Você está na página 1de 18

Física Setor F 21 Aula 28

Física - F 21
IV. Se cortarmos um ímã em duas partes iguais,
ELETROMAGNETISMO verificamos que essas partes se transformam em dois
novos ímãs, com pólos Norte e Sul. Esse fenômeno é
Magnetismo chamado de inseparabilidade dos pólos. Pode-se
Desde há muito, os homens observaram, que existem continuar cortando os ímãs, até se chegar a escala
na natureza, algumas “pedras” que possuem a propriedade molecular, que o fenômeno continua se verificando.
de interagirem entre si, e de atraírem pequenos pedaços de
ferro. Essas pedras são encontradas com facilidade numa
região da Ásia Menor, chamada Magnésia, daí se dar o nome
N S
de magnéticos a esses fenômenos.
Atualmente, sabemos que aquela “pedra”, nada mais é N S N S
do que um óxido de Ferro (Fe3O4), denominado magnetita,
constituindo um ímã natural.
N S N S N S N S

Fenômenos Magnéticos
Principais Exemplos de ímãs
I. A atração entre um ímã em forma de barra e pequenos Os ímãs podem ser construídos com vários formatos.
pedaços de ferro (limalha de ferro), é tanto mais intensa, Na figura abaixo temos alguns deles. A região vermelha
quanto mais próximos das extremidades da barra, representa o pólo Norte.
assim sendo, se colocarmos limalha de ferro em
contato com um ímã, ela vai se distribuir de maneira
desigual, ficando mais concentrada nas extremidades.
As regiões onde a ação magnética é mais intensa
chama-se um pólo do ímã. Os ímãs em forma de barra
tem dois pólos situados nas extremidades.
II. Ao suspendermos um ímã em forma de barra de tal
forma que ele possa girar livremente, ele vai se orientar,
aproximadamente na direção Norte-Sul geográfica.
Chamaremos então de pólo Norte, o pólo que aponta FERRADURA BARRA
para o Norte geográfico; e pólo Sul Geográfico. Costuma-
se pintar de cor mais escura, o pólo Norte de um ímã. A
aplicação mais importante desse fenômeno, é a
bússola, inventada pelos chineses, e de larga utilização
Tipos de Ímãs
da navegação. Os ímãs podem ser temporários ou permanentes. Ímãs
permanentes são aqueles que retém durante muito tempo a
N
imantação recebida. É o que acontece por exemplo com o aço.
Ímãs temporários são aqueles corpos que recebem
O L N
imantação com a aproximação de um ímã, porém, quando
este é afastado, a imantação desaparece. Como exemplo,
S podemos citar o ferro doce, ou seja, o ferro quase puro (sem
S
outras ligas).
III. Os ímãs exercem entre si interações de repulsão,
quando se aproximam pólos de mesmo nome e de
atração, quando se aproximam pólos de nomes
diferentes.

N N

N S

“Pólos de mesmo nome se repelem, e de nomes diferentes se atraem”.

Física Página 1
Física Setor F 21 Aula 29

Física - F 21
Linha Isogônica é o lugar geométrico dos pontos da
MAGNETISMO superfície terrestre que possuem a mesma declinação
magnética.
TERRESTRE Linha Agônica é a linha isogônica que liga os pontos de
declinação magnética nula.
Suspendendo-se convenientemente um ímã, este se
orienta numa direção bem determinada. Este fato leva-nos a
admitir a exigência de um campo magnético terrestre. A MERIDIANOS MAGNÉTICOS
existência do campo magnético terrestre se deve a materiais
Como não há coincidência perfeita entre os pólos
ferromagnéticos que fazem parte da Terra.
magnéticos e os pólos geográficos, surge o conceito de
O campo magnético da Terra pode ser imaginado como
meridiano magnético, que não coincide, em geral, com o
sendo criado por um grande ímã, conforme mostra a figura
meridiano geográfico.
abaixo. Observe que este ímã possui o pólo norte magnético
na região Sul e o pólo sul magnético na região Norte. polo sul
magnético

Sul Magnético Norte Geográfico

equador
geografico
equador
magnético

polo norte
magnético

eixo de rotação da terra


Sul Geográfico Norte Magnético
Uma ou várias cargas em movimento numa região do
espaço, modificarão esta região transformando-a em um
campo magnético. O campo magnético pode ser detectado
experimentalmente, colocando-se nessa região um elemento
DECLINAÇÃO MAGNÉTICA de prova, que pode ser uma outra carga em movimento ou
um pequeno ímã. Se houver campo magnético na região, o
É o ângulo que o meridiano magnético forma com o ímã irá se orientar com o pólo norte na mesma direção e
ur
meridiano geográfico. (ver geografia) sentido do campo, que representaremos pela letra B , e que
será medido no sistema internacional em uma unidade
denominada “tesla” (T).
INCLINAÇÃO MAGNÉTICA
Nas vizinhanças do equador terrestre o eixo magnético
da agulha é sensivelmente horizontal. Quanto maior a
proximidade aos pólos da Terra, tanto mais inclinado se B
apresenta o eixo magnético de uma agulha magnética. Nas B
vizinhanças dos pólos o eixo magnético é vertical.
Chama-se Inclinação Magnética o ângulo que o vetor
campo magnético terrestre forma com a horizontal. B
Linha Isóclina é o lugar geométrico dos pontos da
superfície terrestre que possuem a mesma inclinação
magnética. B

Equador Magnético é a linha isóclina que liga os pontos


de inclinação magnética nula.
Pólos magnéticos da Terra são os pontos para os quais
a inclinação magnética é 90°.

Física Página 3
04. Sobre as linhas de campo de um ímã podemos afirmar:

a) São linhas que saem dos dois pólos.


b) Penetram no pólo sul e saem do pólo norte.

Física - F 21
c) Saem do pólo sul.
d) Entram nos dois pólos.
e) Nenhuma das anteriores está correta.

Exercícios Obrigatórios
01. O que é declinação magnética?

02. O que é inclinação magnética?

03. O que são “linhas isóclinas”?

04. Explique o funcionamento de uma bússola.

05. O que são linhas isógonas?

Física Página 5
Exercícios de Aula
01. Um fio é percorrido por uma corrente de 2A, conforme

Física - F 21
mostra a figura a seguir. Determine as características
B do vetor indução magnética no ponto P, distante 100 cm
do fio.

Dado: µ = 4. π . 10−7 T m/A

P
i

Observando a fotografia com limalha de ferro, vemos


que as linhas de indução do campo magnético de um
condutor reto, são circunferências concêntricas, com centro
no condutor e situadas em planos perpendiculares a ele.
Para obtermos a intensidade do vetor indução magnética
a uma distância d do condutor retilíneo, basta aplicar a lei de
Biot-Savart.
i
B=µ
2πd
Onde:

B → int ensidade do vetor indução


i → intensidade de corrente elétrica


d → distância do condutor
 µ → permeabilidade elétrica do meio

µ = 4π . 10−7 T. m/A

ur 02. Um fio de cobre reto e extenso é percorrido por


Obs.: a direção e o sentido de B (sempre tangente às uma corrente de intensidade i = 1,5 A. Sabe-se que
linhas de campo) podem ser obtidas pela regra da mão direita. µ = 4 π . 10−7 T m/A. Qual a intensidade do vetor indução
magnética originado num ponto P à distância de 0,25 m
do fio.

r
B

Convenção:
ur
Υ → B entrando no plano da folha de papel
ur
• → B saindo do plano da folha de papel

Física Página 7
Física Setor F 21 Aula 31

Física - F 21
FORÇA MAGNÉTICA SITUAÇÕES
Seja q uma carga elétrica em movimento no interior de EM QUE F MAG = 0
um campo magnético; como já vimos anteriormente, uma
É importante notar que sendo a força magnética perpen-
carga elétrica em movimento produz um campo magnético.
dicular à velocidade da partícula ela tem características de
Sucederá, então, que o campo magnético gerado pela uma força centrípeta, o que significa que ela não altera o valor
carga q irá interagir com o campo magnético existente, ficando da velocidade mas apenas a sua direção, o que nos permite
a carga q sujeita à ação de uma força de origem magnética. concluir que uma carga lançada no interior de um campo
Consideremos uma carga q que se desloca no interior magnético executa trajetórias curvilíneas, se estiver sujeita a
ur r ação de forças magnéticas.
de um campo de indução magnética B , com velocidade v e Eventualmente a força magnética poderá não existir, de-
ur r ur r
seja q o ângulo entre os vetores B e v . pendendo do valor do ângulo q entre B e v ; se esse ângulo
A intensidade da força magnética que irá atuar sobre a for igual a 0o ou 180o, na expressão que nos dá o módulo da
carga q é dada pela expressão: força magnética, teremos:

F = q . v . B . se n θ F = q . v . B . se n θ

mas sen 0o = 0 e sen 180ο = 0


CARACTERÍSTICAS
que nos dá: Fmag = 0
DO VETOR
Portanto, se uma carga q for lançada no interior de um
A direção da força magnética será perpendicular ao pla- campo de indução magnética paralelamente às suas linhas
ur r de indução, a força magnética será nula.
no determinado pelo, vetores B e v e o seu sentido será
dado pela segunda regra da mão direita: abra sua mão direita,
separando o polegar dos demais dedos, mas mantendo todos Carga Lançada
esticados; o polegar deverá ficar na mesma direção e sentido
r num Campo Uniforme
do vetor v ,enquanto que os demais dedos ficarão na mesma
ur A seguir passaremos a analisar o movimento de urna
direção e sentido do vetor B . O sentido da força magnética é
carga q lançada no interior de um campo magnético uniforme;
aquele no qual a mão direita, nessa posição, daria um em- para isso vamos analisar três casos possíveis:
purrão, como se mostra na figura a seguir. Caso a carga seja • carga lançada paralelamente às linhas de indução.
negativa, o sentido da força magnética será oposto ao dado ur r
pela regra. Neste caso, o ângulo entre o vetor B e a velocidade v
o o
da partícula será igual a 0 ou 180 .

B
F V B V B
q

θ = 0º θ = 180º

Mas, como vimos anteriormente, nesses casos a força


magnética sobre a partícula será nula, o que nos leva a concluir
V que a carga q realizará um movimento retilíneo e uniforme, se
não existirem outras forças agindo sobre ela.

• Carga lançada perpendicularmente às linhas de


indução.

Física Página 9
Solução 02. Analise os diagramas apresentados na figura e
responda:
Em cada caso obtemos o sentido da força.magnética a
partir da segunda regra da mio direita. Assim, teremos: I. Qual é a direção e o sentido da força magnética

Física - F 21
que atua na carga q positiva, movendo-se com a
r ur
a) F b) velocidade v no campo magnético B mostrado
F nos diagrama (a).
II. Qual é a direção e o sentido da força magnética
q>0 q>0 que atua na carga q negativa, movendo-se com
r ur
velocidade v no campo magnético B mostrado
nos diagrama (b).
III. Qual é a direção e o sentido do campo magnético que
c) d) r
q>0 exerce na carga positiva q a força magnética F
F
ur
mostrada no diagrama (c). Sabendo-se que B é
q<0 r
F perpendicular à velocidade v da carga q.

a) B
v
Exercícios de Aula
01. Uma partícula eletrizada com carga q = 2 µC é lançada + q
no interior de um campo de indução magnética de
intensidade B = 4 T, com velocidade v = 200 m/s, numa
ur r
direção tal que o ângulo entre B e v seja de 30o. B
Determinar a intensidade da força magnética que atua b)
nessa carga.

v q

F
c)
q

Física Página 11
Física Setor F 21 Aula 32

Física - F 21
Força Sobre Condutor Características do Vetor
em Campo Uniforme A direção da força será perpendicular ao plano determi-
ur
nado pelo fio e o vetor B e o seu sentido será dado pela
Consideremos um condutor retilíneo, de comprimento l
segunda regra da mão direita com a corrente i substituindo a
e percorrido por uma corrente elétrica i, situado no interior de r
um campo de indução magnética uniforme; como sabemos, velocidade v , ou seja, com o polegar no sentido da corrente.
a corrente elétrica é constituída por cargas elétricas em
movimento ordenado. Estas cargas, em movimento no
interior de um campo magnético ficarão sujeitas a ação de Exercício Resolvido
uma força magnética, como mostramos a seguir:
01. Um campo magnético B, uniforme e horizontal, é capaz
Fmag de impedir a queda de um condutor retilíneo de
fm comprimento λ = 0,1 m e massa m = 10g, horizontal e
q ortogonal às linhas de indução do campo, quando por
fm
v ele circula uma corrente i = 2,0 A.
q
θ
v
fm
a) Calcule a intensidade do campo magnético;
l q i
b) Que ocorreria se o sentido da corrente que
v
atravessa o condutor fosse invertido? Justifique.
Adotar g = 10m/s2.

Sobre cada carga q que constitui a corrente elétrica atua Solução


r
uma força magnética fm , dada por: a) Representando a situação proposta, teremos:

fm = q . v . B . sen θ
Fmag
Admitamos que no trecho do condutor de comprimento
l existam n cargas; a resultante das forças que atuam sobre
as cargas nos dará a força que atua no fio: i

Ffio = n . fm ⇒ Ffio = n . q . v . B . sen θ


P B
Como as cargas se deslocam com velocidade constante,
podemos escrever Para que o condutor permaneça em equilíbrio, devere-
mos ter:
∆s l
v= ⇒v= Fmag = P ⇒ B . i . l . sen θ = m . g
∆t ∆t
onde: θ = 90o, pois o fio é perpendicular as linhas de
Substituindo na expressão acima: indução e sen 90o = 1.

l m = 10g = 10. 10–3 kg


Ffio = n . q . B . sen θ
∆t
Substituindo, temos:
ainda podemos escrever na forma: m.g
B.i.l.=m.g⇒B =
i.l
n.q
Ffio = . l . B . senθ
∆t
10 . 10−3 . 10
∆Q B= → B = 0, 5T
Mas n . q = ∆Q e = i onde Ffio = B . i . l . sen θ 2 . 0,1
∆t

Física Página 13
Exercícios Obrigatórios
01. Um segmento de condutor reto e horizontal, tendo

Física - F 21
comprimento l = 20 cm e massa m = 48 g, percorrido
por corrente i = 5,0 A, apresenta-se em equilíbrio sob a
ação exclusiva da gravidade e de um campo magnético
horizontal. Adote g = 10 m/s2.
Determine B e o sentido da corrente elétrica. (B é
normal ao plano da folha, orientado para dentro do
papel)

02. Um condutor reto de 10 cm de comprimento, percorrido


por uma corrente de intensidade 4 A, é colocado
perpendicularmente a um campo magnético uniforme
de intensidade igual a 5 T. Determinar a intensidade da
força que o campo exerce no condutor.

03. Um campo magnético uniforme e horizontal é capaz de


impedir a queda de um fio condutor retilíneo de
comprimento 0,2 m e massa 5 g, horizontal e
perpendicular às linhas de indução, quando por ele
passa uma corrente de 2,5 A, conforme indica a figura:

Admitindo g = 10 m/s2, determinar:

a) A intensidade do vetor campo magnético;


b) O que ocorreria se o sentido da corrente que passa
pelo fio condutor fosse invertido.

Física Página 15
03. Dois fios condutores de mesmo comprimento L = 2m,
Exercícios de Aula paralelos e distanciados 10 cm, são percorridos por
correntes iguais a i, no mesmo sentido. Sabendo que a
01. Dois condutores metálicos homogêneos (1) e (2) retos força de atração é 4. 10−4 N, determine a intensidade de i.

Física - F 21
e extensos são colocados em paralelo. Os condutores Dado: µo = 4π . 10−7 T.m/A
são percorridos por correntes elétricas de mesma
intensidade.

(1)

(2)

A partir das informações acima, responda as perguntas


propostas:

a) Em que condição a força magnética entre os


condutores será de atração?

b) Em que condição a força magnética entre os


condutores será de repulsão?

02. Considere os dois fios paralelos de comprimento igual


a 1m, indicados na figura.
Exercícios Obrigatórios
01. Dois fios longos, retos e paralelos, situados no vácuo,
6A são percorridos por correntes contrárias, cada uma com
intensidades 5 A. A distância entre os fios é 10 cm.
50 cm
Pergunta-se:
4A
I. Os fios se atraem ou se repelem?
II. Qual a intensidade da força por unidade de
comprimento?
Supondo que estejam imersos no vácuo, onde
µo = 4π . 10−7 unidade SI, calcule a intensidade da força 02. Dois fios condutores de mesmo comprimento L = 40 cm,
de interação entre eles. paralelos e distanciados 20 cm, são percorridos por
correntes de 3A e 2A, no mesmo sentido. Determinar a
intensidade da força de atração entre esses condutores.
Dado: µo =4π . 10−7 T.m/A

03. Dois fios metálicos retos, paralelos e muito longos,


estão à distância mútua a = 1,5 m, no vácuo. Calcule a
força que age no comprimento L = 2,0 m de um dos
fios, quando em cada um deles circula uma corrente
elétrica i = 0,50 A. Dado: µo = 4π . 10−7 T.m/A

Física Página 17
02. Um fio condutor, formando um quadrado de lado 3cm, é
totalmente imerso numa região em que age um campo
magnético uniforme de intensidade 6 T. Determine o
fluxo magnético através deste condutor, quando a

Física - F 21
direção do campo magnético formar com a normal ao
plano que o contém um ângulo de :

a) 30o

b) 60o

Exercícios Obrigatórios
01. Uma superfície plana de área 0,5 m 2 encontra-se
imersa num campo magnético de indução B = 4 . 10–3 T,
conforme mostra a figura. Determine (em weber) o fluxo
através da superfície.

30º

02. A espira da figura tem área de 2 cm 2 e o campo


magnético é uniforme e de intensidade 2.10–3 T. Calcule
o fluxo magnético através dessa espira.

n
45º
B

Física Página 19
Retomando novamente o exemplo: aproximando o pólo norte de um Imã de uma espira, como na figura à cima, qual será
o sentido da corrente induzida?

Como o fluxo magnético está aumentando, o fluxo induzido deverá se opor ao fluxo indutor; para tanto, as linhas de

Física - F 21
indução do campo magnético gerado pela corrente induzida deverão ter sentido contrário às linhas de indução do campo já
existente.

GASPAR, Alberto. Eletromanetismo Física Moderna. Editora Ática. Ed. 1ª, 2001, Pg. 246
S N i

S N N S

S N i

S N N S

O campo magnético induzido se opõe ao afastamento do ímã.

Tendo o sentido das linhas de indução induzidas, determinamos o sentido da corrente induzida através da primeira regra
da mão direita aplicada da seguinte maneira: você tem o sentido das linhas de indução e quer determinar o sentido da
corrente, que será dado pelo polegar.

No nosso caso, teremos o esquema abaixo:

N i N
S S
v v

i
i
S S
N N

v v

Física Página 21
02. Esta figura mostra uma espira retangular, de lados 03. Determine o sentido da corrente induzida em cada caso
a = 0,20m e b = 0,50m, sendo empurrada, com apresentado.
velocidade constante v = 0,50m/s, para uma região onde
existe um campo magnético uniforme B = 0,10T,

Física - F 21
entrando no papel. A
N S
BX X X X X X X
C
a)
X X X X X X X

b v
X X X X X X X
B
2.0m v a Espira fixa
X X X X X X X

X X X X X X X A
N S
X X X X X X X
C
b)
3.0m
v
B
a) Considerando-se o instante mostrado na figura,
indique o sentido da corrente induzida na espira. Espira fixa
Justifique sua resposta.
________________________________________ A

________________________________________ S N

________________________________________ C
c)
________________________________________
ímã fixo
________________________________________ B

________________________________________ v

________________________________________
A
________________________________________ N S

________________________________________ C
d)
b) Determine o valor da força eletromotriz induzida
na espira. ímã fixo B
v
________________________________________

________________________________________

________________________________________

________________________________________

________________________________________

________________________________________

________________________________________

________________________________________

________________________________________

Física Página 23
Física Setor F 21 Aula 36

Física - F 21
02. Assinale a alternativa que preenche corretamente as
Exercícios de Revisão lacunas do parágrafo abaixo.

01. Um ímã permanente cai por ação da gravidade através Quando um ímã é aproximado de uma espira condutora
de uma espira condutora circular fixa, mantida na mantida em repouso, de modo a induzir nessa espira
posição horizontal, como mostra a figura. O pólo norte uma corrente contínua, o agente que movimenta o ímã
do ímã esta dirigido para baixo e a trajetória do ímã é sofre o efeito de uma força que ........... ao avanço do
vertical e passa pelo centro da espira. ímã, sendo .......... a realização de trabalho para efetuar
o deslocamento do ímã.
S
a) se opõe - necessária.
b) se opõe - desnecessária.
N
c) é favorável - necessária.
d) é favorável - desnecessária.
e) é indiferente – desnecessária.

03. Determine o sentido da corrente induzida na espira nos


casos:
M P

N a)

s N
Use a lei de Faraday e mostre por meio de diagramas:

a) O sentido da corrente induzida na espira no


momento ilustrado na figura;

b) A
x x x X B

x x x x
v
x x x x

x x x x
C

b) A direção e o sentido da força resultante exercida


sobre o ímã.

Física Página 25
Exercícios Complementares F 21

Física - F 21
05. (FUVEST) Considere um ímã fixo em forma de barra.
Aula 28 Você segura entre os dedos outro ímã em forma de
barra, pelo seu centro, e investiga as forças magnéticas
01. (CESCEM) Três barras de ferro geometricamente iguais
que agem sobre ele nas proximidades do ímã fixo. Você
são caracterizadas pelas letras A, B e C e os extremos
das mesmas são indicados, respectivamente, pelas conclui que o ímã entre seus dedos:
letras A1 e A2, B1 e B2, C1 e C2. Verifica-se que os extremos:

A1 e B1 sofrem atração
A1 e C2 sofrem repulsão
A1 e B2 sofrem atração
A1 e C1 sofrem atração S
N
Pode-se dizer que: IMÃ FIXO

a) Todas as barras são ímãs permanentes.


b) Só a barra A é um ímã permanente. a) Será sempre atraído pelo ímã fixo.
c) As barras A e B são ímãs permanentes. b) Será sempre repelido pelo ímã fixo.
d) Só a barra B é um ímã permanente. c) Tenderá sempre a girar.
e) As barras A e C são ímãs permanentes. d) Não será nem atraído nem repelido.
e) Poderá ser atraído ou repelido.
02. Um estudante fez a seguinte experiência: Suspendeu
uma barra de determinado material, e aproximou o pólo 06. (CEFET) Uma barra de ferro-doce é magnetizada
sul de um ímã de sua extremidade, verificando que porque:
havia atração; aproximou o pólo norte do ímã e verificou
atração. Pode-se afirmar que: a) Adquiriu eletricidade positiva.
b) Perdeu elétrons.
a) A barra é um ímã permanente. c) Ganhou ímãs elementares.
b) A observação é falsa pois isso nunca poderia d) Seus ímãs elementares foram ordenados.
acontecer. e) Passou sobre ela uma corrente elétrica.
c) A barra é um ímã temporário.
d) A barra é de madeira.
e) N.d.a. Aula 29
03. Serra-se transversalmente uma barra de ferro imantada 07. (UFPA) A Terra é considerada um ímã gigantesco, que
uniformemente: tem as seguintes características:

a) As duas partes se desmagnetizam. a) O pólo norte geográfico está exatamente sobre o


b) Obtêm-se um pólo norte e um pólo sul isolados. pólo sul magnético, e o sul geográfico está na
c) Na secção de corte, surgem pólos contraídos mesma posição que o norte magnético.
àqueles das extremidades das partes. b) O pólo norte geográfico está exatamente sobre o
d) O pólo norte conserva-se isolado, mas o pólo sul pólo norte magnético, e o sul geográfico está na
desaparece. mesma posição que o sul magnético.
e) Nenhuma das propostas acima é correta. c) O pólo norte magnético está próximo do pólo sul
geográfico, e o pólo sul magnético está próximo
04. Um ímã foi quebrado n vezes. Sobre os pólos vale do pólo norte geográfico.
afirmar : d) O pólo norte magnético está próximo do pólo norte
geográfico, e o pólo sul magnético está próximo
a) Pode-se obter qualquer número de pólos. do pólo sul geográfico.
b) Separam-se os dois pólos norte e Sul. e) O pólo norte geográfico está defasado de um
c) Obtêm-se 2 (n + 1) pólos. ângulo de 45° do pólo sul magnético, e o pólo sul
d) Obtêm-se 2 (n − 1) pólos norte. geográfico está defasado de 45° do pólo norte
e) N.d.a. magnético.

Física Página 27
18. (RGS) Dentre as seguintes grandezas: 22. Uma partícula carregada eletricamente é lançada no
interior de um campo magnético uniforme de
a) Deslocamento de um móvel
intensidade B, com velocidade de módulo V. A direção
b) Energia cinética

Física - F 21
da velocidade é perpendicular às linhas do campo
c) Temperatura
d) Capacidade elétrica magnético. Nestas condições, a partícula fica submetida
e) Diferença de potencial elétrico a uma força de intensidade F, expressa por F = q.V.B,
f) Indução magnética onde q é o módulo em Coulombs (C) da carga da
partícula. A unidade B do Sistema Internacional é o Tesla.
são representadas por vetores: Assim, o Tesla corresponde a:
a) A, B
b) D, E, F a) kg/s.C
c) A, F b) kg.s/C
d) E, F c) kg.m/s.C
e) B, C, D d) kg.s/C.m
e) kg.C/m.s
19. (FESP-SP) Considere as afirmações:

I. Determinados minérios de ferro podem atrair 23. Na figura a seguir, três partículas carregadas M, N e P
pequenos pedaços de ferro. penetram numa região onde existe um campo
II. É impossível isolar um dos pólos magnéticos de magnético uniforme B (vetor), movendo-se em uma
um imã. direção perpendicular a esse campo. As setas indicam
III. Um fio condutor percorrido por uma corrente o sentido do movimento de cada partícula.
elétrica produz efeitos magnéticos.

São corretas:
P
a)
b)
I e II
I e III
x B
c) II e III
d) todas
e) nenhuma
N
20. (Vunesp) A figura representa um condutor retilíneo,
percorrido por uma corrente i, conforme a convenção
indicada. O sentido do campo magnético no ponto P,
localizado no plano da figura, é:

P
A respeito das cargas das partículas, pode-se afirmar
a) Contrário ao da corrente. que:
b) Saindo perpendicularmente da página.
c) Entrando perpendicularmente na página. a) M, N e P são positivas.
d) Para sua esquerda, no plano do papel. b) N e P são positivas.
e) Para sua direita, no plano do papel. c) Somente M é positiva.
d) Somente N é positiva.
Aula 31 e) Somente P é positiva.

21. Quando uma partícula eletricamente carregada e em 24. Em relação ao exercício anterior, sabendo que as
movimento sofre a ação de uma força devida a um partículas possuem a mesma massa e cargas iguais,
campo magnético, essa força: em valor absoluto.

a) Não altera a intensidade (módulo) da velocidade Com relação às suas velocidades, pode-se afirmar que:
da partícula.
b) Depende da massa da partícula. a) Vm > Vn > Vp.
c) Não depende da carga da partícula.
b) Vm > Vp > Vn.
d) Não depende da intensidade (módulo) da
velocidade da partícula. c) Vn > Vm > Vp.
e) Não depende da intensidade (módulo) do campo d) Vn > Vp > Vm.
magnético. e) Vp > Vn > Vm.

Física Página 29
32. Um trecho MN de um fio retilíneo, com comprimento de 35. Dois condutores retos, extensos e paralelos, estão
10 cm, conduzindo uma corrente elétrica de 10 A, está separados por uma distância d = 2,0cm e são
imerso numa região, no vácuo, onde existe um campo
percorridos por correntes elétricas de intensidades
de indução magnética de 1,0 T, conforme a figura. A

Física - F 21
força que age no trecho do fio é: i1 = 1,0 A e i2 = 2,0 A, com os sentidos indicados na
figura a seguir.

B
i1
M N
i
d
i2

a) 1,0 N, para dentro do papel.


b) 0,5 N, para fora do papel.
c) 1,0 N, no sentido do campo Dado:
d) 1,5 N, no sentido oposto ao do campo
e) 1,0 N, para fora do papel.
Permeabilidade magnética do vácuo = 4π . 10−7 T . m/A.
Se os condutores estão situados no vácuo, a força
Aula 33 magnética entre eles, por unidade de comprimento, no
Sistema Internacional, tem intensidade de:
33. Um circuito é formado por dois fios muitos longos,
retilíneos e paralelos, ligados a um gerador de corrente
contínua como mostra a figura a seguir. O circuito é a) 2 × 10−5, sendo de repulsão.
percorrido por uma corrente constante i. b) 2 × 10−5, sendo de atração.
c) 2p × 10−5, sendo de atração.
d) 2p × 10−5, sendo de repulsão.
e) 4p × 10−5, sendo de atração.
Pode-se afirmar que a força de origem magnética que
um trecho retilíneo exerce sobre o outro é: 36. Dois fios longos e retilíneos são dispostos
perpendicularmente entre si e percorridos por correntes
a) Nula.
elétricas de intensidades i1 e i2 como mostra a figura a
b) Atrativa e proporcional a i.
c) Atrativa e proporcional a i2. seguir.
d) Repulsiva e proporcional a i.
e) Repulsiva e proporcional a i2. (II) (I)

34. A figura representa um condutor reto e infinito percorrido


por uma corrente elétrica constante e igual a I de A para B.
O sentido do campo magnético originado pela corrente
no ponto 1 é corretamente representado por: I1
(III) (VI)
I2
a) b)
B
B1
O módulo do campo magnético resultante, gerado pelas
B1
I correntes nos dois fios, pode ser nulo SOMENTE em
1
pontos dos quadrantes:
d) B1

a) I e II
c) A b) I e III
B1
c) I e IV
d) II e III
e) B 1 e) II e IV

Física Página 31
46. Na figura a seguir, representa-se um ímã prismático,
Aula 35 com seu pólo norte voltado para baixo. Esse ímã foi
43. Um ímã, preso a um carrinho, desloca-se com abandonado e cai passando pelo centro de uma espira

Física - F 21
velocidade constante ao longo de um trilho horizontal. circular situada em um plano horizontal.
r r
Envolvendo o trilho há uma espira metálica, como Sejam F ie F ei as forças do ímã sobre a espira e da
mostra a figura adiante. Pode-se afirmar que, na espira,
espira sobre o ímã, respectivamente.
a corrente elétrica:
S
ímã
v N
S N

a) É sempre nula. M P
b) Existe somente quando o ímã se aproxima da
espira.
N
c) Existe somente quando o ímã está dentro da
espira.
d) Existe somente quando o ímã se afasta da espira.
e) Existe quando o ímã se aproxima ou se afasta da Enquanto o ímã se aproxima do plano da espira, pode-
espira. se afirmar que:
44. A figura a seguir mostra um ímã colocado próximo a r r
uma bobina. a) F ie é vertical para cima, e F ei é vertical para baixo.
Todas as alternativas apresentam situações em que r r
b) F ie é vertical para cima, e F ei também é vertical
aparecerá uma corrente induzida na bobina, EXCETO para cima.
r r
BOBINA c) F ie é nula, e F ei também é nula.
r r
d) F ie é vertical para baixo, e F ei é vertical para cima.
r r
ÍMÃ e) F ie e F ei têm direções e sentidos indeterminados.

S N 47. Uma barra metálica de comprimento L = 50,0cm faz


contato com um circuito, fechando-o. A área do circuito é
perpendicular ao campo de indução magnética uniforme
B. A resistência do circuito é R = 3,00Ω, sendo de
a) A bobina e o ímã se movimentam com a mesma 3,75 10−3 N a intensidade da força constante aplicada à
velocidade para a direita. barra, para mantê-la em movimento uniforme com
b) A bobina está em repouso e o ímã se movimenta velocidade v = 2,00m/s. Nessas condições, o modulo de B é:
para a direita.
c) A bobina está em repouso e o ímã se movimenta
para a esquerda. x x x x x x x
d) O ímã está em repouso e a bobina se movimenta
para a direita. x x x x x x x
e) O ímã está em repouso e a bobina se movimenta B
para a esquerda.
x x R x x x x x L
45. Das afirmativas a seguir, a mais correta é: x x x x x x x
a) A f.e.m. induzida num circuito é igual ao quociente
da variação do fluxo magnético pelo inverso do
x x x x x x x
tempo decorrido nesta variação.
b) O sentido da corrente induzida é tal que seus a) 0,300 T
efeitos são a favor da variação do fluxo que lhe deu b) 0,225 T
origem. c) 0,200 T
c) O fluxo magnético é o no de linhas de campo que
não passa através da superfície da espira. d) 0,150 T
d) O no de linhas de campo que atravessam uma e) 0,100 T
espira só depende do vetor campo magnético.
e) Dois fios paralelos, percorridos por correntes
elétricas de sentidos contrários atraem-se.

Física Página 33
52. Cada uma das figuras abaixo mostra uma carga puntual, 54. Uma peça em forma de U, imantável mas inicialmente
mantida fixa entre e eqüidistante de dois ímãs. desmagnetizada, fica um dia inteiro encostada num ímã
em forma de barra como indica o esquema abaixo.

Física - F 21
Após separar-se a peça do ímã, mantém-se o ímã
+q próximo da peça em três posições relativas, indicadas
N S N S
em I, II e III.
xN

y
−q S
N S N S N

N S
x x x
É correto então afirmar que, após serem abandonadas
com velocidades iniciais nulas: y y y
N S
a) A carga positiva será atraída pelo pólo sul do ímã II III
à esquerda e a carga negativa será atraída pelo S
pólo norte do ímã à direita.
b) A carga positiva será atraída pelo pólo norte do
I
Nas posições indicadas nos esquemas, o ímã e peça
ímã à direita e a carga negativa será atraída pelo
estão se repelindo SOMENTE em
pólo sul do ímã à esquerda.
c) Cada carga permanecerá em sua posição original.
a) I
d) Ambas as cargas são atraídas pelo pólo norte do
b) II
ímã à direita.
c) III
e) Ambas as cargas serão atraídas pelo pólo sul do
d) I e II
ímã à esquerda.
e) I e III

53. Abaixo, mostramos a figura da Terra onde N’ e S’ são


55. Nessa figura, representa-se um ímã prismático, com
os pólos norte e sul geográficos e N e S são os pólos
seu pólo norte voltado para baixo. Esse ímã foi
norte e sul magnéticos.
abandonado e cai passando pelo centro de uma espira
circular situada em um plano horizontal.
N Sejam i1 e i2, respectivamente, as correntes na espira
quando o ímã se aproxima e quando se afasta dela.
S
S

N
S
M P
Sobre as linhas do campo magnético é correto afirmar
que:
N

a) Elas são paralelas ao equador.


b) Elas são radiais ao centro da terra. Sobre as correntes na espira, pode-se afirmar que
c) Elas saem do pólo norte magnético e entram no
pólo sul magnético. a) i1 está no sentido MNP, e i2, no sentido MPN.
d) O campo magnético é mais intenso no equador. b) i1 está no sentido MPN, e i2, no sentido MNP.
e) O pólo sul magnético está próximo ao sul c) i1 está no sentido MNP, e i2 é nula.
d) i1 e i2 estão ambas no sentido MNP.
geográfico.
e) i1 e i2 estão ambas no sentido MPN.

Física Página 35