Você está na página 1de 2

2010-2011

ÁREA DE PROJECTO 12
FASE 1 - DEFINIÇÃO

ACTIVIDADES, PLANEAMENTO E AVALIAÇÃO F1b


ESCOLA SECUNDÁRIA DE SANTA MARIA-SINTRA

FASE 1 - DEFINIÇÃO
• Brainstorming individual (F1a)
• Formação de grupos de trabalho. Actividades e planeamento (F1b)
• Brainstorming de grupo. Definição de temas. Formulação de problemas e questões. Título do trabalho. (F1c)
• Definição do tipo de produto final. Ficha de projecto. (F1d)
• Cronograma geral. (F1e)

FASE 2 - PLANIFICAÇÃO
• Calendarização e planificação detalhada de projecto (F2a)

FASE 3 - CONCRETIZAÇÃO
• Trabalho de pesquisa. Trabalho de campo
• Elaboração de uma antevisão/ visualização do produto final Maquete/Apresentação/ Simulação. Avaliado no mesmo
momento que o REL.A2.
• Elaboração do produto final

TAREFAS TRANSVERSAIS PARA AVALIAÇÃO


• Criação e manutenção de um blog de grupo (BLG)
• Elaboração de reflexões pessoais (RP)
• Elaboração de relatórios;
o Relatório descritor do projecto (REL.DP)
o Relatório de actividades do 1º e do 2º período (REL.A1 e REL.A2)
o Relatório final (REL.F)
• Apresentações;
o Apresentação do projecto à turma (APT)
o Apresentação do ponto da situação à turma (APST)
o Apresentação do produto final (APF)

NOMENCLATURA
BLG – Blogue de Grupo – É o local de arquivo de todos os elementos recolhidos e elaborados pelo grupo no decurso
do trabalho: fichas (F1a, F1b, F1c, F1d, F1e, F2a), relatórios (REL.DP, REL.A1, REL.A2, REL.F), elementos de
pesquisa, reflexões pessoais (RF) e outros documentos que sejam testemunhos do percurso de trabalho realizado pelo
grupo. Este blogue encontrar-se-á sempre disponível para consulta online. Deverá ser organizado segundo um conjunto
de regras específicas que serão oportunamente comunicadas.

RF – Reflexões pessoais – são peças elaboradas individualmente pelos alunos que deverão reflectir o percurso pessoal
ao longo do ano lectivo no que diz respeito ao trabalho elaborado, actividades e iniciativas. Estas reflexões pessoais
deverão constituir a manifestação de um juízo crítico referente à actuação de si próprio no desenrolar do trabalho.

REL.DP – Relatório Descritor do Projecto – A função deste relatório, tal como o nome indica, é a de descrever e
justificar o trabalho que o grupo pretende elaborar. Deverá começar na escolha do tema, referindo as razões e os
métodos que permitiram chegar a essa escolha. Deverá igualmente justificar a pertinência do tema, apontando as
questões que o grupo espera resolver ou esclarecer com a elaboração do trabalho. Por fim deverá descrever o tipo de
produto final pretendido e justificar essa opção, de entre as alternativas possíveis.

REL.A1 e REL.A2 – Relatório de Actividades (1º e 2º períodos) – Nestes dois relatórios, os grupos irão expor
detalhadamente e por ordem cronológica todas as acções e iniciativas empreendidas para a elaboração do trabalho, as
decisões tomadas, acompanhadas da respectiva fundamentação e avaliação. É importante que estes relatórios não
sejam uma mera enumeração de factos; devem elucidar o leitor quanto à linha de acção e às estratégias adoptadas
pelo grupo para levar a bom termo o seu trabalho. Estes relatórios deverão ter assim um carácter essencialmente
reflexivo quanto às estratégias adoptadas e quanto ao modo de funcionamento do grupo com vista ao seu
aperfeiçoamento posterior.

REL.F – Relatório Final – Deve conter uma análise e descrição de todo o percurso, bem como uma reflexão sobre os
resultados obtidos relativamente ao processo e ao produto final, bem como à apresentação do mesmo à comunidade
escolar.
AP12-2010-2011-F1b-Actividades Planeamento.doc – Prof. António Marques - Pág. 1/2
APT – Apresentação do Projecto à Turma – Nesta apresentação, o grupo explica o seu projecto, esclarecendo o que
pretende fazer, porque o pretende fazer e como o irá fazer. Irá também descrever, numa antevisão, o tipo de produto
final que pretende elaborar.

APST – Apresentação do Ponto da Situação à Turma – O grupo irá relatar os progressos relativos à elaboração do seu
trabalho, enumerando as tarefas executadas e as que ainda permanecem por executar. Irá também referir as
dificuldades sentidas e as alterações de estratégia que eventualmente tenham sido adoptadas face ao plano
inicialmente delineado.

APF – Apresentação do Produto Final – Neste momento-chave, o grupo irá apresentar o seu trabalho final à
comunidade escolar.

AVALIAÇÃO
De acordo com os critérios de avaliação designados para a Área de Projecto, a avaliação incide fundamentalmente em
duas vertentes distintas: O Processo e o Produto Final. O processo é valorizado em 70% e inclui três itens: o
funcionamento do grupo, os relatórios, portefólios e dossiers de grupo e as apresentações (comunicação) à comunidade
escolar. O quarto item consiste no produto final e é valorizado em 30%. Resumindo:

1-Funcionamento do Grupo (FG) 20%


2-Relatórios (REL.F, REL.A1* e REL.A2*, REL.DP), Blogue de Grupo (BG) 30% Processo (70%)
3-Comunicação (APT, APST, APF) 20%
4-Produto Final (PF) 30% Produto (30%)

CRITÉRIOS E DESENVOLVIMENTO CRONOLÓGICO DA AVALIAÇÃO

Relatórios
Funcionamento
1 2 Reflexões pessoais 3 Comunicação 4 Produto Final
do Grupo
Blogue de Grupo
Auto -5%
BLG -40%
1º Período FG Hetero -5% REL.A1* -30%
REL.DP -10%
Professor -10%
Auto -5%
2º Período FG Hetero -5% BLG -25% APST -20% REL.A2* -30%
Professor -10%
Auto -5%
BLG -10%
3ª Período FG Hetero -5% APF -20% PF -30%
REL.F -15%
Professor -10%

*Nos 1º e 2º períodos, entende-se por produto final a elaboração de um relatório que contenha pontos essenciais relativos à
planificação e/ou elaboração do produto final.

AP12-2010-2011-F1b-Actividades Planeamento.doc – Prof. António Marques – Pág. 2/2