Você está na página 1de 11

Formação em Competências TIC

Certificação de nível 2
Technological Plan for Education

Documentação de referência:
• Resolução do Conselho de Ministros n.º 137/2007 - Aprovação
do Plano Tecnológico de Educação
“O reforço das qualificações e das competências dos Portugueses é indispensável para
a construção da sociedade do conhecimento em Portugal.
[…]É essencial valorizar e modernizar a escola, criar as condições físicas que
favoreçam o sucesso escolar dos alunos e consolidar o papel das tecnologias da
informação e da comunicação (TIC) enquanto ferramenta básica para aprender e
ensinar nesta nova era.
[…] Ao ser o pilar da inclusão digital dos alunos portugueses, a escola incentiva, por
essa via, a difusão das TIC junto das famílias portuguesas. […].
A integração das TIC nos processos de ensino e aprendizagem e nos sistemas de
gestão da escola é condição essencial para a construção da escola do futuro e para o
sucesso escolar nas novas gerações de Portugueses.”
Documentação de referência
• Estudo Nacional Competências TIC - desenvolvido pelas
Universidades do Minho, Lisboa e Évora sobre formação contínua de
docentes e não docentes.
• Portaria n.º 731/2009. D.R. n.º 129, Série I de 2009
Criação do sistema de formação e de certificação em competências
TIC para docentes.
• Portaria nº 224/2010. D.R. nº 76, Série I de 2010 - Alteração do
anexo I da Portaria nº 731/2009 (contemplação da Educação Especial
no elenco das opções do curso de formação contínua obrigatório em
ensino e aprendizagem com TIC.
• Plano Nacional de Formação de Competências TIC
• Legislação sobre a formação contínua de professores
(CCPFC)
Níveis de certificação

• 1- Certificado de competências digitais – certifica


competências básicas que possibilitam a utilização instrumental
das TIC no contexto profissional.
• 2- Certificado de Competências Pedagógicas e
Profissionais com TIC – certifica competências que
permitem ao docente a sua utilização como recurso
pedagógico no processo de ensino e aprendizagem e no
desenvolvimento de estratégias de ensino.
• 3 – Certificado de Competências Avançadas em
Educação – certifica conhecimentos que habilitam o docente
á sua utilização como recurso pedagógico numa perspectiva de
inovação e investigação educacional.
Níveis de certificação

• O Programa de Formação de Competências TIC no


PTE pretende envolver ao longo de 4 anos todos os
Docentes, calculados a partir de 90% dos valores actuais.

• Nível 2 – Prioritária no sistema de certificação em TIC, nos


docentes do ensino básico, já que a maioria não teve acesso a
Formação específica na área da utilização das TIC, no âmbito das
áreas disciplinares que leccionam e esse é um dos objectivos
fundamentais do PTE.
• TIC na escola para quê?
• Formação de professores para quê?

• Promover o desenvolvimento novas competências nos alunos,


nomeadamente: criatividade e inovação; autonomia e
capacidade de resolução de problemas; comunicação;
trabalho colaborativo; adaptação a contextos diversificados.

• Fomentar a utilização das TIC nos processos de ensino e


aprendizagem, em contexto de sala de aula, com destaque
para o desenvolvimento de actividades práticas e
experimentais.

• TIC - mais uma ferramenta ao dispor de professores e


alunos.
MAIS E MELHORES APRENDIZAGENS
Technological Plan for Education

Contexto da formação professores 2010


• Enquadrado num sistema nacional de formação e certificação de
competências TIC;
• Enquadrado num Plano Nacional a 4 anos
• Financiamentos europeus e nacionais limitados
• Escolas equipadas tecnologicamente;
• Programas e-escolinha e e-escola;
• Selecção dos formandos realizada pelas escolas e de acordo com
quotas definidas;

Factores de sucesso

• Envolvimento empenhado dos diferentes intervenientes;


• Articulação entre CFAE, Redes de CFAE e ME;
• Articulação entre CFAE e escolas (Equipas PTE);
• Realização da formação em articulação com os projectos das escolas;
• Constituição de turmas homogéneas;
Technological Plan for Education

Resultados esperados:

• Resposta às necessidades de formação dos professores;


• Impacto no processo de ensino e aprendizagem;
• Criação de dinâmicas de utilização das TIC em sala de aula;

Selecção dos formandos Criação de sistemas de suporte na escola


Criação de grupos homogéneos Formação de Partilha de materiais e experiências ( ex. moodle)
Projecto de acção professores Avaliação do impacto

Melhorar os processos de ensino-aprendizagem


Modalidade: CURSO DE FORMAÇÃO

15 h presenciais
Objectivos desta modalidade de formação

a) Actualização e aprofundamento de conhecimentos, nas


vertentes teórica e prática;

a) Aquisição e desenvolvimento de capacidades e de


instrumentos de análise e problematização das
experiências dos professores em formação;

c) Aperfeiçoamento das competências profissionais.