Você está na página 1de 53

c  


   
 
 c 
c 
Aviso de Retificação de 6 de maio de 2005 (*)
Na Resolução nº 417, de 29 de setembro de 2004, publicada em 17 de novembro de 2004, no
Diário Oficial da União, Seção 1, pp. 306/307; leiam-se as seguintes retificações:
Resolução nº 417 de 29 de setembro de 2004
Ementa: Aprova o Código de Ética da Profissão Farmacêutica.
O CONSELHO FEDERAL DE FARMÁCIA, no exercício das atribuições que lhe confere o artigo 6º,
alínea "g", da Lei n° 3.820, de 11 de novembro de 1960, RESOLVE:
Art. 1º - Aprovar o CÓDIGO DE ÉTICA DA PROFISSÃO FARMACÊUTICA, nos termos do Anexo
desta Resolução, da qual faz parte.
Art. 2° - Esta Resolução entra em vigor na data da publicação, revogando-se as disposições em
contrário e, em especial, os termos da Resolução nº 290/96 do Conselho Federal de Farmácia.
ANEXO
CÓDIGO DE ÉTICA DA PROFISSÃO
FARMACÊUTICA
PREÂMBULO
O FARMACÊUTICO É UM PROFISSIONAL DA SAÚDE, CUMPRINDO -LHE EXECUTAR TODAS AS
ATIVIDADES INERENTES AO ÂMBITO PROFISSIONAL FAR MACÊUTICO, DE MODO A CONTRIBUIR
PARA A SALVAGUARDA DA SAÚDE PÚBLICA E, AINDA, TODAS AS AÇÕES DE EDUCAÇÃO
DIRIGIDAS À COMUNIDADE NA PROMOÇÃO DA SAÚDE.
TÍTULO I
Do Exercício Profissional
CAPÍTULO I
Dos Princípios Fundamentais

Art. 1º - O exercício da profissão farmacêutica, como todo exercício profissional, tem uma
dimensão ética que é regulada por este código e pelos diplomas legais em vigor, cuja
transgressão resultará em sanções disciplinares por parte do Conselho Regional de Farmácia,
após apuração pelas suas Comissões de Ética, independentemente das penalidades estabelecidas
pelas leis do País.
Art. 2° - O farmacêutico atuará sempre com o maior respeito à vida humana, ao meio ambiente e
à liberdade de consciência nas situações de conflito entre a ciência e os direitos fundamentais do
homem.
Art. 3° - A dimensão ética da profissão farmacêutica é determinada, em todos os seus atos, pelo
benefício ao ser humano, à coletividade e ao meio ambiente, sem qualquer discriminação.
Art. 4º - Os farmacêuticos respondem pelos atos que praticarem ou pelos que autorizarem no
exercício da profissão.
Art. 5° - Para que possa exercer a profissão farmacêutica com honra e dignidade, o farmacêutico
deve dispor de boas condições de trabalho e receber justa remuneração por seu desempenho.
Art. 6° - Cabe ao farmacêutico zelar pelo perfeito desempenho ético da Farmácia e pelo prestígio
e bom conceito da profissão.
Art. 7° - O farmacêutico deve manter atualizados os seus conhecimentos técnicos e científicos
para aperfeiçoar, de forma contínua, o desempenho de sua atividade profissional.
Art. 8° - A profissão farmacêutica, em qualquer circunstância ou de qualquer forma, não pode ser
exercida exclusivamente com objetivo comercial.
Art. 9° - Em seu trabalho, o farmacêutico não pode se deixar explorar por terceiros, seja com
objetivo de lucro, seja com finalidade política ou religiosa.
Art. 10 - O farmacêutico deve cumprir as disposições legais que disciplinam a prática profissional
no País, sob pena de advertência.
CAPÍTULO II
Dos Deveres
Art. 11 - O farmacêutico, durante o tempo em que permanecer inscrito em um Conselho Regional
de Farmácia, independentemente de estar ou não no exercício efetivo da profissão, deve:
I. comunicar às autoridades sanitárias e profissionais, com discrição e fundamento, fatos que
caracterizem infringência a este Código e às normas que regulam o exercício das atividades
farmacêuticas;
II. dispor seus serviços profissionais às autoridades constituídas, se solicitado, em caso de conflito
social interno, catástrofe ou epidemia, independentemente de haver ou não remuneração ou
vantagem pessoal;
III. exercer a assistência farmacêutica e fornecer informações ao usuário dos serviços;
IV. respeitar o direito de decisão do usuário sobre sua própria saúde e bem-estar, excetuando-se
o usuário que, mediante laudo médico ou determinação judicial, for considerado incapaz de
discernir sobre opções de tratamento e/ou decidir sobre sua própria saúde e bem-estar;
V. comunicar ao Conselho Regional de Farmácia e às autoridades sanitárias a recusa ou a
demissão de cargo, função ou emprego, motivada pela necessidade de preservar os legítimos
interesses da profissão, da sociedade ou da saúde pública;
VI. guardar sigilo de fatos que tenha conhecimento no exercício da profissão, excetuando-se os
de dever legal, amparados pela legislação vigente, os quais exijam comunicação, denúncia ou
relato a quem de direito;
VII. respeitar a vida humana, jamais cooperando com atos que intencionalmente atentem contra
ela ou que coloquem em risco sua integridade física ou psíquica;
VIII. assumir, com responsabilidade social, sanitária, política e educativa, sua função na
determinação de padrões desejáveis do ensino e do exercício da Farmácia;
IX. contribuir para a promoção da saúde individual e coletiva, principalmente no campo da
prevenção, sobretudo quando, nessa área, desempenhar cargo ou função pública;
X. adotar postura científica, perante as práticas terapêuticas alternativas, de modo que o usuário
fique bem informado e possa melhor decidir sobre a sua saúde e bem-estar;
XI. selecionar, nos limites da lei, os auxiliares para o exercício de sua atividade;
XII. denunciar às autoridades competentes quaisquer formas de poluição, deterioração do meio
ambiente ou riscos inerentes ao trabalho, prejudiciais à saúde e à vida;
XIII. evitar que o acúmulo de encargos prejudique a qualidade da atividade farmacêutica
prestada.
Art. 12 - O farmacêutico deve comunicar ao Conselho Regional de Farmácia, por escrito, o
afastamento de suas atividades profissionais das quais detém responsabilidade técnica, quando
não houver outro farmacêutico que, legalmente, o substitua.
§ 1º - A comunicação ao Conselho Regional de Farmácia deverá ocorrer no prazo máximo de 5
(cinco) dias após o afastamento, quando este ocorrer por motivo de doença, acidente pessoal,
óbito familiar, ou outro, a ser avaliado pelo CRF.
§ 2º - Quando o afastamento for motivado por doença, o farmacêutico ou seu procurador deverá
apresentar à empresa ou instituição documento datado e assinado, justificando sua ausência, a
ser comprovada por atestado, no prazo de 5 (cinco) dias.
§ 3º - Quando o afastamento ocorrer por motivo de férias, congressos, cursos de
aperfeiçoamento, atividades administrativas ou outras atividades, a comunicação ao Conselho
Regional de Farmácia deverá ocorrer com antecedência mínima de 1 (um) dia.
CAPÍTULO III
Das Proibições

Art. 13 - É proibido ao farmacêutico:


I. participar de qualquer tipo de experiência em ser humano, com fins bélicos, raciais ou
eugênicos, pesquisa clínica ou em que se constate desrespeito a algum direito inalienável do ser
humano;
II. exercer simultaneamente a Medicina;
III. praticar procedimento que não seja reconhecido pelo Conselho Federal de Farmácia;
IV. praticar ato profissional que cause dano físico, moral ou psicológico ao usuário do serviço, que
possa ser caracterizado como imperícia, negligência ou imprudência;
V. deixar de prestar assistência técnica efetiva ao estabelecimento com o qual mantém vínculo
profissional, ou permitir a utilização do seu nome por qualquer estabelecimento ou instituição
onde não exerça pessoal e efetivamente sua função;
VI. realizar, ou participar de atos fraudulentos relacionados à profissão farmacêutica, em todas as
suas áreas de abrangência;
VII. fornecer meio, instrumento, substância ou conhecimento para induzir a prática (ou dela
participar) de eutanásia, de tortura, de toxicomania ou de qualquer outra forma de procedimento
degradante, desumano ou cruel em relação ao ser humano;
VIII. produzir, fornecer, dispensar, ou permitir que seja dispensado meio, instrumento, substância
e/ou conhecimento, medicamento ou fórmula magistral, ou especialidade farmacêutica,
fracionada ou não, que não contenha sua identificação clara e precisa sobre a(s) substância(s)
ativa(s) contida(s), bem como suas respectivas quantidades, contrariando as normas legais e
técnicas, excetuando-se a dispensação hospitalar interna, em que poderá haver a codificação do
medicamento que for fracionado, sem, contudo, omitir o seu nome ou fórmula;
IX. obstar, ou dificultar a ação fiscalizadora das autoridades sanitárias ou profissionais;
X. aceitar remuneração abaixo do estabelecido como o piso salarial, mediante acordos ou dissídios
da categoria;
XI. declarar possuir títulos científicos ou especialização que não possa comprovar;
XII. permitir interferência nos resultados apresentados como perito ou auditor;
XIII. aceitar ser perito ou auditor quando houver envolvimento pessoal ou institucional;
XIV. exercer a profissão farmacêutica quando estiver sob a sanção disciplinar de suspensão;
XV. expor, dispensar, ou permitir que seja dispensado medicamento em contrariedade à
legislação vigente;
XVI. exercer a profissão em estabelecimento que não esteja devidamente registrado nos órgãos
de fiscalização sanitária e do exercício profissional;
XVII. aceitar a interferência de leigos em seus trabalhos e em suas decisões de natureza
profissional;
XVIII. delegar a outros profissionais atos ou atribuições exclusivos da profissão farmacêutica;
XIX. omitir-se e/ou acumpliciar-se com os que exercem ilegalmente a Farmácia, ou com
profissionais ou instituições farmacêuticas que pratiquem atos ilícitos;
XX. assinar trabalhos realizados por outrem, alheio à sua execução, orientação, supervisão ou
fiscalização, ou ainda assumir responsabilidade por ato farmacêutico que não praticou ou do qual
não participou efetivamente;
XXI. prevalecer-se do cargo de chefia ou de empregador para desrespeitar a dignidade de
subordinados;
XXII. pleitear, de forma desleal, para si ou para outrem, emprego, cargo ou função que esteja
sendo exercido por outro farmacêutico, bem como praticar atos de concorrência desleal;
XXIII. fornecer, ou permitir que forneçam, medicamento ou fármaco para uso diverso da sua
finalidade;
XXIV. exercer a Farmácia em interação com outras profissões, concedendo vantagem, ou não,
aos demais profissionais habilitados para direcionamento de usuário, visando ao interesse
econômico e ferindo o direito do usuário de livremente escolher o serviço e o profissional;
XXV. receber remuneração por serviços que não tenha efetivamente prestado;
XXVI. exercer a fiscalização profissional e sanitária, quando for sócio ou acionista de qualquer
categoria, ou interessado por qualquer forma, bem como prestar serviços a empresa ou
estabelecimento que explore o comércio de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e
correlatos, laboratórios, distribuidoras, indústrias, com ou sem vínculo empregatício.
Art. 14 - Quando atuante no serviço público, é vedado ao farmacêutico:
I. utilizar-se do serviço ou cargo público para executar trabalhos de empresa privada de sua
propriedade ou de outrem, como forma de obter vantagens pessoais;
II. cobrar ou receber remuneração do usuário do serviço;
III. reduzir, irregularmente, quando em função de chefia, a remuneração devida a outro
farmacêutico.
CAPÍTULO IV
Da Publicidade e dos Trabalhos Científicos

Art. 15 - É vedado ao farmacêutico:


I. divulgar assunto ou descoberta de conteúdo inverídico;
II. publicar, em seu nome, trabalho científico do qual não tenha participado ou atribuir-se autoria
exclusiva quando houver participação de subordinados ou outros profissionais, farmacêuticos ou
não;
III. promover publicidade enganosa ou abusiva da boa fé do usuário;
IV. anunciar produtos farmacêuticos ou processos por meios capazes de induzir ao uso
indiscriminado de medicamentos;
V. utilizar-se, sem referência ao autor ou sem a sua autorização expressa, de dados ou
informações, publicados ou não;
VI. promover pesquisa na comunidade, sem o seu consentimento livre e esclarecido, e sem que o
objetivo seja a proteção ou a promoção da saúde.

CAPÍTULO V
Dos Direitos

Art. 16 - São direitos do farmacêutico:


I. exercer a profissão sem ser discriminado por questões de religião, raça, sexo, nacionalidade,
cor, idade, condição social, opinião política ou de qualquer outra natureza;
II. interagir com o profissional prescritor, quando necessário, para garantir a segurança e a
eficácia da terapêutica farmacológica, com fundamento no uso racional de medicamentos;
III. exigir dos demais profissionais de saúde o cumprimento da legislação sanitária vigente, em
especial quanto à legibilidade da prescrição;
IV. recusar-se a exercer a profissão em instituição pública ou privada, onde inexistam condições
dignas de trabalho ou que possam prejudicar o usuário, com direito a representação junto às
autoridades sanitárias e profissionais, contra a instituição;
V. opor-se a exercer a profissão, ou suspender a sua atividade, individual ou coletivamente, em
instituição pública ou privada, onde inexistam remuneração ou condições dignas de trabalho ou
que possam prejudicar o usuário, ressalvadas as situações de urgência ou de emergência,
devendo comunicá-las imediatamente ao Conselho Regional de Farmácia e às autoridades
sanitárias e profissionais;
VI. negar-se a realizar atos farmacêuticos que, embora autorizados por lei, sejam contrários aos
ditames da ciência e da técnica, comunicando o fato, quando for o caso, ao usuário, a outros
profissionais envolvidos ou ao respectivo Conselho Regional de Farmácia.
TÍTULO II
Das Relações Profissionais
Art. 17 - O farmacêutico, perante seus colegas e demais profissionais da equipe de saúde, deve
comprometer-se a:
I. obter e conservar alto nível ético em seu meio profissional e manter relações cordiais com a sua
equipe de trabalho, prestando-lhe apoio, assistência e solidariedade moral e profissional;
II. adotar critério justo nas suas atividades e nos pronunciamentos sobre serviços e funções
confiados anteriormente a outro farmacêutico;
III. prestar colaboração aos colegas que dela necessitem, assegurando-lhes consideração, apoio e
solidariedade que reflitam a harmonia e o prestígio da categoria;
IV. prestigiar iniciativas dos interesses da categoria;
V. empenhar-se em elevar e firmar seu próprio conceito, procurando manter a confiança dos
membros da equipe de trabalho e do público em geral;
VI. limitar-se às suas atribuições no trabalho, mantendo relacionamento harmonioso comoutros
profissionais, no sentido de garantir unidade de ação na realização de atividades a que se propõe
em benefício individual e coletivo;
VII. denunciar, a quem de direito, atos que contrariem os postulados éticos da profissão.

TÍTULO III
Das Relações com os Conselhos

Art. 18 - Na relação com os Conselhos, obriga-se o farmacêutico a:


I. acatar e respeitar os Acórdãos e Resoluções do Conselho Federal e os Acórdãos e Deliberações
dos Conselhos Regionais de Farmácia;
II. prestar, com fidelidade, informações que lhe forem solicitadas a respeito de seu exercício
profissional;
III. comunicar ao Conselho Regional de Farmácia em que estiver inscrito, toda e qualquer
conduta ilegal ou antiética que observar na prática profissional;
IV. atender convocação, intimação, notificação ou requisição administrativa no prazo
determinado, feita pelos Conselhos Regionais de Farmácia, a não ser por motivo de força maior,
comprovadamente justificado.
Art. 19 - O farmacêutico, no exercício profissional, fica obrigado a informar, por escrito, ao
respectivo Conselho Regional de Farmácia (CRF) todos os seus vínculos, com dados completos da
empresa (razão social, Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica - C.N.P.J., endereço, horário de
funcionamento e de Responsabilidade Técnica - RT), mantendo atualizado o seu endereço
residencial e os horários de responsabilidade técnica ou de substituição.

TÍTULO IV
Das Infrações e Sanções Disciplinares

Art. 20 - As sanções disciplinares consistem em:


I. de advertência ou censura;
II. de multa de (um) salário-mínimo a 3 (três) salários-mínimos regionais;
III. de suspensão de 3 (três) meses a um ano;
IV. de eliminação.

TÍTULO V
Das Disposições Gerais
Art. 21 - As normas deste Código aplicam-se aos farmacêuticos, em qualquer cargo ou função,
independentemente do estabelecimento ou instituição onde estejam prestando serviço.
Art. 22 - A verificação do cumprimento das normas estabelecidas neste Código é atribuição do
Conselho Federal de Farmácia, dos Conselhos Regionais de Farmácia e suas Comissões de Ética,
das autoridades da área de saúde, dos farmacêuticos e da sociedade em geral.
Art. 23 - A apuração das infrações éticas compete ao Conselho Regional de Farmácia em que o
profissional está inscrito ao tempo do fato punível em que incorreu, por meio de sua Comissão de
Ética.
Art. 24 - O farmacêutico portador de doença que o incapacite para o exercício da farmácia,
apurada pelo Conselho Regional de Farmácia em procedimento administrativo com perícia
médica, terá suas atividades profissionais suspensas enquanto perdurar sua incapacidade.
Art. 25 - O profissional condenado por sentença criminal, definitivamente transitada em julgado,
por crime praticado no uso do exercício da profissão, ficará suspenso da atividade enquanto durar
a execução da pena.
Art. 26 - Prescreve em 24 (vinte e quatro) meses a constatação fiscal de ausência do
farmacêutico no estabelecimento, através de auto de infração ou termo de visita, para efeito de
instauração de processo ético.
Art. 27 - Aplica-se o Código de Ética a todos os inscritos no Conselho Regional de Farmácia.
Art. 28 - O Conselho Federal de Farmácia, ouvidos os Conselhos Regionais de Farmácia e a
categoria farmacêutica, promoverá a revisão e a atualização deste Código, quando necessário.
Art. 29 - As condições omissas neste Código serão decididas pelo Conselho Federal de Farmácia.

(*) Republicada por incorreção.


c   
       
(Revoga a Resolução nº 513/09)
EMENTA: Dispõe sobre a correção dos valores das anuidades e taxas devidas aos Conselhos
Federal e Regionais de Farmácia.
(Publicada no DOU de 18/8/2010, Seção 1, Página 136)
c   

V   V   V  
EMENTA: Revoga o § 2º do artigo 5º da Resolução nº 494/08 do Conselho Federal de Farmácia.
(Publicada no DOU de 8/7/2010, Seção 1, Página 90)
c   

V  V   V  
EMENTA: Estabelece programa de parcelamento das receitas dos artigos 26 e 27, da Lei Federal
nº 3.820, de 11 de novembro de 1960, viabilizando a recuperação judicial e extrajudicial das
sociedades empresárias farmacêuticas e pessoas físicas inscritas nos quadros dos Conselhos
Regionais de Farmácia.
(Publicada no DOU de 7/7/2010, Seção 1, Página 131)
c  

V V c V 
EMENTA: Dá nova redação ao artigo 12 da Resolução Nº 462/07.
(Publicada no DOU de 30/4/2010, Seção 1, Página 179)
c  

V V c V 
EMENTA: Estabelece normas e procedimentos orçamentários, contábeis e financeiros, e dá outras
providências.
(Publicada no DOU de 30/4/2010, Seção 1, Página 173)
c  

V V 
  V  
EMENTA: Dispõe sobre as atribuições e responsabilidade técnica do farmacêutico nas Indústrias
de Alimentos.
(Publicada no DOU de 1/3/2010, Seção 1, Página 140)
c  

V V 
  V  
EMENTA: Referenda a Resolução nº 527, de 3 de fevereiro de 2010, publicada no DOU de
05/02/10, Seção 1, p. 48.
(Publicada no DOU de 1/3/2010, Seção 1, Página 139)
c  

V V 
  V  
EMENTA: Disciplina os convênios firmados pelo Conselho Federal de Farmácia.
(Publicada no DOU de 1/3/2010, Seção 1, Página 138)
c  

V V 
  V 
EMENTA: Revoga a Resolução/CFF nº 519, de 23 de dezembro de 2009, publicada no DOU de 05/01/10,
Seção 2, página 40, referendada pela
Resolução/CFF nº 526, de 19 de janeiro de 2010, publicada no DOU de 21/01/10, Seção 1, p. 64.
(Publicada no DOU de 5/2/2010, Seção 2, Página 48)

c  

V V  V 
EMENTA: Referenda as Resoluções nº 519/2009; 524/2009 e 525/2010, do Conselho Federal de
Farmácia.
(Publicada no DOU de 21/1/2010, Seção 1, Página 64)

c  


V V  V 
EMENTA: Mantém os valores das Resoluções 462, de 03 de maio de 2007 (DOU de 07.05.2007, seção
1, pág. 88) e 478, de 26 de junho de 2008 (DOU de 30.06.2008, seção1, pag. 126) em cumprimento aos
termos do Acórdão 1.535/2008, do TC 031.027/2007-7, que deu provimento aos embargos
declaratórios referentes ao acórgão nº 1.163/2008, do Tribunal de Contas da União.
(Publicada no DOU de 12/1/2010, Seção 1, Página 100)
c  

V V V  V  
EMENTA: Aplica aos Conselhos Regionais de Farmácia dos Estados do Acre e Roraima, os termos
da Resolução 513, de 13 de outubro de 2009 (DOU de 28.10.2009, seção 1, pág. 78/79).
(Publicada no DOU de 8/1/2010, Seção 1, Página 55)
c  

V V V  V 
EMENTA: Prorroga até 31 de agosto de 2010 o prazo de validade da cédula profissional previsto
no artigo 3º da Resolução/CFF nº 494/08, alterado pela Resolução/CFF nº 506/2009.
(Publicada no DOU de 6/1/2010, Seção 1, Página 79)

c  

V  V V  V  
(Revoga as Resoluções nº 409/04 e 456/06 e demais disposições em contrário)
EMENTA: Regulamenta o procedimento de fiscalização dos Conselhos Regionais de Farmácia e dá
outras providências.
(Publicada no DOU de 6/1/2010, Seção 1, Página 73)
c  

V  V V  V  
(Revoga a Resolução nº 464/07)
EMENTA: Dispõe sobre a inscrição, o registro, o cancelamento de inscrição e a averbação nos
Conselhos Regionais de Farmácia, e dá outras providências.
(Publicada no DOU de 6/1/2010, Seção 1, Página 71)
c  

V  V V  V  
EMENTA: Dispõe sobre as atribuições e responsabilidade técnica do farmacêutico nos Laboratórios
de Saúde Pública, bem como nos de natureza privada, que realizem análise e pareceres técnicos
em alimentos, medicamentos, meio ambiente, serviços de saúde e produtos em geral.
(Publicada no DOU de 6/1/2010, Seção 1, Página 71)
c   

V   V  V   V   
EMENTA: Designa os farmacêuticos Ronaldo Ferreira Pereira Filho, Ronaldo Tomaz de Aquino,
Paulo Jessé Silva Gonçalves e Maria José Luna dos Santos da Silva para exercerem, precária e
respectivamente, as funções de Presidente, Vice-Presidente, Secretário-Geral e Tesoureira do
CRF/MA, até ulterior decisão da Sexta Vara Federal da Seção Judiciária do Estado do Maranhão,
ou determinação do Tribunal Regional Federal da Primeira Região.
(Publicada no DOU de 5/1/2010, Seção 2, Página 40)

c   

V    V  V   V   
EMENTA: Aprova o Orçamento Programa do Exercício de 2010 dos Conselhos Federal e Regionais
de Farmácia.

c   

V    V    V   
EMENTA: Dispõe sobre a inscrição e carteira profissional do técnico de nível médio e
assemelhados, e dá outras providências.

c   

V    V    V   
EMENTA: Define os aspectos técnicos do exercício da Acupuntura na Medicina Tradicional Chinesa
como especialidade do farmacêutico.

c   


V    V    V   
EMENTA: Dá nova redação ao artigo 3º da Resolução nº 365/01 do Conselho Federal de
Farmácia, revogando a Resolução nº 502/09.

c   
 
V   V    V   
EMENTA: Dispõe sobre o título de Farmacêutico-Bioquímico.
c  
 
V V V 
(Revogada pela Resolução nº 535/10)
EMENTA: Dispõe sobre a correção dos valores das anuidades e taxas devidas aos Conselhos
Federal e Regionais de Farmácia.

c  
 
V V V 
EMENTA: Altera Ơad referendumơ do Plenário, a Resolução nº 395/03 do Conselho Federal de
Farmácia.
c 
V !V   cV  
EMENTA: Declara a impossibilidade de realização de eleição por urnas eletrônicas no exercício de
2009, em todo o território nacional.
c 
V V V 
Ementa: Revoga a Resolução nº 364/01 do Conselho Federal de Farmácia.
c 
V V V 
Ementa: Regula a atuação do farmacêutico em centros de pesquisa clínica, organizações
representativas de pesquisa clínica, Indústria ou outras instituições que realizem pesquisa clínica.
c "
V V V 
Ementa: Dispõe sobre as atribuições do farmacêutico no exercício de auditorias e dá outras
providências.
c 
V !V V 
Ementa: Institui a Anotação de Atividade Profissional do Farmacêutico (AAPF).
c 
V !V V 
Ementa: Prorroga até 31 de dezembro de 2009 o prazo de validade da cédula profissional previsto
no artigo 3º da Resolução/CFF nº 494/08.
c 
V V V 
(Altera a Resolução nº 499/08)
Ementa: Revoga os artigos 2º e 34 e dá nova redação aos artigos 1º, 10, 11, parágrafo único,
bem como ao Capítulo III e aos Anexos I e II da Resolução nº 499/08 do Conselho Federal de
Farmácia.
c !
V V  V 
Ementa: Regulamenta as atividades do farmacêutico na indústria de produtos veterinários de
natureza farmacêutica.
c 
V V  V 
(Revoga a Resolução nº 498/08)
Ementa: Revoga a resolução 498, de 16 de dezembro de 2008 e dá outras providências.
c 
V V  cV 
Ementa: Dá nova redação ao artigo 3º da Resolução nº 365/01 do Conselho Federal de Farmácia.
V c 
 
V "V  cV 
c 
V V  cV 
Ementa: Aprova o Regimento Interno Padrão dos Conselhos Regionais de Farmácia.
c 
V V   cV 
Ementa: Dispõe sobre as atribuições do farmacêutico no âmbito dos Serviços de Diálise, de
natureza pública ou privada.
c   
V V V  V " 
(Alterada pela Resolução nº 505/09)
Ementa: Dispõe sobre a prestação de serviços farmacêuticos, em farmácias e drogarias, e dá
outras providências.
c   
V  V V  V " 
(Revogada pela Resolução nº 503/09)
Ementa: Define a adoção de eleição eletrônica para as funções da Lei Federal nº 3.820/60.
c   
V  V V  V " 
EMENTA: Cria os Conselhos Regionais de Farmácia dos Estados do Acre, Amapá e Roraima.
c   
V V V  V " 
Ementa: Aprova o Orçamento Programa do Exercício de 2009 dos Conselhos Federal e Regionais
de Farmácia.
c   

V  V  V "
Ementa: Regula a atuação do farmacêutico em terminais aquaviários, portos organizados,
aeroportos, postos de fronteiras e recintos alfandegados que armazenem produtos sujeitos a
controle sanitário.
c    
V  V  V "
(Revoga a Resolução nº 428/04, a Resolução nº 432/05, e demais disposições em contrário. Parágrafo
2º do artigo 5º revogado pela Resolução nº 534/10)
Ementa: Substitui a Cédula de Identidade profissional do farmacêutico e não-farmacêutico, institui
a Certidão de Regularidade Técnica e estabelece itens de segurança na Carteira de Identidade
Profissional.
c    
V  V  V "
EMENTA: Aprova as referências de exames e outros serviços em Laboratórios Clínicos sob a
responsabilidade técnica de Farmacêutico-Bioquímico.
c !
V  V  cV "
Ementa: Regulamenta o exercício profissional nos serviços de atendimento pré-hospitalar, na
farmácia hospitalar e em outros serviços de saúde, de natureza pública ou privada.
c !
V  V  cV "
Ementa: Dispõe sobre a correção dos valores das anuidades e taxas devidas aos Conselhos
Federal e Regionais de Farmácia.
c   
V V V "
Ementa: Referenda a Resolução nº 487, de 1º de outubro de 2008, publicada no DOU de
03/10/08, Seção 1, p. 133.

c   
V V V "
Ementa: Unifica os procedimentos administrativos de transação nos processos administrativos e
executivos fiscais nos Conselhos Regionais de Farmácia.

c   
V V 
V "
Ementa: Revoga a Resolução nº 378/02 do Conselho Federal de Farmácia.

c   
V V V "
Ementa: Revoga, "ad referendum" do Plenário, a Resolução nº 443/06 do Conselho Federal de
Farmácia.

c   
V V   V "
Ementa: Dispõe sobre as atribuições do farmacêutico na área de radiofarmácia e dá outras
providências.
Revogando a Resolução 435/05 do Conselho Federal de Farmácia e demais disposições em
contrário.
c   

V V   V "


Ementa: Dispõe sobre o Âmbito Profissional de Técnico de Laboratório de Nível Médio em Análises
Clínicas.
c   
V V 
V "
Ementa: Aprova a Estrutura Administrativa e de Pessoal do Conselho Federal de Farmácia.
c    
V V 
V "
Ementa: Aprova o regimento interno do Conselho Federal de Farmácia.
c   
V V 
V "
Ementa: Dispõe sobre o magistério das matérias, disciplinas, unidades, módulos, conteúdos ou
componentes curriculares específicos dos profissionais farmacêuticos.
c   
V V  V "
Ementa: Dispõe sobre as atribuições do farmacêutico nas atividades de meio ambiente, segurança
no trabalho, saúde ocupacional e responsabilidade social, respeitadas as atividades afins com
outras profissões.
c   
V V  V "
Ementa: Dispõe sobre os serviços farmacêuticos na farmácia-escola, pública ou privada, e dá
outras providências.
c   
V  V  V "
Ementa: Revoga a Resolução/CFF nº 273 de 30 de agosto de 1995, que dispõe sobre a
manipulação medicamentosa.
c   
V  V  V "
Ementa: Adota providências ao caráter indenizatório das verbas de representação das funções
públicas da Lei Federal nº 3.820/60, em cumprimento aos termos do Acórdão 1.535/2008, TC
031.027/2007-7 que deu provimento aos Embargos Declaratórios referentes ao Acórdão
1.163/2008, exarados pelo Tribunal de Contas da União e dá outras providências.
c   
V "V  V "
Ementa: Dispõe sobre as atribuições do farmacêutico no âmbito das plantas medicinais e
fitoterápicos e dá outras providências.
c   
V "V  V "
Ementa: Regulamenta o registro, a guarda e o manuseio de informações resultantes da prática da
assistência farmacêutica nos serviços de saúde.
c   

V V  V "
Ementa: Autoriza a Diretoria do Conselho Federal de Farmácia a promover alienação de parte do
acervo imobiliário do Conselho Federal de Farmácia, para aquisição de nova sede.
c    
V V  V "
Ementa: Referenda a Resolução nº 473, de 9 de maio de 2008, no sentido de preservação do
caráter indenizatório das verbas de representação das funções da Lei Federal nº 3.820/60.
c    
V "V  V "
Ementa: Adota providências ao caráter indenizatório das verbas de representação das funções
públicas da Lei Federal nº 3.820/60, em cumprimento aos termos do Acórdão 1.163/2008, TC
031.027/2007-7.
c    
V !V  
V "
(ANEXOS DA RESOLUÇÃO N° 472)
Ementa: Cria a Ordem do Mérito Farmacêutico Internacional.
c   
V "V 
  V "
Ementa: Aprova o regulamento sobre os símbolos oficiais dos farmacêuticos.
c   
V "V  V "
Ementa: Regula as atividades do Farmacêutico em gases e misturas de uso terapêutico e para
fins de diagnóstico.
c   
V "V V  V 
Ementa: Ratifica o pagamento de verbas de representação, jeton e diárias no Conselho Federal
de Farmácia, nos termos da Lei Federal nº 11.000/04, e dá outras providências.
c   
V V V  V 
Ementa: Aprova o Orçamento Programa do Exercício de 2008 dos Conselhos Federal e Regionais
de Farmácia.
c   
V "V  V 
Ementa: Define, regulamenta e estabelece as atribuições e competências do farmacêutico na
manipulação de medicamentos e de outros produtos farmacêuticos.
c   
V "V  V 
(Revogada pela Resolução n° 491/08)
Ementa: Dispõe sobre a correção dos valores das anuidades e taxas devidas aos Conselhos
Federal e Regionais de Farmácia.
c   

V !V 
V 
Ementa: Dispõe sobre as atribuições do farmacêutico no âmbito da Farmácia Antroposófica e dá
outras providências.
c    
V V 
V 
(Revogada pela Resolução nº 521/09)
Ementa: Dispõe sobre a inscrição, o registro, o cancelamento de inscrição e a averbação no
Conselho Regional de Farmácia, e dá outras providências.
c    
V V  V 
Ementa: Dispõe sobre as atribuições do Farmacêutico no controle de qualidade e tratamento de
água para consumo humano, seu padrão de potabilidade e controle ambiental, bem como o
controle de operação das estações de tratamento de água e esgotos domésticos e industriais, de
piscinas, praias, balneários, hotéis, condomínios e congêneres.
c    
V V  V 
(Alterada pela Resolução nº 532/2010)
Ementa: Dispõe sobre o pagamento de verbas de representação, jeton e diárias no Conselho
Federal de Farmácia, nos termos da Lei Federal nº 11.000/04, e dá outras providências.
c   
V V  V 
Ementa: e sanções éticas e disciplinares aplicáveis aos farmacêuticos.
c   
V V  V 
Ementa: Reconhece o dia 20 de Janeiro como o "Dia do Farmacêutico".
c  

V "V 
  V 
(Revogada pela Resolução nº 477/08)
Ementa: Dispõe sobre as atribuições do farmacêutico no âmbito das plantas medicinais e
fitoterápicos e dá outras providências.
c  

V V V  V 
Ementa: Aprova o Novo Regulamento Eleitoral para os Conselhos Federal e Regionais de Farmácia
e dá outras providências.
c  

V !V V  V 
Ementa: Dispõe sobre as atribuições do Farmacêutico na análise físico-química do solo,
respeitadas as atividades afins com outras profissões.
c  

V !V V  V  
(Revogada pela Resolução nº 522/09)
Ementa: Dá nova redação ao artigo 15 e ao Anexo III da Resolução 409 de 26 de março de 2004
do Conselho Federal de Farmácia.
c  


V !V V  V  #
Ementa: Aprova o Orçamento Programa do exercício de 2007 do Conselho Federal de Farmácia e
dos Conselhos Regionais de Farmácia.
c  

V !V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 470/08)
Ementa: Regula as atividades do Farmacêutico em gases e misturas de uso terapêutico e para
fins de diagnóstico.
c  

V "V  V 
Ementa: Prorroga a vigência das Resoluções nº 333/98, 343/99, 367/01, 388/02, 404/03 e
426/04 no Estado do Amapá.
c  

V "V  V 
Ementa: Prorroga a vigência das Resoluções nº 362/01, 389/02, 405/03 e 427/04 no Estado de
Roraima.
c  

V "V  V 
Ementa: Dispõe sobre a correção dos valores das anuidades e taxas devidas aos Conselhos
Federal e Regionais de Farmácia.
c  

V V V 
Ementa: Dá nova redação ao artigo 15 da Resolução nº 258/94 do Conselho Federal de Farmácia,
estabelecendo o depósito prévio como pressuposto à interposição de recurso administrativo.
c   
V !V V 
Ementa: Dispõe sobre as atribuições do Farmacêutico na Comissão de Farmácia e Terapêutica.
c   
V !V V 
Ementa: Regula as atribuições do farmacêutico na indústria e importação de produtos para a
saúde, respeitadas as atividades afins com outras profissões.
c   
V V  V 
Ementa: Dispõe sobre procedimento de cobrança das anuidades e taxas devidas pelas filiais de
empresas aos Conselhos Federal e Regionais de Farmácia.
c   
V  V  V 
Ementa: Altera a redação do § 3º do artigo 2º da Resolução nº 286, de 22 de março de 1996.
c  

V  V  V 
Ementa: Altera a redação do parágrafo único do artigo 2º da Resolução nº 186, de 14 de
novembro de 1988.
c   
V V  
V  #
Ementa: Dispõe sobre a regulação de cursos de pós-graduação lato sensu de caráter profissional.
c   
V V 
  V 
(Revogada pela Resolução nº 487/08)
Ementa: Unifica os procedimentos administrativos de transação nos processos administrativos e
executivos fiscais nos Conselhos Regionais de Farmácia.
c   
V V 
  V 
Ementa: Regulamenta o exercício das análises reclamadas pela clínica médico-veterinária
c   
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 451/07)
Ementa: Dispõe sobre a correção dos valores das anuidades e taxas devidas aos Conselhos
Federal e Regionais de Farmácia.
c   
V V   V 
Ementa: Dá nova redação à Resolução nº 335/98 do Conselho Federal de Farmácia, que dispõe
sobre as prerrogativas para o exercício da responsabilidade técnica em homeopatia.
c   
V V   V 
Ementa: Dá nova redação ao artigo 69, inciso IV e aos artigos 77 e 92, da Resolução nº 434/05,
que aprova o novo Regulamento Eleitoral para os Conselhos Federal e Regionais de Farmácia.
c   
V V 
V 
Ementa: Dá nova redação ao inciso I, do artigo 77, do Anexo I, da Resolução 434, de 27 de abril
de 2005, que dispõe sobre o regulamento eleitoral para os Conselhos Federal e Regionais de
Farmácia.
c   
V "V 
V 
Ementa: Regulamenta a atividade profissional do farmacêutico no fracionamento de
medicamentos.
c   
V !V  V 
(Revogada pela Resolução nº 444/07)
Ementa: Dispõe sobre a regulação de cursos de pós-graduação lato sensu de caráter profissional.
c  

V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 486/08)
Ementa: Dispõe sobre as atribuições do Farmacêutico na área de radiofarmácia.
c   
V V  
V 
(Alterada pela Resolução nº 438/05 e Revogada pela Resolução nº 458/06)
Ementa: Aprova o Novo Regulamento Eleitoral para os Conselhos Federal e Regionais de
Farmácia, revogando a Resolução nº 391, de 13 de dezembro de 2002 e dá outras providências.
c   
V  V  
V 
Ementa: Regula a atuação do farmacêutico em empresa de transporte terrestre, aéreo, ferroviário
ou fluvial, de produtos farmacêuticos, farmoquímicos e produtos para saúde.
c   
V V  V 
(Revogada pela Resolução n° 494/08)
Ementa: Dá nova redação à Resolução nº 428, de 15 de dezembro de 2004.
c   
V V 
  V 
(Revogada pela Resolução nº 461/07)
Ementa: Dispõe sobre as infrações e sanções éticas e disciplinares aplicáveis aos farmacêuticos.
c   
V V 
  V 
Ementa: Dispõe sobre o exercício profissional do Farmacêutico com formação de acordo com a
Resolução CNE/CES nº 2, de 19 de fevereiro de 2002.
c   
V  V V  V !
Ementa: Dá nova redação ao artigo 2º da Resolução nº 286/99 com a redação que lhe foi dada
pela Resolução nº 337/99, pela Resolução nº 373/02, pela Resolução nº 390/02 e pela Resolução
nº 400/03.
c   
V V V  V !
(Revogada pela Resolução n° 494/08)
Ementa: Substitui a cédula de identidade profissional do farmacêutico e a do não-farmacêutico,
institui a Certidão de Regularidade Técnica, estabelece o recadastramento nacional e dá outras
providências.
c   
V V V  V !
(Alterada pela Resolução nº 452/06)
Ementa: Ementa: Prorroga a vigência das Resoluções nº 362/01, 389/02 e 405/03 no Estado de
Roraima.
c   
V V V  V !
(Alterada pela Resolução nº 453/06)
Ementa: Prorroga a vigência das Resoluções nº 333/98, 343/99, 367/01, 388/02 e 404/03 no
Estado do Amapá.
c  

V !V  V !
Ementa: Aprova o hino farmacêutico
c   
V !V  V !
(Revogada pela Resolução nº 441/05)
Ementa: Dispõe sobre a correção dos valores das anuidades e taxas devidas aos Conselhos
Federal e Regionais de Farmácia.
c   
V !V  V !
Ementa: Acrescenta parágrafo único ao artigo 4º da Resolução nº 419 de 29 de setembro de
2004.
c   
V !V  V !
Ementa: Reorganiza a Seção de Informação sobre Medicamentos do Conselho Federal de
Farmácia e dá outras providências.
c   
V V   V !
(Revogada pela Resolução nº 436/05)
Ementa: Dispõe sobre a regulação de cursos de pós-graduação "lato sensu" de caráter
profissional.
c   
V V   V !
Ementa: Dispõe sobre o credenciamento das Associações e Sociedades Nacionais da Categoria
Farmacêutica, no Conselho Federal de Farmácia, para expedir Título de Especialista.
c !
V V   cV !
(Alterada pela Resolução nº 423/04)
Ementa: Dispõe sobre o registro de especialistas nos Conselhos Regionais de Farmácia.
c   
V V   V !
Ementa: Aprova o Código de Processo Ético da Profissão Farmacêutica.
c   
V V   V !
Ementa: Aprova o Código de Ética da Profissão Farmacêutica.
c   
V V   V !
Ementa: Revoga o § 2º do artigo 34 da Resolução nº 357, de 20 de abril de 2001, publicada no
DOU de 27/04/01, Seção 1, pp. 24 a 31.
c   

V V  V !
Ementa: Dispõe sobre as atribuições do farmacêutico no Gerenciamento dos Resíduos dos
Serviços de Saúde.
c    
V "V  V !
Ementa: Dá nova redação ao artigo 6º, da Resolução nº 401, de 20 de novembro de 2003, dando
outras providências
c    
V !V  V !
Ementa: Dispõe sobre o valor das anuidades e taxas devidas aos Conselhos Federal e Regionais
de Farmácia pelos profissionais de nível médio previstos no artigo 14, alínea "a", da Lei nº
3.820/60.
c    
V V  V !
Ementa: Altera a Resolução nº 259/94, unifica procedimentos recursais e dá outras providências.
c   
V !V  V !
Ementa: Referenda a Resolução nº 410, de 3 de maio de 2004, publicada no DOU de 17/05/04,
Seção 1, p. 177.
c   
V V  V !
Ementa: Revoga, "ad referendum" do Plenário, a Resolução nº 407/04 do Conselho Federal de
Farmácia.
c   
V  V  V !
(Revogada pela Resolução nº 522/09)
(Alterada pela Resolução nº 456/06)
Ementa: Regulamenta o procedimento de fiscalização dos Conselhos Regionais de Farmácia e dá
outras providências.
c   
V V 
  V !
Ementa: Referenda a Resolução nº 398, de 7 de outubro de 2003, publicada no DOU de
09/10/03, Seção 1, p. 93.
c   
V V  
V !
(Revogada pela Resolução nº 410/04)
Ementa: Reconhece a especialidade de histopatologia para o farmacêutico.
c   
V V V  V 
Ementa: Regula as Atividades do Farmacêutico na Indústria Cosmética, Respeitadas as Atividades
afins com outras Profissões.
c   

V  V V  V 
(Alterada pela Resolução nº 427/04)
Ementa: Prorroga a vigência das Resoluções nº 362/01 e 389/02, no Estado de Roraima.
c    
V  V V  V 
(Alterada pela Resolução nº 426/04)
Ementa: Prorroga a vigência das Resoluções nº 333/98, 343/99, 367/01 e 388/02, no Estado do
Amapá.
c    
V V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 424/04)
Ementa: Dispõe sobre a correção dos valores das anuidades e taxas devidas aos Conselhos
Federal e Regionais de Farmácia.
c    
V V   V 
(Revogada pela Resolução nº 421/04)
Ementa: Dispõe sobre a regulamentação de cursos de pós-graduação latu sensu de caráter
profissional.
c   
V V  V 
(Alterada pela Resolução nº 414/04)
Ementa: Ratifica a competência legal do farmacêutico especialista em Citopatologia ou Citologia
Clínica executar exames citopatológicos e dá outras providências.
c   
V V  V 
(Alterada pela Resolução nº 429/04)
Ementa: Dá nova redação ao artigo 2º da Resolução nº 286/99 com a redação que lhe foi dada
pela Resolução nº 337/99, pela Resolução nº 373/02 e pela Resolução nº 390/02.
c   
V  V 
(Revogada pela Resolução nº 403/03)
Ementa: Dispõe sobre a correção dos valores das anuidades e taxas devidas aos Conselhos
Federal e Regionais de Farmácia.
c   
V V V 
Ementa: Inclui o artigo 147 ao texto do Anexo I, da Resolução nº 391/02, referente ao novo
regulamento eleitoral para os Conselhos Federal e Regionais de Farmácia.
c   
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 464/07)
Ementa: Dá nova redação ao artigo 21 da Resolução nº 276/95.
c   
V V  
V 
Ementa: Elege a Comissão Eleitoral Federal, prevista pela Resolução nº 391 de 13 de dezembro
de 2002.
c   

V !V  
V 
Ementa: Dá nova redação ao Anexo da Resolução/CFF nº 376/02, que dispões sobre a criação e o
regulamento do "Prêmio Jayme Torres de Farmácia".
c    
V V   V 
Ementa: Referenda as Resoluções 392/02 e 393/03, editadas pelo Presidente do Órgão.
c   
V V   V 
Ementa: Nomeia Junta Diretiva Temporária para gerir o Conselho Regional de Farmácia do Estado
de Santa Catarina para o exercício de 2003.
c    
V V V  V $%&
Ementa: Estabelece manual de normas e procedimentos orçamentários, contábeis e financeiros, e
dá outras providências.
c   
V V V  V 
(Alterada pela Resolução nº 398/03 e Revogada pela Resolução nº 434/05)
Ementa: Altera os Regimentos Internos dos Conselhos Federal e Regionais de Farmácia e aprova
o novo regulamento eleitoral, dando outras providências.
c   
V  V 
(Revogada pela Resolução nº 400/03)
Ementa: Dá nova redação ao artigo 2º da Resolução nº 286/99 com a redação que lhe foi dada
pela Resolução nº 337/99 e pela Resolução nº 373/02.
c   
V V  V 
(Alterada pela Resolução nº 405/03)
Ementa: Prorroga a vigência da Resolução nº 362/01, no Estado de Roraima.
c   
V V  V 
(Alterada pela Resolução nº 404/03)
Ementa: Prorroga a vigência das Resoluções nº s 333/98, 343/99 e 367/01, no Estado doAmapá.
c   
V V  V 
Ementa: Regulamenta as atividades do farmacêutico na indústria farmacêutica.
c   
V  V 
Ementa: Dispõe sobre as atribuições do farmacêutico no âmbito da assistência domiciliar em
equipes multidisciplinares.
c   

V  V 
(Revogada pela Resolução nº 464/07)
Ementa: Regulamenta ou Disciplina a inscrição de profissionais farmacêuticos estrangeiros nos
Conselhos Regionais de Farmácia.
c    
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 399/03)
Ementa: Dispõe sobre a correção dos valores das anuidades e taxas devidas aos Conselhos
Federal e Regionais de Farmácia.
c    
V V   V 
Ementa: Dispõe sobre a atribuição do farmacêutico na área de controle de vetores e pragas
urbanas.
c    
V V 
Ementa: Dispõe sobre a atribuição do profissional farmacêutico em Bancos de Órgãos.
c   
V V  V 
Ementa: Dispõe sobre atribuições do profissional farmacêutico na área de Imunização Genética.
c   
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 464/07)
Ementa: Dispõe sobre a impossibilidade de inscrição dos portadores de Certificados ou Diplomas
de Cursos Seqüenciais e Tecnólogos e dá outras providências.
c   
V V  
V 
Ementa: Altera o Regimento Interno do Conselho Federal de Farmácia e dá outras providências.
c   
V V  
V 
(Revogada pela Resolução nº 488/08)
Ementa: Proíbe a responsabilidade técnica de profissional farmacêutico a estabelecimento em
desacordo com a Lei Federal nº 5.991/73.
c   
V V  
V 
Ementa: Altera o anexo III e o Relatório de Atividade Fiscal instituídos pela Resolução nº 363 de
15 de agosto de 2001.
c   
V V  V 
(Alterada pela Resolução nº 395/03)
Ementa: Dispõe sobre a criação e o regulamento do "Prêmio Jaime Torres de Farmácia", e dá
outras providências
c   

V V 
  V 
(Revogada pela Resolução nº 464/07)
Ementa: Dá nova redação aos artigos 3º, alínea "b"; 5º, 17, "caput", 24, alínea "b" e 25, todos da
Resolução nº 311/97.
c    
V V 
  V 
Ementa: Cria no âmbito da estrutura administrativa e de pessoal do Conselho Federal de
Farmácia, o grupo elementar e um cargo de programador de computadores - nível médio.
c    
V 
  V 
(Alterada pela Resolução nº 429/04)
Ementa: Dá nova redação ao artigo 2º da Resolução nº 286/99 com a redação que lhe foi dada
pela Resolução nº 337/99.
c    
V !V   V 
Ementa: Dispõe sobre atribuição do profissional farmacêutico bioquímico em bancos de sangue de
cordão umbilical.
c   
V V   V 
(Revogada pela Resolução nº 393/03)
c   
V V 
(Revogada pela Resolução nº 419/04)
Ementa: Dispõe sobre o registro de Especialização e Título de Especialista
c   
V V 
(Revogada pela Resolução nº 402/03)
Ementa: Dispõe sobre a regulamentação de cursos de pós-graduação lato sensu.
c   
V "V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 384/02)
Ementa: Dispõe sobre a correção dos valores das anuidades e taxas devidas aos Conselhos
Federal e Regionais de Farmácia.
c   
"V V  V 
(Alterada pela Resolução nº 388/02 e Alterada pela Resolução nº 404/03)
Ementa: Prorroga a vigência das Resoluções nº s 333/98 e 343/99, no Estado do Amapá.
c   
V V 
Ementa: Dispõe sobre as especialidades de farmácia reconhecidas pelo Conselho Federal de
Farmácia.
c   

V V 
(Alterada pela Resolução n° 502/09)
Ementa: Dispõe sobre a assistência técnica farmacêutica em distribuidoras, representantes,
importadoras e exportadoras de medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos.
c    
V V 
(Revogada pela Resolução nº 510/09)
Ementa: Veda a assunção de responsabilidade técnica pelo farmacêutico nas farmácias e
drogarias objeto de cooperativa médica ou que detenha atividade médica em seu controle
acionário.
c    
'('()*+,-+'(
(Alterada pela Resolução nº 377/02 e Revogada pela Resolução nº 409/04)
Ementa: Regulamenta o procedimento de fiscalização dos Conselhos Regionais de Farmácia e dá
outras providências.
c    
V  V 
V 
(Alterada pela Resolução nº 389/02 e Alterada pela Resolução nº 405/03)
Ementa: Adota procedimentos administrativos para a criação do Conselho Regional de Farmácia
do Estado de Roraima e cria no Estado de Roraima a Secretaria e Tesouraria Auxiliares do
Conselho Federal de Farmácia.
c   
V "V  V 
Ementa: Dispõe sobre as atribuições do profissional farmacêutico bioquímico nos procedimentos
de punção venosa e punção arterial.
c   
V V  
V 
Ementa: Determina habilitação de assistência processual dos Conselhos Regionais de Farmácia
em questões judiciais ou administrativas que tratem de âmbito profissional farmacêutico, ciência
ou técnica farmacêutica ou assistência e atenção farmacêutica no Brasil
c  

V V  
V 
Ementa: Dispõe sobre as atribuições do Farmacêutico - Bioquímico nas áreas de citoquímica,
histoquímica, imunocitoquímica e imunohistoquímica.
c  

V V  
V 
Ementa: Acrescenta o parágrafo único ao artigo 1º , da Resolução nº 179, de 18 de março de
1987.
c  

V V  
V 
(Alterada pela Resolução nº 416/04)
Ementa: Aprova o regulamento técnico das Boas Práticas de Farmácia.
c  

V  V 
  V 
(Revogada pela Resolução nº 464/07)
Ementa: Dispõe sobre a inscrição provisória de farmacêutico nos Conselhos Regionais de
Farmácia.
c  


V V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 368/01)
Ementa: Dispõe sobre a aplicação do artigo 97, parágrafo 2º , da Lei Complementar Federal nº
5.172, de 25 de outubro de 1966, que dispõe sobre o sistema tributário nacional e institui normas
gerais de direito tributário aplicáveis à União, Estados e Municípios.
c  

V   V 
Ementa: Dispõe sobre Assistência Farmacêutica em atendimento pré-hospitalar às
urgências/emergências.
c  

V V   V 
Ementa: Dispõe sobre o exercício de acupuntura pelo profissional farmacêutico.
c  

V V   V 
(Revogada pela Resolução nº 369/011)
Ementa: Altera a Resolução nº 340/99 que dispõe sobre a regulamentação de cursos de
aperfeiçoamento e especialização e registro de Título de Especialistas.
c  

V V  V 
Ementa: Altera o Regimento Interno do Conselho Federal de Farmácia, criando Câmaras Técnicas
Especializadas para julgamento de processos administrativos em grau de recurso.
c  

V V  V 
Ementa: Dispõe sobre as atribuições do profissional Farmacêutico Bioquímico em Bancos de
Sêmen.
c   
V V   V 
Ementa: Estabelece a competência do farmacêutico em proceder a intercambialidade ou
substituição genérica de medicamentos.
c   
V "V   V 
Ementa: Referenda as Resoluções nº 343, de 21 de dezembro de 1999, publicada no DOU de
22.12.1999, p. 272, Seção 1, ed. 244, nº 345, de 07 de janeiro de 2000, publicada no DOU de
11.01.2000, p. 15, Seção 2, ed. 07 e nº 346, de 17 de janeiro de 2000, publicada no DOU de
18.01.2000, p. 16, Seção 2, ed. 12.
c   
V "V   V 
Ementa: Altera a Resolução nº 285, de 22 de março de 1996, publicada no DOU de 1º de abril de
1996, fls. 5443, Seção I, ed. 63, e seu anexo I, devidamente registrado junto ao Segundo Ofício
de Notas de Brasília, sob nº 213245, em 18 de junho de 1996 e Revoga a resolução nº 341, de
27 de agosto de 1999, publicada no DOU de 16.08.99, fls. 40, Seção I, ed. 178.
c   
V V   V 
Ementa: Revoga a Resolução nº. 344, de 29 de dezembro de 1999, publicada no DOU de
31.12.99, p. 10/11, Seção 2, ed. 251, reformulando a constituição de Junta Diretiva para gerir o
Conselho Regional de Farmácia do Estado de Santa Catarina.
c  

V V   V 
Ementa: Dá nova redação a Resolução nº 322, de 30 de dezembro de 1997, publicada no DOU de
06.01.98, p. 16, Seção 2, ed. 03, referendada pela Resolução nº 325, de 21 de janeiro de 1998,
publicada no DOU de 29.01.98, p. 52, Seção 1, ed. 20.
c   
V V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 346/01)
Ementa: Designa Nova Junta Diretiva Temporária para gerir o Conselho Regional de Farmácia do
Estado de Santa Catarina a partir de 1º de janeiro de 2000.
c   
V V V  V 
(Alterada pela Resolução nº 388/02 e Alterada pela Resolução nº 404/03)
Ementa: Prorroga a vigência da Resolução nº 333/98, no Estado do Amapá.
c   
V V V 
(Revogada pela Resolução nº 355/00)
Ementa: Dispõe sobre os valores das anuidades e taxas devidas aos Conselhos Federal e
Regionais de Farmácia.
c   
V V   V 
(Revogada pela Resolução nº 347/00)
Ementa: Cria no âmbito do Conselho Federal de Farmácia dois cargos de assessor jurídico, um
cargo de assessor técnico, assessor de imprensa e Secretária Bilíngüe e um cargo de assistente
técnico (nível médio), dando outras providências.
c   
V V  
V 
(Alterada pela Resolução nº 352/00e Revogada pela Resolução nº 369/01)
Ementa: Dispõe sobre a regulamentação de cursos de aperfeiçoamento e especialização e registro
de Título de Especialistas.
c   
V  V  V 
Ementa: Dispõe sobre atribuições do profissional farmacêutico em Bancos de Leite Humano.
c   
V V   V 
(Revogada pela Resolução nº 428/04)
Ementa: Institui modelo de cédula de identidade profissional do farmacêutico e certificado de
regularidade único, estabelece recadastramento nacional e dá outras providências.
c   
V "V   V 
(Alterada pela Resolução nº 429/04)
Ementa: Altera dispositivos da resolução 286, de 22 de março de 1996.
c   
V "V   V 
Ementa: Altera o artigo 22 da Resolução 276/95.
c  

V  V "
(Nova Redação dada pela Resolução nº 440/05)
EMENTA: Dispõe sobre prerrogativas para o exercício da responsabilidade técnica em homeopatia
e revoga a Resolução nº 319/97.
c   
V "V V "
c   
V "V   V "
(Alterada pela Resolução nº 388/02 e Alterada pela Resolução nº 404/03)
Ementa: Adota procedimentos administrativos para a criação do Conselho Regional de Farmácia
do Estado do Amapá e cria no Estado do Amapá a Secretaria e Tesouraria Auxiliares do Conselho
Federal de Farmácia.
c   
V V  V "
(Revogada pela Resolução nº 342/00)
Ementa: Estabelece as anuidades para os Conselhos Regionais de Farmácia, ante à redação do §
4º, do artigo 58 da Lei 9.649, de 27 de maio de 1998.
c   
V V  V "
(Alterada pelas Resoluções ns. 379/02 e 391/02) (Revogada pela Resolução n° 501)
Ementa: Aprova o Regimento Interno Padrão dos Conselhos Regionais de Farmácia, revoga a
resolução 281, de 26 de janeiro de 1996, dando nova redação aos Regimentos Internos dos
Conselhos Regionais de Farmácia, unificando os procedimentos ante à redação do artigo 58, da
Lei 9.649, de 27 de maio de 1998, dando outras providências.
c   
V V  V "
(Alterada pelas Resoluções ns. 351/00 e 391/02)
Ementa: Aprova o Regimento Interno do Conselho Federal de Farmácia, revoga a resolução 280,
de 26 de janeiro de 1996 e dá outras providências.
c  
V V  
V "
Ementa: Referenda a Resolução nº 328/98, Editada pelo Presidente deste Órgão.
c   
V V  
V "
Ementa: Prorroga prazo de Junta Diretiva já nomeada, para gerir o Conselho Regional de
Farmácia do Estado de Santa Catarina.
c   
V  V  
V "
Ementa: Dispõe sobre a arrecadação da renda do Conselho Federal de Farmácia e dá outras
providências.
c   
V V 
  V "
Ementa: Referenda a Resolução 323, Editada pelo Presidente do Órgão.
c 

V V   V "


Ementa: Referenda as Resoluções 321/97 e 322/97, Editadas pelo Presidente do Órgão.
c  
V   V "
Ementa: Revoga a Resolução nº 298/96.
c  
V  V   V "
Ementa: cria a Comenda do Mérito Farmacêutico.
c  
V V V  V 
(Alterada pela Resolução nº 345/00)
Ementa: Designa Junta Diretiva Temporária para gerir o Conselho Regional de Farmácia do
Estado do Maranhão.
c   
V V V  V 
(Alterada pelas Resoluções ns. 328/99 e 371/02)
Ementa: Designa Junta Diretiva Temporária para gerir o conselho Regional de Farmácia do Estado
de Santa Catarina.
c  
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 463/07)
Ementa: Dispõe sobre atribuições do Profissional. Farmacêutico no controle de qualidade e
tratamento de água e controle ambiental.
c  
V V V 
(Revogada pela Resolução nº 335/98)
Ementa: Dispõe sobre prerrogativas para exercício da responsabilidade técnica em homeopáticos.
c   
V !V 
V 
Ementa: Dispõe sobre a uniformização dos processos eletivos para os Conselhos Federal e
Regionais.
c   
V V 
V 
Ementa: Revoga as Resoluções 217/91; 226/91; 255/93 e 257/93
c  
V V 
V 
Ementa: Revoga a Resolução 209/90.
c  

V V 
V 
Ementa: Revoga as Resoluções 119/75 e 254/93.
c   
V V 
V 
Ementa: Revoga as Resoluções 128/76 129/76, 135/77 e 169/83.
c   
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 391/03)
Ementa: Altera o artigo 30 do Anexo "I" da Resolução 284/96 (Regulamento Eleitoral dos
Conselhos Federal e Regionais de Farmácia).
c   
V V  V 
Ementa: Estabelece para os Conselhos de Farmácia o cumprimento das disposições da Lei nº
9.434, de 04/02/97.
c   
V V  V 
(Alterada pela Resolução nº 375/02 e Revogada pela Resolução nº 464/07)
Ementa: Dispõe sobre a Inscrição, Averbação e Âmbito Profissional do Auxiliar Técnico de
Laboratório de Análises clínicas, e dá outras providências.
c  
V V 
V 
(Revogada pela Resolução nº 331/97)
Ementa: Disciplina a eleição de membros da Diretoria dos Conselhos Regionais de Farmácia no
caso de vacância dando nova redação aos artigos 22 e 27 do Anexo I da Resolução 281/96.
c  
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 508/09)
Ementa: Dispõe sobre as atribuições do Farmacêutico na área de auditoria de sistemas de
qualidade dos laboratórios de análises clínicas.
c  
V V  V 
Ementa: Dispõe sobre a Assistência Farmacêutica em farmácias e drogarias.
c  
V V  V 
Ementa: Dispõe sobre atribuições do Farmacêutico-bioquímico na área de Toxicologia.
c  
V V  V 
Ementa: Dispõe sobre atribuições do Farmacêutico na área de Biologia Molecular.
c  

V V  V 
Ementa: Altera a denominação dos Conselhos Regionais de Farmácias dos Estados do Amazonas
e Roraima e do Pará e Amapá.
c   
V V  V 
Ementa: Dispõe sobre atribuições do Farmacêutico-bioquímico na área de Imunogenética e
Histocompatibilidade.
c   
V V  
V 
Ementa: Dispõe sobre atribuições do Farmacêutico-bioquímico na área de Citogenética Humana.
c   
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 331/97)
Ementa: Revoga o Inciso XV do art. 5º e o Inciso III do art. 20 do anexo I da Resolução 281/96.
c   
V V 
  V 
Ementa: Modifica o regulamento para a Reunião Geral dos Conselhos de Farmácia.
c   
V V   V 
Ementa: Regulamenta o exercício profissional em Farmácia e unidade hospitalar, clínicas e casa
de saúde de natureza pública ou privada.
c   
V V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 363/01)
Ementa: Regulamenta o procedimento de fiscalização dos Conselhos Regionais de Farmácia e dá
outras providências.
c   
V V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 324/98
c   
V V V 
(Revogada pela Resolução nº 342/00)
Ementa: Dispõe sobre os valores das anuidades e taxas devidas aos Conselhos Federal e
Regionais de Farmácia.
c   
V V 
V 
Ementa: Normatiza o exercício das análise clínicas pelo farmacêutico bioquímico.
c   

V V 
V 
Ementa: Reconhece o programa de controle de qualidade estabelecido pela Sociedade Brasileira
de Análises Clínicas.
c    
V "V  V 
Ementa: Revoga a Resolução Nº 92, de 01 de outubro de 1971.
c    
V "V  V 
Ementa: Aprova o rito processual no Conselho Federal de Farmácia.
c    
V !V  V 
Ementa: Ratifica competência legal para o exercício da atividade de Nutrição Parenteral e Enteral,
pelo Farmacêutico.
c   
V !V  V 
Ementa: Revoga a Resolução nº 166, de 24 de março de 1983.
c   
V  V  
V 
(Revogada pela Resolução nº 417/04)
Ementa: Aprova o Código de Ética Farmacêutica.
c   
V V  V 
Ementa: Cria o Cartão de Representação para os Conselheiros do CFF e dos CRF' s.
c   
V V  V 
Ementa: Dispõe sobre a competência legal para o exercício da manipulação de drogas
antineoplásicas pela farmacêutico.
c   
V  V  
V 
Ementa: Aprova regulamento das Reuniões Plenárias do Conselho Federal de Farmácia.
c   
V V  V 
(Alterada pelas Resoluções ns. 337/99, 373/02, 390/02, 400/03 e 429/04 e Revogada pela Resolução nº
462/07)
Ementa: Disciplina o pagamento de diárias para o CFF e dá outras providências.
c   

V V  V 


(Alterada pelas Resoluções ns. 341/99 e 347/00)
Ementa: Aprova nova Estrutura Administrativa de Pessoal do Conselho Federal de Farmácia.
c "!
V V 
 c cV 
(Alterada pela Resolução nº 313/97 e Revogada pela Resolução nº 391/03)
Ementa: Regulamenta o Processo Eleitoral dos Conselhos Federal e Regionais de Farmácia.
c    
V V 
  V 
Ementa: Revoga a Resolução 272/95
c    
V V 
  V 
Ementa: Revoga Resolução 260/94
c   
V  V   V 
(Alterada pelas Resoluções ns. 302/97 e 310/97 e Revogada pela Resolução nº 331/98)
Ementa: Aprova o Regimento Interno Padrão dos Conselhos Regionais de Farmácia.
c   
V  V   V 
(Revogada pela Resolução nº 330/98)
Ementa: Aprova o Regimento Interno do Conselho Federal de Farmácia.
c   
V  V   V 
Ementa: Ratifica a competência legal do farmacêutico para atuar profissionalmente e exercer
chefias técnicas e direção de estabelecimentos hemoterápicos.
c   
V V V  V 
Ementa: Regulamenta nos termos da alínea "r" do artigo 6º da Lei 3.820/60, alterada pela Lei
9.120/95 os mandatos para os cargos de Conselheiros Regionais e Federal de Farmácia e
respectivas Diretorias.
c   
V V V  V 
Ementa: Revoga a resolução nº 206 de 19 de junho de 1990, e dispõe de outros dispositivos
regulamentares da Lei 9.120/95 nos termos do seu artigo 1º que incluiu a alínea "r" do artigo 6º
da Lei 3.820/60.
c   
V V V #
(Alterada pelas Resoluções ns. 356/01 e 397/03 e Revogada pela Resolução nº 464/07)
Ementa: Dispõe sobre a inscrição, o registro e a averbação no Conselho Regional de Farmácia, e
dá outras providências.
c   

V !V V 
(Revogada pela Resolução nº 299/96)
Ementa: Aprova o novo Regulamento de Fiscalização dos Conselhos Regionais de Farmácia.
c    
V !V   V 
(Revogada pela Resolução nº 284/96)
Ementa: Dá nova redação ao Art. 10 do Regulamento Eleitoral para os Conselhos Regionais de
Farmácia.
c    
V V   V 
(Revogada pela Resolução nº 479/08)
Ementa: Dispõe sobre manipulação medicamentosa.
c    
V V   V 
(Revogada pela Resolução nº 283/96)
Ementa: Regulamenta o Art. 4º da Lei nº 3.820/60
c   
V  V  
V 
Ementa: Dispõe sobre atribuições do profissional farmacêutico em exame de DNA.
c   
V V  
V 
Ementa: Dá nova redação aos Artigos 1º, acrescentando parágrafo único, e 2º, todos da
Resolução nº 246, de 09 de março de 1993, e toma outras providências.
c   
V V  
V 
Ementa: Determina a extinção de múltipla responsabilidade técnica.
c   
V "V 
  V 
(Revogada pela Resolução nº 285/96)
Ementa: Altera Cargo do Plano de Cargos e Salários do CFF.
c   
V V 
  V 
(Revogada pela Resolução nº 340/99)
Ementa: Dispõe sobre o registro de Títulos de Especialista pelos CRFs.
c   
V V V  V !
(Revogada pela Resolução nº 284/96)
Ementa: Dispõe sobre afastamento de Conselheiros e Representantes Regionais para concorrer ao
Processo Eleitoral.
c   

V V V  V !
(Revogada pela Resolução nº 285/96)
Ementa: Dispõe sobre a criação dos cargos em comissão que menciona.
c    
V V V  V !
Ementa: Dispõe sobre o prazo de entrega da Prestação de Contas dos CRFs.
c    
V V  V !
(Revogada pela Resolução nº 297/96)
Ementa: Dá nova redação ao art. 2º da resolução 256, de 25 de novembro de 1993.
c    
V  V   V !
(Revogada pela Resolução nº 273/95)
c   
V  V   V !
Ementa: Dispõe sobre responsabilidade técnica
c   
V V  V !
(Revogada pela Resolução nº 282/96)
Ementa: Altera o Art. 21 e seu parágrafo único do Regulamento Disciplinar Ético da Profissão
Farmacêutica.
c  

V !V 
  V !
(Alterada pelas Resoluções ns. 260/94, 282/96 e 412/04 e Revogada pela Resolução nº 418/04)
Ementa: Aprova o Regulamento do Processo Disciplinar Ético da Profissão Farmacêutica.
c  

V !V 
  V !
Ementa: Aprova o Regulamento do Processo Administrativo Fiscal dos Conselhos Regionais de
Farmácia.
c  

V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 317/97)
Ementa: Transmissão da Direção Administrativa do Conselho Federal de Farmácia.
c  

V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 297/97)
Ementa: Dispõe sobre os valores das anuidades e taxas devidas aos Conselhos Federal e
Regionais de Farmácia.
c  


V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 317/97)
Ementa: Designa Junta Diretiva Temporária para gerir o Conselho Regional de Farmácia do
Estado do Piauí.
c  

V V   V 
(Revogada pela Resolução nº 315/97)
Ementa: Ratifica os termos da Deliberação nº 013/93, da Presidência deste Conselho Federal.
c  

V V   V 
(Revogada pela Resolução nº 280/96)
Ementa: Revoga a Resolução nº 240/92, do Conselho Federal de Farmácia.
c  

V V   V 
(Revogada pela Resolução nº 248/96)
Ementa: Revoga as Resoluções nºs 249/93, 250/93 e 251/93.
c  

V V 
V 
(Revogada pela Resolução nº 252/93)
Ementa: Altera o Regimento Interno padrão para os Conselhos Regionais de Farmácia.
c  

V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 252/93)
Ementa: Altera o Regulamento Eleitoral para os Conselho Regionais e Federal de Farmácia.
c   
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 252/93)
Ementa: Altera o Regimento Interno do Conselho Federal de Farmácia
c   
V !V  V 
(Revogada pela Resolução nº 269/95)
Ementa: Autoriza a extinção de múltipla responsabilidade
c   
V "V  V 
(Revogada pela Resolução nº 247/93)
Ementa: Ratifica competência legal para o exercício da atividade de Nutrição Parenteral e Enteral
pelo Farmacêutico.
c   
V V  V 
(Alterada pela Resolução nº 270/95)
Ementa: Regulamenta a participação dos Conselheiros Federais e Representantes Regionais nos
encontros de entidades profissionais farmacêuticas.
c  

V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 327/98)
Ementa: Dispõe sobre a arrecadação da renda do Conselho Federal de Farmácia e dá outras
providências.
c   
V V  V 
Ementa: Dispõe sobre a concessão de subvenções, empréstimos e doações aos Conselhos
Regionais de Farmácia.
c   
V V   V 
(Revogada pela Resoução nº 275/95)
Ementa: Estabelece normas de fiscalização do Exercício Profissional para os Conselhos Regionais
de Farmácia.
c   
V V   V 
(Revogada pela Resolução nº 275/95)
Ementa: Dá nova redação ao art. 3º e acrescenta artigos no Regulamento de Fiscalização dos
Conselhos Regionais de Farmácia.
c   
V V   V 
(Revogada pela Resolução nº 418/04)
Ementa: Acrescenta parágrafo único ao artigo 3º da Resolução nº 94, de 25 de março de 1972.
c   
V V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 253/93)
Ementa: Altera o Regimento Interno do Conselho Federal de Farmácia.
c   
V V   V 
Ementa: Dispõe sobre a aplicação de injeções, em farmácias e drogarias.
c   
V V   V 
(Revogada pela Resolução nº 284/96)
Ementa: Revoga a Resolução Nº 235/92 - CFF.
c   
V V   V 
(Revogada pela Resolução nº 276/95)
Ementa: Dispõe sobre o registro de professores em Conselhos Regionais de Farmácia.
c   
V V   V 
Ementa: Dispõe sobre as atribuições afins do profissional farmacêutico, farmacêutico-industrial e
farmacêutico-bioquímico, e privativas destes últimos."
c  

V "V   V 
(Revogada pela Resolução nº 238/92)
Ementa: Altera o Art. 5º da Resolução 206/90
c   
V  V 
V 
(Revogada pela Resolução nº 284/96)
Ementa: Dá nova redação ao Art. 2º e o inciso I do Art. 4º do Regulamento das Assembléias
Gerais de Delegados Eleitores e Art. 10, caput do Art. 13 e sua alínea "A" do Regulamento
Eleitoral para os Conselhos Regionais de Farmácia.
c   
V V  V 
Ementa: Revoga a Resolução nº 102/73
c   
V  V  V 
(Revogada pela Resolução nº 319/97)
Ementa: Dispõe sobre a assunção da Responsabilidade Técnica nas Farmácias Homeopáticas.
c   
V V V  V 
Ementa: Cria Comissão de Ética Especial.
c   
V V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 256/93)
Ementa: Dá nova redação ao Art. 3º da Resolução nº 223/91
c   
V V V  V 
(Revogada pela Lei nº 8.906/94 - novo EOAB)
Ementa: Dispõe sobre aplicação dos recursos referidos no Art., 4º da Lei 6994/82
c   
V V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 276/95)
Ementa: Dispõe sobre a padronização dos Certificados de Regularidade dos Conselhos Regionais
de Farmácia.
c   
V V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 290/96)
Ementa: Aprova o novo Código de Ética da Profissão Farmacêutica.
c   
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 317/97)
Ementa: Decreta intervenção no Conselho Regional de Farmácia do Estado de Sergipe.
c  

V V V 
(Revogada pela Resolução nº 281/96)
Ementa: Altera o artigo 1º e 2º da Resolução nº 207, de 19 de junho de 1990.
c   
V V V 
(Revogada pela Resolução nº 280/96)
Ementa: Altera o Artigo 19 do Regimento Interno Padrão do Conselho Federal de Farmácia.
c   
V V V 
(Alterada pela Resolução nº 230/91e Revogada pela Resolução nº 256/93)
Ementa: Dispõe sobre adaptação de cobrança de anuidades e taxas, a Lei nº 8.177, de12 de
março de 1991.
c   
V  V   V 
(Revogada pela Resolução nº 234/92)
Ementa: Dar nova redação ao Art. 10 do Regulamento Eleitoral para Conselhos Regionais de
Farmácia.
c   
V "V 
V 
(Revogada pela Resolução nº 234/92)
Ementa: Dar nova redação ao Art. 2º e o Inciso I do Art. 4º do Regulamento das Assembléias
Gerais de Delegados-Eleitores e Art.13 e Letra "A" do Art. 13 do Regulamento Eleitoral para os
Conselhos Regionais de Farmácia.
c   
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 228/91)
Ementa: Dispõe sobre a padronização dos Certificados de Regularidade dos Conselhos Regionais
de Farmácia.
c   
V !V  V 
(Revogada pela Resolução nº 275/95)
c  
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 275/95)
Ementa: Dispõe sobre normas de fiscalização e responsabilidades dos CRF em função da
legislação.
c   
V V   V 
(Revogada pela Resolução nº 317/97)
Ementa: Designa Junta Diretiva temporária para gerir o Conselho Regional de Rondônia.
c   
V V V 
(Revogada pela Resolução nº 223/91)
c   

V "V   V 
(Revogada pela Resolução nº 281/96)
Ementa: Altera o Regimento Interno padrão para os CRF's.
c    
V "V   V 
Ementa: Cria o Conselho Regional de Farmácia do Estado de Tocantins (CRF-TO)
c    
V !V   V 
(Revogada pela Resolução nº 266/94)
Ementa: Dá nova redação ao § único da letra "b" do Art. 7º do Regulamento Eleitoral para os
CRFe § 2º do Art. 9º do Regulamento da Assembléia Geral dos Delegados-Eleitores.
c    
V V 
V 
(Revogada pela Resolução nº 221/91)
Ementa: Dar nova redaçao aos artigos 10 do Regulamento Eleitoral para os CRFe 2º do
Regimento das Assembléias Gerais de Delegados Eleitores.
c   
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 284/96)
Ementa: Cria novo Regulamento Eleitoral para os Conselhos Regionais de Farmácia.
c   
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 284/96)
Ementa: Cria novo Regulamento da Assembléia Geral de Delegados-Eleitores.
c   
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 316/97)
Ementa: Permitir aos CRFs a cobrança de complementação do valor da anuidade.
c   
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 300/97)
Ementa: Regulamenta o exercício em Farmácia de Unidade Hospitalar, Clínicas e Casas de Saúde
de natureza pública ou privada.
c   
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 281/96)
Ementa: Altera o artigo 47 e o inciso I do artigo 5l do Regimento Padrão para os CRFs, aprovado
pela Resolução 167/83.
c   
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 277/95)
Ementa: Cria a Representação Regional ao Conselho Federal de Farmácia e dá outras
providências.
c   

V V  V 
(Alterada pela Resolução nº 253/93 e Revogada pela Resolução nº 280/96)
Emenda: Cria novo Regimento Interno do CFF.
c    
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 245/93)
Ementa: Altera o mecanismo de Remessa da Arrecadação efetuada nos CRFe que constitui renda
do CFF.
c    
V V 
  V 
(Revogada pela Resolução nº 245/93)
Ementa: Disciplina a remessa da cota-parte devida pelos Conselhos Regionais de Farmácia -
CRFao Conselho Federal de Farmácia.
c    
V V V  V "
Ementa: Dispõe sobre a alienação de Imóvel do CFF.
c   
V V 
V "
(Revogada pela Resolução nº 281/96)
Ementa: Altera o Regimento Interno Padrão para os CRFs.
c   
V V 
V "
(Revogada pela Resolução nº 259/94)
Ementa: Altera o Artigo 7º da Resolução 163 do CFF.
c  
V V 
V "
Ementa: Revoga a Resolução nº 73/69 que institui o prêmio ƠConselho Federal de Farmáciaơ.
c  
V V  V "
(Revogada pela Resolução nº 276/95)
Ementa: Veda a inscrição de auxiliar de Farmácia nos CRFs.
c  
V V  V "
(Revogada pela Resolução nº 205/90)
Ementa: Modifica o art. 2º do Regimento Interno do CFF.
c  
V V  V "
(Revogada pela Resolução nº 285/96)
Ementa: Cria o Plano de Cargos e Salários do CFF.
c  

V V   V "
(Alterada pela Resolução nº 214/90)
Ementa: Determina a jurisdição territorial do CRF-5.
c   
V V V ""
(Revogada pela Resolução nº 211/90)
Ementa: Revoga a alínea Ơbơ, do artigo 6º (das elegibilidades) do Regulamento Eleitoral padrão
para os Conselhos Regionais de Farmácia - CRFs.
c   
V V V ""
Ementa: Revoga a Resolução nº 76/70-CFF
c   
V V V ""
Ementa: Revoga a Resolução nº 132/1977.
c  
V V V ""
Ementa: Revoga a Resolução nº 157/81.
c  
V V V ""
Ementa: Revoga a Resolução nº 48/1967.
c 
V V   V "
(Revogada pela Resolução nº 276/95)
Ementa: Fixa normas sobre o registro de empresas nos Conselhos Regionais de Farmácia.
c  
V V  V ""
Ementa: Amplia o número de Conselheiros que constitui o Plenário do Conselho Regional de
Farmácia do Estado de Pernambuco - CRF-3.
c  
V V  
V ""
Ementa: Amplia o número de Conselheiros que constitui o Plenário do Conselho Regional de
Farmácia do Estado do Ceará - CRF-2.
c  
V !V  V ""
Ementa: Altera a redação do artigo 2º e seu Parágrafo único, da Resolução nº 140-CFF, de 14 de
setembro de 1977.
c  

V V  
V ""
(Revogada pela Resolução nº 245/93)
Ementa: Disciplina os prazos para a remessa da cota-parte devida pelos Conselhos Regionais de
Farmácia - CRFs, ao Conselho Federal de Farmácia - CFF, e dá outras providências.
c   
V V   V "
(Revogada pela Resolução nº 211/90)
Ementa: Altera o Regulamento Eleitoral para os Conselhos Regionais de Farmácia.
c   
V V   V "
(Revogada pela Resolução nº 211/90)
Ementa: Altera o Regulamento Eleitoral para os Conselhos Regionais de Farmácia.
c   
V V 
V "
(Revogada pela Resolução nº 281/96)
Ementa: Acrescenta parágrafos - primeiro e segundo - ao inciso ƠVơ (quinto) do Artigo 12 do
Regimento Interno Padrão para os CRFs.
c  
V V 
V "
Ementa: Cria o Conselho Regional de Farmácia dos Estados de Rondônia e Acre (CRF-24)
c  
V V  V "
Ementa: Reduz o número de Conselheiros que constitui o Plenário do Conselho Regional de
Farmácia do Estado do Piauí-CRF-13.
c  
V "V  V "
(Alterada pela Resolução nº 357 de 20/04/2001e pela Resolução nº 358/01)
Ementa: Ratifica a competência legal de o farmacêutico executar exames de Citologia Esfoliativa:
Oncótica e Hormonal.
c  
V V  V "
(Revogada pela Resolução nº 275/95)
Ementa: Altera o Regulamento de Fiscalização dos Conselhos Regionais de Farmácia.
c  
V V  V "
(Alterada pela Resolução nº 184/86e Revogada pela Resolução nº 211/90)
Ementa: Altera o Regulamento Eleitoral para os Conselhos Regionais de Farmácia.
c  
V V  V "
Ementa: Ratifica, como atividade privativa da profissão farmacêutica, a Farmácia Homeopática.
c  

V V  V "
Ementa: Revoga a Resolução nº 174/84.
c   
V "V V  V "!
(Revogada pela Resolução nº 175/85)
Ementa: Dispõe sobre providências a serem tomadas pelo Conselho Federal de Farmácia no caso
de atraso na remessa das quotas devidas pelos Conselhos Regionais de Farmácia.
c   
V !V   V "!
(Revogada pela Resolução nº 211/90)
Ementa: Altera o Regulamento Eleitoral para os Conselhos Regionais de Farmácia.
c   
V V  
V "!
(Revogada pela Resolução nº 216/90)
Ementa: Estabelece os prazos de pagamento de anuidades.
c  
V V  V "!
(Modificada pela Resolução nº 197/89e Revogada pela Resolução nº 205/90)
Ementa: Aprova o novo Regimento Interno do CFF.
c  
V V V "
(Revogada pela Resolução nº 216/90)
Ementa: Fixa as anuidades e taxas devidas aos CRFs pelas pessoas físicas e jurídicas que exerçam
atividades profissionais, a partir de 1º de janeiro de 1984.
c  
V !V   V "
(Revogada pela Resolução nº 314/97)
Ementa: Altera a Resolução nº 128, de 20.12.76.
c  
V !V   V "
(Revogada pela Resolução nº 172/84)
Ementa: Estabelece os prazos de pagamento de anuidades.
c  
V V   V "
(Revogada pela Resolução nº 281/96)
Ementa: Aprova o novo Regimento Interno Padrão para os Conselhos Regionais de Farmácia.
c  
V !V  V "
(Revogada pela Resolução nº 291/96)
c  

V !V  V "
(Revogada pela Resolução nº 301/97)
Ementa: Modifica a denominação da Assembléia Geral dos Conselhos de Farmácia.
c   
V V   V "
(Revogada pela Resolução nº 211/90)
Ementa: Aprova o Regulamento Eleitoral para os Conselhos Regionais de Farmácia.
c   
V V   V "
(Revogada pela Resolução nº 259/94)
Ementa: Institui normas para julgamento de processos disciplinares.
c   
V V   V "
(Modificada pela Resolução nº 165/83e Revogada pela Resolução nº 301/97)
Ementa: Aprova o Regulamento para a Assembléia Geral dos Conselhos de Farmácia.
c  
V V   V "
(Revogada pela Resolução nº 160/83)
Ementa: Fixa as anuidades e taxas devidas aos CRFs pelas pessoas físicas e jurídicas que exerçam
atividades profissionais farmacêuticas.
c  
V V  
V "
Ementa: Dispõe sobre o exercício da Profissão Farmacêutica.
c  

V "V   V "
Ementa: Altera a denominação do Conselho Regional de Farmácia dos Estados do Amazonas e
Acre e Territórios de Rondônia e Roraima - CRF-22.
c  

V "V V  V "
(Revogada pela Resolução nº 169/83 e Resolução nº 228/91)
Ementa: Adota o ƠCertificado de Regularidade.ơ
c  

V "V V  V "
(Revogada pela Resolução nº 191/88)
Ementa: Aprova a tabela de anuidades, taxas e emolumentos do CRF-23 - Conselho Regional de
Farmácia do Estado de Mato Grosso.
c  

V !V  
V "
Ementa: Cria o Conselho Regional de Farmácia do Estado de Mato Grosso.
c  


V V  V "
(Revogada pela Resolução nº 258/94)
Ementa: Estabelece normas para processamento de infrações e multas previstas no artigo 24 da
Lei nº 3.820/60.
c  

V "V  V "
(Revogada pela Resolução nº 275/95)
Ementa: Aprova o Regulamento de Fiscalização dos Conselhos Regionais de Farmácia.
c  

V "V  V "
Ementa: Dispõe sobre a concessão de Bolsa de Estudo pelo Conselho Federal de Farmácia.
c  

V V   V "
(Revogada pela Resolução nº 227/91)
Ementa: Altera o Código de Ética da Profissão Farmacêutica.
c  

V V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 338/99)
Ementa: Institui a Cédula de Identidade Profissional.
c  

V !V 
V 
(Revogada pela Resolução nº 167/88)
Ementa: Altera o Regimento Interno Padrão para os Conselhos Regionais de Farmácia.
c   
V !V 
V 
(Revogada pela Resolução nº 171/84)
Ementa: Altera o Regimento Interno do CFF.
c   
V !V 
V 
(Revogada pela Resolução nº 164/82)
Ementa: Altera o Regulamento Eleitoral para os Conselhos Regionais de Farmácia.
c   
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 164/82)
Ementa: Altera o Regulamento Eleitoral para os Conselhos Regionais de Farmácia.
c   
V V   V 
Ementa: Determina a competência territorial do CRF-20
c  

V "V  V "
Ementa: Revoga as Resoluções de ns. 53/67 e 107/73.
c  
V  V  V "
Ementa: Dispõe sobre a vinculação de fiscais dos CRFs a empresas farmacêuticas.
c   
V  V  V "
(Revogada pela Resolução nº 164/82)
Ementa: Aprova o Regulamento Eleitoral para os Conselhos Regionais de Farmácia.
c   
V V  
V "
(Revogada pela Resolução nº 276/95)
Ementa: Dispõe sobre o registro de Profissionais NÃO FARMACÊUTICOS.
c   
V !V V 
Ementa: Veda aos Conselhos Regionais de Farmácia se dirigirem às Autoridades Superiores da
República, nos casos que especifica.
c   
V !V V 
(Alterada pela Resolução nº 186/88)
Ementa: Revoga o Regulamento para a Concessão de Certificado de Serviços Relevantes e dá
outras providências.
c   
V !V V 
(Revogada pela Resolução nº 167/83)
Ementa: Aprova o novo Regimento Interno Padrão para os Conselhos Regionais de Farmácia.
c   
V V 
V 
(Revogada pela Resolução nº 142/78)
Ementa: Dispõe sobre o registro no Quadro II - Não Farmacêuticos - dos profissionais que
enumera.
c   
V 
V 
(Revogada pela Resolução nº 171/84)
Ementa: Reformula o Regimento Interno do Conselho Federal de Farmácia.
c   
V V 
V 
Ementa: Revoga a Resolução nº 25, de 29.11.63.
c  

V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 314/97)
Ementa: Revoga a penalidade aplicada ao Ex-Conselheiro Fernando José Santiago Montenegro.
c   
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 143/78)
Ementa: Altera o Regulamento Eleitoral para os Conselhos Regionais de Farmácia
c   
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 287/96)
c   
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 192/88)
c   
V V 
  V 
(Revogada pela Resolução nº 162/82)
Ementa: Aprova o Regulamento para a Assembléia Geral dos Conselhos de Farmácia.
c   
V V 
  V 
(Revogada pela Resolução nº 227/91)
Ementa: Aprova o Código de Ética da Profissão Farmacêutica.
c   
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 314/97)
Ementa: Aplica penalidade ao Conselheiro José Sylvio Cimino.
c   
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 314/97)
Ementa: Aplica penalidade aos Conselheiros Alexandre de Ávila Borges Júnior, José Holanda de
Freitas e Fernando José Santiago Montenegro.
c   
V V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 137/77)
Ementa: Altera o Regimento Interno do Conselho Federal de Farmácia.
c   
V !V   V 
(Revogada pela Resolução nº 143/78)
Ementa: Altera o Regulamento Eleitoral para os Conselhos Regionais de Farmácia.
c  

V !V   V 
(Revogada pela Resolução nº 210/90)
Ementa: Altera o Regulamento das Assembléias Gerais, de Delegados-Eleitores.
c   
V V 
V 
(Revogada pela Resolução nº 143/78)
Ementa: Altera o Regulamento Eleitoral para os Conselhos Regionais de Farmácia.
c   
V V 
V 
(Revogada pela Resolução nº 281/96)
Ementa: Altera o artigo 23, item IV, letra Ơeơ do Regimento Interno Padrão dos CRFs.
c   
V V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 137/77)
Ementa: Cria os Quadros VII e VIII
c   
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 139/77)
Ementa: Aprova o novo Regimento Interno Padrão para os Conselhos Regionais de Farmácia.
c   
V V  V 
Ementa: Revoga as Resoluções nºs 69, 70, 72 e 74/69 e 89/70.
c  
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 315/97)
Ementa: Aprova o Regulamento Eleitoral para as eleições do Conselho Regional de Farmácia do
Estado do Rio de Janeiro CRF-7.
c  
V "V  
V 
Ementa: Revoga as Resoluções nºs 43/65; 44/66; 71/69 e 86/70.
c  
V V  V 
Ementa: Dispõe sobre a fusão do CRF-7 e do CRF-19, declara extintos os mandatos de
conselheiros e diretores do CRF-7 e do CRF-19 e estabelece a jurisdição do novo Regional.
c  
V V V  V !
(Revogada pela Resolução nº 117/75, nos termos da Lei Complementar nº 20, de 1º de julho de 1974)
c  

V V V !
(Alterada pela Resolução nº 137/77e Revogada pela Resolução nº 280/96)
Ementa: Dispõe sobre provisionamento de oficiais de farmácia.
c  
V V 
V !
(Revogada pela Resolução nº 210/90)
Ementa: Modifica o Regulamento das Assembléias Gerais dos Delegados Eleitores.
c   
V V 
V !
(Modificada pela Resolução nº 124/76e Revogada pela Resolução nº 143/78)
Ementa: Aprova o Regulamento Eleitoral para os Conselhos Regionais de Farmácia.
c   
V V   V !
(Revogada pela Resolução nº 115/74)
Ementa: Dispõe sobre provisionamento de oficiais de farmácia.
c  
V V   V !
(Revogada pela Resolução nº 139/77)
Ementa: Define a qualificação técnica para os efeitos do § 3º do art. 15, da Lei nº 5.991, de 17
de dezembro de 1973.
c  
V V   V !
(Revogada pela Resolução nº 276/95)
Ementa: Dispõe sobre averbação de registro e Ơvistoơ na carteira de identidade profissional.
c  
V V   V !
(Revogada pela Resolução nº 137/77)
Ementa: Dispõe sobre o registro de posto de medicamentos e unidade volante.
c  
V V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 160/82)
Ementa: Dispõe sobre o exercício da profissão farmacêutica e dá outras providências.
c  
V V V 
(Revogada pela Resolução nº 145/78)
Ementa: Estabelece normas para processamento de infrações e multas previstas no artigo 24 da
Lei nº 3.820/60.
c  
V V V 
(Alterada pela Resolução nº 125/76 e Revogada pela Resolução nº 210/90)
Ementa: Aprova o Regulamento das Assembléias Gerais de Delegados-Eleitores.
c  

V V V 
(Revogada pela Resolução nº 137/77)
Ementa: Aprova novo Regimento Interno do CFF.
c   
V V V 
(Revogada pela Resolução nº 276/95)
Ementa: Dispõe sobre a concessão de Registro Provisório.
c   
V V V 
(Revogada pela Resolução nº 130/77)
Ementa: Modifica o Código de Ética da Profissão Farmacêutica e estabelece normas e obrigações
para o exercício da atividade do Profissional fixando, pelas infrações, as sanções previstas na Lei
nº 3.820/60.
c   
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 233/92)
Ementa: dispõe sobre o registro de Professores em Conselhos Regionais de Farmácia.
c  
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 137/77)
Ementa: Dispõe sobre o registro de Técnicos de nível médio.
c  
V V   V 
Ementa: Indicação do número de inscrição profissional em rótulos, documentos e impressos.
c  
V V 
V 
(Revogada pela Resolução nº 113/74)
Ementa: Altera o Regulamento Eleitoral para os Conselhos Regionais de Farmácia.
c  
V V 
V 
Ementa: Revogação das Resoluções ns. 75 e 77.
c  
V V 
V 
(Alterada pelas Resoluções ns.159, 181 e 305)
Ementa: Cria o Conselho Regional de Farmácia dos Estados do Amazonas e Acre e Territórios de
Rondônia e Roraima.
c  
V  V  V 
(Revogada pela Resolução nº 105/73)
c  

V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 151/79)
Ementa: Cartão de identidade profissional.
c   
V V  V 
(Alterada pela Resolução nº 241/93)
Ementa: Responsabilidade técnica na farmácia pública.
c   
V V  V 
Ementa: O oficial de farmácia provisionado perante os Conselhos Regionais de Farmácia, nos
termos do Art. 33 da Lei 3.820/60.
c   
V V V 
(Revogada pela Resolução nº 294/96)
Ementa: Entidades de Assistência gratuita.
c  
V V 
V 
(Revogada pela Resolução nº 163/82)
Ementa: Institui normas para julgamento de processos disciplinares.
c  
V "V V  V 
Ementa: Uniformização da nomenclatura dos atos administrativos dos Conselhos Federal e
Regionais de Farmácia.
c  
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 120/75)
c  
V  V 
V 
Ementa: Transfere de Cuiabá para Campo Grande a sede do CRF-20.
c  
V V  
V 
(Revogada pela Resolução nº 113/74)
Ementa: Altera o Regulamento Eleitoral para os Conselhos Regionais de Farmácia.
c  
V V  
V 
(Revogada pela Resolução nº 118/75)
Ementas: Altera o Regimento Interno do CFF.
c  

V V  
V 
(Revogada pela Resolução nº 106/73)
Ementa: Regulamenta a maneira de se organizarem e funcionarem as Assembléias Gerais de
Delegados-Eleitores.
c   
V V  
V 
(Revogada pela Resolução nº 100/72)
Ementa: Indicação do número de inscrição do profissional em trabalhos e documentos.
c   
V V  
V 
Ementa: Revoga as resoluções ns. 52, de 14 de junho de 1967, e 55, de 29 de setembro de 1967,
que dispõem sobre modificações de dispositivos de Regulamento Eleitoral.
c   
V V  
V 
(Revogada pela Resolução nº 100/72)
Ementa: Revoga a resolução nº 37, de 8 de dezembro de 1965.
c  
V V  
V 
Ementa: Revoga as resoluções ns. 31, 33 e 34, de 7 de julho de 1965.
c  
V V  
V 
(Revogada pela Resolução nº 276/95)
Ementa: Revoga a resolução nº 10, de 30 de outubro de 1962.
c  
V V  
V 
Ementa: Revoga as resoluções nº 5, de 15 de março de 1962, 13, de 12 de março de 1963, e 20,
de 13 de maio de 1963.
c  
V V 
  V 
(Revogada pela Resolução nº 92/71, atualmente
a Resolução nº 294/96 dispõe sobre a matéria)
Ementa: Revoga a resolução nº 4, de 22 de janeiro de 1962, que dispõe sôbre isenção de
anuidades para farmácias, laboratórios, institutos de repartições governamentais, hospitais ou
casas de caridade e santas casas.
c  
V V 
  V 
(Revogada pela Resolução nº 98/72)
Ementas: Estabelece as normas mínimas para reconhecimento dos cursos de Oficial de Farmácia
de nível de 1º ciclo e dá outras providências.
c  
V V 
  V 
(Revogada pela Resolução nº 193/88)
Ementa: Regulamenta o registro de profissionais universitários não farmacêuticos nos Conselhos
Regionais de Farmácia.
c  

V V V  V  
(Revogada pela Resolução nº 98/72)
Ementa: Dispõe sôbre a inscrição de Oficial de Farmácia.
c   
V V V  V  
(Revogada pela Resolução nº 120/75)
Ementa: Intervenção no Conselho Regional de Farmácia do Estado de Mato Grosso.
c   
V  V   V  
(Revogada pela Resolução nº 199/89)
Ementa: Institui o Prêmio "Conselho Federal de Farmácia" e aprova o Regulamento especifico.
c   
V V  V  
(Revogada pela Resolução nº 120/75)
Ementa: Aprova processos de prestação de contas de Conselhos Regionais e seu
encaminhamento à Inspetoria Geral de Finanças.
c  
V V  
V  
(Revogada pela Resolução nº 118/75)
Ementa: Revoga as resoluções ns. 57 e 60, definindo a especialização do farmacêutico no campo
das análises clínicas.
c  
V V  
V  
(Revogada pela Resolução nº 120/75)
Ementa: Aprova processos de prestação de contas de Conselhos Regionais e seu
encaminhamento à Inspetoria Geral de Finanças.
c  
V V  
V  
(Revogada pela Resolução nº 120/75)
Ementa: Aprova o relatório e as contas do Conselho Federal de Farmácia do exercício de 1968.
c  
V V  
V  
(Revogada pela Resolução nº 115/74)
Ementa: Remessa ao CFF da documentação exigida para provisionamento e licenciamento de
oficial de farmácia.
c  
V V  
V  
(Revogada pela Resolução nº 110/74)
Ementa: O "visto" pelos Conselhos Regionais de Farmácia.
c  
V !V  
V  
Ementa: Cria o Conselho Regional de Farmácia do Distrito Federal.
c  

V V   V  "
(Revogada pela Resolução nº 85/70)
Ementa: Altera o Regulamento das Assembléias Gerais de Delegados-Eleitores.
c   
V V   V  "
(Revogada pela Resolução nº 105/73)
Ementa: Altera o Regimento Interno do CFF.
c   
V V   V  "
(Revogada pela Resolução nº 137/77)
Ementa: Irmãs de Caridade. Revoga o artigo 5º da resolução nº 45, de 22 de agosto de 1966.
c   
V V   V  "
(Revogada pela Resolução nº 276/95)
Ementa: Substituição de Carteira Profissional pelos Conselhos Regionais de Farmácia.
c  
V V   V  "
(Revogada pela Resolução nº 75/69)
Ementa: Dispõe sôbre a inscrição de Oficial de Farmácia.
c  
V  V  
V  "
(Revogada pela Resolução nº 71/69)
Ementa: Modifica o artigo 2º da Resolução nº 57, de 29 .9.67, que regulamenta a expedição do
título de Especialista em Análise Clínicas Químico-Biológicas.
c  

V  V  
V  "
(Revogada pela Resolução nº 113/74)
Ementa: Aprova o Regulamento Eleitoral para os Conselhos Regionais de Farmácia.
c  

V !V  
V  "
(Revogada pela Resolução nº 276/95)
Ementa: Dispensa a anexação de fotocópias aos processos de inscrição de profissionais nos CRFs.
c  

V V   V  
(Revogada pela Resolução nº 71/69)
Ementa: Regulamenta a expedição do título de Especialista em Análises Cínicas Químico-
Biológicas.
c  

V V   V  
Ementa: Institui o Fundo de Assistência dos Conselhos Regionais de Farmácia.
c  


V V   V  
(Alterada pelas Resoluções ns. 159/82 e 181/87)
Ementa: Prorroga o prazo de vigência do Regulamento Eleitoral, aprovado pela resolução nº
47/66.
c  

V !V 
V  
(Revogada pela Resolução nº 108/73)
Ementa: Dá nova redação ao artigo 6º da resolução nº 42, de 10 de dezembro de 1965.
c  

V V  V  
(Revogada pela Resolução nº 145/78)
Ementa: Determina que os CRFs mantenham atualizados os prontuários dos Oficiais de Farmácia
Provisionados.
c  

V !V  V  
(Revogada pela Resolução nº 83/70)
Ementa: Modifica dispositivos do nôvo Regulamento Eleitoral.
c  

V V 
  V  
(Revogada pela Resolução nº 61/68)
Ementa: Dispõe sôbre a inscrição de Oficial de Farmácia.
c  

V "V V 
Ementa: Define o âmbito profissional dos Oficiais de Farmácia em geral e responsáveis por postos
de sôcorro.
c   
V "V V 
(Revogada pela Resolução nº 105/73)
Ementa: Incorpora as Comissões de Trabalho, criadas pela resolução nº 31, ao texto do
Regimento Interno do CFF.
c   
V V 
  V  
(Revogada pela Resolução nº 190/88)
Ementa: Permite a acumulação de responsabilidade técnica e estabelece as normas reguladoras.
c   
V "V V 
(Revogada pela Resolução nº 59/68)
Ementa: Aprova o Regulamento Eleitoral dos Conselhos Federal e Regionais de Farmácia.
c   
V "V V 
(Revogada pela Resolução nº 276/95)
Ementa: Transferência de profissional e inscrição secundária.
c  

V V   V 
(Revogada pela Resolução nº 137/77)
Ementa: Provisionamento de Irmãs de Caridade, já com título de Oficial de Farmácia e tendo
exercido, ou exercendo, responsabilidade técnica por farmácia privativa.
c   
V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 118/75)
Ementa: Prorroga o mandato dos Conselheiros Federais e da Diretoria do CFF e altera os artigos
6º, 8º. 9º, 13 e 17 do Regimento Interno, e o artigo 24 do Regulamento das Assembléias Gerais.
c   
V V V  V 
(Revogada pela Resolução nº 118/75)
Ementa: Dá nova redação ao artigo 3º da resolução nº 19, de 13 de maio de 1963.
c   
V V V  V  
(Revogada pela Resolução nº 108/73)
Ementa: Delimita o âmbito do profissional Farmacêutico e do Farmacêutico-Bioquímico.
c   
V V V  V  
(Revogada pela Resolução nº 158/81)
Ementa: Adoção de "Certificado de Responsabilidade Técnica e de Registro dos Estabelecimentos
Farmacêuticos".
c   
V V V  V  
(Revogada pela Resolução nº 105/73)
Ementa: Restabelece dispositivo do Regimento Interno do CFF.
c   
V "V V  V  
Ementa: Incompatibilidade do exercício de funções nos conselhos de Farmácia.
c   
V "V V  V  
(Revogada pela Resolução nº 44/66)
Ementa: Prorrogado o mandato dos Conselhos Federais e da Diretoria do CFF.
c   
V "V V  V  
(Revogada pela Resolução nº 82/70)
Ementa: Indicação do número da carteira profissional em rótulos e documentos.
c   
V V V  V  
(Revogada pela Resolução nº 45/66)
Ementa: Provisionamento de Irmãs de Caridade, já com título de Oficial de Farmácia e tendo
exercício, ou exercendo, responsabilidade técnica por farmácia privativa.
c  

V V 
V  
(Revogada pela Resolução nº 102/73)
Ementa: Obrigatoriedade de registro para o farmacêutico que exerça o magistério.
c   
V V 
V  
(Revogada pela Resolução nº 81/70)
Ementa: Dispõe sobre o uso obrigatório de avental ou jaqueta.
c   
V V 
V  
(Revogada pela Resolução nº 81/70)
Ementa: Dispõe sobre o uso de distintivos por farmacêuticos, provisionado e oficiais de farmácia.
c   
V V 
V  
Ementa: Criação de emblema para o CFF.
c   
V V 
V  
(Revogada pela Resolução nº 81/70)
Ementa: Criação de quatro Comissões de Trabalho, colaboradoras e diretas do CFF.
c   
V V   V  !
(Revogada pela Resolução nº 46/66)
Ementa: Regulamenta o processo para transferência de registro e para segunda inscrição.
c   
V V  V  !
(Revogada pela Resolução nº 137/77)
Ementa: Obrigatoriedade de inscrição de empresas distribuidoras de produtos farmacêuticos e
seus responsáveis.
c   
V  V  V  !
Ementa: Criação do Conselho Regional de Farmácia do Estado de Mato Grosso.
c   
V  V  V  !
(Revogada pela Resolução nº 170/77)
Ementa: Aprova o Regulamento de Concessão de Certificados de Serviços Relevantes.
c   
V  V  V  !
(Revogada pela Resolução nº 85/70)
Ementa: Regulamenta maneira de se organizarem e funcionarem as Assembléias Gerais de
Delegados Eleitores.
c  

V V  V  
(Revogada pela Resolução nº 136/77)
Ementa: Regula a habilitação de responsáveis por Socorros Farmacêutico.
c   
V V  V  
(Revogada pela Resolução nº 108/73)
Ementa: Dispõe sobre o âmbito profissional do farmacêutico e farmacêutico-bioquímico.
c   
V V  V  
(Revogada pela Resolução nº 93/72)
Ementa: O Oficial de Farmácia Provisionado, perante os Conselhos Regionais de Farmácia, nos
termos do art. 33 da Lei 3.820/60.
c   
V V  V  
(Revogada pela Resolução nº 67/69)
Ementa: "O VISTO" pelos Conselhos Regionais de Farmácia.
c   
V V  V  
(Revogada pela Resolução nº 105/73)
Ementa: Modifica o § 4º do art. 32 e os artigos 38, 39 e 44 do Regimento Interno do CFF.
c   
V V  V  
(Revogada pela Resolução nº 79/70)
Ementa: Dispõe sobre comprovação da inscrição de provisionados.
c  
V V  V  
(Revogada pela Resolução nº 107/73)
Ementa: Dispõe sobre o processo de infração da Lei 3.820, de 11 de novembro de 1960.
c  
V V  V  
Ementa: Dispõe sobre processo de cobrança de anuidade
c  
V V  
V  
(Revogada pela Resolução nº 67/69)
Ementa: Alteração da Resolução nº 8, de 15 de junho de 1962
c  
V  V  V  
(Revogada pela Resolução nº 67/69)
Ementa: Alteração da Resolução número 7 de 15 de junho de 1962.
c  

V V  V  
Ementa: Aprova todas as modificações introduzidas no Regimento Interno do Conselho Federal de
Farmácia, desde 5 de julho de 1961 até 13 de março de 1963.
c  
V V  V  
Ementa: Organização CRF-12 e CRF-13.
c   
V V  V  
(Revogada pela Resolução nº 79/70)
Ementa: Fabricação e Comércio de Produtos Farmacêuticos.
c   
V V  V  
(Revogada pela Lei nº 9.120, de 26/10/1995)
Ementa: Ampliação do número de Conselheiros Federais.
c  
V V V  V  
(Modificada pela Resolução nº 116/74
e Revogada pela Resolução nº 117/75)
Ementa: Criação do Conselho Regional de Farmácia do Estado do Rio de Janeiro.
c  
V V V  
(Revogada pela Resolução nº 80/70)
Ementa: Provas de Propriedade para Inscrição no quadro IV - Provisionado.
c  
V V V  
Ementa: Criação Novos Conselhos Regionais.
c  
V V  V  
(Revogada pela Resolução nº 67/69)
Ementa: Modificação dos Contratos de Trabalho dos Farmacêuticos.
c  
V V  V  
(Revogada pela Resolução nº 68/69)
Ementa: Remessa ao CFF de documentação exigida para o provisionamento de Oficial de
Farmácia.
c  
V V   
(Revogada pela Resolução nº 103/73)
c  

V V  V  
(Revogada pela Resolução nº 79/70)
Ementa: Eleição do Delegado Eleitor.
c   
V V   V  
(Revogada pela Resolução nº 78/70)
Redação final aprovada em reunião do Plenário -
Conselheiros Federais e Suplentes, de 22.1.62:
Ementa: Isenção de anuidade para Farmácia, Laboratório, Instituto de Repartição Governamental,
Hospitais ou Casas de Caridade e Santas Casas de Misericórdia.
c   
V V   V  
Ementa: Criação Conselho Regional de Farmácia do Estado de Santa Catarina.
c   
V V 
V  
Ementa: Cria dez Conselhos Regionais de Farmácia.
c  
V V 
V  
(Revogada pela Resolução nº 105/73)
Ementa: Aprova o Regimento Interno do Conselho Federal de Farmácia.

Você também pode gostar