COMO FAZER UM RELATÓRIO??

Num relatório deve ser utilizada uma linguagem simples, explícita e objectiva. Assim, deve ser rejeitada a linguagemrebuscada e elaborada, em favor da clareza e precisão.A clareza de raciocínio, que é uma característica do método científico, deverá também transparecer na linguagem e formade apresentação do relatório. Um relatório deverá ser tão curto e conciso quanto possível. Assim, deverá incluir a informação mínima indispensável àcompreensão do trabalho que foi efectuado, devendo rejeitar-se tudo o seja supérfluo. A forma como alguma informação pode serapresentada (quadros, gráficos, esquemas, ilustrações, etc.) pode contribuir

consideravelmente para reduzir a extensão dorelatório.Embora curto e conciso, o relatório deverá ser completo, no sentido de, através da sua leitura, ser possível seguir umraciocínio lógico, pois em linguagem científica nada deve ficar implícito ou deixado à imaginação do leitor. Embora não exista uma forma única e rígida para apresentar um relatório , é normal que ele obedeça à seguinte estrutura.

1. Cabeçalho Escola, Ano Lectivo, Disciplina, Data, Nome do grupo

2. Título do Trabalho

3. Objectivos

4. Introdução
Nesta parte deverão constar as noções teóricas que servem de base ao trabalho experimental realizado. No entanto, ofundamento teórico não deve ser a apresentação de ³tudo´ o que possa estar relacionado com o título do trabalho.

5. Procedimento experimental
5.1. Material Deve indicar-se, numa lista, todo o material que foi utilizado.

Título sublinhado ou em itálico . Exemplos: ‡ Silva. a descrição da metodologia deve ser tão curta quanto possível. L. 7. Resultados Nesta secção faz-se o registo dos resultados das observações feitas. Neste ponto não se devem comentar os resultados ou interpretá -los.Bloco II . Cidade: Editora. As referências bibliográficas devem obedecer às seguintes normas: Apelido.Guia de Trabalhos Práticos. A ³Interpretação dos Resultados´ é a parte mais importante do relatório . 9. Xavier. o que pode ser apresentado sob a forma de tabelas. 6. 8. (1994). Técnicas Laboratoriais de Biologia . Porém. com as respectivas legendas. Todas as alterações observadas em relação ao que seria de esperar. no caso da experiência vir a ser repetida por outra pessoa. Deve. esquemas. conterinformações com pormenor suficiente para que. M. devem ser mencionadas e.gráficos. Inicial do primeiro nome.2. (Interpretar= Explicar). Procede-se apenas ao registo dos mesmos.5. Lisboa:Lisboa Editora. deve tentar-se explicar as suas causas. pode variar a sua forma de apresentação. uma vez que é nela (e não nos ³FundamentosTeóricos´) que o(s) autor(es) evidencia(m) todos os conhecimentos adquiridos através da maturida de com que discute(m) osresultados obtidos. Bibliografia No fim do relatório deve sempre figurar uma lista bibliográfica da qual constem as referências de todos os livrosconsultados para a elaboração do relatório.consoante o tipo de trabalho e o tipo de resultados obtidos. Conclusão Deve indicar-se a conclusão a que se chegou no final do trabalho e fazer uma breve crítica à forma como decorreu o trabalho (aspectos positivos e negativos). sepossí vel. Discussão Interpretação dos Resultados É neste ponto que deve ser feita a interpretação dos resultados obtidos. possam ser obtidosresultados idênticos. procurando explicar por que ocorreram. (Ano). Metodologia Tal como as outras partes do relatório. ou de forma descritiva.. mesmo que pequenas. . todavia.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful