Você está na página 1de 1

Vaga Luna, Che Inargenti (Vincenzo Bellini

)
Vaga luna, che inargenti
queste rive e questi fiori
ed inspiri agli elementi
il linguaggio dell'amor;
testimonio or sei tu sola
del mio fervido desir,
ed a lei che m'innamora
conta i palpiti e i sospir.
Dille pur che lontananza
il mio duol non può lenir,
che se nutro una speranza,
ella è sol nell'avvenir.
Dille pur che giorno e sera
conto l'ore del dolor,
che una speme lusinghiera
mi conforta nell'amor.

VAGO Lua, que pratear estas margens e as flores e social elementos para a linguagem do amor; testemunho ou seis
que por si só , o meu fervente desir, e para o senhor que as contagens dos Palpiti METROS DE queda d'água no amor,
e a. dizer ela que embora distância o meu duol lenir não pode, que embora EU espero, ela é RECOLETOS em avvenir.
dizer ela que dia e noite enquanto as horas sobre a (em conta, que um não os seus tranquiliza me em o amor.

Vaga lua, que a prata
estas praias e estas flores
e respirar os elementos
A linguagem do amor;
testemunha ou o que você está sozinho
meu desejo ardente,
e para ela que eu amo
contagem de batimentos cardíacos e suspiros.
Diga-lhe que a distância
minha dor não pode Lenir,
Que se eu acalentar uma esperança,
É só para.
Diga a ela que dia e noite
conta as horas de tristeza,
Que a esperança lisonjeira
Eu tomo o conforto no amor.