Você está na página 1de 1

Um microprocessador é um componente eletrônico, que devido às suas modernas

técnicas de fabricação, consegue efetuar com rapidez, várias funções e operações lógicas e
aritméticas, sob controle de um programa externo, que dita para a máquina a “sequência”
das funções e operandos a serem utilizados.
O microcontrolador possui internamente vários circuitos eletrônicos que o
microprocessador precisa usar externamente para ser funcional, tais como: memória de
programa, memória de dados, portas de entrada e saída de sinais (portas de I/O,
Imput/Output), circuito de reset, circuito oscilador, contador/temporizador, portas lógicas para
selecionar endereços, circuito de comunicação serial e paralela, conversor A/D, etc.
Muitos microcontroladores são conhecidos pelos desenvolvedores de projetos no Brasil.
O PIC pode ser visto externamente como um circuito integrado TTL ou CMOS normal, mas
internamente dispõe de todos os dispositivos típicos de um sistema microprocessado, ou seja:
o Um CPU (cuja finalidade é interpretar as instruções de programa),
o Memória de programa Flash EPROM (2048ords) (que possibilita a gravação de 1000
vezes sem a necessidade de apagamento com ultravioleta.
o Memória RAM (utilizada para memorizar as variáveis utilizadas pelo programa.
o Uma série de linhas I/O para controlar dispositivos externos ou receber pulsos de
sensores, chaves, etc.

Esse - http://www.scribd.com/doc/20282565/Apostila-Microcontrolador-PIC-16F628

Outro - http://pt.wikipedia.org/wiki/PIC16F877