Você está na página 1de 9

UFRPE – Universidade Federal Rural de

Pernambuco

DTR - Departamento Tecnológico Rural

Reações Iônicas

Relatório apresentado ao Profº.: Elaine


Cristina de Souza Coelho Santana da
Disciplina Fundamento da Química
Analítica pelos alunos abaixo
relacionados:

Adriana Myrtes da Silva

Karla Lucie Flor Silva

Mayara Maria S Do Nascimento

Stéffano Leandro F. Da Silva

Washington Bruno de Oliveira

Heitor Remígio de Menezes


RECIFE, 2010

INTRODUÇÃO:

Após o ser humano pré-histórico ter aprendido a dominar o fogo, o mesmo


tornou-se capaz de descobrir outras coisas.A combustão, por exemplo, é o que os
químicos chamam de reação química.Embora a expressão reação química seja
conhecida por muitas pessoas, e até mesmo usada no dia-a-dia, existe uma maneira
cientifica de definir o que vem a ser isso.
Quando materiais com determinada afinidade química entram em contato, é
provável que ocorra uma reação química.Uma reação química é uma transformação da
matéria na qual ocorrem mudanças qualitativas na composição química de uma ou mais
substâncias reagentes, resultando em um ou mais produtos. Pode-se afirmar que uma
reação química é uma transformação da matéria em que pelo menos uma ligação
química é criada ou desfeita.
Existe uma grande variedade de reações químicas, onde estas podem ser classificadas:

Quanto ao Calor: Quanto ao envolvimento (absorção ou liberação) de calor:


Reações Endotérmicas:Veja que endo=para dentro e térmica = calor. É toda
reação química em que ocorre com absorção de calor.
Reações Exotérmicas: Observe que exo=para fora e térmica = calor. É toda
reação química em que ocorre com liberação de calor.
Quanto à Velocidade
Reações Rápidas: As que ocorrem rapidamente e de forma explosiva.
Reações Lentas: Ocorrem devagar, por exemplo, a formação da ferrugem
(oxidação do ferro):

Quanto à Reversibilidade

Reações Reversíveis: Ocorrem simultaneamente nos dois sentidos (indicado pela


dupla seta):
Reações Irreversíveis: Reações que ocorrem num só sentido.
Quanto ao estado físico dos reagentes e produtos:

Reações homogêneas: Aquele onde o reagente e produtos estão no mesmo


estado físico.

Reações heterogêneas: Aquelas onde pelo menos um dos reagentes ou um dos


produtos esta em estado físico diferente dos demais.

Quanto à variação de complexidade:


Síntese ou Adição: Reação entre duas ou mais substâncias (simples ou
composta) que originam uma única substância composta.
Análise ou Decomposição: Reação em que uma única substância composta se
desdobra em outras substâncias simples ou compostas.
Dupla Troca: Reação em que as duas substâncias compostas produzem duas
outras substâncias compostas (o nome resulta no fato de as substâncias
permutarem entre si parte de suas estruturas).
Deslocamento ou Simples Troca: Reação em que uma substância simples reage
com outra composta, produzindo outra substância composta e outra simples.
OBJETIVO:

identificar a ocorrência de reações químicas; Escrever equações iônicas.

MATERIAIS E REAGENTES
Soluções descritas na tabela:
Solução A Solução B

NH4Cl 6M NaOH 6M

Cu(No3)2 5% NH3 15M

Pb(NO3)2 0,25M HCl 6M

NH4Cl 6M KI 5%

FeCl3 10mg/mL NH4SCN 5%

FeCl3 10mg/mL K4[Fe(CN)6]

HgCl2 10mg/mL KI 5%

Ni(NO3)2 10mg/mL DMG 1%

08 Tubos de ensaios
01 Estante para tubos de ensaios
PROCEDIMENTO:

Utilizou-se tubos de ensaios, onde se misturou, colocando 10 gotas da solução A


com um excesso da solução B e em seguida foi colocando gota por gota das soluções B.
Foi observando as modificações seja ela de cor, cheiro ou precipitado.

DISCUSSÃO

Falar de cada reação delas se precipitaram, mudaram de cor e se reagiram.


CONCLUSÃO

As reações químicas são evidencias por mudança de coloração do sistema,


liberação de gases, aparecimento de chama, aparecimento de luminosidade, etc.
Quando não há evidencia visuais da ocorrência de uma reação, constata-se a mesma
através da mudança de temperatura do sistema e/ou mudança na alcalinidade ou
acidez da solução, ou seja, mudança no pH. Elas ocorrem na eletrosfera dos átomos,
logo não a alteração na quantidade de átomos dos reagentes e produtos.Para que
ocorra uma reação é necessário que as substancias no mínimo entre em contato e
tenham afinidade química (caráter oposto).

Através dos diferentes experimentos realizados no laboratório, pode-se observar


a ocorrência de diferentes reações químicas e prevê-las com base nos princípios
teóricos.Sabendo que toda equação química (forma gráfica da reação) deve ser
balanceada pode-se equacioná-las.

Verificou na pratica que há diferentes tipos de reações químicas, o que significa


que as mesmas podem ser classificadas de acordo com o seu resultado final.A partir
de noções teóricas de química pode-se prever se haverá ou não uma reação,
classificá-las e identificá-las.

QUESTÕES

8º) O que é reação química?

Resp.:É uma transformação da matéria na qual ocorrem mudanças qualitativas


na composição química de uma ou mais substâncias reagentes, resultando em um ou
mais produtos. Envolve mudanças relacionadas à mudança nas conectividades entre os
átomos ou íons, na geometria das moléculas das espécies reagentes ou ainda na
interconversão entre dois tipos de isômeros. Resumidamente, pode-se afirmar que uma
reação química é uma transformação da matéria em que pelo menos uma ligação
química é criada ou desfeita.
9º) Quantos reagentes , no mínimo, devem ser misturados para que possa ocorrer
uma reação química?

Resp.: Pelo menos dois, sendo um deles o oxigênio, para em certos casos oxidar
um outro reagente.

10º) Apresente algumas evidências experimentais que comprovam a ocorrêcia de


uma reação química:

Resp.: As experiências de Evidência de Reações Químicas, fundamenta-se em


reações de: síntese ou formação, deslocamento ou simples troca e de dupla troca ou
substituição. Exemplos:

• Colocar em um tubo de ensaio 2 ml de solução de sulfato de cobre II e juntar 2


ml de solução de cloreto de bário. ocorre reação de dupla troca ou substituição
com o nitrato de bário, formando o nitrato de cobre e o sulfato de bário. A
solução adquire uma coloração azul claro (aspecto leitoso).
• Colocar em um tubo de ensaio 2 ml de solução de cloreto de ferro III e adicionar
uma gota de ferrocianeto de potássio. ao se adicionar uma gota de ferrocianeto
de potássio ao cloreto de ferro III (ambos tinham coloração amarela) a solução
adquire cor azul, sem formação de precipitados. A reação é de deslocamento.
• Colocar uma pequena porção de zinco em pó em um tubo de ensaio e
acrescentar 3 ml de ácido clorídrico 10%. Aproximar da boca do tubo de ensaio
uma chama de um palito de fósforo. a reação do zinco em pó com o ácido
clorídrico, resulta em uma reação de simples troca ou deslocamento, com a
liberação do gás hidrogênio (H2) da reação dos produtos, este gás é inflamável.

11º) Em quais misturas propostas na Tabela 2 ocorrem reações químicas?

Resp.:
Solução A Solução B

NH4Cl 6M NaOH 6M

Pb(NO3)2 5% NH3 15M

FeCl3 10mg/mL NH4SCN 5%

12º)Para os casos em que houve reação química, pesquisar a reação na literatura e


apresentar a equação química correspondente.

Resp.: NH4Cl + NaOH NaCl + H2O + NH3

Pb (NO3)2 + HCL PbCl2 + H2NO3

FeCl3 + Nh4SCN Fe (SCN)3 + 3NH4Cl


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

RUSSEL John B. Química geral. 2.ed. Tradução e revisão Marcia Guekezian... [et al.].
São Paulo, SP . Ed. Pearson Makron Books, 2006.

ATKINS, P., Jones, L. Princípios de química: questionando a vida moderna e o


meio ambiente. 3º ed. Ed. Bookman, 2001.Porto Alegre.

MOORE, Walter J. Físico-química. 4º. ed. Tradução: Helena Li Chun, Ivo Jordan e
Milton Caetano Ferreroni .: Ed.. Blücher, 1999-2000. São Paulo, SP

HOLLER F. James, SKOOG, Douglas A., CROUCH, Stanley R. Princípios de análise


instrumental. Tradução: Celio Pasquini ... [et al.].: 6º ed. Ed. Bookman, 2009. Porto
Alegre, RS