P. 1
mat cpcar2008 3a resol

mat cpcar2008 3a resol

5.0

|Views: 278|Likes:
Publicado pordanrobson

More info:

Published by: danrobson on Jul 24, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/12/2013

pdf

text

original

EA CPCAR EXAME DE ADMISSÃO AO 3

o
ANO DO CPCAR 2008 – MATEMÁTICA – VERSÃO A
2
01 - Classifique em (V) verdadeiro ou (F) falso cada item a seguir.

( ) Se m, n e p são números reais positivos e consecutivos
tais que
m
np n
p n
mn
2

=
+
, então p m n − =
( ) Se a e b são números reais não nulos tais que
2
a
b
b
a
2
2
− = + , então a é um número real negativo.
( ) Os trinta e cinco alunos de uma turma do 1
o
ano do
CPCAR 2007 fizeram uma prova de matemática cuja nota
máxima é 10 pontos. A média aritmética das notas da
turma foi 7,5 e apenas 15 alunos conseguiram nota
máxima. A média das notas dos alunos que NÃO
obtiveram nota máxima foi menor que 5,6

A seqüência correta é

a) V, V, V. c) F, V, F.
b) F, F, F. d) V, F, V.

RESOLUÇÃO

(F) Analisando n = m – p, tem-se que:
m – p > 0 (pois n
*
+
)
m p >

Dessa forma, só é possível a seguinte ordem crescente para
m, n e p:

i) p, m e n

1
n m p = −
n 1 = ⇒ m 0 = e p 1 = − absurdo! pois p
*
+


Logo a proposição é falsa.

ii) n, p e m

1
n m p = −
n 1 = m 2 = e p 3 =

iii) p, n e m

2
n m p = −
n 2 = ⇒ p 1 = e m 3 =

Verificando os dois possíveis resultados na equação dada,
tem-se:

1º) n = 1, m = 2 e p = 3
2
2 1 1 1 3
1 3 2
⋅ − ⋅
=
+
⇒ 4 = –8 (absurdo!)

2º) n = 2, p = 1 e m = 3
2
3 2 2 2 1
2 1 3
⋅ − ⋅
=
+
⇒ 18 = 6 (absurdo!)

Logo a proposição é falsa.

(V)
2
2
a b
a
b
+ ⇒
2
a b = −
Como
2
b 0 > ,
2
a b = − nos leva a a < 0

Daí, a proposição é verdadeira.

(F) Sendo n
i
a nota de cada aluno, tem-se:
1 2 35
1 2 15
n n ... n
7,5
35
n n ... n 150
+ + + ¦
=
¦
´
¦
+ + + =
¹

16 17 35
150 n n ... n
7,5
35
+ + + +
=

16 17 35
n n ... n 112, 5 + + + =

16 17 35
n n ... n 112,5
5, 625
20 20
+ + +
= =

Portanto, a proposição é falsa.

RESPOSTA: opção c


02 - Dados os conjuntos A, B e C tais que
A ∩ B = {1, 3, 5}, B ∩ C = {3, 4, 5}, A ∩ C = {2, 3, 5},
A ∪ B = {x * | x ‹ 6} e [(A ∪ C) – (A ∪ B)] = {6}, é FALSO
afirmar que

a) o número de elementos de A é igual ao número de
elementos de B
b) a soma dos elementos do conjunto C é igual a 20
c) no conjunto A existem três elementos que são números
primos.
d) A – B tem dois elementos.

RESOLUÇÃO

A U B = {1, 2, 3, 4, 5}
A = {1, 2, 3, 5}
B = {1, 3, 4, 5}
C = {2, 3, 4, 5, 6}
A U C = {1, 2, 3, 4, 5, 6}

a) Verdadeiro
n (A) = 4
n (A) =n (B)
n (B) = 4
¹

`
)

b) Verdadeiro
2 + 3 + 4 + 5 + 6 = 20
c) Verdadeiro 2, 3 e 5 são números primos
d) Falso A – B = {1, 2, 3, 5} – {1, 3, 4, 5} = {2} ⇒ 1 elemento

RESPOSTA: opção d


03 - Considere a função real g: A → B representada pelo gráfico
abaixo.














Analise as alternativas e marque a FALSA.

a) f(x) 0 {x | x = b ou b < x c ou x e}
b) ∃I x A tal que g(x) = u
c) A = [a, +∞[ – {d} e Im(g) = ]t, p]
d) Se | s| |q|, então g(a) + g(q) 0

RESOLUÇÃO

a) Verdadeira, conforme análise gráfica.
b) Verdadeira g(x) = u ⇔ x ∈ [a, b]
c) Falsa
A = [a, +∞[ – {d}, mas Im(g) = ]t,q] ∪ {p}
d) Verdadeira
EA CPCAR EXAME DE ADMISSÃO AO 3
o
ANO DO CPCAR 2008 – MATEMÁTICA – VERSÃO A
3
g(a)=s e s < 0
g(q)=q e q > 0
como | s| | q| g(a) + g(q) 0

RESPOSTA: opção c


04 - Considere as funções reais f, g, h e j e classifique em (V)
verdadeira ou (F) falsa cada proposição abaixo.

( ) Dentro de seu domínio mais amplo, se f e g são tais que
1 x
2 x
) x )( gofog (
+
+
= e a representação gráfica de g é









então (fofofo...of)(x) = x ou (fofofo...of)(x) = x
–1

( ) Considere dois números reais k e m tais que m > k e a
função j: [0, 1] → B tal que j(x) = k + (m – k)x
Se B = [k, m], então j é função bijetora.
( ) A função h que associa cada ponto P de uma
semicircunferência de diâmetro MN à soma dos
quadrados das distâncias de P até M e de P até N é uma
função injetora.

Assinale a alternativa com a seqüência correta.

a) V – F – V c) F – F – F
b) F – V – V d) V – V – F

RESOLUÇÃO

I) Verdadeiro
g(x) = x+1 e D(g) = – {–1}
(gofog)(x) = g(f(g(x))) = g(f(g(x))) = g(f(x+1))) =
= f(x+1) +1 =
x 2
x 1
+
+

⇒ f(x+1) =
x 2
x 1
+
+
– 1 = ⇒
x 2 x 1
x 1
+ − −
+
=
1
x 1 +
⇒ f(x) =
1
x

f(x) = x, f(f(x)) =
1
x
, f(f(x)) = x
f(f(f(f(x)))) =
1
x

(fofo...of)(x) = x ou
(fofo...of)(x) =
1
x


II)Verdadeiro
j(0) = k+(m – k).0 ⇒ j(0) = k
j(1) = k+(m – k).1 ⇒ j(1) = m
Im(j) = [k, m] = B j é sobrejetora
j(x) = k+ (m k) x é injetora
⇒ ¹
`

)
⇒ j é bijetora

III) Falso





∆PMN retângulo ⇒ (PM)
2
+ (PN)
2
= (MN)
2

Qualquer que seja o ponto P, a imagem é (MN)
2
Logo h não é injetora.
A seqüencia correta é: V V F

RESPOSTA: opção d
05 - Considere as funções reais f, g, h e j definidas pela leis
f(x) = ln x, g(x) = x , h(x) = sen x e j(x) = cos x
Sabendo-se que existe a função composta F: A → B, tal que
F(x) = (fogohoj)(x), é correto afirmar que F

a) não é função par nem ímpar.
b) é função injetora.
c) não admite raiz real.
d) pode ter domínio
)
`
¹
¹
´
¦ π
≠ π < < =
2
x e x 0 x A |

RESOLUÇÃO

F(x) = f(g(h(cos x))) = f(g(sen(cos x))) =
=
( )
f sen(cos x) = n sen(cos x) ℓ
Condição de existência:
sen(cos x) 0
sen(cos x) 0
¦
> ¦
´
> ¦
¹



sen(cos x) 0
sen(cos x) 0
x k
sen(cos x) 0 2
cos x 0
¹
> ¦

`
> ¦
)
π ¦
≠ + π ¦
⇒ > ⇒
´
¦
>
¹



a) Falsa F(-x) = n sen(cos( x)) − ℓ = n sen(cos x) ℓ = F(x),
logo F é função par.

b) Falsa Se F é função par, ela não é injetora.

c) Verdadeira n sen(cos x) ℓ = 0 ⇒ sen(cos x) = e
0

⇒ sen(cos x) = 1 ⇒ sen (cos x) = 1 ⇒ cos x
2
π
= ⇒

3,14
cos x
2
= ⇒ cos x ≅ 1,57 e 1,57 ∉ [-1,1]
Conclusão: ∃ x | F(x) = 0
d) Falsa ∀ x ∈ ] ,
2
π
π [ e cos x < 0 ⇒ ∃ F(x)

RESPOSTA: opção c


06 - Classifique em (V) verdadeiro ou (F) falso cada item a seguir.

( ) Seja g: → tal que g(x) = mx – 4, tal que g(g(–1)) < 0
e g uma função decrescente. O maior valor inteiro
possível para m é –1
( ) Seja f : → tal que f(x) = ax
2
+ bx + c
Sabe-se que f tem duas raízes reais e distintas e que
f(0) > 0
Se a < 0, então x = 0 está entre as raízes de f
( ) O gráfico abaixo é de uma função quadrática tal que
y = ax
2
+ bx + c, onde a, b e c * e o ponto A tem
abscissa nula. Se o segmento AB é paralelo ao eixo das
abscissas, é correto afirmar que a área S do quadrilátero
ABCO é, necessariamente, S =
c
ab








A seqüência correta é

a) V, V, V. c) F, V, F.
b) V, V, F. d) F, V, V.
0
P
EA CPCAR EXAME DE ADMISSÃO AO 3
o
ANO DO CPCAR 2008 – MATEMÁTICA – VERSÃO A
4
RESOLUÇÃO

I) Verdadeiro
Se g é decrescente, então m < 0
g(–1) = –m – 4
g(g(–1)) = –m
2
– 4m – 4
g(g(–1)) < 0 –m
2
– 4m – 4 < 0
m ≠ –2
Se m < 0 e é o maior valor inteiro possível, então m = –1
II) Verdadeiro
f(x) = ax
2
+ bx + c
Se f tem duas raízes reais e distintas (∆ > 0), então
f(0) > 0 c > 0 e a < 0



Se b < 0 ou se b > 0


III) Falso
y = ax
2
+ bx + c
A(0, c) ∴ OA = c
Se B(xB, c) então a(xB)
2
+ bxB + c = c
Logo xB = 0 (não convém) ou

B
b
x
a
= − ∴
b
OC
a
= −
S = |OC| . |OA|

b
S c
a
bc
S
a
= − ⋅
=


Logo, a seqüência correta é: V V F

RESPOSTA: opção b


07 - O proprietário de um restaurante verifica que com as 10 mesas
que o restaurante possui ele consegue ter um lucro diário de
R$ 12,00 por mesa. O restaurante foi reformado e foram
acrescentadas x mesas. Com isso, o lucro diário, por mesa,
tanto nova quanto antiga, diminuiu R$ 0,20 para cada mesa
acrescentada.
Chamando de y o lucro do proprietário, por dia, após a
reforma, é INCORRETO afirmar que

a) se esse lucro é máximo, então o número de mesas do
restaurante, após a reforma, é igual a 35
b) se 50 < x < 60, pode-se concluir que não foi vantajoso
fazer a reforma no restaurante.
c) se forem acrescentadas mais de 60 mesas o proprietário
terá prejuízo.
d) esse lucro, após a reforma, será de R$ 240,00, se, e
somente se, forem acrescentadas 30 mesas.

RESOLUÇÃO

Com 10 mesas, tem lucro diário de R$ 12,00 por mesa.

Depois da reforma:

com (10 + x) mesas, tem lucro diário de (12,00 – 0,2x) por
mesa.

y → lucro do proprietário por dia

y = (10 + x) (12,00 – 0,2x) = 120 + 10x – 0,2x
2


a) Verdadeiro
v
10
x 25
2( 0,2)
= − =


25 + 10 = 35 mesas

b) Verdadeiro 50 < x < 60 ⇒ 0 < y < 120
Como antes da reforma o lucro diário do proprietário era de
R$ 120,00, se 50 < x < 60, o lucro será abaixo de
R$ 120,00, não sendo vantajoso fazer a reforma
c) Verdadeiro Se x > 60 ⇒ y < 0
d) Falso Para x = 20, y = 120 + 10.20 – 0,2.20
2
= 240

RESPOSTA: opção d


08 - Considere as funções reais f e g, tais que f(x) = x
2
– 2|x| + 1 e
g(x) = mx + 2m (m 0) e marque a alternativa correta.

a) Se m = 0, então g(x) < f(x), ∀x ∈
b) Se 0 < m <
2
1
, então f(x) = g(x) para exatamente quatro
valores distintos de x, x
c) Se m =
2
1
, então f(x).[g(x)]
13
> 0, ∀x ∈ , tal que x > – 2
d) Para m >
2
1
, g(x) – f(x) > 0 –1 < x < 1

RESOLUÇÃO

2
2
x 2x 1, se x 0
f(x)
x 2x 1, se x 0
¦
− + ≥
¦
=
´
+ + < ¦
¹

g(x) = mx + 2m (m ≥ 0)










a) Falso. Se m = 0 ⇒ g(x) = 0
g(x) < f(x) ⇒ f(x) > 0 ⇒ x ≠ ±1

b) Verdadeiro. Se m = 0, então f(x) = g(x) para 2 valores
distintos de x










Se ( )
1 1
m , então g x x 1
2 2
= = +
f(x) = g(x) para exatamente 3 valores distintos de x










Portanto, quando
1
0 m
2
< < f(x) = g(x) para exatamente 4
valores distintos de x





EA CPCAR EXAME DE ADMISSÃO AO 3
o
ANO DO CPCAR 2008 – MATEMÁTICA – VERSÃO A
5
c) Falso. Se
1 1
m , então g(x) x 1
2 2
= = +






S = {x ∈ | x > –2 e x ≠ –1 e x ≠ 1}

d) Falso.
g(x) = mx + 2m







RESPOSTA: opção b


09 - Sobre a função real g: A → B, definida por g(x) =
x 2
1 x


, é
correto afirmar que

a) se 4 x< , então 1 ) x ( g
2
3
− − < <
b) g(x) 0 –
2
1
x < 2
c) se B = – {2}, então g é inversível.
d) se a função real h é tal que h(x) = |g(x)| + 1, então
h(x) > 1, ∀x

RESOLUÇÃO

2 – x ≠ 0 ⇒ A = – {2}
1
x 1 2y 1
y 2y xy x 1 x xy 2y 1 x (y 1)
2 x 1 y
2x 1
f (x) (x 1)
1 x

− −
= ⇒ − = − ⇒ + = − ⇒ = ≠
− +

⇒ = ≠ −
+








































































a) Verdadeiro, pois g(4) =
3
2
− e x< 4
3
2
− < g(x) < –1
b) Falso, pois g(x) ≥ 0 1 x 2 ⇔ ≤ ≤
c) Falso, pois g é inversível se B = – {1}
d) Falso, pois h(x) ≥ 1

RESPOSTA: opção a


10 - Considere as funções reais f, g, h e v tais que f: →
*
+
é
dada por f(x) = a
x
(0 < a < 1), g é a inversa de f, h é definida
por h(x) = f(g(x)) e v é definida por v(x) = h(x) + 1 e, a seguir,
assinale a alternativa FALSA.

a) A função v tem conjunto imagem Im = ]1, + ∞[
b) O gráfico da função h é uma reta.
c) O domínio da função v é
*
+

d) Os gráficos das funções f e g se interceptam num ponto de
abscissa menor que 1

RESOLUÇÃO
h(x) = f(g(x)) ⇒ h(x) = f(log
a
x) ⇒ h(x) =
a
log x
a ⇒
⇒ h(x) = x (x >0)













EA CPCAR EXAME DE ADMISSÃO AO 3
o
ANO DO CPCAR 2008 – MATEMÁTICA – VERSÃO A
6













a) Verdadeira (vide gráfico I)
v(x) = h(x)+ 1 v(x) = x + 1 (x >0) e Im= ]1, + ∞[
b) Falsa (vide gráfico II)
c) Verdadeira (vide gráfico I)
d) Verdadeira (vide gráfico III)
f(a) = a, g ∩ f = P(a, a) e a < 1

RESPOSTA: opção b


11 - A população de certo tipo de bactéria triplica a cada meia hora.
Em uma experiência, colocou-se, inicialmente, uma amostra de
1000 bactérias. Com base nisso, é correto afirmar que se

Dado: log 2 = 0,3 e log 3 = 0,4

a) ao final da experiência, obtém-se um total de 6,561 × 10
6

bactérias, então, o tempo total do experimento foi maior
que 6 horas.
b) o tempo da experiência foi de 2 horas, então, o número de
bactérias obtidas foi menor que 7,5 ×10
4

c) a população de bactérias, ao final da experiência, chegou a
80.000, então, o tempo da experiência foi inferior a
2h30min.
d) um cientista deseja obter um número de bactérias entre
20.000 e 40.000, então, o tempo do experimento deverá
estar entre 3h25min e 4 horas.

RESOLUÇÃO
Seja x tempo e y a quantidade de bactérias.

tempo t tempo(horas) quantidade de bactérias
0 0 y = 1000
1 0,5 hora y = 3.1000 = 3
1
.1000
2 1 hora y = 3.3.1000= 3
2
. 1000
3 1,5 hora y = 3.3.3.1000= 3
3
. 1000
.
.
.

.
.
.

.
.
.

t
t
2
hora y = 3
t
..1000

a) Falso
3
t
.1000 = 6,561 . 10
6
3
t
= 6561 3
t
= 3
8
t = 8 (4 horas)
b) Falso
Se o tempo de experiência é de 2 horas, então t = 4
y = 3
4
. 10
3
= 8,1 . 10
4
> 7,5 . 10
4
c) Verdadeiro
3
t
.1000 = 80000 t = log3 80 =
=
log80 1 3log2
4,75 2horas 22minutose30segundos
log3 log3
+
= = =

d) Falso
20000 < 3
t
.1000 < 40000 20 < 3
t
< 40
log3 20< t < log3 40
1 log2
log3
+
< t <
1 2log2
log3
+

3,25 < t < 4 1 hora, 37 min e 30 seg < t <2 horas
Portanto, o tempo deverá estar entre 1h 37’ 30” e 2 h

RESPOSTA: opção c

12 - O numerador de uma fração é formado pela diferença entre os
cossenos do sêxtuplo do arco x e do quádruplo deste mesmo
arco; e o seu denominador é formado pela soma entre os
senos do sêxtuplo do arco x e do quádruplo deste mesmo
arco. Simplificando-se a fração citada, pode-se obter

a) –cotg x c) cotg x
b) –tg x d) tg x

RESOLUÇÃO

6x 4x 6x 4x
2 sen sen
cos6x cos4x 2 2
6x 4x 6x 4x sen6x sen4x
2 sen cos
2 2
+ − | | | |
− ⋅ ⋅
| |

\ ¹ \ ¹
= =
+ − + | | | |
⋅ ⋅
| |
\ ¹ \ ¹

senx
cos x

= = tgx −

RESPOSTA: opção b


13 - Resguardado seu respectivo domínio, o gráfico que representa
um período da função f definida por
) x ( cotg x
2
3
cos 2
) x ( cos x
2
sen
) x ( f
+ π |
¹
|

\
|
+
π
− π |
¹
|

\
|
+
π
=


é

a)













b)

















c)














EA CPCAR EXAME DE ADMISSÃO AO 3
o
ANO DO CPCAR 2008 – MATEMÁTICA – VERSÃO A
7
d)











RESOLUÇÃO

a) Falso, pois esse é o gráfico da função definida por
f(x) = cos x, x k
2
π

b) Falso, pois esse é o gráfico da função definida por
f(x) = –2cos x
c) Falso, pois esse é o gráfico da função definida por
1
f(x) cos x
2
=
d) Verdadeira, pois
( )
( )
( )
2
sen x cos x
cos x cos x
2
f(x)
3 2senx cot gx
2cos x cot g x
2
cos x cos x 1
f(x) cos x, tem imagem
2cos x 2cos x 2
1 1
, , D x | x k e período 2 .
2 2 2
π | |
+ ⋅ π −
|
⋅ −
\ ¹
= = =
π ⋅ | |
+ ⋅ π +
|
\ ¹
= − = − ⇒ = −
π ¦ ¹
− = ∈ ≠ π
´ `

¹ )



RESPOSTA: opção d


14 - Considerando as propriedades das funções trigonométricas,
analise cada alternativa a seguir e marque a INCORRETA.

a) A função f, tal que f(x) = cos x , é crescente se

π
π ∈
2
3
, x
b) O período da função g, sendo |
¹
|

\
| π
+ =
2
x tg 3 ) x ( g é o triplo
do período da função h, tal que h(x) = 3 + sen (6x – π)
c) A função j definida por j(x) = cotg x é par para todo x do
seu domínio.
d) A função j dada por j(x) = cotg x é negativa se

π
π
∈ ,
2
x
ou

π
π
∈ 2 ,
2
3
x

RESOLUÇÃO

a) Verdadeira.
∀ x
1
< x
2
⇒ f(x
1
) < f(x
2
)
se
3
x ,
2
π
∈ π


, então x = π ⇒ f(x) = –1 e
3
x f(x) 0
2
π
= ⇒ =
b) Verdadeira.
g(x) 3tg x
2
π | |
= +
|
\ ¹
tem período p = π
h(x) = 3 + sen(6x – π) tem período
2
p
6 3
π π
= =
Logo: 3
3
π
π = ×
c) Falsa.
j(x) = cotg x é ímpar para todo x do seu domínio:
cos( x) cos x
cotg( x) cotgx
sen( x) senx

− = = = −
− −

d) Verdadeira.
cotg x é negativa se

π
π
∈ ,
2
x ou

π
π
∈ 2 ,
2
3
x

RESPOSTA: opção c


15 - Os valores reais de x que satisfazem a equação
4 2
x 1
tg arc
2
x 1
tg arc
π −
+
+
= são números

a) simétricos.
b) cuja soma é igual a 1
c) primos.
d) recíprocos.

RESOLUÇÃO

a b
1 x 1 x
arc tg arc tg
2 2 4
+ − π
+ =


a b
4
π
+ = Œ

1 x 1 x
arc tg a tg a e a
2 2 2 2
+ + π π
= ⇔ = − < <

1 x 1 x
arc tg b tg b e b
2 2 2 2
− − π π
= ⇔ = − < <

De Πvem:

2
2
2
1 x 1 x
2 2
a b tg(a b) tg 1
1 x 1 x
4 4
1
2 2
1 1 x
1 1 1 1 x 0
4 1 x
1
4
+ −
+
π π
+ = ⇒ + = ⇒ = ⇒
+ −
− ⋅

⇒ = ⇒ = − ⇒ − = ⇒



⇒ x 1 = ± (são números simétricos)

RESPOSTA: opção a


16 - Um número racional m é tal que sua representação decimal é
m = xy,z. Sabe-se que x, y e z são algarismos do sistema
decimal tais que 1 x 9; 0 y 9 e 0 z 9. A parte
inteira de m é o quádruplo de z; se x, y e z, nesta ordem, são
os três primeiros termos de uma progressão aritmética e y é
múltiplo de 3, então a soma dos 100 primeiros termos dessa
progressão aritmética é um número

a) que divide 10.000, exatamente.
b) múltiplo de 5
c) divisor de 30.000
d) cuja soma dos algarismos é menor que 10

RESOLUÇÃO

1 x 9, 0 y 9 e 0 z 9

(1) P.A. (x, y, z)
x z
y
2
+
=
(2) 10x + y = 4z

Substituindo (1) em (2), tem-se: z = 3x
Se y é múltiplo de 3, tem-se y ∈ {0, 3, 6. 9}.
Montando um quadro com os valores de x, z e z, tem-se:


EA CPCAR EXAME DE ADMISSÃO AO 3
o
ANO DO CPCAR 2008 – MATEMÁTICA – VERSÃO A
8
x
x z
y
2
+
= y = 3z
1
2
2 (NÃO CONVÉM
4 (NÃO CONVÉM)
3
6


3 9 9


4 - ∃


Assim, tem-se a P.A. (3, 6, 9, ...)

a
100
= 300 e
100
S = 15.150 que é múltiplo de 5

RESPOSTA: opção b


17 - Constrói-se um triângulo equilátero ABC cujo lado mede a
unidades. Nesse triângulo, traça-se a circunferência de centro
no encontro das alturas e tangente aos lados do triângulo. A
seguir, traça-se uma reta tangente à circunferência, paralela e
distinta ao lado AB , interceptando AC e BC ,
respectivamente, nos pontos A’ e B’. Para o triângulo A’B’C,
traça-se a circunferência de centro no encontro das alturas e
tangente aos lados dos triângulos. A seguir, traça-se uma reta
tangente à circunferência, paralela e distinta ao lado ' B ' A ,
interceptando C ' A e C ' B , respectivamente, nos pontos A” e
B”. Esse processo de construção da circunferência é repetido
indefinidamente.
Com as circunferências traçadas, encontra-se uma seqüência
onde são representados seus comprimentos. Essa seqüência

a) tem termo geral representado por
2
1 n 2
3
a

π
, com n *
b) é uma progressão geométrica cuja razão é
9
1

c) tem por limite da soma de seus termos um número menor
que a
d) tem razão diferente da razão da seqüência formada pelos
raios das circunferências.

RESOLUÇÃO

Considere a seguinte figura:

















1
2 3
1
2
3
a 3
BH
2
1 a 3 a 3
R OH ,
3 2 6
a 3 a 3
R O' H' , R O"H" ,...
18 54
a 3
C
3
a 3 a 3 a 3 a 3
C 2 R C , , ,...
9 3 9 27
a 3
C
27
=
= = ⋅ =
= = = =
¦
π
=
¦
¦
¦
| |
π π π π ¦
= π ⇒ = ⇒ ⇒ |
´
|
¦ \ ¹
¦
π
= ¦
¦
¹

⇒ P.G. cuja razão é
1
3

Logo a opção (B) é incorreta.

O termo geral da P.G. será:

1
2
n 1 1 2n
n 1 1 n 1
2
n 1
a 3 1
a a q a 3 .3 3 a 3
3 3
− −
− − − −
| |
= ⋅ = π⋅ = ⋅ ⋅ ⋅ π ⇒ π
|
\ ¹

n
2n 1
2
a
a
3

π
= alternativa correta
Para o caso da alternativa (C), FALSA; pois:
1
a 3
a a 3
3
S que é maior que a
1
1 q 2
1
3
π
π
= = =



Na alternativa (D), FALSA, temos:
Seqüência dos raios
a 3 a 3 a 3
, , ,...
6 18 54
| |
|
|
\ ¹
que é uma P.G. de
razão, também,
1
3


RESPOSTA: opção a


18 - Sejam x e y dois números reais, tais que x + y = π, 0 < x 2π
e 0 y < 2π. Para que a matriz

+
+
=
y sen x cos 1
y cos 1 x sen 2
A
NÃO seja inversível, é necessário que x e y sejam tais que

a) sec x + cos y = 0
b) (tg x).( tg y) > 0
c) x – y =
2
π

d) x = y

RESOLUÇÃO

Para que A não seja inversível é necessário que det A = 0
Assim; se x = π – y, tem-se:

2sen( y) 1 cos y
det A 0 y 0
1 cos( y) seny
π − +
= = ⇒ =
+ π −
e x = π ou

y = π e x = 0 (Não convém)

Substituindo x = π e y = 0 nas opções, tem-se que:

a) Verdadeiro,pois sec π + cos 0 = 0
b) Falso, pois (tgπ) . (tg0) = 0
c) Falso, pois 0
2
π
π − = π ≠
d) Falso, pois π = 0 (absurdo!)
⇒ x = 3, y = 6 e z = 9

EA CPCAR EXAME DE ADMISSÃO AO 3
o
ANO DO CPCAR 2008 – MATEMÁTICA – VERSÃO A
9
x 2y 2z 18 x 2
3y z 14 z 5
17y 51 y 3
¦
+ + = ⇒ =
¦
¦
+ = ⇒ =
´
¦
= ⇒ =
¦
¹
¦
¦
´
¦
¹
RESPOSTA: opção a


19 - Certo concurso teve três provas objetivas diferentes, todas
com o mesmo número de questões. As questões em uma
mesma prova tinham o mesmo valor, porém, as três provas
tinham valores distintos entre si. Todo candidato fez as três
provas. O número de questões acertadas bem como o total de
pontos obtidos pelos candidatos A, B e C foram dispostos na
tabela abaixo.

candidato
1
a

PROVA
2
a

PROVA
3
a

PROVA
TOTAL DE
PONTOS
OBTIDOS
A 6 5 4 47
B 3 6 6 54
C 2 7 5 50

Se um outro candidato D acertar 5 questões na primeira prova,
8 na segunda e 3 na terceira, pode-se afirmar que o total de
pontos que esse candidato atingirá é

a) menor do que o total de pontos de cada um dos outros três
candidatos.
b) o segundo valor na ordem crescente dos pontos atingidos
pelos quatro candidatos.
c) maior do que os pontos de cada um dos outros três
candidatos.
d) o segundo valor na ordem decrescente dos pontos
atingidos pelos quatro candidatos.

RESOLUÇÃO

x → valor das questões da 1ª prova
y → valor das questões da 2ª prova
z → valor das questões da 3ª prova

6x 5y 4z 47
3x 6y 6z 54
2x 7y 5z 50
+ + = ¦
¦
+ + =
´
¦
+ + =
¹
(÷3) ∼ ∼



x 2y 2z 18
0x 3y z 14
0x 7y 8z 61
+ + = ¦
¦
+ + =
´
¦
− − = −
¹




Candidato D: 5x + 8y + 3y = 5.2 + 8.3 + 3.5 = 10 + 24 + 15 = 49
pontos
Candidato A: 47 pontos
Candidato B: 54 pontos
Candidato C: 50 pontos

a) Falso.
b) Verdadeiro, 47 < 49 < 50 < 54
c) Falso.
d) Falso, 54 < 50 < 49 < 47

RESPOSTA: opção b


20 - Um jogo de pergunta e resposta tem as seguintes regras:

• a cada pergunta respondida, o jogador ganha 1 ponto se
acertar ou perde 1 ponto se errar;
• começará jogando com 1 ponto de crédito;
• responderá até a 5
a
pergunta ou, deverá parar de jogar se
atingir um total de 4 pontos ou se perder todos os pontos; e
• só vencerá se atingir os 4 pontos.

De acordo com as regras estabelecidas, analise os itens a
seguir, como VERDADEIROS ou FALSOS.

I) O jogo poderá se desenrolar de apenas 10 formas
distintas.
II) É única a possibilidade de o jogador vencer o jogo antes
da 5
a
pergunta.
III) Existe apenas uma possibilidade de o jogador perder o
jogo antes da 5
a
pergunta.

Pode-se afirmar que é(são) FALSO(S) apenas

a) I. c) III.
b) II. d) I e III.

RESOLUÇÃO

G → ganhar
P → perder










I) Falso.
O jogo se desenrolará de 11 formas.

II) Verdadeiro.
A única possibilidade é se ocorrer GGG.

III) Falso.
Existem duas possibilidades de perder o jogo antes da 5ª
pergunta: P ou GPP.

RESPOSTA: opção d


21 - Tomemos os números x e y pertencentes ao conjunto dos
números naturais não nulos de forma que x > y
Seja C a combinação desses números de forma que
¦
¦
¹
¦
¦
´
¦
=
=

+
7
9
C
C
C C
1 y , x
y , x
1 y , x y , x


Somando-se os algarismos do número x aos algarismos do
número y, encontra-se um número

a) primo. c) quadrado perfeito.
b) par. d) divisível por 11

RESOLUÇÃO

Seja
( )
a,b
a!
C
b! a b !
=

, então:

x,y x,y 1
x! x!
C C
y!(x y)! (y 1)!(x y 1)!
x 2y 1 (1) e
+
= ⇒ = ⇒
− + − −
⇒ − =


x,y
x,y 1
x!
C
9 9 y!(x y)!
7x 16y 7
x!
C 7 7
(y 1)!(x y 1)!


= ⇒ = ⇒ − = −
− − +
(2)

Assim, de (1) e (2) tem-se o sistema equivalente:

x 2y 1
7x 16y 7
− = ¦

´
− = −
¹
x 15 = e y 7 =

Somando-se os algarismos de x e y, encontra-se:
EA CPCAR EXAME DE ADMISSÃO AO 3
o
ANO DO CPCAR 2008 – MATEMÁTICA – VERSÃO A
10

1 5 7 13 + + = que é um número primo.

RESPOSTA: opção a


22 - Analise as proposições seguintes e classifique-as em (V)
verdadeiro ou (F) falso.

( ) O desenvolvimento binomial
|
¹
|

\
|
0
n
– |
¹
|

\
|
1
n
+ |
¹
|

\
|
2
n
– ... + (–1)
n
|
¹
|

\
|
n
n
é igual a zero.
( ) No desenvolvimento de
n
8
4
x
1
x
|
|
¹
|

\
|
− , para que exista
termo independente de x, é necessário que n seja
múltiplo de 3
( ) Dados os binomiais |
¹
|

\
|
p
n
= a e |
¹
|

\
|
+
+
1 p
1 n
= b, então o
binomial b a
1 p
n
− = |
¹
|

\
|
+


Tem-se a seqüência correta em

a) V – V – F c) V – V – V
b) F – F – V d) F – V – F

RESOLUÇÃO

( V ) ( ) ( ) ( )
n n n
n n n n
1 a b 1 1 0
0 1 2 n
| | | | | | | |
− + − + − = − = − =
| | | |
\ ¹ \ ¹ \ ¹ \ ¹


( V )
n
4
8
1
x
x
| |

|
\ ¹

Usando a fórmula do termo geral, tem-se:

( )
( )
4
p n p
p
4n 4p 8p
8
p
4n 12p
n n 1
x . x 1 .x
p p
x
n
1 .x
p

− −

| | | | | | | |
− = − =
| | | |
\ ¹ \ ¹ \ ¹ \ ¹
| |
= −
|
\ ¹

Para o termo independente:


4n 12p 0
n
x x 4n 12p 0 p
3

= ⇒ − = ⇒ =

( F ) Pela relação de Stifel, tem-se:

n n n 1 n n
a b b a
p p 1 p 1 p 1 p 1
+ | | | | | | | | | |
+ = ⇒ + = ⇒ = −
| | | | |
+ + + +
\ ¹ \ ¹ \ ¹ \ ¹ \ ¹


RESPOSTA: opção a


23 - Num grupo de 30 pessoas estão apenas homens e mulheres,
com os dois olhos apenas azuis ou os dois olhos apenas
castanhos.
20 são homens; 12 pessoas têm olhos azuis e destas, 8 são
mulheres.
Completando a tabela seguinte de acordo com a situação
acima, se uma pessoa for escolhida ao acaso, é correto
afirmar que a probabilidade dela ser/ter








a) homem de olhos azuis ou castanhos é
9
8

b) mulher, se tem olhos azuis é
5
4

c) homem, se tem olhos castanhos é
5
4

d) olhos azuis é de
5
2


RESOLUÇÃO
Completando a tabela, temos:







a) Falso,
20 2
30 3
= c) Falso,
16 8
18 9
=
b) Falso,
8 2
12 3
= d) Verdadeiro,
12 2
30 5
=

RESPOSTA: opção d


24 - Um aparelho, usado em laboratórios para decantação de
líquidos, foi construído, ligando-se um cone eqüilátero, um
cubo e uma esfera, por um tubo, como no esquema da figura
abaixo.













Na passagem de uma das formas a outra, pelo tubo, existe
uma torneira para liberar ou interromper a passagem do líquido
no sistema.
Num experimento, estando todas as torneiras fechadas,
coloca-se uma certa quantidade de líquido no cone, de modo a
enchê-lo por completo, sem desperdício. Logo após, abre-se a
primeira torneira, possibilitando a passagem do líquido do cone
para o cubo, o que acontece até que este encha e o cone
esteja com
8
5
da capacidade total, fechando-se a primeira
torneira. Com o cubo completamente cheio, abre-se a segunda
torneira para que o líquido possa fluir do cubo para a esfera, o
que acontece até que esta esteja completamente cheia e o
cubo com
6
5
de sua capacidade. Se não há desperdício de
líquido e o volume que resta no interior do tubo e das torneiras
é desprezível, e se o raio da esfera é 30π dm, o raio da base
do cone é, em dm, igual a

a) 3 180π c) 30π 3
b)
6
3
120π
d)
6
3
90π


RESOLUÇÃO

Cubo
3
Esfera Cubo
4
Cubo
V
1 4
1) V V R
6 3 6
V 216.000
= ⇒ π = ⇒
⇒ = π


EA CPCAR EXAME DE ADMISSÃO AO 3
o
ANO DO CPCAR 2008 – MATEMÁTICA – VERSÃO A
11
4
Cone Cubo Cone
3
4
6
3
2) V V V 576.000
8
r 3 120
576.000 r
3
3
= ⇒ = π ⇒
π π
⇒ = π ⇒ =


RESPOSTA: opção b


25 - De um bloco de madeira, com formato de cubo de aresta
12 cm, são retiradas, exatamente, 4 pirâmides regulares cujas
bases são quadrados de lado 5 cm. As pirâmides são retiradas
de faces opostas, fazendo com que seus vértices coincidam
com o centro do bloco.
A área da superfície total do sólido, após a retirada das 4
pirâmides é, em cm
2
, igual a

a) 1224 c) 1024
b) 1124 d) 1004

RESOLUÇÃO
Considere o seguinte esquema que ilustra a situação:















Dessa forma, a área da superfície total do sólido será dada
por:
S = área da superfície do cubo (1) + área lateral das quatro
pirâmides (2) – Área das bases das quatro pirâmides (3)

Representação de uma pirâmide:



H =
12
6cm
2
=
h
2
= H
2
+ a
2
⇒h =
13
2



(1)
2 2 2
1 1 1
S 6a S 6 (12) S 864cm = ⇒ = ⋅ ⇒ =
(2)
2
2 2 2
13
5
b h
2
S 4 S 4 S 260cm
2 2


= ⋅ ⇒ = ⋅ ⇒ =
(3)
2 2 2
3 3 3
S 4 b S 4 5 S 100cm = ⋅ ⇒ = ⋅ ⇒ =

S = 864 + 260 – 100
2
S 1024cm =

RESPOSTA: opção c


















You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->