P. 1
Português PPT - Frase - Oração - Período

Português PPT - Frase - Oração - Período

5.0

|Views: 11.931|Likes:

More info:

Published by: Lingua Portuguesa PPT on Jul 24, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/02/2013

pdf

text

original

Frase - Oração - Período

Profª. Célia Trindade de A. e Silva

Frase

 Frase: qualquer enunciado de sentido acabado. Ex.: Nossa! Arre! Fogo! Silêncio!

Oração

É o enunciado lingüístico organizado em função de um verbo e constituído de sujeito e predicado, ou ao menos de predicado. Ex.: Charles Chaplin nunca morrerá. predicado suje ito Ex.: Nevou muito em Santa Catarina predicad o

Período
É um enunciado lingüístico com sentido acabado. Ele inicia com letra maiúscula e termina por:

• Ponto Final Ex.: O tribunal autorizou sua candidatura. • Ponto de interrogação Ex.: Quais serão os motivos da revolta?
• Ponto de exclamação

Ex.: Quanta humilhação nos impuseram!

Classificação do período
Período simples: é aquele que possui apenas uma oração. A oração que constitui o período simples é chamada oração absoluta. Ex.: Ela ainda mantém seu prestígio e esplendor. Ex.: Ninguém lamentou a sua renúncia.

Período composto
Período composto: é aquele que consta de duas ou mais orações. Ex.: Rodrigo foi até o quarto, / acendeu a luz/
3 1 2

e procurou o livro. No período composto podem ocorrer três tipos • principal de oração: • subordinada • coordenada

Oração principal x oração subordinada
Observe: O tribunal autorizou / que você se candidatasse. Oração 1 principal Oração 2 subordinada

Nesse caso, o período é composto, pois contém 2 orações. Oração subordinada: é aquela que se encaixa em outra oração, desempenha uma função sintática em relação a esta. Oração principal: é aquela na qual se encaixa uma subordinada.

Tipos de orações subordinadas

Substantiva: é aquela que desempenha função sintática própria de substantivo – sujeito, objeto direto, objeto indireto, complemento nominal, predicativo, aposto.

• adjetiva: é aquela que desempenha função sintática de adjunto adnominal. • adverbial: é aquela que desempenha função sintática própria de adjunto adverbial.

Classificação da oração subordinada substantiva
Orações subordinadas substantivas ligadas ao verbo da oração principal

Se uma oração subordinada substantiva vem ligada ao verbo da oração principal, pode, teoricamente, funcionar como:  Sujeito ................... substantiva subjetiva  Objeto direto ..... substantiva objetiva direta  Objeto indireto - substantiva objetiva indireta

Oração subordinada substantiva subjetiva
Interessa-me / que você compareça. Oração principal Oração subordinada substantiva subjetiva Quando a oração substantiva é subjetiva:  O verbo da oração principal está sempre na terceira pessoa do singular;  Não há sujeito na oração principal.

Oração subordinada substantiva objetiva direta
1 2 Os aventureiros não permitem / que os índios vivam em paz. 1. Oração principal 2. Oração subord. substantiva objetiva direta A oração objetiva direta:  Sempre se liga a um verbo da oração principal, sem preposição;  Indica o alvo sobre o qual recai a ação desse verbo.

Oração subord. substantiva objetiva indireta
2 Ninguém desconfiava / de que o plano pudesse fracassar. 1. Oração principal 2. Oração subord.substantiva objetiva indireta A oração objetiva indireta:  liga-se ao verbo da oração principal, com preposição.  indica o alvo ou o destinatário do proceso verbal.
1

Orações subord. subst. ligadas ao nome da oração principal
Se uma oração subordinada substantiva vem ligada a um nome da oração principal, pode, teoricamente, funcionar como:

 predicativo do sujeito ... predicativa  complemento nominal ... completiva nominal  aposto ............................ apositiva

Oração subordinada substantiva predicativa
1 2 O problema é / que o prazo se esgotou. 1. Oração principal 2. Oração subord. substantiva predicativa A oração predicativa sempre se liga:  Ao sujeito da oração principal;  Através de verbo de ligação (verbo ser na grande maioria das vezes.)

Oração subord. Subst. Completiva nominal
2 1 Ninguém tinha desconfiança / de que o plano pudesse fracassar. 1. Oração principal 2. Oração subord. subst. completiva nominal A oração completiva nominal se liga:  a um nome da oração principal;  através de preposição (a, de, com, po, para, em, ...

Oração subordinada substantiva apositiva
1 2 Existe nos presídios esta lei: / que ninguém denuncia ninguém. 1. Oração principal 2. Oração subord. substantiva apositiva A oração subordinada apositiva se liga:  a um nome da oração principal;  sem preposição e sem a mediação de verbo de ligação.

Objetiva indireta X completiva nominal
Apesar de muita semelhança no plano formal, a substantiva completiva nominal não se confunde com a objetiva indireta porque: • a substantiva completiva nominal liga-se a um nome da oração principal. Ex.: Ninguém teve dúvida / de que ele mentiu. • a substantiva objetiva indireta liga-se a um verbo da oração principal. Ex.: Ninguém duvidou / de que ele mentiu.

Orações subordinadas substantivas
As subordinadas substantivas normalmente se iniciam por conjunção coordenativa integrante (que / se). Podem, entretanto, vir introduzidas por outras partículas, tais como: • pronomes interrogativos (quem, que, qual,...) Ex.: Ninguém imagina / qual será a resposta. • advérbios interrogativos (onde, como, quando) Ex.: Eu não tenho / onde morar.
V.T.D V.T.D

“As coisas se desgastam com o uso diário; a inteligência e a vontade, porém, quanto mais as usamos mais vigorosas ficam.”

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->