Você está na página 1de 91

Concepcionistas Missionárias do Ensino

Província do Brasil

ENSINO RELIGIOSO

5ª SÉRIE
ENSINO FUNDAMENTAL
Concepcionistas Missionárias do Ensino

5º SÉRIE
PLANO DE DEUS QUE SE REVELA EM JESUS CRISTO.

A PROPOSTA DE DEUS

§ 1º Tema – As obras revelam o Criador


§ 2º Tema – O homem não vive sozinho
§ 3º Tema – O homem é chamado a ser senhor de todas as coisas
§ 4º Tema – A relação do Criador com as criaturas
§ 5º Tema – A Bíblia, ontem e hoje
2
§ Celebração – A criação de Deus
________________________________________________________________

A CRIAÇÃO NÃO ESTÁ ACABADA

§ 6º Tema – Deus quer que colaboremos na criação do mundo que Ele sonhou
§ 7º Tema – O mundo que Deus sonhou para mim e minha família
§ 8º Tema – Minha colaboração na escola e na sociedade
§ Celebração – Estamos com Deus, construindo a história
_________________________________________________________________

JESUS DÁ A CONHECER O REINO DE DEUS

§ 9º Tema – A relação de Jesus com o Pai e o Espírito Santo


§ 10º Tema – A relação de Jesus com Maria
§ 11º Tema – A relação de Jesus com os irmãos
§ 12º Tema – Morte e ressurreição de Jesus
§ Celebração – Para viver é preciso conviver

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

SINAL DO REINO, HOJE

§ 13º Tema – Os que seguem Jesus


§ 14º Tema – Os que trabalham a favor da vida
§ 15º Tema – Os que louvam e agradecem a Deus
§ Celebração – Celebrando a vida, dom de Deus

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

APRESENTAÇÃO

Caro aluno,

Este material é seu. Ele foi feito com muito carinho pensando em você.
Você que é capaz de fazer um mundo melhor, de viver, descobrir e
questionar... Afinal você possui inteligência e pode utilizá-la para buscar a sua
felicidade e a daqueles que vivem ao seu redor.
Através deste material você vai descobrir o amor de Deus, vai conhecer
o plano de Deus que se revelou em Jesus Cristo. Cada dia vai exigir de você um
compromisso de transformação, um compromisso de serviço que fará você
crescer no amor e na fé.

Um abraço.
4

“Que todos possam perceber que você se educou


em um colégio de Maria Imaculada.”
Me. Carmen Sallés

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

1º TEMA

AS OBRAS REVELAM O CRIADOR

Deus nos ama!


Seu imenso amor por todos nós nos é revelado através de suas obras: o
céu e a terra, a noite, o dia e todo o firmamento, as plantas, os animais...
Deus criou o homem à sua imagem e semelhança e os abençoou.
“Senhor, Deus meu, tu és grande!”
(Salmo 103)

Hino ao Senhor da vida

− Bendize, ó minha alma, ao Senhor! Senhor, Deus meu, tu és grande! Estás


vestido de esplendor e majestade, 5
− Tu que te cobres de luz como de um manto, que estendes os céus como uma
cortina.
− És tu que pões nas águas os vigamentos da tua morada, que fazes das nuvens
o teu carro, que andas sobre as asas do vento;
− Que fazes dos ventos teus mensageiros, dum fogo abrasador os teus ministros.
− Lançaste os fundamentos da terra, para que ela não fosse abalada em tempo
algum.
− Tu a cobriste do abismo, como dum vestido; as águas estavam sobre as
montanhas.
− À tua repreensão fugiram; à voz do teu trovão puseram-se em fuga.
− Elevaram-se as montanhas, desceram os vales, até o lugar que lhes
determinaste.
− Limite lhes traçaste, que não haviam de ultrapassar, para que não tornassem a
cobrir a terra.
− És tu que nos vales fazes rebentar nascentes, que correm entre as colinas.
− Dão de beber a todos os animais do campo; ali os asnos monteses matam a
sua sede.

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

− Junto delas habitam as aves dos céus; dentre a ramagem fazem ouvir o seu
canto.
− Da tua alta morada regas os montes; a terra se farta do fruto das tuas obras.
− Fazes crescer erva para os animais, e a verdura para uso do homem, de sorte
que da terra tire o alimento.
− Ele olha para a terra, e ela treme; ele toca nas montanhas, e elas fumegam.
Todos:
− Cantarei ao Senhor enquanto eu viver; cantarei louvores ao meu Deus
enquanto eu existir.
− Seja-lhe agradável a minha meditação; eu me regozijarei no Senhor.

(Salmo 103, 1-15; 32-34)

§ ATIVIDADE DE APROFUNDAMENTO
6
1) Leia o texto bíblico Gn1, 1-31 e faça uma reflexão escrita sobre o que você leu.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

2) Após assistir ao filme “A Criação”, elabore um resumo dos pontos principais do


filme, em seu caderno de Ensino Religioso.

3) Junte-se a três colegas e confeccione um cartaz com uma das frases do Salmo
103. Ilustre com figuras de elementos da natureza (recorte ou colagem).

§ PARTILHA
Partilhe com seus colegas o resumo que você elaborou, dizendo quais foram os
seus sentimentos com relação ao filme.

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

§ ORAÇÃO
Recitar o Salmo 103 em dois coros.

§ COMPROMISSO
Deus criou este mundo maravilhoso para todos nós. Escreva um compromisso
dizendo o que você pode fazer para preservar a beleza da Criação.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

2º TEMA

O HOMEM NÃO VIVE SOZINHO

O homem foi criado para viver em comunidade, necessitando uns dos


outros. O amor ao próximo é inseparável do amor a Deus. Através da
convivência com o outro, da reciprocidade de serviços e o diálogo com o
irmão o homem desenvolve suas próprias virtudes.

Não vivemos sozinhos

Nenhuma criatura sobrevive sozinha, pois mingúem se basta a si mesmo.


Nascemos e crescemos em uma pequena comunidade, que é a família. De outra
forma, não sobreviveremos. Aos poucos vamos ampliando os nossos espaço,
8
participando de outras comunidades e aumentando o nosso círculo de
relacionamentos e amizades.
Precisamos dialogar, trocar idéias, dar e receber carinho, conviver com os
outros seres humanos como nós. Isso é necessário para uma vida saudável.
A verdade é que precisamos uns dos outros, em todos os sentidos. Você já
parou para pensar no trabalho que inúmeras pessoas realizam para o nosso bem-
estar? Para que possamos descansar, recostar o corpo numa cadeira, ou mesmo
deitar numa cama, ou ouvir uma música, muitos tiveram de gastar horas e horas
trabalhando...
Devemos valorizar o trabalho e a dedicação de todos, pois sem eles as
coisas seriam complicadas, às vezes até impossíveis.
Analisando tudo isso, podemos perceber que as criaturas dependem umas
das outras. De que adianta “empinar o nariz” e julgar-se auto-suficiente, dar-se
ares de que não precisa de ninguém? Nessa cadeia de inter-relações, ninguém é
maior ou menor do que o outro. Todos são muito importantes, necessários, e,
portanto, devem executar a sua função da melhor maneira possível.

(Tongu, Maia Izabel de Oliveira.


Alegria de Viver, Vol. 6 – Editora Moderna, 1997)

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

§ ATIVIDADE DE APROFUNDAMENTO
1) Responda as seguintes questões:

a) Você já se sentiu sozinho? Quando?


_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

b) O que você pode fazer quando percebe alguém sozinho?


_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
9
c) Viver solitário e isolado é a mesma coisa? Justifique com exemplos.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

§ ATIVIDADE DE CASA
Reflita sobre a afirmação: “Homem algum é uma ilha”. No caderno registre o que
você entendeu desta afirmação e faça a ilustração.

§ PARTILHA
Na partilha conte para a turma o que você fez na atividade de casa.

§ ORAÇÃO

Cantar e refletir através da música:

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

Eu preciso de você!

Eu preciso de você, você precisa de mim, eu preciso de Cristo, até o fim.


Sem cessar, sem parar, sem vacilar, sem tremer, sem chorar (bis).

§ COMPROMISSO
No Plano de Deus ninguém deverá viver sozinho. E os idosos que vivem nos
asilos, os moradores de rua, pessoas deficientes... Escreva o seu compromisso
dizendo concretamente o que você pode fazer pelo seu próximo.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
10

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

3º TEMA

O HOMEM É CHAMADO A SER SENHOR


DE TODAS AS COISAS

Por amor Deus revelou-se ao homem. Somos a imagem e semelhança de


Deus, a obra mais perfeita da Criação.
Deus criou o homem dotado de razão, para tornar-nos dignos, com
iniciativa e domínio de nossos atos. O homem foi criado livre e senhor de
seus atos.
“Deus deixou o homem nas mãos de sua própria decisão”
(Eclo 5,14)

O Poder do nome Divino 11


Iahweh, Senhor nosso,
E o fizeste pouco menos do que um
quão poderoso é teu nome Deus,
em toda a terra!
coroando-o de glória e beleza.
Ele divulga tua majestade sobre o Para que domine as obras de tuas
céu. mãos sob seus pés colocaste:
Pela boca das crianças e bebês ovelhas e bois, todos eles,
tu o firmaste, qual fortaleza, e as feras do campo também;
contra os teus adversários, a ave do céu e os peixes do oceano
para reprimir o inimigo e o vingador.
que percorrem as sendas dos mares.
Quando vejo o céu, obra dos teus Iahweh, Senhor nosso,
dedos, a lua e as estrelas que fixaste,
quão poderoso é teu nome
que é um mortal, para dele te em toda a terra!
lembrares,
(Salmo 8,1-10)
e um filho de Adão, que venhas
visitá-lo?

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

§ ATIVIDADES DE APROFUNDAMENTO
1) Após ler e refletir sobre o Salmo 8, faça o seu auto-retrato.

2) Deus quer que sejamos senhores de todas as coisas e quer também que
12
realizemos o Seu plano em nossas vidas. Escreva o que você poderá fazer para
realizar este plano.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

3) Leia o texto com atenção.

O Homem, reflexo de Deus

Deus quis, conforme o seu plano criador, que eu, você, seres privilegiados,
tomássemos vida para dar vida, para dinamizar, para transformar o mundo,
através de nossa fé, de nossa inteligência, cultura, criatividade e disponibilidade.
A maravilha da inteligência humana, os valores pessoais, a capacidade de
ver, pensar, agir e criar, as transformações de idéias em realizações fabulosas
são um reflexo, uma faísca da sabedoria infinita de Deus.

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

O progresso da ciência e da técnica corre velozmente, deixando um rastro


luminoso, gritando e ostentando bem alto as maravilhas, a capacidade que Deus
depositou no ser humano.
O homem é um ser insatisfeito, um ser que busca. Só se plenifica, se
realiza, à medida que se aproxima de sua origem: DEUS.

(Comissão Arquidiocesana de Evangelização e Catequese – Jovem a Caminho)

4) O texto “O homem reflexo de Deus” fala que “recebemos a vida para dar a
vida”. Escreva dois parágrafos expressando o seu entendimento sobre essa frase.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________ 13
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

5) Escreva algumas palavras que expressem a grandeza de Deus e seu amor por
nós.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

§ PARTILHA
Faça a partilha daquilo que você percebeu sobre o tema proposto.

§ ORAÇÃO
Junto com a turma, faça esta oração:

Súplica

Dá-me, Senhor, a simplicidade da criança e a consciência do adulto.


Dá-me, Senhor, a prudência do astronauta e a coragem do “salva-vidas”.
Dá-me, Senhor, a humildade do varredor a paciência do doente.
Dá-me, Senhor, o idealismo do jovem e a sabedoria do ancião.
Dá-me, Senhor, a disponibilidade do Samaritano e a gratidão do mendigo.
Dá-me, Senhor, tudo o que de bom vejo nos meus irmãos a quem cumulaste com
14
teus dons.
Faz, Senhor, que eu imite os teus santos, que eu seja como tu queres:
Perseverante, como o pescador e com a esperança do cristão.
Que eu permaneça no caminho de Teu Filho, e a serviço dos irmãos. Amém.

§ COMPROMISSO
Você é chamado a ser senhor de todas as coisas que Deus realizou para nós.
Escreva em seu compromisso uma forma concreta para você colocar em prática o
plano de Deus em sua vida.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

4º TEMA

A RELAÇÃO DO CRIADOR COM AS CRIATURAS

A relação de Deus para conosco pode ser percebida em todos os


lugares, em todos os momentos e em todas as situações, mas é a través da
oração que se entra em profundidade, intimidade e sintonia com Deus.

O valor e a força da oração

A oração é um momento especial de que dispomos para entrar em sintonia


com Deus, por meio do diálogo franco entre o Pai e o filho.
Durante sua vida na terra, Jesus fez orações e súplicas a Deus, em
silêncio, em voz alta e com lágrimas nos olhos. Para ele esses momentos em que
15
podia estar em intensa e intimamente ligado ao pai, eram fundamentais. A oração
servia-lhe de orientação para enfrentar os grandes momentos de decisão e dava-
lhe forças para realizar sempre, em todos os lugares e momentos, pois o
importante é não perdermos a oportunidade de nos comunicar com Deus.
Como rezar? Podemos rezar em silêncio, meditando sobre um poema
bonito, um texto bíblico, recitando orações conhecidas, cantando, fazendo nossa
oração pessoal conforme o momento, louvando a Deus diante de uma paisagem,
agradecendo, pedindo, etc. São diversas as maneiras de conversar com Deus.
A oração é como o amor: cada um precisa fazer a sua própria experiência.
Ela é a respiração da vida interior, portanto, é imprescindível para a nossa vida.

(Roque Schneider)

J Para saber mais...


Existem várias formas de oração:

v De benção e de adoração: A oração de benção é a resposta do


homem aos dons de Deus, a adoração exalta a grandeza do Senhor que nos
fez.

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

v De súplica: É um pedido de perdão.


v De intercessão: É um pedido em favor de outra pessoa.
v De ação de graças: É uma oferenda, todo acontecimento ou necessidade
podem se tornar oferenda de ação de graças.
v De louvor: É a forma de oração que reconhece que Deus é Deus. É
totalmente desinteressada. Canta-o pelo que ele é mais do que pelo que ele
faz.

§ ATIVIDADES DE APROFUNDAMENTO
1) Identifique, escrevendo nos quadros o tipo de oração.

“Bendito seja Deus. Bendito seja seu Santo Nome”.

“Ó Maria, ajuda-nos a imitar em nossa vida tudo


16
aquilo que ensinas-tes para seu filho Jesus”.

“Senhor, tende piedade de nós”.

“Graças te damos Senhor, pelo dom da nossa vida”.

2) Agora chegou a sua vez! Elabore e escreva nos espaços abaixo uma oração:

De louvor a Deus.
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

De intercessão à Maria.
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________

§ ATIVIDADE DE CASA
Em seu caderno de ensino religioso escreva a oração do Pai Nosso e depois faça
17
a ilustração (recorte ou desenho).

§ PARTILHA
Partilhe com a turma como você se relaciona diariamente com Deus.

§ ORAÇÃO
Cantar e refletir:

A melhor oração é amar

A melhor oração é amar. (bis)

Se não sabes amar, tu não deves orar, a melhor oração é amar.


Quem irá ensinar a melhor oração, a melhor oração é amar.
É Jesus quem ensina a melhor oração, a melhor oração é amar.
O maior mandamento é o amor, diz Jesus, a melhor oração é amar.
Uns aos outros como eu vos amei, a melhor oração é amar.
E se amares o irmão, cumprirás toda a lei, a melhor oração é amar.
Ama a Deus e aos irmãos, e Santo serás, a melhor oração é amar.
Sacrifícios nem quero se falta o amor, a melhor oração é amar.

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

Sem o amor nem sequer traga os dons para o altar, a melhor oração é
amar.
Que faremos então se quisermos rezar, a melhor oração é amar.
Meus irmãos, comecemos a grande oração, a melhor oração é amar.

§ COMPROMISSO
Deus nos ama e nos quer felizes. Vimos que a oração é um jeito especial de
estarmos em sintonia com Deus. Escreva um compromisso mostrando que você
está em busca desta sintonia com Deus.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
18
_________________________________________________________________

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

5º TEMA

A BÍBLIA, ONTEM E HOJE

Escrita por homens e mulheres como nós, a Bíblia nasce em nosso chão,
nasce da realidade da vida e dos fatos, das relações e da longa caminhada
de um povo. Ela é fruto de um mutirão de fé, de busca e luta em favor da
vida.
Sua palavra é a comunicação viva e atuante da presença de Deus em
nossa história. Milhões de pessoas encontram nessa fonte sentido para a
vida, luz para seus caminhos, descobrindo nestas páginas a ternura, o
carinho e a proteção de Deus.
Escolhido para esta experiência, o povo da Bíblia guarda esta revelação
como um testamento, uma herança a ser transmitida de pai para filho, de
geração em geração, através dos séculos.
19

Bíblia – Livro da caminhada do povo de Deus

A Bíblia não caiu pronta do céu. Ela surgiu da terra, da vida do povo de
Deus. A Bíblia foi surgindo do esforço comunitário de toda esta gente. Surgiu aos
poucos, misturada com a história do povo de Deus.
Portanto, a Bíblia é o resultado de uma longa caminhada, fruto da ação de
Deus que quer o bem dos homens, e do esforço dos homens que querem
conhecer e praticar a vontade de Deus. É o fruto de um mutirão do povo que
procurava praticar, escrever e transmitir a Palavra de Deus presente na vida.
• Quem escreveu
Não foi uma única pessoa que escreveu a Bíblia. Muita gente deu sua
contribuição: homens e mulheres, jovens e velhos, pais e mães de família,
agricultores, pescadores, gente instruída e gente simples que só sabia contar
histórias, sacerdotes e profetas, reis e pastores, apóstolos e evangelistas. Todos
deram sua colaboração, cada um do seu jeito.
Antes de ser escrita, a Bíblia foi narrada e contada nas rodas de conversa
e nas celebrações do povo. Ela foi vivida por muitas gerações num esforço fiel de
colocar Deus na vida e de organizá-la de acordo com a justiça

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

• Assunto e mensagem da Bíblia


A Bíblia não fala só de Deus, que vai em busca de seu povo, mas também
do povo que vai em busca do seu Deus. Ela conta as virtudes e os pecados, os
pontos altos e baixos. Nada esconde, tudo revela. Conta os fatos do jeito que
foram lembrados pelo povo. Histórias de pecadores que procuram ser santos,
histórias de gente opressora que procura se converter e história de gente
oprimida que procura se libertar.
A mensagem central da Bíblia é o nome de Deus: Javé, que significa
“presença libertadora no meio de nós”.
• O anúncio profético
Caindo e levantando, o povo foi andando, procurando ser o povo de Javé e
buscando atingir, para si e para os outros, os bens da promessa divina.
Muitas vezes esqueciam o chamado de Deus e se acomodavam. Em vez
de servirem a Deus, queriam que Deus servisse aos planos interesseiros que eles 20
mesmos tinham inventado para si. Invertiam a situação! E em vez de paz, justiça
e fraternidade, faziam divisão, opressão e discórdia. Nestes momentos de crise e
abatimento apareciam os profetas para denunciar o erro e anunciar de novo a
vontade de Deus ao povo.
Diante das falhas constantes do povo, desviados por seus líderes, os
profetas começaram a alimentar no povo uma nova esperança. Diziam que, no
futuro, a vontade de Deus seria realizada através de um novo líder, fiel e
verdadeiro, chamado Messias.
• Reflexão sobre a realidade
Interpretar a Bíblia sem olhar para a realidade da vida de ontem e de hoje,
é o mesmo que manter o sal fora da comida e a semente fora da terra. Deus quer
comunicar-se conosco através da realidade da vida. Por meio dela, Ele nos
transmite a sua mensagem de amor e de justiça.
A Bíblia foi escrita para nos ajudar a entender melhor o sentido da vida que
vivemos e a perceber a presença da Palavra de Deus dentro da nossa realidade.

(Bíblia – Livro feito em mutirão. Carlos Mesters - Paulus)

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

à Veja na linha do tempo a caminhada do povo de Deus.

Caminhada do povo de Deus

EGITO CANAÃ OU PALESTINA MESOPOTÂMIA

2000 A.C. Promessa e Aliança com Deus

1850 A.C. Abraão e Sarah partem em


Isaac direção a Canaã (os patriarcas)

1650 A.C.
Jacó
1350 A.C.
Moisés
1250 A.C. Josué Projeto de uma sociedade fraterna
Êxodo
Débora
Gedeão Juízes 21
Jefté
Sansão
1030 A.C.
Samuel

Saul Ruptura com o projeto de Deus


1000 A.C.
Davi Reis
Salomão

930 A.C. Movimentos Proféticos


Reino do Sul Reino do Norte
Miquéias Elias
Isaías Eliseu
Jeremias Amós Profetas
Oséias
720 A.C.
Invasão Assíria Diáspora
587 A.C.
Invasão Início do Judaísmo. Compilação
Babilônica dos primeiros livros: Salmos e
Provérbios

530 A.C.
Ezequiel
Reconstrução
do Templo
330 A.C. Invasão Grega Livros: Ester, Judite e Macabeus

164 A.C. Daniel Livros: Eclesiastes, Eclesiástico e


Sabedoria
63 A.C.
Tutela Romana
50 A.C.
Advento
Era Cristã
Nascimento de
Jesus

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

§ ATIVIDADES DE APROFUNDAMENTO
à Responda as questões abaixo:

1) A Bíblia é o resultado de uma longa caminhada dos homens e é fruto do amor


de Deus. Você concorda com essa afirmação? Por quê?
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

2) Os escritores da Bíblia queriam prestar um serviço aos irmãos em nome de


Deus. Que serviço foi esse? Valeu também para nós?
_________________________________________________________________
22
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

3) No Egito o povo ser uniu para se libertar da escravidão. E hoje, quais são as
organizações que trabalham em favor da libertação do povo?
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

4) O que faziam os profetas?


_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

5) Como ser profeta no mundo de hoje?


_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

6) A Bíblia é a única maneira ela qual Deus nos fala? Explique sua resposta.
_________________________________________________________________ 23
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

§ PARTILHA
O entendimento pode nascer de uma boa conversa. Para isso, precisamos ouvir e
falar. Vamos participar!

− Quais são os nossos sentimentos e descobertas sobre o tema estudado?


− Quais são os ruídos que nos impedem de ouvir com clareza a Palavra de
Deus?

§ ORAÇÃO
Tudo o que há na Bíblia foi revelado para nossa salvação. Portanto, rezemos
apresentando a Deus nossos agradecimentos, pedindo que sejamos iluminados
pela luz de sua palavra. Pai-nosso...

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

§ COMPROMISSO
Através da leitura da Bíblia podemos nos comunicar com Deus. Escreva em seu
compromisso como devemos ler a Bíblia e descobrir o que o autor quis dizer.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

24

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

CELEBRAÇÃO
A CRIAÇÃO DE DEUS

Comentarista: Confiantes no amor de Deus, que sempre nos acompanhou e


acompanha, iniciemos esta celebração agradecendo tudo o que vivenciamos
neste bimestre. Unidos em nome da Trindade, cantemos:

Em nome do Pai, em nome do Filho em nome do Espírito Santo estamos aqui.


Em nome do Pai, em nome do Filho em nome do Espírito Santo estamos aqui.
Para louvar e agradecer, bendizer e adorar, estamos aqui Senhor, ao teu dispor.
Para louvar e agradecer, bendizer e adorar, te aclamar Deus Trino de amor.

1ª voz: Durante nossas aulas percebemos o grande amor que Deus tem por nós,
desde a criação do mundo.
25
2ª voz: Dentre todas as criaturas Deus teve um cuidado especial com os seres
humanos.

Todos: Somos todos imagem e semelhança de Deus.

Música: (CD Canções para orar, nº 1).

Louvado seja meu Senhor (5x)


1. Por todas as suas criaturas, pelo sol e pela lua, pelas estrelas no
firmamento, pela água e pelo fogo.
2. Por aqueles que agora são felizes, por aqueles que agora choram, por
aqueles que agora nascem. Por aqueles que agora morrem.
3. O que dá sentido à vida é amar-te e louvar-te. Para que a nossa vida seja
sempre uma canção.

Comentarista: Ouçamos com atenção a Palavra de Deus.

Leitor: Romanos 1,19-21.

“Pois aquilo que é possível conhecer de Deus foi manifestado aos homens;
e foi o próprio Deus quem o manifestou. De fato, desde a criação do mundo, as
perfeições invisíveis de Deus, tais como o seu poder eterno e sua divindade,

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

podem ser contempladas, através da inteligência, nas obras que Ele realizou. Os
homens, portanto, não têm desculpas, porque, embora conhecendo a Deus, não o
glorificaram como Deus, nem lhe deram graças. Pelo contrário, perderam-se em
raciocínios vazios, e sua mente ficou obscurecida”.
Palavra do Senhor.

Todos: Graças a Deus.

Ø Momento para reflexão

Em silêncio, pensando nesse grande amor de Deus, cada aluno vai escrever uma
mensagem para ser, no momento oportuno, oferecida aos demais colegas.

Ø Momento de prece

3ª voz: Diante de tanta beleza, do amor de Deus por nós, deixemos nossos
corações extravasarem de alegria e gratidão, fazendo nossas preces 26
espontâneas. Responderemos a cada prece: Nós te damos graças, Senhor!

4ª voz: Que Deus de bondade acolha todos esses pedidos e os que se encontram
no íntimo de nossos corações e os transforme em bênçãos para todos nós e
nossas famílias. Orações Espontâneas.

5ª voz: Rezemos juntos a oração que o próprio Jesus nos ensinou, onde
chamamos Deus de Pai e onde nos queremos todos irmãos. Pai Nosso...

Professor(a): Neste momento em que nos daremos o abraço da paz,


entreguemos ao nosso colega a mensagem que escrevemos (enquanto isso
canta-se o Canto da Paz - LP Anuncia-me 91).

Quero te dar a paz, do meu Senhor, com muito amor. (bis)


1. Na flor vejo manifestar o poder da criação.
Nos seus lábios eu vejo estar o sorriso de um irmão.
2. Toda a vez que te abraço e aperto a tua mão.
Sinto forte o poder do amor, dentro do meu coração.
3. Deus é Pai e nos protege, Cristo é o Filho e Salvação.
Santo Espírito consolador na Trindade somos irmãos.
4. Toda a vez que eu te abraço e aperto a tua mão,

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

Sinto forte o poder do amor dentro do meu coração.

Professor(a): Nesta despedida queremos pedir as bênçãos da Mãe de Deus e


nossa, cantado Pelas Estradas da Vida. (CD Canções para orar um)

1. Pelas estradas da vida, nunca sozinho estás.


Contigo pelo caminho, Santa Maria vai.
Ó vem conosco, vem caminhar, Santa Maria vem (bis)
2. Se pelo mundo os homens, sem conhecer-te vão,
Não negues nunca a tua mão, a quem te encontrar.
3. Mesmo que digam os homens, tu nada podes mudar,
Luta por um mundo novo, de unidade e paz.
4. Se parecer tua vida inútil caminhar.
Lembra que abres caminho, outros te seguirão.

Professor(a): Ave Maria Puríssima! 27


Todos: Sem pecado concebida.

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

6º TEMA

DEUS QUER QUE COLABOREMOS NA CRIAÇÃO DO MUNDO


QUE ELE SONHOU

Cada um de nós é chamado a colaborar na obra da Criação. As nossas


qualidades são, na verdade, manifestações do Espírito de Deus que age
dentro de nós, não para nos fecharmos em nosso egoísmo, mas para nos
colocarmos a serviço da causa de Deus e do seu Reino.

Tarefas do ser humano em relação à criação

Como imagem de Deus, os seres humanos são:


a) a manifestação da glória de Deus no mundo; 28
b) os interlocutores de Deus na terra;
c) os representantes de Deus diante da criação.
Essa tríplice função dá o sentido da tarefa de “dominar a terra” e “submeter
os animais”. (Gn 1, 28)
“Dominar a terra” significa ocupar o solo para que forneça o alimento ao ser
humano e aos animais por meio dos vegetais.
“Submeter os animais” tem o sentido de ser o seu pastor, permitir a
coexistência pacífica entre os animais.
Portanto, os dois conceitos centrais da tarefa do ser humano em relação à
criação são: a vida e a paz.

(Adaptação – “Ecologia e Criação”, José Roque Jungues, pág 48)

§ ATIVIDADES DE APROFUNDAMENTO
1) Responder as seguintes questões:

a) Quais as funções que os homens devem ter para dar sentido à Criação?
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

b) O texto nos mostra que as principais tarefas do ser humano com relação à
Criação são: a vida e a paz. Escreva mais três tarefas relacionadas à Criação
que devemos procurar executar.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

2) Agora junte-se a mais um colega para ler e comentar o seguinte texto:

O Homem: criador ou destruidor? 29


No princípio Deus criou os céus e a terra. Mas depois de muitos milhões de
anos, o homem tornou-se, por fim, bastante inteligente, e disse:
– Quem é que está aqui, falando em Deus? Vou eu próprio tomar meu
futuro em minhas mãos...Na manhã do primeiro dia resolveu o homem ficar livre e
bom, belo e feliz. Não mais a imagem fiel de Deus, mas, sim, um homem...
No dia seguinte morreram os peixes nas águas das industrias, e as aves
nas emanações das fábricas químicas.
No terceiro dia secaram as ervas nos campos, porque o homem sozinho
fazia o clima...Houve apenas um erro no computador que distribuía a chuva...
No quarto dia sucumbiram três dos quatro bilhões de homens; uns de
doenças que o homem cultivou, os outros morreram de fome...
No quinto dia os últimos homens apertaram o botão vermelho, porque se
sentiram ameaçados.
O fogo envolveu o globo terrestre, arderam as montanhas, evaporaram-se
os mares, e os esqueletos de cimento armado estavam enegrecidos,
fumegantes...
No sexto dia apagou-se a luz. A poeira cinza encobriu o sol, a lua e as
estrelas.

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

No sétimo dia reinava a calma, por fim. A terra estava deserta e vazia. E as
trevas desceram sobre os despenhadeiros e abismos.

(Klaus Dessecher Tongu, Maia Izabel de Oliveira. Alegria de Viver, Vol. 5)

3) Expresse, através de desenhos, as situações abaixo:

A criação de Deus A ação do homem sobre a criação


de Deus

30

4) Deus conta conosco! Cite 4 situações em que você se sente responsável pela
conservação das obras de Deus.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

§ PARTILHA
Faça a partilha do que você percebeu através de seu desenho.

§ ATIVIDADE DE CASA
Em seu caderno de Ensino Religioso, cole uma reportagem ou entrevista sobre
um dos temas abaixo:

− A ação do homem sobre o meio ambiente.

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

− Extinção de animais.
− Poluição das águas.
− Queimadas ou desmatamentos.
− Preservação do meio ambiente.

Obs: O título desta atividade será à O homem: criador ou destruidor?

§ PARTILHA
Mostre para a turma o que você pesquisou.

§ ORAÇÃO
Silenciosamente, faça uma oração pedindo a Deus que você possa contribuir para
a construção do Reino de Deus sendo justo e solidário. Reze também a oração do
Pai-nosso. 31

§ COMPROMISSO

Você é chamado a colaborar com Deus na preservação daquilo que Ele realizou
para nós. Escreva um compromisso dizendo como você poderá colaborar
concretamente na construção do Reino de Deus.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

7º TEMA

O MUNDO QUE DEUS SONHOU


PARA MIM E MINHA FAMÍLIA

Deus nos criou para convivermos com outras pessoas e sermos felizes.
A felicidade acontece quando a pessoa esquece de si mesma e vai ao
encontro do outro.
Através da família, nós crescemos e adquirimos condições para
desenvolver o plano de Deus em nossa vida. As atitudes de respeito,
serviço, ajuda e compreensão são importantes para que haja uma boa
convivência. A convivência fraterna liberta a pessoa do egoísmo.

A família no plano de Deus 32


• Natureza da família
Ao criar o homem e a mulher, Deus instituiu a família humana. Seus
membros são pessoas iguais em dignidade. Para o bem comum de seus
membros e da sociedade, a família tem responsabilidades, direitos e deveres.
• A família cristã é
É uma comunidade de fé, de esperança e de caridade a qual podemos
chamar de igreja doméstica.
A família cristã é evangelizadora e missionária. As relações dentro da
família trazem consigo uma afinidade de sentimentos, de afetos e de interesses.
Afinidade que nasce do respeito mútuo entre as pessoas.
• A família e a sociedade
A família é a célula original da vida social. É a comunidade na qual, desde
a infância, se pode aprender os valores morais, tais como honrar a Deus e usar
corretamente a liberdade. A vida em família é a iniciação para a vida em
sociedade.
• Deveres dos membros da família
Os filhos devem a seus pais respeito, gratidão, obediência e ajuda. O
respeito filial favorece a harmonia de toda a vida familiar.

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

Os pais são os primeiros responsáveis pela educação de seus filhos na fé,


na oração e em todas as virtudes. Devem procurar atender na medida do possível
as necessidades físicas e espirituais de seus filhos.

(Catecismo da Igreja Católica – pág. 575)

§ ATIVIDADES DE APROFUNDAMENTO
1) Na família podemos vivenciar sentimentos e virtudes. Procure no caça-
palavras, 10 palavras que revelam esses sentimentos.

T Y J U K K L Ç U N I Ã O N M P N Ç
F C C O M K Ç R H J U Y C V H V M J
R S D F V E R D A D E J L Y W G A A
A G H A J K E L Ç Z X C V B N Q J M
T T R L W Q S A Z X C V B N L D K O 33
E Y U E I O P R O T E Ç Ã O Q I T R
R Z A G S D E F G J K L Ç P O A U Y
N Q W R E R I T Y U I O P Ç J L G F
I Ç P I O I T U U Y T R E W Q O S D
D M N A B V O C X A S D F F G G H J
A D A W P A C I E N C I A P Ç O I K
D C V B N H F D N J U O P Y T R S W
E Q W E R T Y Y U A M I Z A D E B M

2) Escreva sobre sua família (qualidades, pontos positivos, momentos


importantes).
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

3) Leia atentamente o texto abaixo:

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

A importância da família

O homem é um ser social. Precisa dos outros para amar e ser amado.
Ninguém consegue ser feliz sozinho. É por isso que as pessoas se unem em
família.
A família começa com duas pessoas, uma mulher e um homem. Alguns
anos mais tarde são três, quatro, cinco e até mais membros vivendo sobre o
mesmo teto.
Se a família não fosse importante sobre outros aspectos, seria ao menos
sob este: ela dá origem a seres humanos. Ela não fabrica parafusos, ela faz
gente. Leia o texto seguinte:
“Na sociedade urbana, onde a maioria das relações sociais é de natureza
impessoal, a família é um núcleo de relações sociais, afetivas, centro de vida
intima, um grupo do qual se espera, essencialmente, simpatia e auxilio mútuo”.
E não basta que os pais amem aos filhos é necessário que se amem entre 34
si também. O lar deve ser um ninho de amor. Só assim a vida tem sentido.

(CORREA, Avelino Antonio. Educação Moral e Cívica Vol. 2 Ed. Ática)

4) Responda as seguintes questões:

a) Qual a importância da família em nossa vida?


_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

b) Em que momentos eu sinto a presença de Deus na família?


_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

§ ATIVIDADES DE CASA
1) Leia o texto bíblico Mt 1,1-16 e conheça a genealogia de Jesus. Genealogia é
uma lista com os nomes dos antepassados de uma pessoa e a indicação dos
casamentos e das sucessivas gerações que a ligam a um ancestral.

2) Escreva o nome de seus familiares para construir a sua árvore genealógica.


Vale pedir ajuda para seus pais.

Você e seus irmãos

35

Familiares Paternos Familiares Maternos

3) Junto com sua família, faça a oração que se encontra a seguir.

§ PARTILHA
Faça a partilha da atividade de casa com sua turma.

§ ORAÇÃO

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

Oração pela família

Senhor,
Faze de nossa família um espaço de amor.
Que não haja entre nós amargura nem a egoísmo, porque Tu nos
animas e abençoas.

Que não haja rancor, porque Tu nos perdoas.


Que saibamos caminhar para Ti em nosso ritmo diário.
Que cada manhã seja o início de mais um dia.
Que caminhemos sob a tua luz
e que a cada noite nos encontres ainda mais unidos no amor.

Faze, Senhor, de nossos filhos o que Tu anseias.

Ajuda-nos
Que façamos do amor, um motivo para amar-te mais. 36
Que demos o melhor de nós mesmos
para sermos felizes e tornar nossos filhos felizes.
AMÉM.

§ COMPROMISSO
O que você se compromete a fazer para que sua família seja mais unida e mais
feliz? Escreva.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

8º TEMA

MINHA COLABORAÇÃO
NA ESCOLA E NA SOCIEDADE

A relação entre as pessoas e os grupos sociais (escola, família,


trabalho) dos quais participam é muito dinâmica, pois ao participarem
desses grupos recebem suas influências e também o influenciam. É
importante ter uma convivência baseada em valores como a fraternidade e
a solidariedade para a construção de uma vida melhor para todos.

O piquenique do Catapimba

Catapimba resolveu organizar um piquenique bem divertido. Convidou a


37
turma toda: o Caloca, a Mariana, Edu, Beto, Luciana, Armandinho, Valdemar...
E cada um convidou seus amigos, e os amigos dos amigos. E por fim, a
rua toda queria ir ao piquenique.
E fizeram uma grande reunião, escondido da turma do Passa-por-Cima,
que é o time de futebol da rua de baixo, que ninguém queria negócio com eles.
Combinaram de fazer o piquenique na represa, porque não era longe e
podiam ir a pé.
E o dia escolhido foi o domingo, porque ninguém tinha aula.
– Eu levo a vara de pescar, a gente pesca uns peixes – disse o Caloca.
– Eu levo umas coisas boas de comer – disse o Batata, que só pensa em
comer.
– Eu levo espeto pra fazer churrasco – disse Luciana.
Mariana queria fazer uma lista:
– Vamos tomar nota para não esquecer de nada.
– Ah, não precisa tomar nota, todo mundo sabe – disse Gabriela, que
queria mais era jogar futebol.
E o resto da turma, que também estava louca pra jogar bola, concordou
logo.

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

O dia do piquenique amanheceu de encomenda: céu azul e sol brilhante,


vento fresquinho, gostoso.
Se encontraram na pracinha. E, lá se foram contentes, carregados de
pacotes, de sacolas, de cestinhas.
De vez em quando um deles gritava:
– Olha uma borboleta azul...
E todos corriam para apanhar a borboleta.
– Olha uma taturana...
Todo mundo corria de medo da taturana.
E riam de qualquer coisa, que quando a gente está junto tudo parece
bacana.
Chegaram à represa cansados e famintos.
– Como é, pessoal, vamos abrir os pacotes?
– O que é que vocês trouxeram de bom? 38
Os pacotes foram abertos, as sacolas esvaziadas. Juntaram tudo o que
havia. E foi uma só risada.
Tinha raquetes sem bola, tinha discos sem vitrola, tinha rolo de barbante.
Tinha até uma viola, mas ninguém sabia tocar.
Alguém trouxe uma cartola, ninguém sabia pra quê. Tinha abridor de
garrafa, mas garrafas não havia.
Tinha pratos de papel, mas não tinha o que comer.
Tinha copo de papel, mas não tinha o que beber.
Tinha toalha xadrez, lanterna tinha umas três.
Tinha espeto pra churrasco, mas carne não tinha não.
Tinha toalha de mão, mas ninguém trouxe sabão.
Tinha lata de sardinha, tinha lata de palmito, tinha lata de salsicha, tinha
tudo que era lata.
Quem trouxe foi o Batata. Mas não havia abridor.
O Bruno trouxe a panela; não tinha o que cozinhar.
Tinha garfo, tinha faca, mas não tinha o que cortar.
Tinha vara de pescar, mas anzol não tinha não.
Vejam que situação!

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

Depois de muita risada veio a desanimação... A fome veio chegando, não


havia solução.
O Batata já sentia uma tremenda agonia, que ele mesmo não sabia se era
estômago ou barriga, ou se era do coração...
Gabriela reclamava, e o Catapimba já achava que era uma
esculhambação!
E foi naquele momento que surgiu a solução.
A solução foi o Barriga, beque-central do Passa-por-Cima, que apareceu,
de repente, meio sem jeito com a gente:
– Alô, pessoal! Tudo bem?
A turma do Catapimba não gostava da turma do Passa-por-Cima: ninguém
sabia direito por que, mas todos sabiam que não gostavam.
O Beto foi logo perguntando:
– Que há, hein? 39
– Pois é – disse o Barriga –, nós também estamos fazendo um piquenique
do outro lado do morrinho... Só que a gente tá com uns problemas...
Temos carne pra churrasco, mas espeto nós não temos.
Temos bola pra jogar, mas raquetes não trouxemos.
O Juca toca viola, mas esqueceu de trazer.
Temos abridor de lata, mas não sei o que vai ser, a gente não trouxe as
latas; não temos o que comer.
A Miriam trouxe a vitrola, mas discos ninguém lembrou.
Tem meia dúzia de anzóis, mas vara, ninguém pegou.
Tem macarrão pra fazer, mas ninguém trouxe panela...
Guaraná temos bastante, quem trouxe foi Manuela.
Mas abridor de garrafa ninguém lembrou de trazer.
A turma nem discutia. Cada um foi pegando suas coisas e subindo o
morrinho.
O Barriga ficou meio espantado, mas veio atrás.
A turma do Passa-por-Cima estava toda muito desanimada.

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

A primeira pessoa que percebeu o que estava acontecendo foi Miriam, que
estava muito chateada sentada junto da vitrolinha. Ela viu logo a Mariana com um
montão de discos e veio correndo ajudar a carregar.
O Flavião, que tinha trazido os anzóis, enxergou logo a vara de pescar do
Catapimba e já veio pro nosso lado, todo alegre.
O churrasco foi pro espeto, macarrão foi pra panela.
Juca tocava violão, quem cantava era Manuela.
O Catapimba e o Flavião pescavam junto à cancela.
As latas foram abertas.
O guaraná destampado. A mesa já estava pronta, estava tudo arrumado.
Jogo de raquete e bola pulando para todo lado.
E então a gente pensou: “Nem tudo é como parece. Não se pode não
gostar do que a gente nem conhece... Quem nunca comeu pipoca não sabe se
gosta ou não... Quem nunca provou mandioca não pode dar opinião... Quem vê 40
as coisas de longe nunca pode estar bem certo se aquilo é bom ou se é mau. E
assim é com as pessoas... Quando se chega mais perto, a gente vê que afinal a
turma lá da outra rua até que é muito legal!”

(“O piquenique do Catapimba” – Ruth Rocha)

§ ATIVIDADES DE APROFUNDAMENTO
1) A turma do Catapimba era unida, mas mesmo assim enfrentou alguns
problemas. Marque o que faltou.

organização alegria

respeito à opinião do outro união

2) Para o piquenique acontecer, a turma do Catapimba fez uma reunião


escondida da turma do Passa-por-Cima. Dê sua opinião sobre esse fato.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

3) Qual a solução encontrada para os problemas enfrentados pelas duas turmas?


_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

4) Agora pense na sua turma da escola. Quais as dificuldades de relacionamento


você julga acontecer? Cite duas.
_________________________________________________________________ 41
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

5) O que você sugere para solucionar estas dificuldades?


_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

6) Para terem uma boa convivência e construírem uma vida melhor para todos, a
turma do Catapimba e a turma do Passa-por-Cima experimentaram vários
sentimentos que são importantes serem cultivados por todos nós. Marque aquele
que você julgar importante.

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

altruísmo solidariedade fofoca

confiança mútua egoísmo vaidade

ética respeito afeto

compreenão dedicação paciência

7) Dos sentimentos que você marcou, destaque dois que você julga serem mais
importante para a sua vida e para o bem comum e dê uma breve justificativa.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
42
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

§ ATIVIDADE DE CASA
Ser solidário é uma forma de construir uma sociedade melhor. Complete o
acróstico mostrando o que é necessário para isso. Procure fazer junto com sua
família.

S ________________________________________________________________
O _______________________________________________________________
L ________________________________________________________________
I ________________________________________________________________
D ________________________________________________________________
Á _______________________________________________________________
R ________________________________________________________________
I _______________________________________________________________
O _______________________________________________________________

§ PARTILHA

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

Ao partilhar algo com as pessoas, todos saem ganhando. A turma do Catapimba


e a turma do Passa-por-cima viveram esses sentimentos. Agora chegou a hora de
você dividir com seus colegas o que aprendeu com esse tema.

§ ORAÇÃO
Faça a leitura silenciosa do texto bíblico Mt 5, 1-12. Em seguida, escreva o
versículo que mais lhe tocou e peça a Deus que o ajude a vivê-lo.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
43
§ COMPROMISSO
No Brasil, na sua cidade, na sua escola, várias pessoas estão comprometidas a
fazer o bem. Cite o nome de três pessoas. E qual é a sua contribuição para fazer
um mundo melhor? Escreva seu compromisso.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

CELEBRAÇÃO
ESTAMOS COM DEUS, CONSTRUINDO A HISTÓRIA

Ambiente: Cruz, vela, Bíblia, flores e uma caixa para a coleta.


Acolhida: Por conta do professor.
Música: (CD Canções para orar, nº 1).

Louvado seja meu Senhor (5x)


1. Por todas as suas criaturas, pelo sol e pela lua, pelas estrelas no
firmamento, pela água e pelo fogo.
2. Por aqueles que agora são felizes, por aqueles que agora choram, por
aqueles que agora nascem. Por aqueles que agora morrem.
3. O que dá sentido à vida é amar-te e louvar-te. Para que a nossa vida seja
sempre uma canção.
44
1ª voz: Estamos reunidos como irmãos que acreditam e lutam por uma sociedade
mais justa e fraterna.

2ª voz: Somos chamados a construir uma vida mais digna para todos. Porém,
sabemos que existem atitudes de construção de morte em nossa realidade e em
tudo o que fazemos.

3ª voz: Pensemos em nossas atitudes de morte e de vida e peçamos perdão.

(pausa)

Música: Piedade, Piedade, piedade de nós (bis)

4ª voz: Ouçamos com atenção a Palavra de Deus:

Um homem ia descendo de Jerusalém para Jericó, e caiu nas mãos de


assaltantes, que lhe arrancaram tudo, e o espancaram. Depois foram embora, e o
deixaram quase morto.
Por acaso um sacerdote estava descendo por aquele caminho; quando viu
o homem,passou adiante, pelo outro lado. O mesmo aconteceu com um levita:
Chegou ao lugar, viu, e passou adiante, pelo outro lado. Mas um samaritano, que
estava viajando, chegou perto dele, viu, e teve compaixão. Aproximou-se dele e
fez curativos, derramando óleo e vinho nas feridas.

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

Depois colocou o homem em seu próprio animal. E o levou a uma pensão


recomendando: ‘Tomem conta dele. Quando eu voltar, vou pagar o que ele tiver
gasto e mais’. E Jesus perguntou: “Na sua opinião, qual dos três foi o próximo do
homem que caiu nas mãos do assaltante?
O especialista de leis respondeu: “Aquele que praticou misericórdia para
com ele”. Então Jesus lhe disse: “Vá, e faça a mesma coisa”.
Palavra da Salvação.

Todos: Graças a Deus.

(Momento para a Reflexão)

1ª voz: Rezemos juntos pedindo a Deus Pai que ilumine e proteja a todos nós e
aqueles que colaboraram comprometendo-se com os irmãos e com a vida.

2ª voz: Por todos aqueles que estão dispostos a transformar o mundo em lugar
agradável para se viver. 45
Todos: Fazei de nós fonte de vida e de esperança.

3ª voz: Para que as nossas atitudes sejam de colaboração e de solidariedade.

Todos: Fazei de nós fonte de vida e de esperança

4ª voz: Para que todos saibamos partilhar a alegria, atenção, amor, paz no meio
em que vivemos.

Todos: Fazei de nós fonte de vida e de esperança

Professor(a): Durante as nossas aulas vivenciamos muitos valores.


Apresentemos nossas ofertas como partilha para o irmão necessitado.

(Enquanto se canta os alunos colocarão numa caixa a sua oferta)

Música: De mãos estendidas.

1ª voz: Encerramos esta celebração reafirmando a nossa intenção de ser um


sinal de esperança para o mundo, vivendo como Jesus viveu, rezemos juntos de
mãos dadas: Pai Nosso....

Canto Final: Maria de Nazaré.

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

9º TEMA

A RELAÇÃO DE JESUS
COM O PAI E O ESPÍRITO SANTO

Deus só se revela plenamente por meio de Jesus de Nazaré. É o


mistério da união da natureza divina e da natureza humana na única pessoa
do Filho para realizar o plano do Pai.
Neste tema, vamos ver bem claro as três pessoas da Santíssima
Trindade.
ü O Pai que nos criou e nos deu a vida porque nos ama.
ü O Filho, aquele que nasceu de Maria, em Belém, e nos ensinou o amor
do Pai.
ü Espírito Santo, que nos ilumina e nos dá força para caminharmos no
bem, em direção ao Deus Pai. 46
Assim, como se juntássemos três velas elas formariam uma só chama,
as três pessoas da Santíssima Trindade formam um só Deus.

O Filho revela o Pai

Deus só se revela plenamente por meio de Jesus de Nazaré, como


podemos ler no Novo Testamento. Ali encontramos um Deus-Amor que:

− É misericordioso, portanto não castiga;


− Está no interior das pessoas, portanto não é um Deus distante;
− Vem em nosso auxilio, portanto não age como Juiz;
− Promove o homem e a mulher, sem dominá-los.

O Deus que Jesus anunciou pode ser definido de várias maneiras, como
veremos a seguir:
• Deus é Pai que se comunica com os filhos
Deus quer se fazer se conhecer, para que possamos participar da sua
realidade, do seu projeto, que é a possibilidade de virmos a ser cada vez mais
parecidos com ele, através de Jesus.
• Deus é amor

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

O culto a esse Deus-Amor deve ser demonstrado com atitudes reais, com o
próprio viver, isto é, na prática do amor fiel que nos faz crescer e nos tornar
semelhantes ao Pai.
Devemos aprender com ele a amar de forma gratuita, sem esperar
recompensa, e com a mesma intensidade com que ele nos amou.
É no amor que nos tornamos semelhantes ao Pai, e é na medida do nosso
amor que somos reconhecidos, ou não, como seus discípulos.
• Deus é bondade infinita
Foi Deus quem nos amou primeiro e não nos amou porque somos bons e
sim porque ele por si só é bom. Ele faz o sol nascer sobre maus e bons, e a
chuva cair sobre justos e injustos.
• Deus é nossa fortaleza
Conhecendo as nossas fraquezas, Deus nos fortalece, enviando-nos a
força de seu “Espírito”. Se permitirmos, esse Espírito estará sempre conosco e 47
nos dará a possibilidade de participar da vida e do amor do próprio Deus, que, por
meio de Jesus, se comunica com aqueles que se dispõem a recebê-lo. Essa
opção é de cada um de nós.
• Deus é perdão
Jesus enfatizou que devemos perdoar sempre. Em Deus não há rancor
nem vingança. Precisamos aprender isso com ele, urgentemente, pois vingança
gera vingança e só o perdão e o amor podem romper a cadeia de violência.

(OLIVEIRA TONGU, de Maria Izabel - Alegria de Viver - vol. 5 – Ed. Moderna)

§ ATIVIDADES DE APROFUNDAMENTO
1) Utilizando as letras da palavra AMOR, escreva outros valores que nos fazem
crescer e nos tornar semelhantes ao Pai.

A _______________________________________________________________
M _______________________________________________________________
O _______________________________________________________________
R _______________________________________________________________

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

2) Pesquisar na Bíblia para descobrir qual a qualidade de Deus relacionada em


cada texto.

Lucas 11, 10 xxxxxxxxx

_____________________ _____________________

Lucas 6, 40 1 Jo 1, 5

_____________________ _____________________

3) Quando fazemos o sinal da cruz, lembramos as três pessoas da Santíssima


Trindade. Nós somos batizados em nome das três pessoas.
à Leia o texto bíblico Mt 28, 19-20 e escreva o que você entendeu.
_________________________________________________________________ 48
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

§ PARTILHA
Esse é o momento da partilha. Podemos aprender com a vivência e a experiência
do outro. Vamos participar contando o que aprendemos através do tema.

§ ORAÇÃO
Silenciosamente, faça esta oração.

Creio que Deus “É” AMOR.


“É” FAMILIA. Pai, Filho, Espírito Santo
três pessoas tão unidas pelo AMOR que são apenas UM.
Creio que Deus é felicidade infinita
Porque é AMOR infinito.

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

Creio que Deus amou tanto o mundo que enviou o seu Filho ao mundo
E que assim o AMOR infinito em Maria tomou ROSTO DE HOMEM
Corpo de homem, Coração de Homem JESUS DE NAZARÉ,
Trinta e três anos de vida instalada no centro
Da história humana, e recobrindo-a toda.

Creio que Espírito de Jesus, O ESPÍRITO SANTO, é SOPRO DE AMOR


Que vem ao encontro do homem – livre –
Liberdade que a ele se pode abrir para acolhê-lo,
deixar-se invadir por ele, atravessar por ele e ser enviado aos outros.
SOPRO DE AMOR que une o homem ao homem,
Os homens aos homens e ao universo, e que constrói o “Reino do Pai”.
Reino de AMOR enraizado no hoje da História humana,
para desabrochar amanhã no AMOR TRINITÁRIO.
...por isso, meu caro, que eu creio que com Jesus Cristo, 49
em Jesus Cristo, viver é amar sob o sopro do Espírito,
e creio que o AMOR não pode morrer, porque vem de
DEUS E VOLTA PARA DEUS.

(Michel Quoist)

§ COMPROMISSO
Jesus, o modelo que devemos seguir, veio para nos trazer vida nova. Aceitá-lo
significa comprometer-se, mudar de vida.
Pense e escreva no seu compromisso o que você faz que reflete o modelo de
vida que Jesus veio ensinar.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

10º TEMA

A RELAÇÃO DE JESUS COM MARIA

Nossa Senhora abriu o seu coração e a sua vida para Deus e assumiu a
grande missão de gerar e cuidar de Jesus. Ela é nossa companheira no
caminho para o Pai.
A mãe de Jesus é o nosso melhor modelo de vida cristã. Olhando para
sua vida e suas atitudes, aprendemos a ser fiéis a Deus e amorosos com
nossos irmãos.

Maria, modelo da esperança

50
Maria, a mãe de Jesus Cristo, a cabeça da Igreja, é nossa mãe também,
pois todos somos membros do corpo de Cristo. Essa maternidade de Maria em
relação a nós começou quando recebeu Cristo em seu seio puríssimo e foi
confirmada por Cristo no alto da cruz, quando Ele mesmo a deu como mãe de
todos nós ao apóstolo João, que ali representava a humanidade inteira (Jo 19, 25-
27).
Concebendo a Cristo, gerando-o, alimentando-o, apresentando-o no
Templo ao Pai, sofrendo com seu filho que morria na cruz, ela cooperou de modo
muito especial – pela obediência, pela fé, pela esperança e pela caridade – na
obra do Salvador.
Como mãe, apresenta-se diante dos homens como porta-voz da vontade
do Filho, como quem indica o que é importante cumprir, descrito no episódio das
Bodas de Caná (Jo 2, 1-2), manifestando sua solicitude e amor pelos homens.
o
(Revista “Cavaleiro da Imaculada” n 15 – 1998)

§ ATIVIDADES DE APROFUNDAMENTO
1) Responda as questões.

a) Qual foi o gesto de Maria, na Bodas de Caná, em favor dos convidados?

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

b) Que atitudes de Maria você considera importante procurar imitar e viver?


_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

2) Observe os códigos e decifre a mensagem: 51

¢-A ©-S Ì-I •-O ®-L


£-M ª-U ð-D Ù-T Ð-F
§-E ˜-N ¸-J º-R

a) _______________________________________________________________
£¢ºÌ¢, £¢§ 𧠸§©ª© § ˜•©©¢.

b) _______________________________________________________________
£¢ºÌ¢, £•ð§®• ð§ Ч.

3) Pense no que diz esta Canção sobre Maria. Depois sublinhe as frases que
correspondem aos textos bíblicos citados abaixo.

Lucas 1,52 _______________


Lucas 1, 38 ..............................
João 2 ,3 __________
João 19,26-27

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

Imaculada, Maria do Povo

Imaculada, Maria de Deus,


Coração pobre acolhendo Jesus!
Imaculada Maria do povo
Mãe dos aflitos que estão junto à cruz!

Um coração que era Sim para a vida,


Um coração que era Sim para o irmão
Um coração que era Sim para Deus,
Reino de Deus renovando este chão!

Olhos abertos pra sede do povo,


Passo bem firme que o medo desterra,
Mãos estendidas que os tronos renegam,
Reino de Deus que renova esta terra! 52
Faça-se, ó Pai, vossa plena vontade;
Que os nossos passos se tornem memória
Do amor fiel que Maria gerou:
Reino de Deus atuando na história.

§ ATIVIDADE DE CASA
Nossa Senhora tem manifestado seu grande carinho por todos nós. As pessoas
homenageiam Maria com títulos variados e muito bonitos, e todos esses títulos
são formas simples de proclamarmos que ela é bem-aventurada.

à Pesquise10 títulos Marianos e escolha um para contar a sua história.

§ PARTILHA
Maria ouviu com atenção a mensagem de Deus. Acolha com carinho e atenção as
descobertas e os sentimentos de seus colegas sobre este tema. Partilhe você
também.

§ ORAÇÃO

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

Faça esta oração junto com a turma:

A vossa proteção recorremos Santa Mãe de Deus.


Não desprezeis as nossas súplicas em nossas necessidades,
Mas livrai-nos sempre de todos os perigos,
Ó Virgem gloriosa e bendita.

§ COMPROMISSO
O amor que nos é oferecido por Maria nos dá a segurança de caminhar na fé e na
paz. Que ação concreta você se compromete a assumir para ajudar o outro? 53
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

11º TEMA

A RELAÇÃO DE JESUS COM OS IRMÃOS

Estamos vivendo um período no qual se fala muito da necessidade de


amar e ser amado, enquanto corremos em busca de paz, harmonia e do
bem-estar de todos.
Os seguidores de Jesus Cristo devem amar da mesma forma do Mestre:
“Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração e ao próximo como a ti
mesmo”.
Esse foi o modo de Cristo expressar seu amor por todos nós e este é o
modo que devemos expressar nosso amor aos semelhantes.

O compromisso de Jesus
54
Jesus Cristo nos amou tanto que nos deu a liberdade de chamar Deus de
Pai. Nos ensina que podemos viver como Ele, colocando em prática o que disse:
“Amai-vos uns aos outros como eu vos amei” (Jo 15, 12). Esta é a mensagem
principal do Evangelho. Viver este amor é procurar realizar justiça e fraternidade.
Jesus conhecia e amava o seu povo. Conhecer e amar é lutar contra tudo
que impede o homem de ser livre, de ver no seu rosto a figura de Jesus.
A mensagem de Jesus nos ensina a acolher as pessoas, servir o nosso
irmão e colocar em prática os dons que Deus nos deu.
Veja como aconteceu com Marta e Maria:

Enquanto caminhava, Jesus entrou num povoado, e certa mulher, de nome


Marta, o recebeu em sua casa. Sua irmã chamada Maria, sentou-se aos pés
do Senhor, e ficou escutando a sua palavra. Marta estava ocupada com
muitos afazeres. Aproximou-se e falou: “Senhor, não te importa que minha
irmã me deixe sozinha com todo serviço? Manda que ela venha ajudar-me!”
O Senhor, porém respondeu: “Marta, Marta! Você se preocupa e anda
agitada com muitas coisas; porém, uma só coisa é necessária, Maria
escolheu a melhor parte, e esta não lhe será tirada”.
(Lucas 10,38-42)

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

§ ATIVIDADES DE APROFUNDAMENTO
1) Coloque em ordem as palavras de Jesus e escreva a mensagem. Pense no
seu significado.

1 AQUELE 14 SEM 18 PODEM 15 MIM 9 ESSE

10 PRODUZ 20 NADA 19 FAZER 3 PERMANECE 11 MUITO

16 VOCÊS 12 FRUTO 17 NÃO 8 NELE 7 EU

5 MIM 6 E 2 QUE 4 EM 13 PORQUE

_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

2) O maior mandamento de Jesus é: “Amar uns aos outros como Ele nos ama”.
55
Cite três momentos da vida de Jesus em que Ele demonstra amor aos irmãos.

3) Escreva 4 atitudes que demonstram o seu amor para com o próximo.

1. _______________________________________________________________
2. _______________________________________________________________
3. _______________________________________________________________
4. _______________________________________________________________

4) Procure no caça-palavras 10 palavras que ajudam as pessoas na convivência e


partilha de vida.

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

.
S Q W E E R T F I D E L L I O Ã D R E P
S O L D A O V E R D A D E A S Ã E W D R
A Z L Z X C V V B N Ã K Õ S D O Q W A E
M P O I I U Y T R R E W W O Ç L K J D Q
T Q W E D W E R T Y C Q W Ã E H L Ç N W
R A S D F A M I Z A D E Ç Ç Ã U A S O A

A A A A G A R A R T E L S A A M A S B S
L C Q S E A S I A S D F G C G I J K L E
I B N S L D N D E H R H N I E L A I M E
D M W F A H P R O D F E I N S D S O R T
D Ç A M O R Q W E R A E R U W A T L O Y
F K T W Y P O I U R S D T M E D R K R U
G J Y E I A S D F F G G E O R E D J A O
H H Y R U Q W E R R T T G C T A S H F P 56
J J K L Ç A I R G E L A A S D F G H J J

5) De acordo com o texto bíblico que foi lido (Lc 10, 38-42), Marta e Maria
acolheram Jesus de maneiras diferentes.

a) Faça uma ilustração mostrando como Marta e Maria receberam Jesus.

Marta Maria

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

b) No texto, Jesus diz: “Maria escolheu a melhor parte”. Escreva o que você
entendeu sobre essa passagem bíblica.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

§ PARTILHA
O 11º tema traz leitura, caça-palavras e um texto bíblico para ajudá-lo a refletir e a
crescer. Agora é a hora da nossa conversa, da nossa partilha; momento muito
importante do nosso tema. Vamos participar!
57
- O que você aprendeu com esse tema?
- Como você tem se relacionado: com Jesus, com seus amigos, com aqueles
que não são tão amigos, com sua família.
- Você percebe o projeto de Jesus na sua vida? Como?

§ ORAÇÃO
Chegou o momento da nossa oração. Apresentemos a Deus-Pai, com muita
confiança, os nossos pedidos e agradecimentos.

§ COMPROMISSO
Escreva uma ação concreta em que você viva o mandamento do amor: “Amai-vos
uns aos outros como eu vos amei”.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

12º TEMA

MORTE E RESSURREIÇÃO DE JESUS

A ressurreição de Jesus Cristo é a grande e a única resposta para


todas as alegrias e tristezas, para todos os encontros e desencontros
cotidianos da vida das pessoas e do mundo.
Cristo assumiu sua missão em favor da libertação da humanidade e nos
trouxe a esperança de uma vida nova.

Com os olhos da fé

É inegável a importância e a beleza dos olhos: são considerados a luz do


corpo e as janelas do mundo interior (alma).
O olhar expressa os pensamentos, os desejos e as opiniões. Os olhos nos
58
fazem apreciar as maravilhas da criação, saídas das mãos de Deus.
Tão importante são os olhos que o próprio Deus se tornou visível em Jesus
de Nazaré. Mas os olhos, mesmos com potentes lentes, padecem de uma
cegueira irreparável. O essencial lhes escapa, pois o olhar humano detém-se na
aparência. Aqui entra em cena a fé, que nos permite ver o que é a essência, o
sentido da vida. A fé está para o coração, como a luz para os olhos.
Para os discípulos de Jesus foi necessário usar os olhos da fé para
contemplar, no crucificado, o vitorioso, que atravessou a espessa cortina do
túmulo e passou da morte para a vida.
Os olhos dos discípulos só se abriram quando foram agraciados pela fé
verdadeira que brotou do encontro com o Senhor que anunciou-lhes a paz e o
sopro do Espírito Santo.
A fim de nos proporcionar a experiência de fé e não a ilusão de um milagre,
os evangelistas deixaram escrito o testemunho dos apóstolos, o esforço dos
primeiros cristãos em viver a fé, assíduos ao ensinamento dos apóstolos, na
solidariedade, na fração do pão e nas orações.
A constância nestes gestos os fazia enxergar a presença de Cristo em
meio à comunidade. E a recompensa para nós, que vemos com os olhos da fé,

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

que amamos o Cristo e nele cremos sem que o tenhamos visto, é a vida e a
salvação.

(Adaptação – Revista “Família Cristã” – março 2002)

§ ATIVIDADES DE APROFUNDAMENTO
1) A última ceia de Jesus tem muitos significados.

a) Relacione os significados com as palavras pronunciadas por Jesus.

Amor Tomai e comei


Alimento Deu graças
Sacrifício Fazei isto em minha memória
Ação de graças É o meu sangue derramado por vós
Presença permanente Para o perdão dos pecados
59
b) Ilustre a última ceia de Jesus com os apóstolos.

2) Leia o texto bíblico Mc 16, 1-8 para responder as perguntas.

Foram ao sepulcro de Jesus:

Quando?_________________________________________________________

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

Quem?___________________________________________________________
Para que?________________________________________________________
O que viram?______________________________________________________
O que encontraram?________________________________________________
Que reação tiveram?________________________________________________

3) Complete o texto com as palavras do quadro:

VÊEM SEMPRE BOA-NOVA FÉ CRÊEM CREMOS

Quando Jesus apareceu aos onze discípulos censurou a sua falta de _________.
Disse a um dos discípulos: “Felizes o que não ________ e contudo, __________”.
Depois que os enviou a pregar a _______________ Jesus vive para __________.
Não o vemos, mas _______________ nele.
60
4) Agora você é um detetive. Desvende a mensagem da carta enigmática:

Α -A ϕ -B Χ -C γ -D Ε -E Φ -F Γ -G
Η -H Ι -I ϑ -J Κ -K Λ -L Μ -M Ν -N
Ο -O Π -P φ -Q Ρ -R Σ -S Τ -T τ -U
ς -V Ω -W ξ -X α -Y Ζ -Z

Α ΠΡΟΠΟΣΤΑ γΕ ςΙγΑ ΝΟςΑ φτΕ ϑΕΣτΣ ςΕΙΟ


ΤΡΑΖΕΡ ϕΡΟΤΑ γΕ γτΑΣ ΑΤΙΤτγΕΣ: ΜΟΡΡΕΡ
ΠΑΡΑ ΣΙ Ε ΡΕΣΣτΣΧΙΤΑΡ ΠΑΡΑ γΕτΣ, ΠΡΕΣΕΝΤΕ ΝΟΣ ΙΡΜΑΟΣ.
ΕΣΤΑ Ε Α ΓΡΑΧΑ γΑ ΡΕΣΣτΡΡΕΙΧΑΟ. ΡΕΧΕϕΕ-ΛΑ
γΕ ΜΑΟΣ Ε ΧΟΡΑΧΑΟ ΑϕΕΡΤΟΣ γΕΠΕΝγΕ γΕ
ΧΑγΑ τΜ.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

§ PARTILHA
Na última ceia, Jesus partilhou o pão e o vinho com os apóstolos. Eles estavam
unidos. Devemos seguir o exemplo de Jesus e partilhar a nossa amizade, a nossa
vida, com o outro.
à Faça a partilha de suas descobertas sobre o tema estudado.

§ ORAÇÃO

− Com toda a confiança vamos colocar em comum os nossos bons desejos.


Vamos rezar uns pelos outros, pela vida e pela paz (preces espontâneas e ao
final de cada prece responder “Senhor, escutai a nossa prece!”). 61
− Vamos entregar as nossas orações ao Pai rezando todos juntos a oração que
Jesus nos ensinou. Pai-nosso...

§ COMPROMISSO
Jesus nos deixou este mandamento: “Amai-vos uns aos outros como eu vos
amei”. Procurar fazer a experiência de sinceramente ver Cristo no outro. Escreva
como foi fazer essa experiência.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

CELEBRAÇÃO
PARA VIVER É PRECISO CONVIVER

Ambiente: outro local preparado para a partilha.

Canto Inicial: Em nome do Pai, Em nome do Filho, em nome do Espírito Santo.

Professor(a): Confiantes no amor de Deus, que sempre nos acompanha, vamos


com alegria agradecer e celebrar tudo o que vivemos neste bimestre.

Todos: Obrigado Senhor, por tudo o que aprendemos nesta etapa.

1ª voz: Conhecemos mais sobre Jesus, seu relacionamento com Maria, com os
homens e com Deus Pai.

2ª voz: O amor, a paz, o perdão a fraternidade e o acolhimento eram os


instrumentos de Jesus.
62
Todos: Eu dou a vocês um mandamento novo: Amem-se uns aos outros. Assim
como eu amei vocês.

1ª voz: A morte de Jesus abre a passagem para o Pai e testemunha o amor


supremo que mostra o sentido de toda a sua vida.

2ª voz: O gesto de Jesus é ensinamento. A autoridade só pode ser entendida


como função de serviço aos outros.

Todos: Em Jesus, Deus se faz presente no homem.

1ª voz: Jesus morre por toda a humanidade, porém não permanece morto. Ele
ressuscitou ao terceiro dia e vive entre nós.

Leitura: Lucas 24, 13 35.

(momento para a reflexão e partilha)

Canto: O professor escolhe um canto relacionado ao tema.

Professor(a): Rezemos juntos a oração do amor. Pai-nosso.....

Observação: Concluir a celebração fazendo a partilha do lanche e a troca das mensagens.

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

13º TEMA

OS QUE SEGUEM JESUS

Jesus deixa os seus discípulos. Ele sobe aos céus, volta para junto de
Deus.
Os discípulos, de início, ficaram confusos, sem saber o que fazer. Foi
preciso uma mensagem de Deus (os anjos) para lembrar-lhes que não
adiantava ficar olhando para o céu.
Uma missão os esperava, aquela que Jesus tinha confiado: “Sereis
minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e até os confins da
terra” (At. 1, 8).

As primeiras comunidades cristãs


63
As primeiras comunidades cristãs cresceram e foram semente de uma
transformação que mudou as pessoas e a sociedade. Isso se fazia pelo
acolhimento da Palavra, pela ação do Espírito Santo em quem pregava e em
quem ouvia.
Tiravam a sua força para perseverar de quatro fatores importantes: o
ensinamento dos apóstolos, a comunhão fraterna vivida entre eles, a fração do
pão e a constância na oração. Cresciam dia-a-dia nesses quatro caminhos
entrelaçados. São caminhos de exemplo para as comunidades cristãs vividas
ainda hoje.
A partilha de bens materiais naquelas comunidades era feita com amor e
fé. Não havia discordância entre o anúncio do evangelho, a ação social e a união
do grupo. Era tudo parte da mesma necessidade de viver concretamente o
Evangelho e de fazer da comunidade um retrato vivo da proposta de Jesus.
Para que as comunidades pudessem viver esse ideal de comunhão era
necessário um grande respeito mútuo e a valorização dos dons de cada um.
Compreenderam que não era possível anunciar a ressurreição de Jesus sem se
colocar a serviço da vida. Perceberam que a comunhão com o “Corpo de Cristo”,
na Eucaristia, centro da vida da Igreja que anciã, exigia a comunhão de pão com

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

os necessitados, seguindo o projeto de Cristo que sempre colocou o serviço


prestado aos pobres como sinal autêntico de amor a Deus.

(Adaptado do “Roteiro de Estudos dos Atos dos Apóstolos” - nº 2 )

§ ATIVIDADES DE APROFUNDAMENTO
1) Leia o texto At. 2, 42-47 e cite quatro características da primeira comunidade
cristã.

64
2) Escolha uma das características do exercício anterior e escreva o que você
entende sobre ela.
__________________________________
__________________________________
__________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

3) Os primeiros cristãos procuravam viver em comunhão. O amor de Jesus os


reunia a ponto de formarem uma unidade, onde todos eram solidários e
responsáveis por todos.
à Resolva a cruzadinha e descubra a palavra na vertical.

a) Aquele que acredita em Cristo.


b) Era formada pelos primeiros cristãos que procuravam viver em comunhão.
c) Jesus veio para nos ensinar a viver o...
d) Corpo e sangue de Cristo.
e) Conservar-se firme e constante na fé em Jesus.
f) Repartição de bens.

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

g) Prece, súplica, momento para dialogar com Deus.


h) Os primeiros a receber de Jesus a missão de anunciar o Evangelho.

a)
b)
c)
d)
e)
f)
g)
h)

4) As primeiras comunidades procuravam viver unidas em comunhão, em oração


(uns orando pelos outros) e no serviço fraterno. Você também é chamado a viver
65
assim. Escreva como você tem procurado viver essa comunhão.

Na família Na escola

_____________________________ _____________________________
_____________________________ _____________________________
_____________________________ _____________________________
_____________________________ _____________________________
_____________________________ _____________________________
_____________________________ _____________________________

§ PARTILHA
“Os cristãos tinham tudo em comum”. Junte-se a um colega e converse sobre
situações de partilha que vocês já vivenciaram. Pode ser partilha de
conhecimento, de afeto, de trabalho...

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

à Como você se sente quando está com um grupo ou uma pessoa que cria
comunhão de verdade com você? Após esse momento, conte para a turma o que
vocês partilharam.
§ ORAÇÃO
Faça essa oração:

Senhor, purifica o nosso coração para acolhermos Tua Palavra com


sinceridade.
Ajuda-nos a viver na verdade, gerando confiança em quem convive
conosco e semeando um clima de afeto que dê sabor alegre a vida.
Perdoa nossas fraquezas e ampara-nos para que encontremos no Teu
perdão generoso, um motivo a mais para querermos ser honestos, dignos de confiança,
membros construtivos da comunidade.
Que a nossa vida seja sinal de partilha e dons com alegria e sem vaidade.
Amém!

66
§ COMPROMISSO
Aqueles que procuravam viver em comunhão, que partilham o pão e as orações,
selaram um compromisso com Jesus. Escreva em seu compromisso o que você
vai procurar viver e fazer para ser sinal de comunhão fraterna nos ambientes que
você vive (família, escola...).
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

14º TEMA

OS QUE TRABALHAM A FAVOR DA VIDA

A história do relacionamento da Igreja com os pobres vem desde o


começo. As primeiras comunidades perceberam que para cumprir
verdadeiramente a proposta de Jesus exigia-se a partilha do pão com os
mais necessitados e o socorro a todo tipo de padecimento humano.
Naqueles primeiros tempos, entre outras coisas, a coragem era
necessária porque havia perseguição.
Hoje temos liberdade para anunciar Jesus, mas continuamos
precisando de coragem para viver de acordo com aquilo que anunciamos.
Jesus conta conosco!

Os dons colocados a serviço 67


A profissão de cada um é uma das maneiras onde podemos desenvolver
os dons. Esses dons servem, é claro, para garantir a sobrevivência da própria
pessoa, mas são também maneiras qualificadas de se prestar serviço voluntário,
na Igreja, na vizinhança, nas creches ou asilos. Todo serviço profissional honesto
e útil à comunidade é um dom precioso.
Existem pessoas necessitadas de redescobrirem a alegria de viver, há
vidas impedidas de crescer, talentos sem condição de se desenvolver. Pessoas
como: Madre Teresa, Irmã Dulce, Dom Helder Câmara, Betinho, entre outras, são
exemplos de discípulos de Cristo por estimular talentos, ressuscitar esperanças e
trazer à vida social os excluídos.
A solidariedade faz parte do jeito cristão de ser, dentro e fora da Igreja. O
nosso comportamento no dia-a-dia deve ser guiado pela caridade para que todos
possam dar ao mundo o testemunho de um modo novo de viver.
Nas suas ações, Jesus sempre teve um cuidado especial com os
necessitados. Para Ele, a partilha e a solidariedade são maneiras de mostrar
sinceridade no compromisso com Deus. Lembre-se: Jesus conta com você para
cumprir esse compromisso.

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

§ ATIVIDADES DE APROFUNDAMENTO
& O apóstolo Paulo apresenta o trabalho como um meio de ajudar os mais
fracos. Vejamos o que ele nos diz através do texto bíblico:

“De todos os modos eu vos mostrei que, trabalhando assim, devemos ajudar os mais
fracos, lembrando as palavras do Senhor Jesus que disse: ‘Há mais felicidade em
dar do que em receber. ’” (At 20, 35)

1) Em nossa realidade, quem são “os fracos” pelos quais devemos trabalhar?
Represente através de desenhos, escrevendo quem são eles.

68

_____________________________ _____________________________

_____________________________ _____________________________

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

2) Imagine que alguém quisesse fazer um remédio para curar os males e ofensas
que as pessoas sofrem. Assinale os ingredientes que você escolheria para fazer
parte da fórmula e sugira a porcentagem de cada um.

INGREDIENTES PORCENTAGEM
Ressentimento
Compreensão
Raiva
REMÉDIO

Desejo de paz
Solidariedade
Vaidade
Capacidade de perdoar
Amor ao próximo
Inveja 69
Partilha

3) Junte-se com 4 colegas para elaborar três maneiras de servir ou ajudar os mais
necessitados.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

4) Em plenário, as opiniões de cada grupo serão combinadas para formar uma


única lista sem repetições. Essa lista poderá ser fixada no mural da sala.

§ ATIVIDADE DE CASA
Faça uma pesquisa sobre duas pessoas que trabalham em favor dos mais
necessitados.

− A quem essas pessoas atendem?


− Esse trabalho traz algum benefício para a sociedade?
− Onde e como é desenvolvido?

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

§ PARTILHA
Chegou a hora da partilha! Reflita sobre a questão a seguir para depois partilhar
as suas descobertas e sentimentos.
− O estudo deste tema nos mostrou a importância de nos colocarmos a serviço
da vida. O que tenho feito para ser solidário diante daqueles que precisam?

§ ORAÇÃO
Fazer a leitura de cada um dos itens da lista formada na atividade 4. A cada item
lido, todos respondem: “Jesus foi servidor, nós também queremos estar a serviço
de Deus e dos irmãos”. No final rezar a oração do Pai-nosso.

§ COMPROMISSO

70
Escreva em seu compromisso o que você pode fazer para procurar servir em
casa ou na escola.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

15º TEMA

OS QUE LOUVAM E AGRADECEM A DEUS

Ser grato é reconhecer tudo de bom que Deus fez por nós. Devemos
então louvar e glorificar a Deus por esse imenso amor.
Quem agradece e louva o Criador está sendo provocado a descobrir o
que há de bom na natureza, nos acontecimentos e nas pessoas.

Louvor: Expressão de agradecimento

A oração de petição concentra-se no EU humano, enquanto a oração de


louvor tem com o centro o DIVINO. Isso não quer dizer que o Eu humano
desaparece quando rezamos assim, mas, que o Nome Deus se engrandece e nós
71
reconhecemos nossa petição de criatura.
Louvar a Deus é um ato de se realizar em vários momentos: começamos
por contemplar a Deus e no que Ele é e no que Ele faz em seu amor, sob a ação
do Espírito Santo que se revela na sua misericórdia, que envolve desde o átomo,
infinitamente pequeno, até o imensamente grande e distante das constelações,
passando pelas maravilhas em cada vida humana.
A verdadeira oração de louvor permite que o Espírito Santo fale em nós.
Isto foi o que o Espírito Santo produziu em Zacarias, Isabel, Simeão, Maria
quando, preenchendo seus corações levou-os a proclamarem os hinos
maravilhosos que lemos no Evangelho de São Lucas. O mesmo aconteceu
quando, em Pentecostes, o Espírito Santo veio sobre os apóstolos e os levou a
prorromperem em línguas e profecias, proclamando igualmente a grandeza de
Deus.
Hoje necessitamos deste mesmo Espírito não só para que a nossa voz se
identifique com a de Cristo, mas também para que a nossa vida se converta num
canto para o louvor ao Pai.
Essa forma de oração é uma maneira privilegiada de nos introduzir na
presença de Deus e no Mistério de Seu Amor. Por isso plagiando os discípulos de

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

Emaús, cada manhã, é bom dizer a Jesus: “Senhor fica conosco, já vai
amanhecer e vou de novo à luta, passando do trabalho ao descanso. Envia
Senhor, o teu Espírito Santo sobre mim, para que plenifique o meu coração e faça
brotar dele no dia de hoje hinos de gratidão. Amém”!

(Brasil Cristão Nº 64 Novembro de 2002)

§ ATIVIDADES DE APROFUNDAMENTO
1) Podemos agradecer as pessoas que nos fazem algum bem. Complete o
quadro abaixo.

Nome Motivos de Agradecimentos

72

2) Escreva uma carta de agradecimento às pessoas que foram mais significativas


ao longo do ano.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

Obs: Você poderá entregar essa carta ao destinatário partilhando a experiência


mais marcante que vocês tiveram.

3) A oração é o que move o nosso encontro com Deus. Escreva uma oração de
louvor ou agradecimento a Deus pelo dom da sua vida.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________ 73

§ PARTILHA
É hora de falar e ouvir com atenção. Vamos participar e dizer uns aos outros o
que sentimos e aprendemos com esse tema.

§ ORAÇÃO
Nossa oração perderá sua força se não procurarmos melhorar. Espontaneamente
faça a prece que você elaborou. Ao final de cada prece, todos respondem:
“Senhor, escutai a nossa prece”. No final do momento de oração todos rezam
juntos a oração do Pai-nosso.

§ COMPROMISSO
Durante essa semana, em casa, na escola, de manhã ou à noite, mentalmente,
pronuncie uma parte da oração do Pai-nosso procurando estar em sintonia com
Deus (não com muito esforço, mas com muito amor).

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

CELEBRAÇÃO
CELEBRANDO A VIDA, DOM DE DEUS

Professor(a): Confiantes no amor de Deus, que sempre nos acompanha, vamos


com alegria agradecer e celebrar tudo o que vivemos neste ano.

1ª voz: Chegamos ao fim de mais um ano. O que significou este tempo que
passou para nós?

2ª voz: Muita coisa boa foi vivida e outras não demos conta de vivenciá-la.

3ª voz: Fizemos planos para o próximo ano, para a nossa vida.

Professor(a): Deus pede que amemos a vida e iluminemos o caminho dos outros
através das nossas atitudes, sendo o sal da terra e a luz do mundo.

4ª voz: Deus quer que abramos caminho para o mundo da Paz, da fraternidade e
74
da solidariedade.

5ª voz: Para isso é preciso ver o que não vai bem em nossas vidas.

Todos: É tentar mudar, transformar, dando a nossa contribuição.

7ª voz: Mudar para melhor. Hoje mais do que ontem. E amanhã mais do que hoje.

Professor(a): Devemos parar de vez em quando e olhar para traz, reconhecendo


que Deus está conosco e quantas coisas temos a agradecer.

8ª voz: Deus está conosco nesta caminhada. Jesus está conosco nos dando
força e coragem.

9ª voz: O que aprendemos durante o ano é para ser vivido todos os dias.

Professor(a): É tempo de preparação para o Natal. É tempo de acreditar que o


amor existe, que podemos e devemos nos dar as mãos e fazer o que Jesus
ensinou: Amar-nos uns aos outros.

10ª voz: Há muitos séculos, em Belém, num lugar humilde, entre os pobres, na
simplicidade, Deus entrou na nossa vida e fez história.

11ª voz: Ali estava Ele, o menino pequeno e frágil, que veio trazer o Reino de
amor.

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

Todos: E hoje Ele continua a nascer no mundo, nas pessoas, cada vez que
fazemos o bem.

13ª voz: É tempo de voltar os olhos para ver Jesus que nasce no meio de nós.

14ª voz: O verdadeiro Natal é um tempo em que a gente se torna um “um


presente” para os outros, tendo um coração aberto, alegre e amigo.

15ª voz: Senhor, ajuda-nos a manter e a viver sempre o espírito do Natal.

Todos: Senhor, ajuda-nos a manter a alegria de conviver.

16ª voz: Senhor, ajuda-nos a acreditar mais nas pessoas, e a crer que juntos
construiremos um mundo sem guerras, sem tristezas, sem misérias.

Todos: Senhor, Obrigado, porque podemos fazer tanta coisa boa.

Professor(a): Vamos nos comprometer com Jesus para fazermos um Natal de


solidariedade. 75
(Canto de Natal)

Professor(a): Agradecendo a cada colega o que vivemos juntos neste ano,


encerremos nossa celebração com um abraço de fraternidade e carinho. Feliz
Natal e um ano Novo de muita Vida.

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

DATAS COMEMORATIVAS

§ CAMPANHA DA FRATERNIDADE
§ SÃO JOSÉ
§ PÁSCOA
§ ME. CARMEN SALLÉS
§ MARIA, MÃE DE JESUS E NOSSA
§ VOCAÇÕES
§ FAMÍLIA
76
§ MÊS DA BÍBLIA
§ MISSÕES
§ MENINA MARIA E ALUNO CONCEPCIONISTA
§ NATAL

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

CAMPANHA DA FRATERNIDADE

A Campanha da Fraternidade é um convite de Jesus para que vivamos o


seu mandamento: ”Que vocês se amem, uns aos outros, como eu amei vocês”.
(Jo 15, 12)
É uma campanha realizada anualmente pela CNBB (Conferência nacional
dos Bispos do Brasil), que desenvolve um tema específico para ajudar a construir
um mundo melhor.

J Atividades:
1) Complete os espaços em branco:

O tema da Campanha da Fraternidade deste ano é:


_______________________________________________________________
77
_______________________________________________________________
E o lema é ______________________________________________________
_______________________________________________________________

2) Pesquise sobre o tema da Campanha da Fraternidade deste ano e registre


suas descobertas no espaço abaixo.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

J Oração:
Junto com a turma, faça a oração da Campanha da Fraternidade deste ano que
se encontra na agenda.

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

SÃO JOSÉ

São José sempre se manteve fiel a Deus e soube fazer sua vontade em
todas as circunstâncias.
No dia 19 de março comemoramos o dia de São José, lembrando dele
como esposo de Nossa Senhora e no dia 1º de maio, comemoramos outra festa
de São José, desta vez, destacando a sua vida de trabalho. Essa festa é
conhecida como a de São José Operário.
São José foi o escolhido para cuidar de Jesus e de Maria. A maior parte de
seus dias é passada na oficina, trabalhando e ensinando Jesus a trabalhar.
O seu exemplo nos mostra que também podemos, por meio do trabalho e
da vida familiar, estar mais próximos de Deus.

J Atividade: 78
1) Escreva uma oração pedindo a intercessão de São José, patrono das famílias
e dos trabalhadores, a proteção para nossa família e a de nossos semelhantes.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

São José, rogai por nós!

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

PÁSCOA

Considerada a festa mais importante para os cristãos, a Páscoa é um


momento de alegria, comemoração e reflexão.
Páscoa significa passagem da morte para a vida. Essa foi a Páscoa de
Jesus e continua sendo a Páscoa dos cristãos.
A vida venceu a morte com a ressurreição de Jesus e continua vencendo
onde há gestos de solidariedade, partilha e esperança.
Diversos símbolos pascais são utilizados com o objetivo de reviver os
momentos de doe e ressurreição de Jesus.

J Atividade:
1) Escolha dois símbolos da Páscoa, faça seu desenho e explique o seu
significado: 79

_____________________________ _____________________________
_____________________________ _____________________________
_____________________________ _____________________________
_____________________________ _____________________________

“Eu vim para que todos tenham vida”. (Jo 10, 10)

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

MADRE CARMEN SALLÉS

Junto com três companheiras, Madre Carmen fundou, em 1892, a


Congregação das Concepcionistas.
Carmen Sallés tinha o objetivo de levar a todas as partes do mundo a luz
do Evangelho, o pão da cultura e conhecimento, e o amor a Maria Imaculada.
Hoje existem, pelos diversos lugares do mundo, várias escolas
concepcionistas procurando levar adiante a missão de evangelizar através da
educação.

J Atividade:
1) Encontre no diagrama os países onde estão as religiosas concepcionistas:

Japão República Dominicana Camarões Itália 80


Venezuela Guiné Equatorial Brasil Congo
Estados Unidos Coréia Espanha México
Filipinas Índia

S H U P L F R C S A E J T T A
D V G T U K H D R A C V B L N
B R A I L J O L P R S E R F A
G J U L P R A S E V G J E R C
G C D L G S B C X A A I D N I
U E H I J A P A O P J U A S N
I C E S E N J M E X I C O M I
N I E A S I D A D O L A Q T M
E A I R U P R R E C O N G O O
E Z T B Q I L O R O G S D F D
Q Y A I H L S E G R K C N F A
U I L D S I H S J E T S R U C
A D I Y D F E J L I V N N C I
T T A A G I O B C A S W I L L
O J I Y I N U S A E R U L G B
R S O D I N U S O D A T S E U
I E S P A G N U R P E R A S P
A X U J O L Ç E D A H K U C E
L L E J E S P A N H A S F K R

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

MARIA - MÃE DE JESUS E NOSSA MÃE

No Brasil, o mês de maio é dedicado à Maria. Os católicos veneram Maria,


invocando-a sob diferentes nomes e formas. Ela nos leva ao encontro com Jesus.
Nossa Senhora nos ensina a ouvir, acolher e praticar a Palavra de Deus.
Vamos conhecer alguns aspectos de sua personalidade. (Lembramos que
a maior parte dos dados apresentados baseia-se na tradição da Igreja)

Infância e Juventude 81
− Maria nasceu por volta do ano 20 a.C. em Nazaré. Deram-lhe o nome de Maria,
que significa “bem-amada”.
− Sua família era da linhagem real de Davi, por ocasião do nascimento de Jesus,
sua família estava bem empobrecida.
− Os nomes de seus pais não estão nos Evangelhos. Segundo a tradição,
chamavam-se Joaquim e Ana. Maria era filha primogênita e única, pois eles a
tiveram já na velhice.
− Diz a tradição que Maria foi educada no Templo de Jerusalém. Ali funcionava
uma espécie de colégio ou internato para meninas. Seus pais conseguiram
uma vaga por intermédio de seu parente Zacarias.
Dona de casa
− Segundo a lei e os costumes vigentes, Maria casou-se aos 15 ou 16 anos. Seu
esposo era José, carpinteiro e pessoa do povo.
− Bem de manhã, moia o trigo num moinho tocado a mão. Depois cozia o pão
num forno feito de barro, tal como encontramos ainda nas roças de nossos
pais.
− Sua roupa, bem como a de José e a de Jesus, era tecida por ela mesma. Aos
sábados iam orar na sinagoga.

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

O filho Jesus
− Maria só teve um filho, que se chamou Jesus. Esta foi a missão de Maria: dar
ao mundo esse menino que seria o Salvador.
− Jesus foi menino como os outros. Brincava e freqüentava a escola como todas
as crianças. Com muito carinho Maria ensinava tudo para seu filho, como
caminhar, falar e a se relacionar com os outros.
Morte de Maria
− Supõe-se que foi alguns anos depois da morte de Jesus, após ter
acompanhado os primeiros passos da Igreja que nascia. Sempre com saudade
foi encontrar-se com Seu filho bem amado. A Igreja ensina que Maria foi
elevada ao céu. Contava aproximadamente 60 anos.

J Atividade:
82
1) Somos uma Igreja feliz porque temos uma mãe. A mãe do Nosso Salvador é
nossa mãe. Ela é exemplo de fé e esperança; modelo de amor e caridade.
à Que atitude de Maria devemos imitar em nossa vida?
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

VOCAÇÕES

A origem da palavra vocação é latina – vocatione – e significa chamado,


escolha, tendência, disponibilidade, talento, aptidão. Ou vocare, que
significa chamar.
Aristóteles, filósofo grego que viveu de 384 a 322 a.C. definiu vocação
assim: “Onde uma necessidade do mundo e os seus talentos se cruzam, aí
está sua vocação”.

J Atividade:
1) Procure no diagrama as palavras que estão em destaque no seguinte texto:

Para acertamos na escolha de nossa VOCAÇÃO e perseverarmos


precisamos de muita ORAÇÃO, ouvir a PALAVRA DE DEUS, sentir as 83
NECESSIDADES das PESSOAS do MUNDO inteiro, vontade de AGIR, ajuda de
pessoas que nos ORIENTEM e muito espírito de luta. Só assim se pode ouvir a
DEUS, que nos CHAMA e nos ENVIA.

G S E G M V B D Q J E V N U J V B D

S R A G I R Ç Z Y X O Ã Ç A R O U I

U M E T N E I R O S T E R I Q C Z R

E H U O I R E B I A B C H A M A O Q

D M L M I S D C M O G D N M L Ç M E

U I Q U B U I R C S C O Ã S T Ã P N

O R S N A Y V E O S D Z X A B O U V

S S E D A D I S S E C E N I N D N I

O A U O F L S O U P I A H J L U T A

P A L A V R A D E D E U S M G O A D

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

FAMÍLIA

Em meio às mudanças radicais do século XX, a família também se


transformou. Ela mudou, mas não desaparecerá.

Família: Ela é invencível

Os conflitos fazem parte da convivência humana, portanto nunca haverá


uma família se conflitos.
No entanto, nenhum avanço social ou tecnológico poderá substituir sua
missão. A tarefa fundamental da família é apoiar seus membros. É nela que se
lançam os alicerces do edifício humano, cuja estrutura dependerá da solidez de
seus fundamentos.
A função da família é dar condições e orientar seus descendentes, ou 84
dependentes, para que se tornem indivíduos inteiros, capazes de utilizar suas
potencialidades de forma construtiva e de se sentirem adaptados ao seu ambiente
e satisfeitos consigo próprios.
Nesse sentido, a família é insubstituível. Numa época de crescentes
incertezas e constante transformação, pai, mãe e irmãos dão sustentação às
pessoas e permanecem como uma das poucas referências com as quais se pode
contar.

(Revista Família Cristã, nº 770 – Fev 2000)

J Atividades:
1) Existem muitos modelos de família, mas sua missão é a mesma. Escreva como
é formada a sua família.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

2) Faça uma oração pela sua família.


_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

85

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

MÊS DA BÍBLIA

Setembro é o mês da Bíblia. Deus fala ao homem desde a sua criação e


continua falando conosco nos dias atuais, na dor, na alegria, por meio dos fatos e
acontecimentos do nosso dia-a-dia.
Na Bíblia encontramos sua mensagem de paz, de misericórdia, de amor. O
Antigo e o Novo Testamento são livros do povo de Deus.

86
J Atividade:
1) Para comemorar o mês da Bíblia, resolva este diagrama. Você encontrará os
nomes dos livros do Antigo Testamento. Observe o número de letras das
palavras.

2 letras 5 letras 6 letras 7 letras 8 letras 9 letras


Jó Êxodo Juízes Gênesis Levítico Sabedoria
Josué Samuel Números Crônicas Malaquias
4 letras Ester Esdras Neemias Macabeus
Rute Baruc Tobias Cântico Jeremias 10 letras
Reis Jonas Judite Habacuc Ezequiel Provérbios
Joel Salmos Miquéias
Amós Isaías Sofonias 11 letras
Naum Daniel Zacarias Lamentações
Ageu Abdias
Oséias 12 letras
Eclesiástico
Deuteronômio

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

B
I
B
L
I
A

87

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

MISSÕES

Outubro é o mês das missões. É preciso despertar e alimentar em


todos os cristãos a vontade de transmitir aos outros a luz e a alegria da
fé.

A missão universal da Igreja

A evangelização dos povos é uma tarefa grandiosa que pode nos assustar.
É preciso muita oração. Por isso o Papa pede que rezemos para que os cristãos
se concretizem da ação do Espírito Santo como verdadeiro protagonista de toda a
ação missionária.
A Igreja nasceu com a missão de expandir o Reino de Deus a terra. Essa
missão foi confiada a toda Igreja: “Ide, pois, e fazei discípulos meus todos os 88
povos, batizando-os...” (Mt 28, 10)

J Atividade:
1) Pesquise e depois escreva o que é ser missionário.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

MENINA MARIA E ALUNO CONCEPCIONISTA

Maria é o modelo perfeito de uma vida consagrada. Sua resposta


incondicional ao chamado de Deus, sua absoluta fidelidade em todas as
circunstâncias boas ou más e sua identificação com os passos de Cristo,
fazem dela uma pessoa consagrada por excelência.

J Atividade:
1) Você é um aluno concepcionista. Escreva três características dos alunos de
nosso colégio que correspondam ao modelo inspirado em Maria.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________ 89
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

J Para saber mais...


Desde os primeiros séculos, celebrou-se a consagração de
Maria no Templo. Muito cedo celebrou-se na Igreja do Oriente a festa
da “Entrada da Santíssima Mãe de Deus no Templo” e a esse título dedicou-se,
no ano 543, uma Basílica em Jerusalém.
No Ocidente, ou seja, na Igreja Romana, a festa tomou o nome de
“Apresentação da Bem-Aventurada Virgem Maria”.
O Papa Xisto V, em 1585, introduziu a festa no calendário no dia 21 de
novembro.
(Frei Clarêncio Neotti, O.F.M. – Fonte: www.franciscanos.org.br)

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

NATAL

O nascimento de Jesus de Nazaré marca, para o mundo, um novo tempo


de esperança. A esperança da vida nova, vida melhor, solidária.
Portanto, Jesus de Nazaré, o Filho amado do Pai, veio para que
“tenhamos vida e vida em plenitude”.

Noite de Natal

Aconteceu em Belém, na em abandoná-la, afinal aquela


cidade de Nazaré, na Galiléia. A criança não era seu filho. Porém, o
escolhia para ser a mãe do Salvador anjo apareceu a José e lhe contou
foi uma jovem chamada Maria. Seus toda a verdade. Ele mudou de idéia e
pais se chamavam Ana e Joaquim, e casou-se com Maria. 90
o seu noivo José. Nesse mesmo ano, José e
Certo dia, não se sabe o que Maria precisaram ir à cidade de
Maria estava fazendo, recebeu uma Belém, na Judéia, para registrar-se
visita muito especial. Um anjo obedecendo ao decreto do Imperador
chamado Gabriel, enviado por Deis, Augusto. Na cidade fazia frio e havia
deu-lhe uma notícia. Disse que ela muita gente quando chegaram. José
teria um filho e seria a mãe do e Maria não conseguiram hotel para
Salvador. se hospedar. Foram dormir numa
Num primeiro momento, Maria estrebaria e Maria deu a luz a um
não entendeu o que estava lindo bebê; enfaixou-o e colocou-o
acontecendo, mas percebeu que numa manjedoura.
Deus lhe falava através do anjo. Nesta noite, os anjos cantaram
Então, ela disse: “Eis aqui a serva do nos céus e uma linda estrela brilhou
Senhor. Faça-se em mim, segundo a no firmamento. Os pastores se
sua palavra”. E o anjo a deixou. dirigiram até a estrebaria para ver o
Maria continuou fiel a Deus. menino. Três magos vieram do
Enquanto isso, o filho de Deus Oriente e foram ver e adorar o Rei
crescia em seu ventre. José pensou

5º Série do E.F.
Concepcionistas Missionárias do Ensino

Jesus que acabara de nascer e lhe Que o seu coração seja uma
ofereceram presentes. manjedoura para acolher e aquecer o
Hoje os cristãos, em todo o menino Jesus que vem todos os dias
mundo, celebram no dia 25 de ao seu encontro.
dezembro, o nascimento de Jesus, o (Revista Família Cristã – Dez 2001)
filho de Deus, muito amado.

J Atividades:
1) Leia os Evangelhos que narram o nascimento de Jesus: Lc 1, 26-38; 2, 1-20.
Mt 1, 18-25; 21-12.

2) Pesquise ou pergunte a seus pais como se chamavam os três reis magos que 91
foram adorar Jesus e o que eles ofereceram-no como presente.

3) Elabore uma mensagem de Natal para alguém de sua família.


_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________

5º Série do E.F.

Interesses relacionados