Para sofrer determinada variação de temperatura, um bloco metálico deve permanecer 3 minutos em presença de uma fonte de fluxo constante. A mesma massa de água, para sofrer a mesma variação de temperatura, exige 12 minutos em presença da fonte.

pode-se concluir que a massa de água aquecida. A razão entre a massa de ar e a massa de água para proporcionar a mesma refrigeração no motor do automóvel deverá ser igual a: Dados: car=0.0Kg de água (calor específico sensível = 1 cal/g°C) a 70°C com 2. é colocado em contato térmico com outro corpo de 200g e calor específico sensível de 0. a uma temperatura de 10°C. Sabendo-se que 20% do calor gerado pelo aparelho é perdido.25 cal/g°C e c água =1. a uma determinada massa de água.0 cal/g°C.10 cal/g°C. será de a) 14°C b) 15°C c) 20°C d) 30°C e) 40°C . é: a) 500 b) 600 c) 700 d) 800 e) 900 12-(UNIRIO) Para a refrigeração do motor de um automóvel. ao receber 1000 cal aumenta sua temperatura de 10°C. sendo o calor especifico sensível da água 1.25 b) 1.0 kg de água a: a) 10°C b) 20°C c) 30°C d) 40°C e) 50°C 15-(UFSM-RS) Um corpo de 400g e calor específico sensível de 0.0 c) 1.2 d) 2. uma vez estabelecido o equilíbrio térmico entre os dois corpos. obtemos 3. constituído do mesmo material. 1 cal=4. terá capacidade térmica de: a) 50 cal/° C b) 100 cal/°C c) 150 cal/°C d) 250 cal/°C e) 300 cal°C 11-(MACKENZIE) Uma fonte calorífica fornece calor continuamente. à razão de 150 cal/s.0J 14-(MACKENZIE) Quando misturamos 1. Se a temperatura da água aumenta de 20°C para 60°C em 4 minutos. A temperatura final. Outro corpo de 500g.20 cal/g°C. a uma temperatura de 60°C.0Kg de água a 10°C.0 13-(UNIFENAS-MG) 500g de água devem sofrer uma elevação de temperatura de 60°C em 5 minutos. podemos afirmar que a potência elétrica necessária para que isto ocorra deve ser igual a: a) 200 watts b) 300 watts c) 500 watts d) 600 watts e) 1000 watts Dados: calor específico sensível da água= 1.Determine o calor específico do metal.5 e) 4. 10-(MACKENZIE) Um corpo de certo material com 200g.0 cal/g°C. em gramas. tanto se pode usar o ar como a água. a) 0.0 cal/g°C.

16-(MACKENZIE) um calorímetro ideal de capacidade térmica desprezível contém 300g de óleo (c = 0. Verifica-se que a temperatura de equilíbrio é de 25°C. sempre num mesmo ambiente.4 cal c) 1. Considerando uma certa substância. sem variação de temperatura. Não considerando perdas de calor e.50 d) 0. c) não se pode prever como irá influir no clima. a temperatura de equilíbrio térmico da mistura passa a ser 75°C.4. No caso da fusão.(MACKENZIE) A quantidade de calor necessária para que uma unidade de massa de uma substância mude de estado de agregação molecular é chamada de Calor Específico Latente de Transformação.80 e) 1.00 18-(FEI) Dois corpos de capacidades térmicas iguais são colocados num calorímetro de capacidade térmica desprezível. d) não tem influência na queda de temperatura.θ1 )/2 d) |θ1 + θ2 | e) |θ2 . a quantidade de calor latente necessária é de: a) 1. Para fundir uma massa de gelo de 80g. Colocando no interior desse calorímetro 600g de água (c = 1 cal/g°C) a 80°C. Desprezando o calor absorvido pelo calorímetro.20 c) 0. temos o calor específico latente de fusão (L f ) e. temos o calor específico latente de solidificação (L s ). em cal/g°C. São . 103 cal 22-(UNIP-SP) Um bloco de gelo de massa 100g está a uma temperatura de –10°C. podemos afirmar que: a) |L f |>|L s | b) L s >L f c) L s =L f d) L f =2L s e) L s =-L f 21-(UNIP-SP) O calor específico latente de fusão do gelo é de 80 cal/°C.0 cal b) 6.50 cal/g°C). o calor específico sensível desse metal. b) favorece a queda de temperatura. no caso da solidificação.10 b) 0. sendo θ1 e θ2 suas temperaturas iniciais. 20.Num calorímetro contendo 200g de água a 20°C coloca-se uma amostra de 50g de um metal a 125°C.0 kcal d) 64 kcal e) 6. vale: a) 0.θ2 )/2 c) (θ2 .θ1 | 19-(FMSC-SP) A formação de gelo no inverno constitui um fator que: a) dificulta a continuação da queda de temperatura. a temperatura de equilíbrio será: a) (θ1 + θ2 )/2 b) (θ1 . e) torna os efeitos do inverno muito mais rigorosos. A temperatura do óleo era: a) 55°C b) 60°C c) 65°C d) 70°C e) 75°C 17.

0 .Sendo L s =-80cal/g o calor latente de solidificação da água.5 . 100g de gelo a –20°C recebem 10.2 cal/g°C 9.0 cal/g°C Calor específico latente de fusão do gelo = 80 cal/g 25. d 6. Gabarito: 1.50 cal/g°C Calor específico sensível da água = 1.10 4 cal 23-(UNISA-SP) Tem-se 20 gramas de gelo a –20°C.4 cal/g°C 10.2 cal/g°C 7.0 cal/g°C www. a quantidade de calor necessária e suficiente é de: a) 5. A quantidade de calor que se deve fornecer ao gelo para que ele se transforme em 20 gramas de água a 40°C é: Calor específico sensível do gelo = 0. 0.plantaofisica. a 20°C.0 . –10°C 8. 0.000cal.10 2 cal b) 7.50 cal/g°C Calor específico sensível da água = 1.net Calor específico latente de fusão do gelo = 80 cal/g a) 1000 cal b) 1200 cal c) 2600 cal d) 3000 cal e) 4800 cal 24-(MACKENZIE) Sob pressão normal.dados: (1) calor específico sensível do gelo: 0. b 4.0 . d 3.10 3 cal c) 8. O calor específico da água é 1cal/g°C. até sua total solidificação.10 3 cal e) 8. C = 10cal/°C c = 0.5 .50 cal/g°C (2) calor específico latente de fusão do gelo: 80 cal/g Para que todo o bloco de gelo se funda. d 11. c 2. e 12. a 5. calcule quantas calorias devem perder 600g de água liquida.10 3 cal d) 8. e . Qual a temperatura da água obtida? Calor específico sensível do gelo = 0.

c 14. d 23. e 21. 60.13. a 20. a 17. 10°C 25.plantaofisica. c 16. b 18. a 19.net . e 22. c 15.ΠF www. c 24.000 cal Veja mais sobre Física e Matemática no Site Plantão de Física .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->