Você está na página 1de 2
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL CURSO DE LICENCIATURA

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL CURSO DE LICENCIATURA EM INFORMÁTICA DISCIPLINA: MATEMÁTICA PARA COMPUTAÇÃO PROFESSOR: RAIMUNDO OSVALDO VIEIRA

Dedução no Cálculo Proposicional: Exemplos Extras

Exemplo 1

(Extraído de ALENCAR FILHO, Edgar de. Iniciação à Lógica Matemática. São Paulo: Nobel, 2002)

Demonstrar a validade do argumento , | .

1

(hipótese)

2

  • 3

(hipótese)

1 Propriedade distributiva

  • 4 3 Simplificação

  • 5 2, 4 Modus ponens

  • 6 5 Adição

Exemplo 2

(Adaptado de ALENCAR FILHO, Edgar de. Iniciação à Lógica Matemática. São Paulo: Nobel, 2002)

Demonstrar a validade do argumento “Se São Luís não fica no Maranhão, então Teresina não fica no Piauí. Mas Teresina fica no Piauí. Logo, São Luís fica no Maranhão”.

p: São fica no Maranhão. q: Teresina fica no Piauí.

Simbolicamente, temos: ¬ ¬ , | . A sequência de demonstração é a seguinte:

1

2

¬ ¬

(hipótese)

(hipótese)

  • 3 1 Reescrita da condicional

¬¬ ¬

  • 4 3 Dupla negação

¬

  • 5 ¬¬

2 Dupla negação

  • 6 4, 5 Silogismo disjuntivo

Exemplo 3

(Extraído de ALENCAR FILHO, Edgar de. Iniciação à Lógica Matemática. São Paulo: Nobel, 2002)

Demonstrar a validade do argumento , , ¬ |

1

2

3

¬

  • 4

(hipótese)

(hipótese)

(hipótese)

2 Reescrita da bicondicional

5

4 Simplificação

  • 6 1, 5 Silogismo hipotético

  • 7 ¬

3 Propriedade distributiva

  • 8 7 Simplificação

¬

  • 9 8 Propriedade comutativa

¬

  • 10 9 Reescrita da condicional

  • 11 6, 10 Silogismo hipotético

Exemplo 4

(Extraído de ALENCAR FILHO, Edgar de. Iniciação à Lógica Matemática. São Paulo: Nobel, 2002)

Demonstrar a validade do argumento , , |

1

(hipótese)

2

3

(hipótese)

(hipótese)

  • 4 2, 3 Silogismo hipotético

  • 5

1 Propriedade distributiva

6

5 Simplificação

  • 7 6 Propriedade comutativa

  • 8 7 Dupla negação

¬¬

  • 9 8 Reescrita da condicional

¬

  • 10 4, 9 Silogismo hipotético

¬

  • 11 10 Reescrita da condicional

¬¬

  • 12 11 Dupla negação

  • 13 12 Idempotência

Exemplo 5

(Extraído de ROSEN, Keneth H. Matemática Discreta e suas Aplicações. São Paulo: Mcgraw-Hill, 2009)

Mostre que ¬ ¬ e ¬ ¬ são logicamente equivalentes

¬ ¬ ¬ ¬ ¬ ¬ ¬¬ ¬ ¬ ¬

Aplicando lei de De Morgan Aplicando lei de De Morgan Aplicando dupla negação

¬ ¬ ¬ Propriedade distributiva

F ¬ ¬

¬

¬ ¬

Pois o valor lógico da expressão depende apenas do valor lógico de ¬ ¬ .