P. 1
DR3-3

DR3-3

|Views: 329|Likes:
Publicado porjmpf92

More info:

Published by: jmpf92 on Nov 04, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/26/2014

pdf

text

original

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS DAS TAIPAS

CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS (NS) – CIDADANIA E PROFISSIONALIDADE TURMA D
Núcleo Gerador: Direitos E Deveres Domínio de referência: DR3 – Reconhecer o núcleo de direitos fundamentais típico de um Estado democrático contemporâneo. Critérios de Evidencia: Identificar direitos fundamentais; Interpretar direitos através da Constituição da República Portuguesa; Explorar direitos relevantes com a apresentação de propostas de articulação entre representatividade e participação.

O homem, enquanto ser social, só se realiza plenamente quanto inserido numa determinada comunidade política. É esta integração, pressupondo a interiorização consciente ou inconsciente de um conjunto de regras sociais, exige que o conceito de cidadania se estabeleça como primeiro tecido constituinte da natureza humana no cumprimento dos direitos e deveres a que cada indivíduo está socialmente obrigado. A cidadania portuguesa é um estatuto de todos os que possuem a nacionalidade portuguesa. A cidadania confere direitos, liberdades e garantias, mas também implica obrigações. Entre estas, contam-se o respeito pelas leis vigentes, o pagamento de impostos e a defesa de comportamentos cívicos, como a solidariedade, a tolerância e a lealdade aos princípios e valores nacionais. Nos direitos, destacam-se os da protecção do Estado na saúde, na educação, no ambiente, no património, na segurança, bem como o do voto nas eleições. As liberdades e as garantias dos cidadãos portugueses são as que são consignadas na Constituição da República Portuguesa e decorrentes da Declaração Universal dos Direitos do Homem.

Actividade

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS DAS TAIPAS

CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS (NS) – CIDADANIA E PROFISSIONALIDADE TURMA D
De acordo com a Constituição da República Portuguesa (em anexo) e, através de uma pesquisa de informação, responda às seguintes questões: 1 – Identifique 8 direitos fundamentais presentes no excerto da Constituição da República Portuguesa. 2– A partir da leitura e análise das partes seleccionadas da Constituição, e de uma pesquisa de informação, responda às seguintes questões:

1. Explique em que contexto surgiu a actual Constituição da República Portuguesa? 2. Identifique alguns direitos que foram adquiridos com a nova Constituição da República
de 1976.

3. Justifique que tipo de regime político existe em Portugal?
4. Em quem reside a soberania? 5. O que significa ser um “Estado de Direito Democrático”? 6. Diga o que entente por democracia representativa. 7. Quando se fala em “separação de poderes”, a que tipo de poderes se refere a Constituição? 8. Caracterize o sufrágio exercido pelo povo.

9. Quais são os principais Órgãos de Soberania? 10. Explique, de forma sucinta, as competências de cada um desses Órgãos que considera
mais relevantes. 11. Explique a seguinte expressão: “O poder político pertence ao povo e é exercido nos termos da Constituição”. 12. Quais os símbolos nacionais? 13.Explique em que contexto surgiu o actual Hino “A Portuguesa”. 14.Explique o significado da simbologia presente na Bandeira Portuguesa.

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS DAS TAIPAS

CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS (NS) – CIDADANIA E PROFISSIONALIDADE TURMA D

3 – Formule a sua interpretação dos artigos da Constituição da República Portuguesa
apresentados:

a) Artigo 26.º (Outros direitos pessoais): A todos são reconhecidos os direitos à identidade pessoal,
ao desenvolvimento da personalidade, à capacidade civil, à cidadania, ao bom nome e reputação, à imagem, à palavra, à reserva da intimidade da vida privada e familiar e à protecção legal contra quaisquer formas de discriminação.

b) Artigo 25.º (Direito à integridade pessoal): 1. A integridade moral e física das pessoas é
inviolável. 2. Ninguém pode ser submetido a tortura, nem a tratos ou penas cruéis, degradantes ou desumanos.

4 – Consulte a Constituição da República Portuguesa e identifique os Artigos que provam a ilegitimidade das seguintes situações:
(http://www.parlamento.pt/Legislacao/Paginas/ConstituicaoRepublicaPortuguesa.aspx)

a) Ofender um vizinho; b) Agredir uma pessoa que nos passou à frente numa fila; c) Impedir alguém de expressar livremente as suas opiniões; d) Despedir um funcionário sem justa causa; e) Recusar a venda ou o arrendamento de uma casa a uma pessoa só por esta ser de etnia diferente (etnia cigana, africana, indiana).

Bom Trabalho  As formadoras Luísa Gonçalves e Adelina Araújo

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->