Você está na página 1de 3

TEMA: A IMPORTÂNCIA DOS RELACIONAMENTOS

APRESENTAÇÃO: Priscila Moschen - Psicóloga

Como a Psicologia entende os relacionamentos?

Os relacionamentos sejam em que esfera for (família, escola, trabalho, igreja,


bairro) são muito importantes para o ser humano. O homem é incapaz de viver só, tanto
que é o único ser vivo que ao nascer depende totalmente do outro para sobreviver. Um
bebê quando nasce precisa de alguém que lhe pegue no colo, que lhe dê comida e que
atenda suas necessidades, sem isso ele morre. Diferente de todo o reino animal que
muitos filhotes nascem e sobrevivem sozinhos.

Abraham Maslow – um Psicólogo desenvolveu uma teoria de Motivação do


homem, e criou uma pirâmide de necessidades.

Dentro dessas necessidades os relacionamentos ocupam a terceira posição. O


homem precisa primeiro respirar, comer, beber, dormir para não morrer. Em segundo
lugar ele precisa de segurança, um lugar para morar, saúde, e um emprego. Em seguida
ele necessita de relações sócias, família, amizade, igreja, faze parte de um grupo. E só
depois disso ele se preocupa em conquistas, status, reconhecimento e respeito dos
outros. Por último realização pessoal – casa dos sonhos, carro dos sonhos, solução de
problemas.
Só que se pensarmos bem, o homem precisa lá na base da pirâmide de
relacionamento para sobreviver – os pais são fundamentais.
Nos dias de hoje como estão os relacionamentos?

Infelizmente pode-se dizer que os relacionamentos no mundo estão doentes, pois


se perdeu a essência de compartilhar, de ajudar, de se dedicar as pessoas. As pessoas
estão cada vez mais individualistas e isso acaba gerando uma série de problemas e
conflitos.
Esse novo jeito de viver individualmente é muito incentivado pela própria
tecnologia. Não que a tecnologia seja ruim, ela é muito boa e necessária. Mas a maneira
com que ela está á frente dos relacionamentos faz com que as pessoas deixem de ter o
contato pessoal. Ex: quando eu tinha um trabalho de escola em grupo, nós nos
reuníamos na biblioteca da escola, hoje, se pesquisa na internet e se monta o trabalho
por e-mail com os colegas. Quando tem alguém de aniversário, se manda uma
mensagem por celular ao invés de ir fazer um visita e dar um abraço, Msn, Orkut,
Facebook as pessoas tem milhões de amigos, mas quantos são amigos de verdade,
quantos são íntimos, quantos a gente conhece a família? Os adolescentes não saem mais
para ir dar uma volta, jogar um futebol, ficam trancados em seus quartos na frente de
um computador sozinhos. E isso é muito ruim, então precisamos cada vez mais buscar
novos relacionamentos.

O primeiro vínculo de relacionamento que temos é com Deus e com nossos pais.
A mãe quando estava grávida já pedia a Deus que protegesse o seu bebê. E a criança no
útero já sentia isso. Deus na sua Palavra diz: Não é bom que o homem viva só. Ele quer
que nos relacionemos uns com os outros, e com certeza com Ele também, pois para
sermos abençoados precisamos ser íntimos Dele.

Como um relacionamento beneficia uma pessoa?

De muitas formas, vamos pensar que alguém esteja com problemas na família....
como é bom saber que tem um ombro amigo para chorar e desabafar, um amigo que
apóia, que entende. Amigo de verdade que te ama pelo o que você é e não pelo o que
tem a oferecer.
Na igreja, manter relacionamentos eu considero muito mais importante que
qualquer outro lugar. Pois vão ser os líderes, os discipuladores ou até outros irmão que
poderão ajudar as pessoas sem qualquer julgamento, apenas com a verdade e com o
amor de Deus. Mas para isso precisamos fazer parte dessa grande família que é a igreja.
E não só para quando se tem problemas, mas compartilhar também as alegrias e
vitórias. Eu creio que Deus permite que possamos estar próximas de algumas pessoas
por algum propósito. Eu por exemplo cheguei na igreja a poucos dias, creio que isso
tem um propósito. Estou aqui para ajudar alguém e para ser ajudada também por
alguém.

PERGUNTA AO GRUPO: E VOCÊS TODOS SE CONHECEM, TODOS SE


RELACIONAM? OU SÓ SUPERFICIALMENTE, SÓ SABEM O NOME UNS DOS
OUTROS?

Vamos fazer uma dinâmica para saber o grau de relacionamento que o grupo tem
um com os outros. (Em duplas e sem conversar eles respondem o teste, depois o outro
corrige, só não pode ser irmãos e nem namorados as duplas)
EU ME RELACIONO COM .....
RESPOSTA CORREÇÃO
1- Qual a idade dele?
2- Que dia faz aniversário?
3- Qual bairro ele mora?
4- Onde trabalha ou estuda?
5- O que ele gosta de comer?
6- Qual sua cor favorita?
7- O que ele gosta de fazer no tempo
livre?
8- Qual o sobrenome dele?
9- Ele tem irmãos ou irmãs, quantos?
10- Hoje você já perguntou como foi a
semana dele?

TOTAL DE ACERTOS:

Muitas vezes encontramos todo Domingo um irmão na igreja e não sabemos se


ele está bem, se está precisando de algum apoio. Isso porque não nos aproximamos e às
vezes até não deixamos que eles se aproximassem da gente. Não espere que alguém
convide você para ser amigo, vá e ofereça a sua amizade a ele. Ofereça ajuda, convide
para um passeio, para um reunião.....

Pergunta para o grupo :

Que tipos de relacionamento eu preciso iniciar ou fortalecer?

E que tipo de relacionamento eu preciso romper?

Eu costumo falar para meus pacientes, que eles devem avaliar as relações. Um
relacionamento deve sempre somar para pessoa e não diminui - lá. Ele deve trazer
coisas boas e não sugar energia em coisas negativas.

Por isso é importante pensar em como está minhas amizades fora daqui? Tem
me trazido coisas boas? A Palavra diz: As más companhias corrompem os bons
costumes. Então pense: - seus amigos fora da igreja, andam com quem além de você?

Outra coisa importantíssima quando pensamos nos relacionamentos fora de


igreja é: Eu tenho feita a diferença onde eu estou (escola, vizinhos, trabalho)? As
pessoas notam que sou diferente? Ou sou um cristão igual as pessoas do mundo?
Precisamos fazer a diferença!!!