Você está na página 1de 1

• A inveja é uma das principais demonstrações de

limitação, de fraqueza e de incapacidade que um


ser humano pode manifestar enquanto que a
admiração é um dos principais sinais de
reconhecimento, autoconfiança e discernimento
que uma pessoa pode apresentar.

A pessoa invejosa não apenas sente-se inferior ou


segregada por não possuir os atributos, os objetos ou
a felicidade do sujeito que ela está cobiçando como
também erroneamente utiliza sua capacidade
energética para tentar minimizar, depreciar ou
destruir outrem e, como conseqüência, tão mesquinha
atitude demonstra sua ignóbil e limitada percepção do
mundo.

Por outro lado, as pessoas que demonstram uma


sincera admiração e apreço pelas qualidades ou
sucessos de outrem revelam a nobreza do seu ser
e o juízo de que, ou ela está ciente de possuir os
mesmos potenciais do objeto de admiração ou ela
sabe que seus dons são para serem alocados em outra
atividade.

As pessoas invejosas navegam num obscuro,


destrutivo e lamurioso lamaçal que as impedem de
atravessarem o rio da amargura para chegar ao chão
firme do melhoramento pessoal enquanto que os
seres autoconfiantes que conseguem admirar
outrem voam pelo firmamento da consciência, da
evolução e do progresso com o objetivo de
planar pelos ares da célebre transformação.

Desta maneira, desejo-vos uma semana repleta de


admiração aos que augustamente estejam num
patamar mais elevado, consciência de vossas próprias
potencialidades e melhoramentos pessoais.