P. 1
Memento Furp

Memento Furp

|Views: 21.622|Likes:
Publicado porpandora682001

More info:

Categories:Types, Brochures
Published by: pandora682001 on Nov 24, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/21/2013

pdf

text

original

METRONIDAZOL

BENZOILMETRONIDAZOL

COMPOSIÇÃO BÁSICA

Cada comprimido contém:

Metronidazol.................................................................................250 mg

Cada 5 ml da suspensão oral a 4% contém:

Benzoilmetronidazol.....................................................................200 mg

(Contém corante amarelo de tartrazina, metilparabeno, propilparabeno)

AÇÕES

O metronidazol é um derivado nitroimidazólico com elevada atividade contra
protozoários e bactérias anaeróbias. Embora não se saiba com segurança seu meca-
nismo de ação, parece interferir na síntese de ácidos nucléicos de microrganismos
sensíveis.

FARMACOCINÉTICA

Após ingestão é muito bem absorvido, distribui-se pela maioria dos tecidos e
fluidos. É parcialmente conjugado no fígado. A meia-vida plasmática é de oito horas,
em média. O início de ação se dá em duas horas. A alimentação afeta a velocidade
de absorção sem reduzir a quantidade biodisponível.
Atravessa a placenta e aparece no leite materno.

INDICAÇÕES

Infecções por microrganismos sensíveis localizados no abdome (peritonites, abs-
cessos intra-abdominais), na pele e aparelho genital feminino (endometrites),
amebíase, tricomoníase, giardíase. Colite pseudomembranosa associada ao uso de
antibióticos.

Quando indicado em abscessos não elimina a eventual necessidade de interven-

ção cirúrgica.

Associado a outros fármacos, é indicado para tratar a infecção gástrica pelo

Helicobacter pylori.

Tem indicação profilática em algumas cirurgias abdominais e ginecológicas.

CONTRA-INDICAÇÕES

Hipersensibilidade ao metronidazol ou outros derivados nitroimidazólicos.
Primeiro trimestre de gravidez.

REAÇÕES ADVERSAS

As mais comuns são as digestivas como náuseas, anorexia, dor epigástrica, diar-
réia, boca seca e gosto metálico. Outras reações: exantemas, urticária e angioedema;

FUNDAÇÃO PARA O REMÉDIO POPULAR - FURP

147

raramente sonolência, cefaléia, tontura, ataxia, urinas escuras, anafilaxia e leucopenia
(neste caso quando o uso é intensivo ou prolongado)
Reações neurológicas podem ser graves e incluem neuropatias periféricas e con-
vulsões epileptiformes transitórias; são encontradas após uso prolongado ou tera-
pia intensiva.

PRECAUÇÕES

As doses devem ser reduzidas em pacientes com insuficiência hepática ou icterí-
cia. É perigoso o uso em pacientes com antecedentes de discrasia sangüínea ou de
epilepsia (risco de convulsão).
Monitorização clínica e laboratorial se o tratamento exceder dez dias.

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS

Deve ser evitado o uso concomitante de álcool em razão de efeito semelhante ao
dissulfiram. Metronidazol inibe o metabolismo dos seguintes fármacos, acentuando
seus efeitos: varfarina, dissulfiram (reações psicóticas foram descritas) e lítio
(toxicidade aumentada foi relatada).
O metronidazol inibe o metabolismo da fenitoína aumentando as concentrações
plasmáticas dela. O fenobarbital acelera o metabolismo do metronidazol pois reduz
sua concentração plasmática; a cimetidina, ao contrário, aumenta a concentração
do metronidazol.

INTERFERÊNCIAS EM EXAMES DE LABORATÓRIO

O fármaco pode interferir na determinação de alguns exames como transaminases,
desidrogenase láctica, triglicerídios e glicemia.

POSOLOGIA

Amebíase intestinal aguda

•750 mg, três vezes ao dia, durante 5 dias a 10 dias, nos adultos. Crianças de-
vem receber 35 mg/kg/dia a 50 mg/kg/dia, divididos em três doses, durante 10 dias.

Tricomoníase:

• Dose única de 2,0 g por via oral ou duas doses de 1,0 g no mesmo dia. Nos
casos refratários, usar 250 mg por via oral, três vezes ao dia, durante sete dias. Deve-
se tratar o parceiro assintomático: pode-se usar o esquema de 2,0 g em dose única
ou 250 mg, duas vezes ao dia, durante sete dias.
Crianças com mais de quatro semanas devem receber 15 mg/kg/dia a 30 mg/kg/
dia divididos em três doses, durante 7 dias a 10 dias.

Giardíase

•faz-se o tratamento por sete dias com as doses recomendadas para tricomoníase.

Infecções por anaeróbios

•7,5 mg/kg/dia, a cada 6 horas, com duração variável conforme curso clínico.
•para o combate ao H.pylori se indicam doses de 500 mg, cada 8 horas, durante

FUNDAÇÃO PARA O REMÉDIO POPULAR - FURP

148

duas semanas a três semanas. Na colite pseudomembranosa indica-se a dose de 20
mg/kg de peso corporal ao dia, dividida em duas tomadas, durante quatro semanas.

SUPERDOSES

A ingestão de doses excessivas pode provocar náuseas, vômitos, cefaléia, tontu-
ra, ataxia e neuropatia periférica. Não há antídoto. O tratamento é feito com medidas
sintomáticas e de apoio.

APRESENTAÇÃO

Caixa com 500 comprimidos:
•embalagem com 10 comprimidos de 250 mg.
Caixa com 50 frascos com 100 ml de suspensão oral a 4%.

FUNDAÇÃO PARA O REMÉDIO POPULAR - FURP

149

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->