Você está na página 1de 2
NaPratica Parasuportar . _. Onegocio Seguros Unimed troca data center proprio por terceirizado e colhe beneficios como provisionamento, | backupecontingéncia Guardar informacdes dentro ou fora da empresa? Onde rodar os sistemas? Este dilema é vivido por muitos CIOs, sobretudo, agora, como debate acerca de computacao em nuvem cada vez mais intenso nos departamentos de tec- nologia, Na Seguros Unimed, a conversa em torno do assunto ganhou forca ha dois anos quando a companhia identificou a necessidade de mais espaco no data center (DC) aoe Com aelnadg com outras empresas do grup , algo impossfvel pela limitacdo de espaco fisico. Havia duas possibilidades: | construir um DC independente em outro local ou terceirizar. Por toda andlise feita - inclusive de custos - a segunda opcao venceu. ODE proprio, localizado na regiao da ‘Avenida Paulista, em Sao Paulo, era com- partilhado pela Seguros Unimed, Uni- med Brasil e Central Nacional, ocupando um andar do prédio. O crescimento da empresa, entretanto, passou a enfrentar as barreiras fisicas do local, que impe- diam a expansio. “De qualquer forma, cexpandir ¢ complicado quando temos trés empresas diferentes. Nossas normas fo diferenciacias, por conta da Susep, nna parte de redundancia e contingencia. Nao havia como dividir o investimento em trés e precisévamos cle mais espaco”, lembra Marcela Lucchesi Atanha, supe- rintendente de TI da empresa A executiva conta que eles chegaram a avaliara construcio de outro data center, masa terceirizagio ganhou por di sos motivos que voos verd na sequencia ‘Marcela afirma que o processo de mux danca comecox em abril de 2008, quancio ficou decidido que eles deixariam oespaco proprio econtratariam um provedor. No fim de juno, chamaram oito empresas do amo, apresentarama situagdo ea neces- sidade que tinham. Apés algumas etapes, ficaram ts finalistas: HP, IBM e ivi. “Em outubro escolhemos a Tivit: Odi ferencial foi a adaptacSo ao que precisiva- sos, Ficames cam trés final diam igualmente na parte téenica, que ‘mais defini foi flexibilidade em atender 9s nossos processos.” Outro desafiona istas que aten- operacio além da migracto eescolha de ‘um parceiro correto, era deixar o espaco da Talento besiGrasi | Novembrodezo10 ‘melhor forma possivel porque ele continuou servindo as outras duas companhias. Além disso, 0 fator [pessoa pesou, jé que os téenicos precisaram ser convencicos a conitibuir com a operagto mesmo sabenco que nao trabalhariam no rojeto apés a migracao completa Ea Seguros Unimed respondia por 60% do DC. ‘ADEUS PENDENCIAS A operagio de mudanga ocor- ‘eu em um més e meio, havia sido acorddado com as outras empresas que Seguros Unimed deixaria ‘espaco em dezembro de 2009 Tudo acontoceu sob a pressio de no poder parar a operacao, uma vvez que, neste caso, 08 prejuizos seriam altos. “Isso gerou insegu- ranga ¢ 0 provedor escolhido nos passou a garantia necessaria com algo personalizado” Ocontrato, com duracio de cinco anos, foi fechado em R§ 233 milhdes, mais ou menos RS 14 mi- ThOes por més, Nesse pacote, além do DC em si, esta todo o suporte técnico ea possibilidade de provi- sionamento de mais espaco/pro- cessamento no regime de contra tacdo por servigo, Realidade que Marcela nem de longe conseguia vistumbrar na estrutura anterior quando, na necessidade de mais ‘mem@ria ou processamento, era preciso fazer uma requisicao de compra de hardware, ou seja, ela consegue otimizar os custos. “Bu nao tinha continggncia, se ‘uma maquina dava problema, tinha gue esperar consertar e agora tenho; a indisponibilidade ¢ muito peque- na, Antes nao tina o que fazer, hoje conto até com backup no Rio’, descreve. Além disso, ela enaltece a beragdo da necessidade de com- pra de hardware que muitas vezes ficava sem fumneo apés pico de uso, © trabalho com melhores priticas € © fato de ter dado adeus a problemas ‘com auditoria ~ na estrutura anterior sempre ficavam apontamentos da Area de TL “Teno 26 escritérios e antes o help desk era na maitiz, hoje, tenho profissionais nos 26 locais para atendimento, sem contar re- dundancia e atualizagao constante.” Marcela resume todo 0 proceso como algo suicida, por ter envol- vido, além do provedor de DC, mudancas na telefonia, “Passamos tudo para IP no mesmo proceso", lembra, “Viramos o data center em ‘ondas por final de semana, de dois em dois sistemas. Surgiram alguns problemas de uma ou outra apli- cagao que ficou mais lenta, jé quea carga total era 86 em dia til, mas nada ficou indisponivel”—™ EM FOCO eee a cee te ee) preteen Co te pee eerie tee ne) erento