Tipos de Preconceitos PRECONCEITO RACIAL – É o tipo de preconceito que se manifesta na cor da pele: o branco que se acha melhor do que

o negro, ou o contrário: o negro que se sente superior ao branco etc. Foi por pensar desta forma que o grande ditador alemão Adolf Hitler exterminou, durante a Segunda Guerra Mundial, milhões de judeus e outras minorias tidas como inferiores à raça alemã. Lamentavelmente muitos que se dizem cristãos carregam dentro de si este tipo de preconceito. Ouvi um desses "cristãos" afirmar que, ao entrar no céu, todos os negros passarão por um processo de embranquecimento. Que ignorância! PRECONCEITO SOCIAL – É o tipo de preconceito que se presencia entre ricos e pobre, entre homem e mulher etc. O pobre que é considerado um estorvo para a sociedade burguesa, que é explorado fisicamente e massacrado psicologicamente pelos donos do poder, que não tem direito a terra (a não ser alguns palmos no cemitério por durante seis anos), que não pode usufruir o que a feroz propaganda lhe oferece pelos meios de comunicação. Este tipo preconceito se faz presente ainda na suposta superioridade do homem em relação à mulher. Esta que historicamente serviu apenas para gerar filhos, continua subestimada pelo homem: "esquenta a barriga no fogão para esfriar na pia". Enquanto que o homem, o "senhor homem", reina em sua "majestade machista", inclusive em algumas igrejas. PRECONCEITO LINGÜÍSTICO – É o tipo de preconceito relacionado ao padrão de língua que se fala. A pessoa sente-se superior pelo fato de falar "mais bonito". Dizer-se, por exemplo, que "as mulheres são bênçãos de Deus" é mais "chique" do que falar que "as muié ou mulé é bênça de Deus". Este tipo de preconceituoso costuma ri do oxente nordestino, zomba do uai mineiro, e caçoa do tchê gaúcho. Ainda bem que quase sempre ele é pego em sua própria armadilha, pois vira e mexe comete seus deslizes gramaticais. E quantos irmãos não são ridicularizados por sua simplicidade lingüística? É lamentável! PRECONCEITO RELIGIOSO – É o tipo de preconceito que se faz visível nas religiões. O fato de ser desta ou daquela religião, torna a pessoa obstinada e arrogante. Ensoberbece-se por pertencer à religião da maioria. Humilha os que não pertencem ao seu grupo. Embora Deus condene a idolatria e outros diversos tipos de pecados praticados em muitas religiões, Ele ama cada pessoa e deseja a felicidade de cada uma delas. Devemos amar os escravizados pelo pecado, e odiar os pecados que os escravizam. PRECONCEITO ESPIRITUAL – É o tipo de preconceito que se observa em nossas igrejas. Por exemplo, alguns pentecostais que se acham mais santos dos que os tradicionais, ou alguns destes que crêem ser mais fiéis a Deus do que os primeiros. Muitas pessoas que têm o dom de língua, menosprezam os demais, crendo que pelo fato de "falar a língua dos anjos" são mais poderosos, pode amarrar o diabo com mais facilidade. A irmã que usa saia rachada é impura; a outra que apara o cabelo, é mundana; o irmão que usa cavanhaque é profano; o outro que veste a roupa da moda, é irreverente. Muitos crêem ser os donos da verdade. Se o outro não se veste como ele (como o preconceituoso), se não dá glória igual a ele, se não ora como ele, está na carne. É preciso que haja sempre um mundano para que ele se sinta santo. Se alguém cai na fé, há no íntimo dele uma espécie de regozijo não manifestado ou disfarçado, algo do tipo: "Viu só? Ele pecou e eu não"! Deixemos, pois, que Cristo arranque de nossos corações todos esses males! - Administração de Empresas 01 de outubro de 2006 O PRECONCEITO Por Antonio Carlos Evangelista Ribeiro Colunista-Titular do Portal Brasil

Acabei de ver e ouvir uma reportagem no telejornal sobre o preconceito que acontece por ocasião da busca por trabalho. O direcionamento da reportagem deixava clara a sua intenção de chamar a atenção do telespectador para o telejornal e para o problema racial. Na mídia quando se fala de preconceito explora-se essa variância de preconceito: o preconceito racial. Concordo em gênero, número e grau com os que pensam que o preconceito racial é um tipo de preconceito infundado, retrógrado, irracional e idiota. Em meu ponto de vista, em nosso País, de dimensões continentais, onde há uma miscigenação generalizada, não deveria existir o preconceito racial, mas, infelizmente, existe.

com a visão: a enxergar o bonito e o feio e. barulhos e vozes agradáveis e desagradáveis. todos nós temos um pouco do índio. Apenas uma minoria do povo brasileiro pode ser considerada como não miscigenada. com o paladar: a comparar o doce. O assunto é bem mais abrangente. crendice. etc. por um preconceito. A ação caracterizada como preconceito supõe que o indivíduo exerceu ou exerce ato ou ação contra determinada pessoa ou contra algo (até objetos). com a audição: a identificar e discernir sons. onde comer. pessoas com pouca instrução. também danosos ao ser humano e à sociedade. etc.P. sem julgar outras qualificações ou outras informações. processamos e. exercemos nossos preconceitos para fazer nossas escolhas. Dentre os inúmeros tipos de preconceitos existentes. Isso acontece. o gostoso e o ruim. 2. como: contra pessoas gordas. Desde bebês. do negro. Julgamento ou opinião formada sem se levar em conta o fato que os conteste. amarelo. Conceito ou opinião formados antecipadamente. etc. pessoas pobres e também contra pessoas de cor (negro. A definição de preconceito. mulato. pelas informações e experiências acumuladas durante nossa existência. Portanto. não se justificando. ext. Superstição. no fundo. prejuízo. o azedo. branco. Agimos de acordo com o nosso grau de conhecimento. Evidentemente. rígidas. No nosso dia a dia somos todos preconceituosos. A constante exploração pela mídia do problema racial mascara os demais preconceitos. com o olfato: a sentir aromas agradáveis e desagradáveis. intolerância. idéia preconcebida. conforme o Dicionário Aurélio é: 1. onde trabalhar (se existissem vagas para empregos).). somos pessoas preconceituosas por natureza. onde fazer compras. aprendemos.P. do amarelo e do branco. a existência racional do preconceito racial pela coloração da pele. portanto. pessoas com problemas físicos. . macias. Suspeita. prejuízo. índio. não podemos negar a existência de outros tipos de preconceitos. Escolhemos com quem queremos conversar. Através dos cinco sentidos inerentes ao ser humano coletamos informações. onde sentar. entendo que o mais latente é o preconceito social que é estimulado cada vez mais pelos políticos e pela mídia. Você já se perguntou porque não gosta de determinada fruta sem nunca tê-la experimentado? Pois é. o salgado. ásperas. movido. 3. sem maior ponderação ou conhecimento dos fatos. 4. com o tato: a identificarmos superfícies lisas. ext. tento abordar alguns preconceitos existentes em nossa sociedade. ódio irracional. Nos artigos “Vagas no Ensino Superior” e “A Marca do Prego”.A população de nosso País é uma miscigenação de raças e. armazenamos em nosso banco de dados: o cérebro. que tipo de transporte utilizaremos. exclusivamente. De certa forma. pessoas com nenhum asseio.

Vamos refletir! Você. E daí. caros leitores. como mostrado nesses artigos todos nós temos preconceitos. preocupação com a melhora do ensino. Aflorará em nossa sociedade o preconceito racial. nos difere como racionais. . Servirá. Entendo que.E. etc. Feito este preâmbulo. Até porque. A medida de reservar vagas e impor como condição fundamental cor da pele para ingresso ao ensino superior é totalmente preconceituosa. para saber sua opinião. Há. uma característica exclusiva no mundo animal. acirrar uma situação de disputa e competição desleal entre raças. acirram ainda mais o preconceito em nossa sociedade. e. pelas influências sofridas nesse processo de evolução. na documentação do brasileiro. o que diriam os “brancos”? Perderiam a oportunidade de estudar pela cor da pele? Por não serem “privilegiados” e não receberem fórum especial os demais alunos deveriam ser prejudicados em proveito de “minorias” e por medidas eleitoreiras? Infelizmente. não têm e nem nunca teve nenhum tipo de preconceito? Faça uma introspecção e reflita. Serão adotadas medidas paliativas que. A dificuldade de acesso às universidades não está na cor da pele e sim: ü ü na qualidade do ensino público básico e fundamental que é ministrada aos alunos. não há. ü no empobrecimento generalizado da população brasileira que impede que o aluno adquira livros e crie o saudável hábito da leitura. amarelo. mais uma vez. o grande problema não será atacado. como esta. como já afirmei. Isto deveria ser suficiente para que pudéssemos entender e reavaliar nossas experiências e atualizar nossos conceitos. interesse em que atitudes eleitoreiras. onde está escrito “branco” leia-se: moreno. por parte dos governantes. Entretanto. ü no interesse político em manter essa situação para poder manipular mais facilmente a população. desta forma. pela sociedade e pelas informações que recebemos. estabelecidos em nosso crescimento como indivíduo. O grande problema na educação é social. para debater esse assunto tão polêmico que é o estabelecimento de cotas no ensino superior. caro leitor. isto sim. gostaria de contar com a colaboração de vocês. na carência de nutrientes da população mais carente que afeta o não desenvolvimento do intelecto. que possam garantir a reeleição.

que a inteligência.Algo mais efetivo deve ser feito do que. pois somos responsáveis por nossos atos a frente de nossas empresas. àquela época era extremamente limitada. produtividade. a maior dificuldade para ingresso no ensino superior era a quantidade de universidades que. atitude e eficácia no trabalho. não há muito atrás. Aos mais novos quero informar que. superarmos os nossos preconceitos. garantir acesso à universidade pública aos carentes. se tivesse oportunidade. é dispendioso e mostra a mediocridade do selecionador. não dependem da cor de pele. Na condição de Administradores temos o dever de sermos racionais. Esse é um ano de eleições. e que poderia mostrar-lhe. É preciso exigir qualidade de ensino. preconceitos não justificados técnica e racionalmente) pode levar a você Administrador a perder um grande colaborador que poderia contribuir para a solução de seus problemas. Relativamente à reportagem sobre o preconceito na seleção de candidatos a vagas de trabalho. . O ensino superior não tinha estrutura suficiente para absorver todos os alunos qualificados. simplesmente. além de ser um ato covarde. eficiência. Na hora de votar pense se é isso o que você quer. desde a base: o ensino público básico e o fundamental. atualizarmos constantemente nossos conceitos. as escolas públicas de 1º e 2º graus eram referência em qualidade de ensino. Muitas delas só permitiam acesso mediante concurso e. Muitos dos empresários bem-sucedidos hoje freqüentaram escolas públicas. A escolha ou descarte de um possível colaborador ou de um profissional pelo critério preconceituoso (entenda-se aí.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful