Você está na página 1de 11

( A página com o texto completo da Lei 9.

503 é "pesada", mas querendo ver, clique na


figura )

[Home] [Cotação de Seguros] [Utilidades] [Dúvidas] [Busca Externa] [Lei 9503 completa]

O que muda

A partir de 23 de janeiro de 1.998, entrou em vigor o novo código de trânsito! Como


novidade, o tratamento de três importantes fatores de risco:

1. Os veículos, que passam agora obrigatoriamente por inspeção na hora do


licenciamento, o que deve impedir a circulação de carros em mau estado de
conservação.
2. O motorista, que agora está sujeito a penas e multas mais pesadas e transforma
em crime alguns delitos.
3. As vias públicas, pois o novo código passa para as cidades a responsabilidade
de conservação de vias, as sinalizações e o gerenciamento do tráfego,
pretendendo assim, aumentar a segurança viária.

Os adeptos da "direção perigosa" ficarão surpreendidos por uma legislação dura, que
prevê inclusive prisão para alguns delitos.

As multas também ficaram com seu valor mais alto sendo que a mais alta atinge o valor
de R$ 820,00 e a mais baixa R$ 46,00 (para infrações mais leves).

No novo código estão previstas quatro categorias de infração, às quais corresponde um


número de pontos que vão sendo somados no prontuário do veículo conforme as
infrações vão sendo cometidas. Quando o motorista atingir 20 pontos, sua carteira será
apreendida por um período que pode variar de um mês a um ano e será imposto um
curso de reciclagem.

Os valores das multas são de acordo com a gravidade da infração que foram
classificadas da seguinte forma:
Infração Multa Pontos

Gravíssima R$ 164,00 7(*)

Grave R$ 109,00 5
Média R$ 73,00 4
Leve R$ 46,00 3
(*) = Dependendo da infração, este valor
poderá ser multiplicado por 3 (R$ 492,00) ou por 5 (R$ 820,00)

Volta p/ Índice

Tabela de Infrações Gravíssimas e suas penalidades


Infrações Gravíssimas Penalidade
Multa de R$ 164,00, recolhimento
Dirigir com a carteira vencida há mais de trinta dias.
da carteira e retenção do veículo.
Deixar de reduzir a velocidade do veículo próximo
a escolas, hospitais, estações de embarque e
Multa de R$ 164,00.
desembarque de passageiros ou onde haja intensa
movimentação de pedestres.
Transitar na contramão em ruas com sentido único
Multa de R$ 164,00.
de circulação.
Transitar em calçadas, canteiros centrais,
Multa de 492,00
acostamentos, marcas de canalização e gramados.
Fazer retornos em locais proibidos. Multa de R$ 164,00.
Não parar antes de cruzar linha férrea. Multa de R$ 164,00.
Avançar sinal vermelho. Multa de R$ 164,00.
Deixar de dar preferência de passagem a pedestre
Multa de R$ 164,00.
que esteja na faixa.
Multa de R$ 820,00, suspensão do
Deixar de prestar socorro a vítimas de acidentes de
direito de dirigir e detenção de seis
trânsito.
meses a um ano.
Multa de R$ 820,00, suspensão do
Dirigir embriagado (nível superior a 6 decigramas
direito de dirigir, detenção de seis
de álcool por litro de sangue).
meses a três anos.
Multa de R$ 164,00, suspensão do
Dirigir ameaçando os pedestres que estejam direito de dirigir, retenção do
atravessando a rua ou os demais veículos. veículo e recolhimento da carteira
de habilitação.
Transitar em rodovias com velocidade acima de
Multa de R$ 492,00 e suspensão
20% da máxima permitida, ou a mais de 50% da
do direito de dirigir.
máxima permitida em vias públicas.
Multa de R$ 492,00, suspensão do
direito de dirigir, apreensão e
remoção do veículo, recolhimento
Participar de racha ou pega.
do documento de habilitação e
detenção de seis meses a dois
anos.
Confiar a direção do veículo a pessoa que, mesmo
habilitada, não esteja em condições de dirigir com Multa de R$ 164,00.
Volta p/ Índice

Tabela de Infrações Graves e suas penalidades

Infrações Graves Penalidade


Deixar de sinalizar manobra de mudança de
Multa de R$ 109,00.
direção ou de faixa de circulação.
Estacionar na calçada ou sobre a faixa de
Multa de R$109,00 e remoção do
pedestre, canteiros centrais, gramados ou jardins
veículo.
públicos.
Multa de R$ 109,00 e remoção do
Estacionar em fila dupla.
veículo.
Transitar em rodovias em velocidade de até 20%
superior à máxima permitida ou até 50% acima da Multa de R$ 109,00.
máxima permitida em vias públicas.
Dirigir moto transportando criança menor de 7 Multa de R$ 109,00 e suspensão
anos. do direito de dirigir.
Seguir veículo em serviço de urgência. Multa de R$ 109,00.
Multa de R$ 109,00 e retenção do
Não usar cinto de segurança. veículo até a colocação do cinto de
segurança.
Ultrapassar outro veículo pelo acostamento. Multa de R$ 109,00.
Transitar com o farol desregulado ou com a luz alta Multa de R$ 109,00 e retenção do
perturbando a visão de outro condutor. veículo para regularização.
Multa de R$ 109,00 e remoção do
Estacionar em viadutos pontes ou túneis.
veículo.
Ultrapassar veículos em fila, parados em sinal,
cancela, bloqueio viário parcial ou qualquer outro Multa de R$ 109,00.
obstáculo.
Dirigir veículo em mau estado de conservação, Multa de R$ 109,00 e retenção do
comprometendo a segurança. veículo para regularização.
Conduzir veículo produzindo fumaça, gases ou Regularização.
partículas em níveis superiores aos fixados pelo
Contran.
Deixar de guardar distância de segurança lateral e
frontal entre seu veículo e os demais, bem como Multa de R$ 109,00.
em relação à lateral da pista.
Transitar em marcha à ré, salvo na distância
necessária a pequenas manobras e de forma a não Multa de R$ 109,00.
causar riscos à segurança.
Deixar de parar o veículo no acostamento à direita,
para aguardar a oportunidade de cruzar a pista ou
Multa de R$ 109,00.
entrar à esquerda, onde não houver local
apropriado para retorno.
Fazer conversão à direita ou à esquerda em locais
Multa de R$ 109,00.
proibidos pela sinalização.
Conduzir o veículo sem acionar o limpador de pára- Multa de R$ 109,00 e retenção do
brisa sob chuva. veículo para regularização.

Volta p/ Índice

Tabela de Infrações Médias e suas penalidades

Infrações Médias Penalidade


Deixar de dar passagem pela esquerda quando
Multa de R$ 73,00.
solicitado.
Multa de R$ 73,00, retenção do
Portar no veículo placas de identificação diferentes
veículo para regularização e
das especificadas pelo Contran.
apreensão das placas irregulares.
Dirigir com fones de ouvido conectados a
Multa de R$ 73,00.
aparelhos de som ou telefone celular.
Atirar do veículo ou abandonar na via objetos ou
Multa de R$ 73,00.
substâncias.
Multa de R$ 73,00 e remoção do
Parar por falta de combustível.
veículo.
Estacionar nas esquinas, a menos de 5m da via Multa de R$ 73,00 e remoção do
transversal veículo.
Deixar de fazer o registro de transferência do Multa de R$ 73,00 e retenção do
veículo no prazo de 30 dias. veículo para regularização.
Dirigir o veículo com o braço do lado de fora. Multa de R$ 73,00.
Transitar ao lado de outro veículo, interrompendo
Multa de R$ 73,00.
ou perturbando o trânsito.
Usar alarme que produza sons e ruídos que Multa de R$ 73,00, apreensão e
perturbem o sossego público. remoção do veículo.

Volta p/ Índice

Tabela de Infrações Leves e suas penalidades

Infrações Leves Penalidade


Transitar pela faixa da direita regulamentada como
de circulação exclusiva para determinado tipo de
Multa de R$ 46,00.
veículo, exceto para acesso a imóveis ou
conversões à direita.
Usar luz alta em vias com iluminação pública. Multa de R$ 46,00.
Dirigir sem atenção ou sem os cuidados
Multa de R$ 46,00.
indispensáveis à segurança.
Ultrapassar veículo que integre cortejo ou desfile
Multa de R$ 46,00.
sem autorização.
Usar buzina prolongada e sucessivamente,
Multa de R$ 46,00.
entre 22h e 6 h.
Estacionar afastado da calçada de 50 cm a 1m. Multa de R$ 46,00.

Conduzir veículo sem os documentos exigidos pelo Multa de R$ 46,00 e retenção do


veículo até a apresentação do
Código de Trânsito Brasileiro. ( * )
documento.
( * ) = Os documentos exigidos pelo Código de Trânsito Brasileiro são o
Certificado de Propriedade do Veículo e o documento de habilitação. Quem
cometer uma infração leve ou média poderá receber uma advertência por
escrito, acompanhada ou não de multa.

Volta p/ Índice

Os Limites de velocidade

Houveram alterações nos limites de velocidade no novo Código. Os limites


aumentaram, mas é preciso atenção já que a sinalização existente, que
indica velocidade máxima, prevalece sobre esses novos limites. Com o novo
código foram definidas quatro tipos de vias urbanas, com limites de
velocidades próprias, e dois tipos de vias rurais - rodovias e estradas. Veja
os novos limites:

Nas cidades
Vias de trânsito rápido 80 Km/h
Vias arteriais 60 Km/h
Vias coletoras 40 Km/h
Vias locais 30 Km/h
"Via arterial" - Possibilita a ligação entre
bairros da cidade e dá acesso às vias locais e coletoras.
"Via coletora" - Destinada a veículos que entram/ saem das vias de trânsito rápido ou
arteriais.

Nas rodovias
Automóveis e caminhonetes 110 Km/h
Ônibus e microônibus 90 Km/h
Demais veículos 80 Km/h

Nas estradas

Todos os veículos 60 Km/h


"Estradas" - Vias rurais não pavimentadas.

Obs.: A velocidade mínima não poderá ser inferior à metade


da velocidade máxima estabelecida.

Volta p/ Índice
O Licenciamento dos Veículos

Houveram basicamente duas alterações para o licenciamento: O


comprovante de aprovação do controle técnico. (*) A obrigação, para que
vende o carro, de comunicar a transferência ao Detran.

Para transitar, todo veículo deverá ser licenciado anualmente pelo órgão
executivo de trânsito do Estado, ou do Distrito Federal, onde estiver
registrado. No caso de transferência de residência ou domicílio, é válido,
durante o exercício, o licenciamento de origem.
O certificado de Licenciamento Anual é obrigatório e será expedido e
vinculado ao de registro. O primeiro licenciamento será feito
simultaneamente ao registro.
O veículo somente será considerado licenciado se os débitos relativos a
tributos, encargos e multas de trânsito e ambientais vinculados ao carro
estiverem quitados.
Ao licenciar, o proprietário deverá comprovar sua aprovação nas inspeções
de segurança e de controle de emissão de gases poluentes e de ruído. (*)

(*) Todos os veículos terão suas condições de segurança avaliadas em


inspeção obrigatória, a cada dois anos. Pelo menos 200 itens do carro serão
examinados. Entre eles, o sistema de freios, elétrico, direção e suspensão.
Emissão de gases e nível de ruído também serão medidos. Os automóveis
reprovados na inspeção de segurança ou na emissão de poluentes e ruídos
ficarão retidos até sua regularização.

Volta p/ Índice

Carteira de Habilitação

Há muitas novidades nos cursos de habilitação para motorista: Uma grande


bateria de testes espera os novos condutores. O psicotécnico agora se
chama exame de aptidão física e mental. Haverá outro de noções de
primeiros socorros (todos os carros deverão ter um estojo). No exame
escrito, o candidato deve provar que conhece a legislação de trânsito. O
exame prático agora se chama agora Exame de Direção Veicular.
Só depois da aprovação nos exames teóricos é que será expedida a
autorização para a aprendizagem prática. O exame prático será realizado
perante três juizes. Uma vez habilitado o motorista terá em seu prontuário a
identificação de seus instrutores e examinadores, que também serão
passíveis de punição.
Depois de aprovado, o candidato recebe uma autorização para dirigir válida
por um ano. E só então é que vai receber a Carteira Nacional de
Habilitação, desde que não cometa nenhuma infração grave ou gravíssima
ou duas médias neste período.
Se o candidato for reprovado por ter cometido infrações, ele voltará a estaca
zero e deverá reiniciar todo o processo de habilitação. Mas se ele for
reprovado no exame teórico ou prático, basta esperar 15 dias para fazer
novos exames.

Para renovar a carteira

A renovação dos exames médicos é exigida a cada 5 anos, ou a cada três


para quem tem mais de 65 anos.
Na época da renovação todos deverão fazer o curso de direção defensiva e
de primeiros socorros nas escolas credenciadas.
As empresas que utilizam motoristas contratados para operar sua frota de
veículos são obrigadas a fornecer cursos de direção defensiva e de
primeiros socorros.

As categorias
Categorias
O condutor classificado neste categoria tem permissão
A para dirigir veículo motorizado de duas ou três rodas, ou
seja, moto ou triciclo.
Esta é a do motorista amador e também a mais comum.
B Possibilita a direção de carros que possuem peso inferior a
3.500 Kg e com lotação de até oito lugares.
Quem pretende conduzir caminhão (veículo motorizado
para transporte de carga, com peso acima de 30500 Kg)
deverá estar habilitado há pelo menos um ano na categoria
C
B. Se tiver cometido um infração grave ou gravíssima, ou
for reincidente em infrações médias no último ano, deverá
reiniciar o processo.
Os motoristas de ônibus (veículo motorizado utilizado no
D transporte de passageiros, com lotação superior a oito
lugares, exceto o do motorista) enquadram-se aqui.
Permite a direção de veículos articulados, como trailer,
reboque e semi-reboque, ou veículos com unidade de
tração e de carga separada, com 6.000 Kg ou mais de
E
peso bruto total ou ainda com lotação superior a oito
lugares. Para isso, o código exige no mínimo um ano de
habilitação na categoria C.
Para habilitar-se nas categorias D e E ou para conduzir veículos para
transporte coletivo de passageiros, de escolares, de emergência ou de
produtos perigosos, o candidato deverá preencher outros requisitos: Ser
maior de 21 anos. Não ter cometido nenhuma infração grave ou gravíssima,
ou ser reincidente em infrações médias, no último ano. Ser aprovado em
curso especializado e em curso de treinamento de prática veicular em
situação de risco.

A nova Carteira

Além da indicação da categoria em que o condutor está habilitado,


constarão também o tipo sangüíneo, o fator RH e a fotografia do motorista
na nova Carteira Nacional de Habilitação. Por se tratar de um documento
oficial, terá fé pública. Isto é, equivalerá a documento de identidade em todo
o território nacional.

Somente a via original da Carteira Nacional de Habilitação e da Permissão


para Dirigir é que terão validade para condução do veículo. Conduzir o
veículos sem esses documentos originais será considerado infração
gravíssima.

Volta p/ Índice