Você está na página 1de 2

A Melhor Caminhada

Uma vez alguém me disse que amor era tudo e que deveria ser o único motivo para
alguém se casar. O tempo passou desde então e descobri que há muito mais a se considerar do
que sentimentos e que, no fundo, amor é mais, bem mais que um sentimento.

A Palavra de Deus nos adverte: “Andarão dois juntos se não estiverem de acordo?”
(Amós 3:3). Só considerando esse texto já temos muitas informações.

Andar... Viver é uma caminhada, uma boa caminhada, por sinal. Ao caminharmos
sozinhos, com passos calmos, observamos todas as coisas à nossa volta com olhar crítico e
muita meditação. Extraímos valores e apreciamos méritos e deméritos de tudo o que vemos. É
revigorante, claro, mas o melhor será poder encontrar alguém para contar com todos os
detalhes o que vimos pelo caminho. Esse compartilhar será tão prazeroso quanto o
entusiasmo com que meu interlocutor recebe o meu relato. Seu entusiasmo se traduz por
expressão do rosto! Vejo brilho em seus olhos, desejo de experimentar o que eu experimentei e
passar por onde passei. E por que não? Naturalmente, se você está impactado agora, quando
chegar a ver o que eu vi, será muito melhor. Venha comigo, digo, e vou mostrar a você tudo o
que vi e muito mais, muito além do você imaginou até agora.

Fazemos planos para a caminhada, marcamos o dia, combinamos o traje, o encontro,


os recursos, talvez um lanchinho e água para o caminho, tantas coisas que nem nos demos
conta de que, afinal, não era um percurso tão longo assim, mas quem se importa. É que
caminhar acompanhado tem outro sabor. Toda a beleza do caminho ganha nova roupagem,
porque tudo fica mesmo mais belo. Já não será a minha impressão, mas a nossa. Lindo esse
lugar! Mas acho mesmo que seria lindo qualquer lugar. Quero andar mais devagar e ouvir o
que você tem pra dizer. Quero dizer pra você o que eu penso de tudo o que vejo. Realmente já
não importa se o caminho é longo ou curto, só sei que quero continuar caminhando com você.
Mas e o alimento? O mantimento e a água? Talvez achemos frutas pelo caminho e águas de
fontes e então beberemos: meu caminho é seu caminho, minha água é sua água, minhas frutas
são suas.

Note que amor, como sentimento apenas, parece ter menos significado. No caminho
ele ganha cor e força de renúncia e de oferta de si, de atitude e de postura. O primeiro
momento, o momento dos planos não previu tudo, mas o tempo de caminhada nos fez ajustar
os detalhes e sedimentar o relacionamento, construí-lo de fato. Passamos a pensar de forma
mais parecida, quase igual. O caminho de prazer às vezes lembra um grande desafio, mas se
pensamos o mesmo, se estamos de acordo, ele é tão belo como no princípio.

Muitos textos bíblicos falam de relacionamento entre marido e mulher, mas esse
basta. Poderíamos dizer que o que Deus uniu, não separe o homem, mas quem falou em
separar? Tem sido bom até agora e será cada vez melhor. Prefiro pensar que o casamento é
uma caminhada (muito boa por sinal) onde não sabemos muito bem sobre o final, mas é certo
que chegaremos lá assim como começamos a caminhar. Talvez seja por esse motivo que Jesus
chama a Igreja de Noiva, porque anseia caminhar com ela para sempre.

Ah! Há algo muito importante a considerar, principalmente para os que são casados.
Jesus Cristo é o Caminho! Esse caminho é de luz, de frutos e de muitas águas. Leve seu cônjuge
para passear, porque ele precisa conhecer as delícias que esse caminho tem. E você faria
qualquer coisa para dar o melhor ao seu companheiro de caminhada, não é verdade?

Valmir Vale

São José dos Campos, 19 de maio de 2008.

Você também pode gostar