Você está na página 1de 3

Cristina Andrade Rodrigues - OAB/MG 117.

071
Ana Maria Andrade Rodrigues – OAB/MG 126.197

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA 4ª. VARA DE FAMILIA DA


COMARCA DE BELO HORIZONTE/MG

ALEXSANDRO DA SILVA LOPES, já qualificado nos autos da EXECUÇÃO


DE PENSAO ALIMENTICIA, do processo acima em epígrafe , encontrando-se preso
e recolhido no Centro de Remanejamento do Sistema Prisional de Contagem, na Praça
Louis Ensch nº 1 – Contagem – MG CEP:32.210-050, desde o dia 16/05/2010, vem
requerer a expedição de

ALVARÁ DE SOLTURA POR PAGAMENTO DE PENSAO ALIMENTICIA

pelos fatos e fundamentos a seguir:

I – O Requerente foi executado na ação de alimentos do processo de numero acima em


epigrafe, e como estava desempregado e não teve recursos para honrar com o
pagamento dos alimentos devidos, foi recolhido preso no dia 16/05/10.

Excelência, o requerente recentemente foi recolocado no mercado de trabalho, a


menos de 1(um) mês, inclusive está em período de experiência, e por este motivo
não pode permanecer recluso.

II- Ocorre que o menor, filho do requerente, está morando com o pai e sua avó desde
julho do ano de 2008, sendo a modificação da guarda objeto da ação no.
0024.08137471-2, que tramita neste mesmo juízo desde julho do ano de 2008.

III – Mesmo com seus parcos recursos, o requerente e sua família, conseguiram juntar a
quantia de R$ 472,00(quatrocentos e setenta e dois reais), para efetuar o pagamento das
parcelas em atraso conforme pedido na inicial do processo acima em epigrafe, da qual a
genitora do menor deu plena e geral quitação, conforme recibo em anexo.

Av. Augusto de Lima no. 655/603 – Edf. Central Park – Centro – Belo
Horizonte/MG
Telefax.: 33272-5668/86218841

Cristina Andrade Rodrigues - OAB/MG 117.071


Ana Maria Andrade Rodrigues – OAB/MG 126.197

IV- Destaque-se que o restante das parcelas devidas, no valor de R$


498,00(quatrocentos e noventa e oito reais), que correspondem aos meses de Março a
Junho de 2008, será parcelado de 06(seis) vezes, no valor de R$ 83,00(oitenta e três
reais) cada parcela, sendo pagos diretamente a genitora do menor, conforme acordo
entre as partes, cuja documentação se encontra em anexo, pois após esta data o menor já
estava residindo com o pai e a avó, conforme processo de modificação de guarda já
citado anteriormente;

V- Requer, conforme parágrafo 3º. artigo 733, do CPC, seja imediatamente


expedido o competente ALVARÁ DE SOLTURA em favor do Requerente, tendo em
vista o pagamento da prestação alimentícia.

Nestes termos,
Pede Deferimento.

Belo Horizonte, 19 de Maio de 2010.

Cristina Andrade Rodrigues Freitas


OAB/MG 117.071
Av. Augusto de Lima no. 655/603 – Edf. Central Park – Centro – Belo
Horizonte/MG
Telefax.: 33272-5668/86218841