Você está na página 1de 10

Senhores Acionistas,

A Administração da Schulz S.A. (“Schulz”), em observância aos preceitos legais, submete à


apreciação de V.Sas. os fatos e eventos relevantes, acompanhados das Demonstrações
Financeiras relativas ao período encerrado em 30 de setembro de 2010.

Mensagem da Administração

No terceiro trimestre de 2010 conquistamos por mais uma vez resultados positivos e crescentes,
que atestam a solidez da Schulz e consolidam a retomada de um bom desempenho.

Com a aquecida demanda do mercado interno e externo em que atuamos, o volume de vendas
aumentou expressivamente em ambas as divisões de negócio, o que resultou no aumento de
12,7% da nossa receita só neste trimestre e de 78,1% no acumulado do ano.

Nesse cenário, pudemos retomar e concluir alguns investimentos iniciados em 2008 e ampliar
nossos investimentos em inovação, lançamentos de novos produtos, e capacitação e no
desenvolvimento de nossa equipe. Assim, pretendemos continuar alcançando resultados
positivos, crescentes e, cada vez mais, gerando valor para todos os nossos acionistas.

Perfil Corporativo

Divisão Compressores: a Schulz é a maior


A Schulz S.A., sediada em Joinville (SC), é
fabricante de compressores de ar da América
estruturada em duas divisões de negócios, por
Latina e a única empresa brasileira apta a
meio das quais atua nos segmentos de disputar este segmento com as maiores marcas
compressores de ar e de peças e componentes mundiais. Seus produtos têm alta qualidade,
automotivos. reconhecida pelos clientes nos mercados mais
exigentes, e compõem uma linha completa de
Toda a produção da Companhia é concentrada em geração, tratamento e uso do ar comprimido,
dois parques industriais com instalações além de outros produtos sinérgicos nos
certificadas conforme normas ambientais e de mercados de atuação nacional e internacional.
gestão da qualidade, localizados em Joinville, que
ocupam uma área total de 359 mil m², sendo 76 Divisão Automotiva: nesse segmento, a
Schulz produz e comercializa peças e
mil m² de área construída. Os parques são uma
componentes para a indústria automotiva de
importante referência na produção industrial da transporte pesado, com foco especial em peças
região, empregando 2.438 colaboradores. de segurança com maior valor agregado.

Em suas modernas e atualizadas plantas, a Schulz dispõe de avançados laboratórios químico,


metalográfico e de análise ambiental, além de um completo centro de pesquisa e
desenvolvimento de novos produtos. Além disso, conta com moderna fundição de ferro nodular
e cinzento, com máquinas de usinagem de última geração, onde são produzidos componentes
para as grandes montadoras do setor automotivo e de outros segmentos do mercado nacional e
internacional.

Estrutura Organizacional

Divisão Compressores

Com a liderança absoluta do mercado de compressores de ar comprimido,


produz uma completa linha de compressores alternativos de pistão,
diafragma e rotativos de parafuso, secadores de ar por refrigeração, filtros
de linha e coalescentes, separadores de condensado, ferramentas pneumáticas e acessórios para
ar comprimido, para uso em indústrias, serviços e hobby com a marca SCHULZ. Já com a
marca SOMAR produz uma completa linha de moto bombas, hidro-lavadoras, máquinas e
ferramentas destinadas ao segmento de construção civil.

Reconhecidos como produtos da mais alta confiabilidade, os compressores Schulz são


desenvolvidos com tecnologia direcionada para eficácia, eficiência, segurança e menor custo
benefício e com economia de energia elétrica.

A Divisão Compressores antecipa tendências tecnológicas com o acompanhamento e apoio


constante de uma equipe multidisciplinar, que utiliza as mais avançadas ferramentas de projetos,
auxiliada por computadores e softwares (CAD/CAM/CAE) disponíveis no mercado,
assegurando autonomia e agilidade no atendimento às demandas do mercado.

O ano de 2010 está sendo marcado por lançamentos diversos na Divisão Compressores:
• Modelos compactos de compressores rotativos de parafuso: são compressores rotativos
de parafuso compactos, que integram em um só conjunto a geração e a armazenagem de ar
comprimido, compondo uma solução compacta, que une tecnologia e performance para as
mais diferentes aplicações que exigem fornecimento de ar comprimido. São produtos
fabricados de acordo com a norma NR13, com baixo custo de manutenção, projetados para
trabalhar 24 horas por dia e 365 dias por ano, além de ser fácil de transportar e manusear.
• Compressores rotativos Linha Total Solution: a linha contém o compressor, o
reservatório e o secador por refrigeração incorporados e integra no mesmo produto a
geração, o tratamento e o armazenamento do ar comprimido, para atender a pequenas e
médias empresas dos mais diversificados ramos de atividades (metal mecânico, indústria
têxtil, alimentícia, moveleira, hospitalar entre outras), que necessitam de ar comprimido
com qualidade, robustez, pouco espaço ocupado na fábrica e menor nível de ruído.
• Motoesmeril com lixadeira de cinta integrada: utilizados na afiação e desbastes de
metais, os motoesmeris Schulz são leves, compactos e silenciosos, sendo úteis em
pequenas oficinas, ateliês, residências, chácaras, fazendas, entre outros diversos tipos de
uso.
• Linha de lava-jatos: a nova linha Hidro Lav está disponível em três níveis de potência,
oferecendo praticidade e economia de água na limpeza.

Filial Nordeste

No segundo semestre de 2009, a Schulz inaugurou sua Filial Nordeste, visando atender à
demanda da região Norte-Nordeste, para possibilitar uma aproximação mais eficiente,
disponibilizando toda a linha com pronta entrega, além de reduzir os custos de transporte. Os
compressores são transportados de navio a partir do Porto de São Francisco - Joinville (SC) até
o Porto de Suape - Recife (PE), onde são estocados no Centro de Distribuição de Alhandra
(PB), localizado próximo à João Pessoa (PB), a 100 km de Recife e a 160 km de Natal (RN).

Filial Jundiaí – SP

Também no segundo semestre de 2010, inauguramos a Filial de Jundiaí/SP, com o propósito de


atender com mais rapidez as vendas para o Estado de São Paulo, principalmente em relação aos
produtos de hobby e serviços. Esta estratégia nos permitirá atender aos pequenos e médios
clientes com custo de frete mais competitivo, além de amenizar em parte os efeitos da
substituição tributária que ainda é para muitos clientes um imbróglio, principalmente pelo fato
de que os nossos maiores concorrentes estão sediados naquele estado, portanto não tem os
efeitos da substituição tributária como era em relação as compras vindas do Estado de Santa
Catarina.

Divisão Automotiva

Esta Divisão desenvolve e comercializa componentes e conjuntos automotivos e mecânicos para


fabricantes e montadoras de veículos pesados, como caminhões, ônibus, pick-ups, LCVs,
máquinas agrícolas, tratores, colheitadeiras, entre outros.Entre seus principais clientes
destacam-se Volvo, Scania, Mercedes Benz, MWM International, ZF, Caterpillar, John Deere,
Eaton e MAN.

A Schulz Automotiva está habilitada a fornecer produtos fundidos, usinados, pintados e


montados, com agilidade e alta qualidade. Em grande maioria, os produtos dessa Divisão são
componentes de segurança e atendem aos mais rigorosos quesitos e controles de qualidade, o
que envolve desde a qualificação dos fornecedores e o controle de materiais aplicados no
processo produtivo até as composições químicas e metalúrgicas e o produto final. São mais de
250 itens de segurança - de chassis e cabines - produzidos na unidade de Joinville.

O processo produtivo é auditado pelos clientes e por órgãos certificadores, contemplando


melhorias constantes, com foco em qualidade, produtividade, redução de custos e refugos, seja
interno ou externo.

A força de vendas da Schulz Automotiva é apoiada por um corpo técnico de engenheiros


altamente qualificados, que utilizam avançados sistemas de desenvolvimento de produtos que
possam atender às mais complexas particularidades na produção. A equipe está habilitada para
interagir junto aos clientes, de modo a fornecer as melhores soluções no processo produtivo.
Essas características reforçam, cada vez mais, a posição de parceria da Schulz perante os
clientes.

Rede de distribuição e de assistência técnica

A Divisão Compressores conta com uma forte e estruturada rede de distribuição e de assistência
técnica, localizada em pontos estratégicos no território nacional e internacional, composta por
vendedores próprios e representantes e uma equipe de, aproximadamente, 450 assistentes
técnicos treinados e capacitados nos laboratórios de desenvolvimento da Companhia. Essa
ampla estrutura se configura como um importante diferencial estratégico para garantir a
fidelização de clientes e consumidores dos produtos Schulz, que encontram atendimento
especializado no momento e local que precisam.

Estrutura internacional

Os produtos Schulz são exportados para toda a América Latina, América Central, Estados
Unidos, Europa e Ásia. A Companhia mantém no exterior a filial Schulz of America, Inc,
sediada em Atlanta, Geórgia – onde conta com depósito, equipe de vendas e corpo técnico
devidamente treinado na fábrica -, além de uma filial na Alemanha e um depósito na Suécia,
que complementam o processo de Logística Integrada para atender tanto ao mercado interno
como ao externo.

Gestão Integrada

Produção
produtos, com um modelo orientado para o
aumento da produtividade e a eliminação de
desperdícios. Além disso, essa integração
proporciona aos clientes maior agilidade e
economia na entrega das peças acabadas,
muitas das quais são entregues diretamente
A Schulz promove uma gestão integrada de da linha de produção.
todas as fases de desenvolvimento de seus

Controle de Qualidade

Para garantir a evolução contínua dos processos de produção, da tecnologia empregada e da


qualidade dos produtos, a Schulz mantém precisos sistemas de controle de qualidade, que, por
sua excelência, garantem oportunidades importantes perante a base de clientes no Brasil e no
exterior.

Por meio desses sistemas, a Companhia controla os processos de todo o ciclo produtivo, desde a
seleção de fornecedores, com testes nas matérias-primas, até a finalização, com rigorosas
verificações de segurança, desempenho e durabilidade, seguindo todas as normas e
regulamentações existentes. Assim, a Schulz assegura os padrões globais de qualidade em seus
produtos, com aprimoramentos contínuos, e tem a alta confiabilidade como uma característica
marcante de seus produtos.

A gestão da qualidade da Divisão Automotiva está certificada conforme as Normas ISO/TS


16949:2000 e ISO 14001, enquanto a Divisão Compressores possui certificação ISO 9001:2000,
IRAM (Instituto Argentino de Normalização e Certificação), UL (Underwriters Laboratories,
Inc.) ASME (American Society of Mechanical Engineers) e CE (Conformité Européenne).

Pesquisa e Desenvolvimento

A qualidade das operações e a atualização contínua dos processos são garantidas pela equipe de
Pesquisa e Desenvolvimento da Schulz, cujo foco de atuação está na realização de estudos e no
acompanhamento de tendências tecnológicas para atender às demandas específicas do mercado
e dos clientes. As novas técnicas são desenvolvidas por meio de convênios de troca de
conhecimento com vários centros tecnológicos, acadêmicos e de design, e colocadas em prática
em laboratório próprio.

Princípios Corporativos

A Schulz busca a perenidade e crescimento de seu negócio com base em princípios que
proporcionem o desenvolvimento de bons resultados econômicos, a geração de valor a todos os
públicos envolvidos em suas atividades e a preservação e minimização de seu impacto ao meio
ambiente. Esses princípios, apresentados a seguir, são o alicerce para a definição e
implementação de suas estratégias:

• Foco no cliente e direcionamento de ações para determinar e atender seus requisitos;


• Desenvolvimento das competências de seus colaboradores e de iniciativas que aumentem
seu envolvimento, sua motivação e sua satisfação;
• Benefício mútuo na relação com fornecedores;
• Desenvolvimento responsável de produtos e processos, com uma gestão voltada à
prevenção da poluição e que considere a necessidade de preservação dos recursos naturais
e de redução dos impactos ambientais de suas atividades;
• Atendimento à legislação, às normas e aos requisitos ambientais aplicáveis;
• Comunicação às partes interessadas das ações e resultados relevantes referentes à gestão
ambiental; e
• Promoção da conscientização ambiental.

Partindo destas premissas em sua atuação, a Schulz busca garantir que a responsabilidade
socioambiental perpasse toda sua cadeia de valores. A Companhia entende que uma política
socioambiental responsável também contribui para melhorar seus resultados econômicos e é de
grande relevância na gestão dos negócios (veja mais sobre a gestão socioambiental da Schulz
em capítulo específico, abaixo).

Cenário Econômico e Industrial no Brasil

No início de junho foram divulgados os dados de crescimento do PIB do primeiro trimestre de


2010. Houve crescimento de 2,7% em relação em relação ao quarto trimestre de 2009. Já na
comparação com o mesmo período do ano anterior, o PIB registrou crescimento de 9%, a maior
alta da série histórica, iniciada em 1995, na comparação com igual trimestre de ano anterior -
levando-se em conta todos os trimestres da série.

O setor industrial vem puxando o crescimento econômico do país, registrando forte expansão
nas duas bases de comparação: cresceu 4,2% no primeiro trimestre de 2010 ante o quarto
trimestre de 2009. Já na comparação com o primeiro trimestre de 2009, o PIB do setor subiu
14,6%.

Desempenho Operacional e Financeiro

Receita Operacional

A receita operacional bruta da Schulz no 3T10 totalizou R$ 215,3 milhões, aumento de 12,7%
quando comparada ao trimestre anterior e de 78,1% em relação ao mesmo período do ano
anterior. No acumulado do ano, o crescimento foi também expressivo: ao final de setembro de
2010 a receita somava R$ 553,4 milhões, crescimento de 68,5% nos últimos 12 meses, quando
comparado ao montante obtido no mesmo período de 2009, de R$ 328,6 milhões.
Como consequência, a receita operacional líquida também apresentou crescimento de 13,3% em
relação ao trimestre anterior e de 85,6% quando comparada ao mesmo período de 2009,
totalizando R$ 170,4 milhões no 3T10 e R$ 432,0 milhões nos 9M10.

Mercados

Ao comparar o resultado das vendas do ME no 3T10 com o mesmo trimestre do ano anterior,
nota-se recuperação cada vez mais forte do mercado internacional, com aumento de 83,8% (em
reais). No acumulado até Setembro de 2010, em comparação ao mesmo período de 2009, a
elevação foi de 46,1% (em reais), e no 3T10, em comparação ao trimestre anterior, o
crescimento foi de 15,8% (em reais). Nos mesmos períodos, as vendas do MI tiveram a seguinte
performance: 77,4 %(3T10 vs. 3T09), 71,5% (9M10 vs. 9M09) e 12,3 %(3T10 vs 2T10).

Custo dos Produtos Vendidos

Em comparação ao mesmo período de


2009, a relação entre o CPV e a
Receita Líquida no 3T10 apresentou
redução de 2,2 p.p., totalizando
70,4%. Quando comparada ao
trimestre anterior, a relação também
registrou queda de 1,4 p.p..

O desempenho apresentado pelo CPV


decorre de todas as ações tomadas
pela empresa desde o início da crise
econômica ao final de 2008, que foram aprofundadas em 2009. Em 2010, o CPV foi impactado
pelos efeitos dos investimentos realizados, principalmente na Divisão Automotiva nos últimos
anos, cujos resultados começaram a aparecer já no primeiro trimestre do ano. Ainda assim,
durante todo o ano, o indicador vem apresentando trajetória de queda.

Lucro Operacional Bruto

Em decorrência dos fatores anteriormente apresentados, o lucro operacional bruto do 3T10


dobrou em relação ao do 3T09, totalizando R$ 50,5 milhões no 3T10 em comparação aos R$
25,1 milhões no 3T09. Comparado com o 2T10, o crescimento foi de 19,2%. No acumulado do
ano, o lucro operacional bruto totalizou R$ 124,2 milhões, o que representa um aumento de
88,6% quando comparado aos 9M09.

Despesas/Receitas Operacionais

As despesas operacionais, compostas principalmente pelas despesas com vendas, apresentaram


aumento de 11,5% quando comparadas ao trimestre anterior, totalizando R$ 24,1 milhões no
3T10, variação 1,2 p.p. inferior ao crescimento da receita operacional bruta, atestando a
eficiência da Schulz na administração dos custos, já que que grande parte das despesas
comerciais estão atreladas ao aumento das vendas.

Despesas Administrativas

As despesas administrativas cresceram 10,8% na comparação trimestral (3T10 x 2T10),


totalizando R$ 5,9 milhões ao final do trimestre. Essa variação reflete os efeitos da adequação
de sua estrutura após a crise econômica de 2008/2009.

Despesas com Vendas

As despesas com vendas somaram R$ 18,2 milhões no 3T10, valor 13,6% superior aos R$ 16,0
milhões registrados no 2T10. Na comparação anual, o aumento foi de 59,8%, inferior à variação
da receita bruta no mesmo período. Vale ressaltar que apenas as despesas variáveis (como
comissões e fretes) acompanham o crescimento das vendas.

Importante lembrar que no 4T09 foram computados os efeitos da incorporação da Somar S.A.
na força de vendas adicionada na operação, compensados pelos efeitos de rescisões de
representantes e funcionários, efeitos esses previstos no escopo do projeto de aquisição e
incorporação.

Lucro operacional líquido antes do resultado financeiro


No terceiro trimestre de 2010, a Schulz obteve resultado operacional líquido antes do resultado
financeiro de R$ 26,4 milhões, expansão de 27,1% e de 154,1%, respectivamente, quando
comparado ao 2T10 e ao 3T09, respectivamente.

Resultado financeiro
O resultado financeiro líquido da Schulz no 3T10 foi positivo em R$ 1,2 milhão, uma
recuperação do resultado em relação aos R$ 4,4 milhões negativos obtidos no 2T10.

Além do constante esforço da companhia em buscar a melhora do perfil do seu endividamento


bancário, esse resultado foi alcançado também em razão da oscilação cambial nos empréstimos
em dólar, como conseqüência da valorização do real frente ao dólar de 5,9 % no período.

As despesas financeiras apresentaram queda de 37,2% no 3T10 quando comparadas ao 2T10, e,


em relação ao mesmo período do ano anterior, apresentaram redução de 23,2%, totalizando
R$ 7,3 milhões. As receitas financeiras, por sua vez, apresentaram crescimento de 13,5%
quando comparadas ao 2T10 e queda de 43,8% na comparação com o 3T09.

Vale ressaltar que esse resultado praticamente não teve efeito expressivo no caixa da
Companhia, pois a maior parte de seu montante é referente à provisão sobre dívidas em moeda
estrangeira (dólar), que tem parte importante dos seus vencimentos no longo prazo e cuja
parcela de curto prazo está adequada às exportações e à geração de caixa operacional.
Lucro operacional líquido antes de efeitos tributários
O lucro operacional líquido da Schulz cresceu 68,3% no 3T10 em comparação com o 2T10, e
71,2% em relação ao 3T09, totalizando R$ 27,6 milhões no trimestre e R$ 51,3 milhões no
acumulado do ano (9M10).

EBITDA
O EBITDA do 3T10 somou R$ 31,7 milhões, com margem EBITDA de 18,6%, enquanto que
no 2T10 foi registrado um EBITDA de R$ 28,2 milhões, com margem de 18,7%, o que
representa evolução de 12,4% no EBITDA, com margens estáveis ao longo dos trimestres do
ano.

Lucro Líquido

No terceiro trimestre de 2010 a Schulz apresentou lucro líquido de R$ 16,1 milhões, que
representa um expressivo aumento de 60,4% em relação ao 2T10 e de 50,4% quando
comparado ao mesmo trimestre do ano anterior. O lucro por ação foi de R$ 1,2627 no período
(3T10).

Fluxo de caixa
Nos nove primeiros meses de 2010, a Schulz registrou uma geração de caixa considerada
adequada, com disponibilidades que totalizavam R$ 75,8 milhões (R$ 30,6 milhões no 2T10 e
R$ 32,8 milhões no 3T09), representados na forma de aplicações financeiras.

Vale destacar que, em 30 de setembro de 2010, a Companhia possuía caixa disponível


equivalente a 82,3 % do valor de todos os compromissos financeiros de curto prazo e uma
relação Dívida Líquida de Curto Prazo / EBITDA de 0,1.

Investimentos
Em 2010, com a recuperação do cenário macroeconômico brasileiro após a crise financeira
mundial iniciada em 2008, a Schulz retomou seus planos de investimentos e, no acumulado do
ano, já investiu R$ 28,3 milhões, dos quais R$ 8,8 milhões no último trimestre.
Desse total, 66% foram destinados à Divisão
Automotiva, 22% à Divisão de Compressores e
12% à Área Corporativa. Os investimentos
previstos e em andamento se referem em sua
maioria a projetos de desenvolvimento de
novos produtos, ferramentais, máquinas e
equipamentos adicionais necessários para
fabricação de novos produtos, bem como à
manutenção da capacidade produtiva.

Mercado de Capitais
No terceiro trimestre de 2010 o Ibovespa apresentou valorização de 13,9%, encerrando o último
pregão do mês de setembro aos 69.429 pontos, retornando ao patamar alcançado no primeiro
trimestre do ano e, portanto, recuperando a queda de 13,4% observada no trimestre anterior.
Esse resultado se deve a um cenário favorável do mercado de capitais brasileiro, que assistiu,
em setembro, à capitalização da Petrobras, a maior da história mundial, que somou R$ 120,4
bilhões e aumentou o volume de negócios na BM&FBovespa.

O aumento da entrada de recursos de investidores estrangeiros no país fez com que a cotação do
dólar apresentasse desvalorização de 5,9% no trimestre, fechando setembro em R$ 1,6940.

As ações PN da Schulz (Bovespa: SHUL4) permaneceram praticamente estáveis, iniciando o


trimestre cotadas a R$ 32,80 e encerrando a R$ 32,60, atingindo máxima de R$ 33,00 no
período.

Valor (R$) Data


Mínima 31,70 29.09.2010
Máxima 33,00 01,02,05,20 e 23.07.2010
Gestão de Recursos Humanos

Ao final de setembro, a Schulz contava com 2.438 colaboradores, um aumento do quadro de


8,4% em relação ao trimestre anterior e de 45,0% quando comparado ao mesmo período de
2009 (1.682 colaboradores), refletindo a recuperação do mercado frente à crise global iniciada
em 2008 e, portanto, revertendo o ajuste realizado no quadro de pessoal da Companhia em 2009
e voltando aos níveis de número de funcionários de 2008, porém com maior produtividade.
Com a melhoria do cenário econômico, a Schulz também ampliou os investimentos em
treinamento e capacitação de seus funcionários, visando à qualificação e à qualidade do
atendimento aos clientes. No acumulado de 2010, foram investidos R$ 334,9 mil, dois quais R$
130,2 mil aplicados em 17,8 mil horas de treinamento só no 3T10, com destaque para a
capacitação das novas admissões de forma a nivelar o conhecimento operacional.

Responsabilidade Socioambiental
A manutenção da qualidade dos produtos, a valorização das pessoas e a preservação do meio
ambiente fazem parte da essência da gestão de negócios da Schulz. As exigências da legislação
ambiental acerca do tratamento de resíduos nas instalações da Companhia, previsto na Política
de Qualidade e do Meio Ambiente, são estritamente cumpridas pela Schulz, que também utiliza
o Manual de Gestão Ambiental para Fornecedores para atestar a qualidade de suas matérias-
primas com relação à preservação e minimização do impacto ambiental.

As práticas socioambientais da Schulz, bem como seus resultados, são monitoradas


periodicamente por empresas independentes. Assim, as ações de preservação adotadas pela
Companhia nos ambientes interno e externo são avaliadas e novas demandas dessa natureza
podem ser identificadas.

Devido às especificidades das características de produção de cada Divisão, cada uma monitora
separadamente e mensalmente diversos indicadores ambientais, como o consumo geral de
energia elétrica e de água, a geração de resíduo, os resíduos reciclados e aqueles enviados a
aterros. Os dados são comparados às metas definidas e compilados, gerando o Indicador de
Desempenho Ambiental (IDA) mensal da Schulz.

Declaração da Diretoria
Em conformidade com as disposições na Instrução CVM nº 480/09, a Diretoria declara que
discutiu e revisou as demonstrações financeiras relativas ao exercício social encerrado em 30 de
setembro de 2010, e concordou com as opiniões expressas no parecer dos Auditores
Independentes.

Agradecimentos
A Schulz agradece, mais uma vez, a todos aqueles que participaram, direta ou indiretamente, do
seu crescimento – acionistas, colaboradores, clientes, fornecedores e instituições financeiras, e
reitera seu compromisso com o desempenho rentável e sustentável.

A Administração