Você está na página 1de 1

FURANDO MEU CÉREBRO

Sonhei que estava passeando por um lugar como um Shopping, mas não havia lojas de compras,
parecia mais com consultórios ou pequenos negócios... e alguns homens começaram a me perseguir,
eu corri por vários corredores, mas foi inútil. Quando me pegaram, imobilizaram meus braços e
minha cabeça e foram dizendo:
– É para seu próprio bem que vamos fazer isto.
E pasmem, estavam com uma espécie de furadeira de parede, tentando perfurar a parte posterior da
minha cabeça. E continuaram dizendo:
– Depois você vai se sentir melhor, não vai mais ter dor, nem ódio, nem amor, suas sensações
vão mudar, é para seu próprio bem!
Eu me debati inutilmente. Furaram, pensei que fosse doer, mas não, senti só uma leve pressão.
Assim que eles se foram, fiquei pensativa... agora que fizeram só me resta ver no que vai dar, talvez
seja melhor, sou muito emotiva, meu lado emocional sempre fala mais alto que o racional...
Mas para minha surpresa, me deparei mais à frente com um necessitado (não me recordo em que
aspecto), e olhando para ele, pude sentir e ficar feliz em notar que apesar das outras emoções terem
se acalmado dentro de mim, o amor pelos meus semelhantes continuava VIVO! Neste instante,
regozijei de satisfação ao ver que Eles não conseguiram o que queriam.