TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO

1
Antonio Carlos Ferreira - prof@acferreira.pro.br 1

Anos

Teorias
Administração Científica Teoria da Burocracia Teoria Clássica Teoria das Relações Humanas Teoria Estruturalista Teoria dos Sistemas Abordagem Sociotécnica Teoria Neoclássica Teoria Comportamental Desenvolvimento Organizacional Teoria da Contingência Novas abordagens

1903 3 1909 1916 3 1932 1947 3 1951 1953 3 1954 1957 3 1962 1972 3 1990

PARTE 2

Cap 3: Ênfase nas Tarefas: Teoria da Administração Científica Arrumando o Chão-de-Fábrica
Pág. 41
Antonio Carlos Ferreira - prof@acferreira.pro.br

3

Objetivos
‡ Fundamentos da Adm. Científica e sua preocupação com os Princípios de Administração e com a Organização Racional do Trabalho. ‡ Identificar a ênfase na tarefa e nos meios e na busca da eficiência, como os aspectos que modelam a Administração no decorrer da 1ªs. décadas do séc. XX. ‡ Indicar a mudança de atitudes e comportamentos das organizações e das pessoas em função da nova filosofia da Adm. Científica. ‡ Identificar as limitações da Adm. Científica dentro de uma apreciação crítica.
4
Antonio Carlos Ferreira - prof@acferreira.pro.br

Organização em Administração?

Grupo de indivíduos Objetivos comuns Estruturas Físicas Tecnológicas Pessoas
Prof. Antonio Carlos Ferreira Piracicaba

para alcançar um objetivo ou meta comum´.com Prof.ORGANIZAÇÕES = Conceito ‡ Silva (2001) considera que uma ³organização é definida como duas ou mais pessoas trabalhando juntas. acfer. ANTONIO CARLOS . comum´.adm@gmail. cooperativamente dentro de limites identificáveis.

por sua vez. definem organização como sendo ³duas ou mais pessoas trabalhando juntas e de modo estruturado para alcançar um objetivo específico ou um conjunto de objetivos´. objetivos´ acfer.ORGANIZAÇÕES = Conceito ‡ Stoner & Freeman (1985).adm@gmail.com Prof. ANTONIO CARLOS .

depois os mais difíceis 4) ± Princípio da enumeração ou verificação. Verificar.br Pág.Princípio da Análise ou Decomposição Cartesiano Dividir cada problema em partes e resolvêlos separadamente 3) .Princípio da Dúvida Nada é verdadeiro enquanto não se souber.prof@acferreira.1) .pro. o que realmente é verdadeiro Método 2) . 24 . com evidência. rever e recontar para estar seguro de que nada foi esquecido 8 Antonio Carlos Ferreira .Princípio da Síntese ou Composição Começar do mais simples.

Precursores Frederick Winslow Taylor (engenheiro) (20/03/1856 a 21/03/1915) .

Passou a Capataz e Contramestre.Taylor Começou como operário na Midvale Steel Co. (20/03/1856 a 21/03/1915) . Começou um estudo sobre a produção em como atender os padrões dos patrões com os dos empregados. Chegou a Engenheiro.

Administração Científica 1911. 11 Antonio Carlos Ferreira .Administração como Ciência 1. Administração de Oficina 1903.br . 2.pro.prof@acferreira.

demonstrado por suas causas. 12 Antonio Carlos Ferreira .pro.O que é Ciência? ‡ Latu sensu = conhecimento ‡ Strictu sensu = conhecimento além do aprendido ou registrado com fatos.br .prof@acferreira.

O que é Ciência? ‡ Do latim: siere = conhecer.prof@acferreira. 13 Antonio Carlos Ferreira .pro. ±Descreve fenômenos do mundo real.br .

O que é Ciência? ‡Ciência Pura: ±Descreve fenômeno para ter sua compreensão. 14 Antonio Carlos Ferreira .prof@acferreira.pro.br .

br . 15 Antonio Carlos Ferreira .pro.O que é Ciência? ‡Ciência Aplicada: ±Quando utilizamos o conhecimento da Ciência para Agir.prof@acferreira.

prof@acferreira.pro. 16 Antonio Carlos Ferreira .O que é Ciência? ‡ Ciência Social Aplicada: ±Ciência mais ligada a: ‡ Atitude ‡ Postura ‡ Ao que se pratica do que o método aplicado.br .

prof@acferreira.O que é Ciência? ‡ O que se procura com a Ciência? ±Substituir ³provérbios´ aceitos com verdadeiros.br . ±Mentalidade ±Postura Científica 17 Antonio Carlos Ferreira .pro.

± Precisa haver uma Teoria que faça essa relação. 18 Antonio Carlos Ferreira .prof@acferreira.O que é Teoria? ‡ O que tem a Teoria a ver com vocês? ± Dados isolados são poucos significativos.br .pro. ± Só fazem sentidos quando estabelecidos relações e conexões entre eles.

2008.pro.br .prof@acferreira.O que é Teoria? ‡ ³Tentativa de associar e integrar os dados coletados através da experimentação e observação em um sistema explanatório compreensível.´ ‡ Caravantes. 19 Antonio Carlos Ferreira .

O que é Teoria? ‡ Formulação de uma teoria: ‡ Observação da realidade.pro. ± Observações com Postura Científica: ‡ Ordenada ‡ Sistemática ‡ Pesquisa ‡ Mensurações ‡ Conectando tudo isso e buscando conclusões.br .prof@acferreira. 20 Antonio Carlos Ferreira .

br . 2008 21 Antonio Carlos Ferreira . juntamente com as regras de correspondência integrando os conceitos com a realidade percebida´ ‡ Caravantes.O que é Teoria? ‡ Teoria é o network de conexões entre conceitos.prof@acferreira.pro.

pro.O que é Teoria? ‡ Teoria é o network de conexões entre conceitos.br .prof@acferreira. juntamente com as regras de correspondência integrando os conceitos com a realidade percebida´ ‡ Caravantes. 2008 22 Antonio Carlos Ferreira .

. ‡ Elevar a produtividade pela aplicação de métodos e técnicas.Administração Científica ‡ Aplicar métodos da Ciência nos trabalhos operacionais. ‡ Observação e mensuração. ‡ Eliminar o desperdício e perdas.

. ‡ Aperfeiçoar e racionalizar. ‡ Decompor seus movimentos e processos de trabalho.Taylor = 1º período ‡ Análise da tarefa de cada operário.

Estudo das tarefas. Treinamento do pessoal para sua execução 4. Padronização.Administração de Oficina (1ª fase . Seleção das melhores pessoas para cada tarefa.1903) Se apoiava em quatro princípios básicos: 1. Atmosfera de cooperação. 3. Divisão do trabalho 2. .

Vadiagem dos operários. 3. 2. Desconhecimento pela gerência das rotinas de trabalho e tempo de execução. .A Administração Científica (2ª fase -1911) 3 males: 1. Falta de uniformidade das técnicas e métodos de trabalho.

. Organização Científica no Trabalho. 75% análise 25% bom senso. Sistema de Taylor. Gerência Científica. Organização Racional do Trabalho (OTR).A Administração Científica (2ª fase -1911) Administração Científica.

Rendimento máximo em lugar de produção reduzida´. ³Harmonia em vez da discórdia´ ³Cooperação e não individualismo´. .A Administração Científica (2ª fase -1911) Combinação de: ³Ciência em lugar de empirismo (achagismo). ³Desenvolvimento individual para maior eficiência e prosperidade´.

especialização de pessoal. os tempos e movimentos. Foi o primeiro a analisar o trabalho. definir padrões de execução. . treinar operários. Primeiro a analisar e organizar o trabalho a base até o topo da organização. inclusive da gerência.Administração como Ciência Planejamento no lugar da improvisação.

Padronização de máquinas e equipamentos Métodos e rotinas de execução de tarefas Prêmios de produtividade.Administração Científica Padrões de produção. . Seus seguidores priorizaram mais as técnicas do que com a filosofia.

Administração Científica Filosofia da AC: ³Uma revolução mental tanto da direção como dos operários´ .

Administração Científica Principal objetivo da AC: ³Assegurar o máximo de prosperidade tanto ao patrão como ao empregado´ .

resultado: Diferentes métodos de fazer a mesma tarefa. Diferentes ferramentas às mesmas operações. .Organização Racional do Trabalho (OTR) Verificou que os operários aprendiam como fazer as tarefas com seus colegas vizinhos.

. Desenho de cargos e tarefas. Divisão do trabalho especialização do operário. 8. 4. Estudo da fadiga humana. 9. Padronização de métodos e máquinas. Condições de trabalho. Análise do trabalho e estudo dos tempos e movimentos. 2. Supervisão funcional.Fundamentos da ORT 1. 6. 5. Conceito do homo economicus. 7. Incentivos salariais e prêmios de produtividade. 3.

1. Distribuição uniforme do trabalho para eliminar falta ou excesso de trabalho. .Análise do trabalho e estudo dos tempos e movimentos. Facilitar o treinamento e melhorar a eficiência e rendimento da produção pela especialização. Estabelecer uma base uniforme para salários eqüitativos e prêmios de produção. Racionalizar a seleção e adaptação à tarefa. Definição de métodos e estabelecimento de normas para a execução do trabalho.Eliminar desperdício de esforços humano e movimentos inúteis.

Utilizar 11.Posicionar (colocar na posição) 7.Esperar inevitavelmente.Planejar .Esperar quando evitável.Escolher 3.Transportar cheio 6.Análise do trabalho e estudo dos tempos e movimentos.Unir (ligar ou anotar) 9.1.Repousar 17.Preprosicionar (preparar) 8. 15.Soltar a carga 12.Procurar 2.Pegar 4.Transportar vazio 5. 1.Segurar 14.Separar 10.Inspecionar 13. 16.

Três finalidades: 1. 3.Evitar movimentos inúteis na execução da tarefa. 2.Estudo da fadiga humana.Execução econômica dos movimentos úteis do ponto de vista fisiológico.Proporcionar uma seriação de movimentos.2 . .

Fadiga predispõe o trabalhador a: 1.Estudo da fadiga humana.2 . 4.Diminuição da produtividade e da qualidade. 3.Doenças e acidentes.Aumento da rotatividade do pessoal.Perda de tempo.Diminuição da capacidade produtiva. Fadiga é redutor da eficiência. 2. . 5.

Elevar a produtividade .Divisão do trabalho.3 . 2.Especialização do operário.Divisão do trabalho e especialização do operário. Provocam reestruturação das operações nos EEUU: 1.

Admissão de empregados com qualificações mínimas e salários menores para reduzir custos. . 2.Desenho de cargos e tarefas.Facilidade de supervisão.Aumento da eficiência do trabalhador.Redução de erros na execuçã. Permite: 1. permite maior produtividade. 5. 3.Minimização dos custos de treinamento. 4.4 .

Plano de incentivos salariais e prêmios produtividade. .5 .Incentivos salariais e prêmios de produtividade.

. econômicas e materiais. Homem econômico: Toda pessoa é influenciada por recompensas salariais.6 .Conceito do homo economicus.

Conceito do homo economicus. Homem econômico: O homem procura o trabalho não porque gosta dele.6 . O homem é motivado a trabalhar pelo medo da fome e pela necessidade de dinheiro para viver. . mas como um meio de ganhar a vida por meio do salário que o trabalho proporciona.

7 ± Condições de trabalho Adequação de instrumentos e ferramentas de trabalho e de equipamentos de produção. Melhoria do ambiente físico de trabalho Projeto de instrumentos e equipamentos . Arranjo físico das máquinas e equipamentos para racionalizar o fluxo da produção.

8 ± Padronização passou a se preocupar também com a padronização dos métodos e processos de trabalho. matériasprimas e componentes. . ferramentas e instrumentos de trabalho. com a padronização das máquinas e equipamentos.

9 ± Supervisão funcional A especialização do operário deve ser acompanhada da especialização do supervisor. Cada qual especializado em determinada área e que tem autoridade funcional (relativa somente a sua especialidade) sobre os mesmos subordinados. .

3.Preparo.Planejamento.Controle 4.Princípios da Adm. Científica Princípios de: 1.Execução . 2.

Científica a) Estabelecer uma ciência da produção. b) Selecionar e treinar os melhores. d) Construir um sistema de cooperação para atingir os objetivos . c) Aplicar essa ciência em tarefas operacionais.Princípios da Adm.

2 O que uma burocracia deve ter.Incentivo = pagamento por Elementos Básicos produção Figura 6.Taylor Os Melhores para cada tarefa Treinamento para fazer da ³melhor maneira´ possível ³Melhor maneira´ de executar cada tarefa . .

‡ Substituição de métodos rudimentares e empíricos. ‡ Usar métodos científicos ‡ ORGANIZAÇÃO RACIONAL DO TRABALHO .P/ aplicar a Adm Científica ‡ Maximizar a produção ‡ Reduzir custos ao mínimo.

o trabalho que cada homem deverá limitar-se à execução de uma única função´.(Frederick W. Princípios da Administração Científica. cit. tenha que executar a menor variedade possível de funções. 99-100) . desde o assistente até o superintendente. Taylor. Sempre que possível. Pp.Administração funcional "Administração funcional consiste em dividir o trabalho de maneira que cada homem.

Contribuição de Taylor ‡ Foi bastante investigado pelo congresso americano: seus métodos de pesquisa. . ‡ Oposição dos sindicatos: buscava a maior produtividade possível dos trabalhadores.

. que sem as quais possivelmente não teríamos o sistema de produção em massa como hoje conhecemos. mas a uma série de noções e práticas.Contribuição de Taylor ‡ É preciso darmos conta de que a contribuição de Taylor não se limita a algo pontual. em 1920 a 1930.

. o conhecimento sobre motivação e comportamento humano por parte de Taylor era bastante precário. ‡ Demasiadamente modesto e simplista para ajudar a entender a organização como um todo.Conhecimento bastante precário ‡ No entanto.

‡ Para ele. racional.Sucesso ‡ Taylor entendia que o sucesso do indivíduo estava inevitavelmente associado ao sucesso da organização. seria também psicológico. o que era lógico. ‡ Tudo seria aceito por que iria contribuir ao sucesso organizacional .

. planejar) e do trabalhador (executor de tarefas) seria aceito sem reclamação! ‡ Porque era feito de maneira lógica e buscando o aumento da eficiência.Sucesso ‡ Taylor entendia que mesmo a divisão entre o trabalho da gerência (pensar. ‡ Reduziria o conflito individuo/organização.

pro.com ANTONIO CARLOS FERREIRA http://acferreira.br .prof@acferreira.acfer.adm@gmail.br 57 Antonio Carlos Ferreira .pro.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful