Você está na página 1de 34

METODOLOGIA

METODOLOGIA DO
DO ENSINO
ENSINO DE
DE
ENFERMAGEM
ENFERMAGEM
ENFERMEIRA PROFESSORA
MESTRE LUCIANE VERCILLO
PEDAGOGIA
• Pedagogia do grego (pais, paidós =
criança; agein=conduzir; logos = razão,
tratado, ciência).
• Grécia antiga- pedagogos = escravos que
conduziam as crianças e desenvolveram
habilidades no seu trato.
• Hoje = pedagogo é especialista em
assuntos educacionais.
Definições de Pedagogia

• Ciência da Educação;
• Reflexão metodológica sobre
Educação;
• Ciência e Arte de educar.
• É o conjunto de conhecimentos
sistemáticos relativos ao fenômeno
educativo.
ASPECTOS FUNDAMENTAIS
DA PEDAGOGIA
• FILOSÓFICO: Relações com a vida,
valores, ideais, e as finalidades da
educação.
• CIENTÍFICO: Apóia-se em dados
apresentados pelas ciências
biológicas, físicas e sociológicas.
• TÉCNICO: Refere-se à técnica
educativa, relaciona o ideal do real.
Educação
O termo “educação”, ou seja, a palavra que usamos
para fazer referência ao “ato educativo”, nada mais
designa do que a prática social que identificamos
como uma situação temporal e espacial determinada
na qual ocorre a relação ensino-aprendizagem,
formal ou informal.
A educação, uma vez que é a prática social da
relação ensino-aprendizagem no tempo e no espaço,
acaba em um ato e nunca mais se repete. No caso,
se falamos de um encontro entre o professor e o
estudante, falamos de um fenômeno educacional –
que é único. Quando ocorrer outro encontro do
mesmo tipo, ele nunca será o mesmo e, enfim, só
superficialmente será similar ao anterior.
DIDÁTICA
• “É a técnica de ensino que estimula, dirigi e encaminha, no
decurso da aprendizagem, a formação do homem.
Características dessa Didática
• partir da análise da prática pedagógica concreta e seus
determinantes;
• contextualizar a prática pedagógica e procurar repensar as
dimensões técnicas e humanas contextualizando-as;
• analisar as diferentes metodologias explicitando seus
pressupostos, o contexto em que surgiram e a visão de homem,
de sociedade, de conhecimento e de educação a que responde;
• elaborar a reflexão didática a partir da análise e reflexão sobre
experiências concretas, procurando trabalhar continuamente a
relação entre a teoria e a  prática;
• assumir o compromisso com a transformação social, com a busca
de práticas pedagógicas que tornem o ensino eficiente para a
maior  parte da população;
• ensaiar, analisar, experimentar;
• romper com as práticas profissionais individualistas promovendo
o trabalho comum de professores e especialistas;
• buscar formas de manter os estudantes na escola;
• discutir o tema do currículo e sua interação com uma população
concreta e suas exigências concretas
O Papel da Didática
O papel da Didática na formação de professores
foi muito bem tratado por Cipriano Luckesi e alguns
conceitos que seguem são um resumo de seu pensamento
sobre o tema.
        A didática para assumir um papel significativo na
formação do educador não poderá reduzir-se e dedicar-
se somente ao ensino de meios e mecanismos pelos quais
desenvolver um processo de ensino -aprendizagem, e
sim, deverá ser um modo crítico de desenvolver uma
prática educativa forjadora de um projeto histórico,
que não será feito tão somente pelo educador, mas, por
ele conjuntamente com o educando e outros membros
dos diversos setores da sociedade.
      A didática deve servir como mecanismo de tradução
prática, no exercício educativo, de decisões filosófico-
políticas e epistemológicas de um projeto histórico de
desenvolvimento do povo. Ao exercer seu papel
específico estará apresentando-se como o mecanismo
tradutor de posturas teóricas em práticas educativas.
CICLO DOCENTE
As atividades, normas e técnicas de ensino são
postas em prática através das atividades de
planejamento, orientação e controle do processo
de ensino e aprendizagem.
1 fase: Planejamento: Previsão e programação dos
trabalhos escolares para todo o ano.
2 fase: Orientação: O professor executa o que
planejou.
3 fase: Controle: Supervisão constante do proceso
de aprendizagem.
CURRÍCULO
Do latim, curriculum significa
percurso, carreira, curso.
Atualmente é usado num sentido mais
amplo, para referir-se à vida e a todo
o programa da escola, inclusive as
atividades extraclasse.
PLANEJAMENTO EM EDUCAçÃO

Deve ser elaborado por cada escola


com a participação de todos aqueles
que, direta ou indiretamente, estão
ligados à dinâmica do processo
educativo.
É um processo que consiste em
preparar um conjunto de decisões.
Importância: visar atingir
determinadas metas.
PLANEJAMENTOS NA ÁREA
DA EDUCAçÃO
• EDUCACIONAL: Educação geral do
país.
• CURRÍCULO: A escola executa as
orientações dos PCN‘s.
• ENSINO: Consiste nas
especificações do currículo, ações
objetivas dos professores em sala de
aula.
ETAPAS DO PLANEJAMENTO
DE ENSINO
• Conhecimento da realidade

• Elaboração do plano

• Execução do plano

• Aperfeiçoamento do plano
TIPOS DE PLANEJAMENTO
DE ENSINO
Componentes do planejamento
de ensino:
• Curso
• Identificação
• Ementa
• Unidade
• Objetivos
• Conteúdo
• Aula
• Avaliação
• Bibliografia
• Cronograma
• Estratégia
• Recurso
PLANEJAMENTO DE ENSINO
Importância:
• Evita a rotina e a improvisação
• Contribui para a realização dos
objetivos e eficiência do ensino
• Garante maior segurança na direção
do ensino, economiza tempo e energia.
CARACTERÍSTICAS DE UM
BOM PLANEJAMENTO DE
ENSINO

• Ser elaborado em função das


necessidades dos alunos e das
condições de local, tempo e recursos.
• Deve apresentar flexibilidade e
clareza.
OBJETIVOS DE ENSINO

• É a descrição clara do que se


pretende alcançar como resultado da
nossa atividade educacional.

• Os objetivos, portanto, são sempre


do aluno e para o aluno.
OBJETIVOS DE ENSINO
Importância
O professor precisa determinar
inicialmente o que o estudante será
capaz de fazer ao final do
aprendizado.
Se não for definido o objetivo, a
atividade não pode ser avaliada, nem
escolher o procedimento mais
adequado.
TIPOS DE OBJETIVOS
• Geral: São as metas e os valores mais
amplos que a escola / professor
procura atingir.

• Específico: São proposições mais


específicas referentes às mudanças
comportamentais esperadas para um
determinado grupo.
OBJETIVOS GERAIS
Na Enfermagem, exemplos:
• Criar situações de aprendizagem para que o
estudante adquira Conhecimentos
administrativos que facilitam a organização
da gerência de enfermagem, possibilitando-
lhe a compreensão das características do
ambiente hospitalar.
• Desenvolver o hábito de observação do
ambiente hospitalar.
• Estimular no estudante o ideal da
consciência grupal e liderança
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Na Enfermagem, exemplos:
• Identificar no hospital os diversos setores
que funcionam com o serviço de
enfermagem.
• Conhecer e utilizar os profissionais de
enfermagem como fonte de informações.
• Localizar no organograma hospitalar a
gerência de enfermagem.
• Obter informações à respeito das normas
e rotinas de enfermagem e hospitalar.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Funções: Como definir:
• Classificar as mudanças • Devem indicar o
desejadas. comportamento do
estudante.
• Orientar na escolha de • Devem indicar
conteúdos, experiências claramente a intenção do
de aprendizagem e professor.
processo de avaliação. • Devem especificar o que
o estudante deve
realizar para demostrar
o alcançe do objetivo.
• Podem estabelecer
condições que o
esudante será capaz de
fazer no final do curso.
VERBOS UTILIZADOS NOS OBJETIVOS
ESPECÍFICOS
Muitas interpretações Poucas interpretações
Compreender Identificar
Saber Diferenciar
Entender Escrever
Desenvolver Resolver
Aprender Enumerar
Melhorar Comparar
Aperfeiçoar Contrastar
Julgar Justificar
Conhecer Escolher
Adquirir Criticar
Verbalizar
Distinguir
Construir
Selecionar
Localizar
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

É o programa minucioso do Validade

curso, que deve favorecer


o desenvolvimento integral
Flexibilidade Significação
dos estudantes.
Seleção
Organização do conteúdo De
conteúdo
deve considerar o critério
lógico e psicológico. Utilidade Viabilidade

Possibilidade
De
Elaboração
pessoal
COMO ENSINAR?
ESTRATÉGIA EXEMPLOS
• AULA EXPOSITIVA
É O MÉTODO OU • TRABALHO EM GRUPO
TÉCNICA UTILIZADA • TRABALHO INDIVIDUAL
PELO PROFESSOR • ESTUDO DIRIGIDO
DURANTE AS AULAS,
PARA ATINGIR OS • SOLUçÃO DE PROBLEMA
OBJETIVOS. • PROJETO
• SEMINÁRIO
• RELATÓRIO
• ESTUDO DE CASO
• DIÁLOGO CIRCULAR
• VISITA TÉCNICA
COMO ENSINAR?
RECURSOS: EXEMPLOS
• ÁLBUM SERIADO
• VISUAIS • TELEVISÃO
• APARELHO DE SOM
• AUDITIVOS • APARELHO DE DVD
• RETROPROJETOR
• AUDIOVISUAIS • DATASHOW
• CARTAZES
• FILME
• QUADRO BRANCO
• MUSEUS
• HOSPITAL
PLANO DE CURSO
MODELO
CURSO: PÓS-GRADUAçÃO ENFERMAGEM DO TRABALHO
DISCIPLINA: METODOLOGIA DO ENSINO DE ENFERMAGEM
CÓDIGO: ??????????
CARGA HORÁRIA: Teórica: Prática: Campo: Total:
60h 30h 20h 10h 60h

PERÍODO:
TURMA: ET 2
PROFESSOR: Luciane Vercillo

EMENTA: RESUMO DA DISCIPLINA


Fornecer aos graduandos, informações que possibilitem a utilização
da metodologia de ensino na elaboração de projetos educacionais.
Analise a atual política de ensino na área da saude e enfermagem.
OBJETIVOS:
 GERAL: Contribuir para o aperfeiçoamento docente da práxis profissional do
enfermeiro, a partir da perspectiva da indissociabilidade entre o ensino e o
cuidar.
 ESPECÍFICO:
 Identificar e analisar as condições técnico-pedagógicas que favorecem a atuação
docente e na prática do cuidar, como elementos que contribuem para a inovação
da prática pedagógica.
 Refletir criticamente sobre a problemática da educação na enfermagem e o papel
exercido pelo enfermeiro /educador neste contexto.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:
Unidade 1: Cenários da educação brasileira em enfermagem
Unidade 2: Perspectivas do ensino superior de enfermagem no Brasil
Unidade 3: Políticas públicas de saúde voltadas para a educação ne enfermagem
Unidade 4: Educação a distância no ensino de enfermagem: concepções e
dimensões
Unidade 5: Produção e metodologia científica
CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO:
A avaliação é constante nas aulas,levando em consideração a
pontualidade, assiduidade, participação em aula, realização de
tarefas, trabalhos em grupo, individual, seminários e prova escrita.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA:

INDICAR OS LIVROS DO ACERVO DA BIBLIOTECA DA


INSTITUIçÃO
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:

PODE INDICAR LIVROS, PERIÓDICOS, ARTIGOS, SITES....


CRONOGRAMA
DATA CONTEÚDO ESTRATÉGIA RECURSOS
18 Cenários da educação brasileira em SEMINÁRIO DATASHOW
enfermagem
25 Cenários da educação brasileira em SEMINÁRIO DATASHOW
enfermagem
01 Perspectivas do ensino superior de DIÁLOGO CIRCULAR RETROPROJETOR
enfermagem no Brasil
15 Perspectivas do ensino superior de DIÁLOGO CIRCULAR RETROPROJETOR
enfermagem no Brasil
22 Políticas públicas de saúde voltadas para a AULA EXPOSITIVA QUADRO BRANCO
educação ne enfermagem
29 Políticas públicas de saúde voltadas para a AULA EXPOSITIVA QUADRO BRANCO
educação ne enfermagem
06 VERIFICAçÃO DE CONTEÚDO AVALIAçÃO PROVA ESCRITA
JOGOS LÚDICOS EM SAÚDE
SALA DE ESPERA
OFICINA

Você também pode gostar