P. 1
Lajes

Lajes

|Views: 1.005|Likes:
Publicado poramigoleitor

More info:

Published by: amigoleitor on Nov 07, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/23/2012

pdf

text

original

Lajes

Diversamente dos elementos verticais de uma edificação, destinados à proteção e à criação de um ambiente interno ameno, as lajes, num edifício de vários pavimentos, têm ainda outras funções. Devem suportar expressivas cargas móveis e fixas, representadas pelas pessoas, pelo mobiliário e, pelo seu peso próprio. Originalmente executadas em concreto armado moldado in loco, as lajes exigiam nesse processo, a utilização de uma sub estrutura de apoio, normalmente de madeira. Essa sub estrutura, além de cara, atravancava a obra até que pudesse ser retirada, impedindo a execução de outras tarefas nesse período. Com o advento de novos materiais, novos processos industriais, e refinamentos no cálculo estrutural, foram alcançadas alterações significativas na execução e desempenho das lajes. Maior economia, menor peso, rapidez de execução, menor desperdício, limpeza na obra, são alguns dos aspectos que podem ser ressaltados. A diversidade de opções no entanto, torna mais importante a manifestação de profissional habilitado, Arquiteto ou Engenheiro, para a definição e dimensionamento do tipo de laje mais adequado para um caso específico. Não menos importante, é a exigência de qualificação e certificação, pelo Órgãos Competentes, dos produtos a serem utilizados.

As lajes podem ser encontradas nas mais diferentes estruturas, tais como:
_ Edificações residenciais e comerciais; _ Galpões industriais; _ Pontes; _ Reservatórios; _ Estrutura de contenção de terrra (muros de arrimo, contafortes ...); _ Pistas de rodovias e aeroportos.

As lajes têm como função:
_ Transmitir para as vigas as cargas de utilização, aplicadas diretamente nos pisos, no caso das estruturas convencionais do tipo laje-viga-pilar; _ Contraventar as estruturas (pórticos formados por pilares e vigas ou paredes portantes, também denominada de shear-walls), funcionando como placas infinitamente rígidas em seu plano, que distribuem as cargas horizontais atuantes; _ Trabalhar como mesas de compressão da seção T, em casos das lajes serem construídas ligadas monoliticamente às vigas.

CLASSIFICAÇÃO DAS LAJES

yNão suportam cargas de paredes diretamente sobre a laje. obrigatoriamente. onde são concentradas as armaduras de tração. Para a montagem colocam-se as vigotas e os tijolos. yTem como vantagens a rapidez de execução. yUsadas quando os vãos a vencer são grandes (10 à 12 m) até máx 15m. yAs lajes em painéis são produzidas em usinas. yComo possuem estribos ( treliça) que absorvem o cisalhamento . yEntre estas nervuras pode ser colocado material inerte ( blocos cerâmicos de alvenarias. elementos de enchimento. em prédios residenciais ou comerciais. solidarizando o conjunto. yAs vigotas podem ser executadas em concreto armado ou protendido. tem 5 componentes: vigotas treliçadas. uma malha de armadura e um capeamento de concreto. yTem sua principal aplicação em obras residenciais de pequeno porte.Quanto A Sua Natureza _ Lajes Maciças ySão as lajes constituídas por uma placa de concreto armado ou de concreto protendido. blocos de concreto. ySuportam cargas de paredes. mas as mais usuais são em concreto armado. de concreto celular e outros . devendo-se molhar intensamente o material. yVãos livre de 3 à 6m para obras de médio porte. é necessário colocar vigas sob as paredes. . yEstas lajes possuem. de 8 à 12m. ou em alguns casos de carregamentos especiais. de forma que a superfície exte rna se mantenha plana. em pistas de protensão e moldadas em fôrmas metálicas ou por processo de extrusão. de pumex. Em seguida executa-se a camada superior de concreto. sem função estrutural. com vigotas treliçadas. entre as quais são colocados blocos. Os blocos tem a função de eliminar as formas. podem ser utilizadas para vãos maiores. _ Lajes Treliçadas yO sistema construtivo de lajes armadas em uma direção. _ Lajes Nervuradas ySão lajes em que a zona de tração é constituída por nervuras (50 à 100cm). de isopor. Antes de concretar a camada superior de concreto. escorando-se o conjunto. principalmente as lajotas. quando projetadas com espessura maiores e armaduras adicionais. armaduras complementares e capa de concreto. Podese retira o escoramento somente após a cura do concreto. ySão as mais utilizadas nas edificações e pontes. nervuras transversais. para evitar que absorvam a água do concreto. Lajes Mistas _ Lajes Compostas De Vigotas E Blocos Cerâmicos ySão lajes compostas por nervuras(vigotas) pré-fabricadas de concreto armado. _ Lajes Pré-Fabricadas yLajes planas alveolares . yComumente usadas para vencer vãos de até 4m em caso de laje de piso e 5m nas lajes de cobertura sem acesso à público. Lajes 4. sendo o espaçamento regulamentado pela NBR 6118. uma mesa de concreto na região comprimida. a economia de formas e escoramentos.

na colocação e na concretagem. cara. Essa comparação deve ser entendida como referencial. uma vez que. cabendo ao arquiteto e ao calculista determinar a melhor solução para cada caso. as lajotas podem quebras no transporte.yVão livre na ordem de 10 à 11m. yVem crescendo no Brasil a utilização destas lajes. Pré-fabricada de painéis treliçados ‡ vantagens: dá resistência à peça e facilita seu transporte. em média. o concreto torna-se um monobloco que dilata e contrai de maneira uniforme). ‡ desvantagens: não é possível fazer furos na parte inferior. é a mais pesada e. qualquer uma das lajes pode ser utilizada em casas. facilidade de instalação de canos e conduítes. preço. Quanto Aos Seus Apoios Lajes Apoiadas Sobre Alvenarias (a) Ou Lajes Apoiadas Sobre Vigas (b) Lajes apoiadas sobre pilares . sua colocação dispensa encaixes e acabamentos na parte inferior. ‡ desvantagens: gasto maior de madeira para a base e escoramento. em geral. a princípio. ‡ desvantagens: frágeis. é preciso passar uma cola especial na face aparente do isopor para que o acabamento (chapisco ou gesso) possa aderir ao material. Maciça ou moldada na obra ‡ vantagens: menos suscetível a fissuras e trincas (depois de seco. ‡ desvantagens: custa. rapidez na montagem. uso menor de madeira para escoramento. 30% a mais que os demais sistemas pré-fabricados. especialmente nas área industriais e shoppings TIPOS DE LAJE Pré-fabricada de isopor ‡ vantagens: leveza. Pré-fabricada de lajotas cerâmicas ‡ vantagens: é o sistema mais barato para lajes finas que cubram pequenos vãos.

_ economia de formas e mão de obra. O efeito do vento deve ser considerado com cuidado !!! yLaje Plana de Concreto Protendido Utilizadas em prédios comerciais e de escritórios com vãos de até 12 m. _ junta de dilatação até 100m.0m à 6. Tem como vantagens: _ a rapidez de execução. Tem como desvantagens: _ mão de obra especializada. no caso de barras pretensionadas.5 m. eliminando assim os problemas de deformação lenta. sem vigas. . Quanto À Armação Considerando apenas as lajes retangulares. São colocadas armaduras em toda a área da laje nas duas direções perpendiculares por cabos (sistema VSL). Esta armação é completada por barras de aço comum apenas nos pilares e nas bordas. A laje plana protendida é pretensionada para a carga permanente. _ puncionamento e. _ pouca rigidez do conjunto. Acima destes vãos são desaconselháveis pois podem ocorrer flechas excessivas devido a deformação lenta. maciça de espessura constante. podendo-se executar um pavimento por semana. yConhecida Como Lajes Cogumelos Ou Lajes Planas São lajes de concreto executada ³in loco´.  yLaje Plana de Concreto Armad o Indicado para vãos de até 6. exceto nas bordas.

 yQuando tiver 3 bordos livres (Laje em balanço) Lajes armadas em duas direções ySão aquelas que apresentam solicitações importantes em ambas as direções Imperbeabilização de Lajes Somos uma empresa altamente especializada na Impermeabilização de Lajes. . utiliza-se mantas asfálticas comuns.Lajes Armadas em uma só direção ySão aquelas que apresentam solicitações importantes (momentos fletores e esforços cortantes) em uma direção apenas. Dependendo da estrutura onde será feita a impermeabiliazação de lajes. mantas aluminizadas. argamassa polimérica e argamassa termoplástica.  yQuando for suportada continuamente ao longo de 2 bordos apenas. Quando se trata de reestruturar uma impermeabilização prévia em caixas de água e reservatórios. manta elastomérica. usa telas de poliester engomadas .

entre outros. garantindo a evacuação completa de águas pluviais. A superfície deve estar regularizada de modo que haja um caimento. e onde haverá trânsito de pessoas e veículos. pode apresentar bolhas de ar. a impermeabilização de lajes é fundamental para a boa conservação de todo restante da obra. exige a atuação de profissionais treinados por empresas especializadas neste tipo de serviço. por exemplo. Da mesma forma. por menor que seja. Se não for aplicada adequadamente. que possui na sua composição elementos polímeros. O material é pré-fabricado à base de um asfalto diferenciado.Impermeabilização (lajes) é um processo de vedação pelo qual se evita a infiltração de água ou umidade no interior de uma construção. devem ser previamente planejadas antes da escolha e aplicação da impermeabilização. Outras situações são aquelas em que transitarão pessoas. . calhas ou tubos emergentes. que ao esquentar a manta faz com que ela se adere à laje. deve-se verificar o bom funcionamento da rede hidráulica da construção. Antes de iniciar a impermeabilização de lajes. intencional e calculado. em direção aos ralos. que fará a vez de selante da manta. que são emulsões à base de borracha sintética com alta propriedade elástica. a superfície deve estar limpa e seca. Dicas para aplicação de impermeabilização de lajes Para melhor desempenho da impermeabilização da lajes. os ralos deverão estar afixados para garantir um bom acabamento dos arremates do impermeabilizante que será aplicado. antenas. Em lajes que abrigarão apenas elementos de rotina da construção. tanto da manta asfáltica quanto da membrana líquida ou outras técnicas. Essa técnica é geralmente usada antes da aplicação da argamassa. ainda. Há. Qualquer vazamento. como poliéster e polietileno. Para os casos mencionados. Mesmo não sendo empregada na maioria das edificações. a impermeabilização de lajes com as chamadas membranas líquidas. Esses locais também devem receber um reforço do material impermeabilizante. ou com a utilização de uma camada prévia de asfalto quente. A aplicação no local pode ser feita com o uso de um maçarico. sem o trânsito contínuo de pessoas. a técnica de impermeabilização de lajes geralmente indicada e empregada é a que utiliza um material denominado manta asfáltica. pois o produto pode apresentar rachaduras se ficar em contato direto com o sol. Há no mercado diversas opções de técnicas para impermeabilização de lajes. prejudicando o desempenho daimpermeabilização de lajes. por exemplo. evitando danos estruturais que remetem a grandes prejuízos. que variam de acordo com a necessidade e função do ambiente. a manta asfáltica. regularmente. todas as aplicações. sem resíduos de poeira ou produtos químicos. Garantir a qualidade do produto e a competência da mão de obra são ações imprescindíveis para evitar problemas e demais gastos futuros. tais como caixas d¶água. pode comprometer as propriedades e eficácia do material a ser utilizado. Vale ressaltar que a instalação.

que faz com que as raízes cresçam menos. Recomenda -se a adubação foliar. Indicado para lajes expostas às intempéries onde não há trânsito. com caimento de 1% para os ralos com os cantos arredondados. uma vez que as lajes devem ser dimensionadas.a cada 3m lineares. já que a própria terra protege a laje da ação do sol e da chuva. em caso de eventuais vazamentos de água. isso requer uma consulta prévia a um arquiteto/engenheiro e um paisagista. A posição exata deles deve ficar definida em planta. por sua vez. Impermeabilizações a quente: Utilizar Manta Asfáltica de Alumínio. o que se chama de meia cana. JARDIM SOBRE A LAJE DE COBERTURA A colocação de gramados. A impermeabilização é outro passo importante. Porém. banheiros. pois páram de procurar o alimento no solo. como a colocação de ralos em número suficiente para escoar bem a água. Alguns cuidados são essenciais.. É necessário mão-de-obra especializada para aplicação deste produto. acostumando-se a recebê-lo por via aérea. É necessário mão-de-obra especializada para aplicação deste produto. na fase de projeto. evitando que se enrosquem e entupam os ralos. coloca-se um ralo. de acordo com o volume de terra a ser usado. será fácil localizar e abrir o local para conserto. Indicado para lajes expostas a intempéries onde há trânsito. que. Se houver um acesso para a água. . Utilizar Veda Laje. Aplica-se uma fina tela de arame sobre cada um.A laje deve estar regularizada. arbustos. evitando que as raízes cresçam para dentro dos canos. pois.. Antes de colocar a terra. Utilizar Manta Asfáltica de Polietileno ou Poliéster. ‡ Drenagem . é possível regar e adubar manualmente. Indicado para sacadas. lavanderias. e cozinhas. será determinado pelo porte das plantas. apesar de simples: aplica-se uma manta asfáltica. flores e até mesmo árvores sobre a laje de cobertura pode transformar um espaço esquecido da casa num jardim particular. como impermeabilizar ? Para impermeabilizar a laje.Lajes. aplicase uma camada de argila expandida e uma manta de bidim (ver ilustração). Impermeabilizações a frio: Utilizar Lajecril Branco. Indicado para lajes expostas a intempéries onde não há trânsito. terraços.

. eliminando completamente a necessidade de estrutura para telhado. Joga-se o preparado sobre a manta de bidim. A camada previne entupimentos. de acordo com o caimento exigido em projeto. retendo impurezas. as telhas podem ser colocadas diretamente sobre a laje. ‡ Argila expandida . Consiste em executar uma laje sobre plataforma industrial devidamente preparada para receber as telhas. ‡ Manta de bidim . O sistema oferece diversos benefícios.para uma boa drenagem. além de oferecer um teto praticamente pronto para receber pintura. permitindo um escoamento eficaz da água e evitando que o solo fique encharcado. As nervuras produzidas na parte superior da laje atendem a esta finalidade. Não há necessidade de estrutura tradicional para o telhado ( madeira ou aço).coloca-se diretamente sobre a laje impermeabilizada.esta superfície tem de ser impermeabilizada com manta asfáltica. um processo rápido e simples. onde as telhas são colocadas diretamente sobre uma laje inclinada que dispensa a tradicional estrutura para suportar o telhado. 1 parte de areia lavada. sejam elas em madeira ou aço. já que separa a terra do ralo. como na Europa e no sul do Brasil. ‡ Solo preparado . REPRESENTAÇAO GRAFICA -AINDA ESTA FALTANDO CUSTO DAS LAJES -AINDA FALTA PESQUISAR ECO LAJE Pegando o gancho em sistemas tradicionais usados em regiões frias. finalizando o trabalho. este é o principal benefício deste sistema. reduzindo substancialmente os custos da obra. Funciona como um filtro. e aproveitando seu know-how em produção de lajes para obras horizontais. feito por firmas especializadas. para alimentar o solo. os quais podemos enumerar: ELIMINAÇÃO TOTAL DA MADEIRA: Como já dissemos. um sistema que elimina completamente o uso de madeira como estrutura de telhado.‡ Impermeabilização . a APS desenvolveu a ECO LAJE. Este produto tem patente requerida junto ao INPI e foi desenvolvido por nossa empresa para atender um anseio das empresas construtoras na redução de custo em estruturas de telhados. fina. e 1 parte de humus. a água segue mais limpa para o ralo. Por isso. evita-se usar terra argilosa. e colocá-la sobre as paredes das edificações de forma inclinada. Uma boa mistura leva 4 partes de terra mista (terra de barranco. Assim. sem ervas daninhas e sementes).deve ser esticada sobre a argila expandida e colada à paredes da laje.

Assim que a laje é colocada pode até ser pintada e coberta com telhas imediatamente. reboco e grande parte da massa corrida (se for opção). tende a subir. por ser mais leve. dispensando assim as etapas de chapisco. O ar quente. por exemplo. Isto garante agilidade e redução no tempo de construção e. ELIMINAÇÃO DE REVESTIMENTO DE TETO: Este é outro grande benefício de nosso sistema. garantindo uma edificação com pé-direito mais alto e temperatura interna mais agradável. o que garante um teto com superfície bastante lisa e visual de concreto aparente.ALTA PRODUTIVIDADE: Em sistemas de repetição em série. se fossem executados por sistemas convencionais (manualmente). substancial redução nos custos da obra. podem ser montadas até 15 casas por dia com um guindaste. serviço onde se utilizaria 50 homens ou mais. pois começa na altura das paredes e vai aumentando gradativamente até a altura da cumeeira. além de um alto custo de material. VIDEO DA ECOLAJE COM GARRAFA PET . como casas populares e condomínios horizontais. é claro. MAIOR CONFORTO TÉRMICO: Com a laje inclinada a edificação ganha um aumento do pé-direito. Isto traz uma altíssima competitividade quando comparado aos sistemas convencionais com laje horizontal e telhado em madeira ou aço. e ganha velocidade de escoamento com o ³funil´ gerado pelas lajes inclinadas. pois as lajes são produzidas sobre piso industrial.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->