P. 1
projeto de Pavimentação Ecológica

projeto de Pavimentação Ecológica

4.0

|Views: 3.133|Likes:
Publicado porProjeto Mais Verde
Um estabilizante de solo que não aride o meio ambiente e não impermeabiliza totalmente o solo, capaz de substituir as jazidas utilizadas na subbase pela pavimentação convencional.
Uma pavimentação ideal para manter as características e o charme das estradas vicinais, só que sem poeira e sem lama e buracos. Sem dúvida, pode ser muito interessante para Parelheiros e Região.
Um estabilizante de solo que não aride o meio ambiente e não impermeabiliza totalmente o solo, capaz de substituir as jazidas utilizadas na subbase pela pavimentação convencional.
Uma pavimentação ideal para manter as características e o charme das estradas vicinais, só que sem poeira e sem lama e buracos. Sem dúvida, pode ser muito interessante para Parelheiros e Região.

More info:

Categories:Types, Brochures
Published by: Projeto Mais Verde on Aug 03, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF or read online from Scribd
See more
See less

06/04/2013

Reflorestando o Parque Terceiro Lago.

Verde

Projeto

PAVIMENTAÇÃO ECOLÓGICA
O Parque Terceiro Lago fica às margens da represa Guarapiranga em São Paulo. Estamos tentando, através de educação ambiental e ações conjuntas com a comunidade, fazer com que o crescimento das contruções (atuamente 50% dos terrenos disponíveis) cause o menor impacto possível. Para isso, temos nos esforçado em reflorestar com espécies nativas os 120.000 m2 (áreas verdes / orla) que atualmente se encontram desmatados ou em processo de degradação, além de estimular calçadas verdes e o plantio de árvores apropriadas em calçadas, ruas e praças. Por se tratar de uma área de manancial, temos grande preocupação em manter/resgatar os recursos hídricos existentes além de garantir a qualidade da água que bebemos em nossos poços. Por causa desse nosso interesse em não impermeabilizar o solo foi que nos fez pesquisar a respeito e nos indicaram o projeto BIOVALETA que embora não conheça, acredito que se trate de uma maneira ecológica de se resolver os graves problemas de assoreamento encontrados por todos nós moradores. Na foto ao lado, vemos a extensão do bairro, com as áreas verdes e os 1.500 m de extensão da orla.

AV 01 - 30.000 m2

AV 02 - 20.000 m2

Arpectos Geográficos

A foto ao lado mostra a situação geográfica do Bairro. A Elipse mostra onde ocorre o ponto mais alto. As setas mostram o fluxo das águas em dias de chuva. Em algumas ruas as diferenças entre as partes mais altas e a mais baixa formam um angulo tão acentuado que provocam verdadeiras crateras. Ruas se transformam em rios e vão levando tudo pela frente. Em alguns pontos, a água é tão intensa na área verde que tornou o solo sem nutrientes e impermeável, deixando totalmente impróprio para o plantio. Se não conseguirmos conter a vossoroca / assoreamento, não poderemos iniciar nessa área o preparo de solo para o plantio das espécies nativas. Conversando com moradores, vemos que cada um toma decisões que acham convenientes. Na maioria dos casos, o problema é passado para o vizinho de baixo, se intensificando a medida que alcança maior velocidade. Algumas ruas estão totalmente intrafegáveis ora por causa das crateras, ora por causa da lama que se forma por dias. Há algumas nascentes espalhadas pelo bairro, e outros terrenos brejosos, que mantem um fluxo de água continuamente, mesmo tendo cessado as chuvas.

Situação atual da rua: Vossorocas, assoreamentos, buracos, intrafegabilidade, erosões, água acumulada por dias, acúmulo de entulhos. Primeira ação: Establizar o solo. Com o estabilizante “baba de cupim” esperamos obter um pavimento que resista as fortes correntezas formada pelo excesso de águas das chuvas. Com o pavimento a água será forçada a correr pelas laterais.

Segunda ação: Calçadas verdes. A absorção da água se dará com as calçadas verdes, com cobertura vegetal capaz de conter a erosão e deixar o solo permeável ao mesmo tembo, além é claro, de manter uma estética agradável. Terceira ação: Plantio de árvores. Uma árvore adulta pode absorver até 250 litros de água por dia. E dela também a função de reduzir a velocidade da água conter a terra, além de sua contribuição na Finalizando Esperamos que com o estabilizante cumprindo sua função, consigamos através da vegetação das calçadas verdes conter o excesso de água e as erosões. Se necessário, implantaremos jardins de

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->