P. 1
Pregação - Bem Aventurados os que não vêem mas crêem – Jo 20_19-31

Pregação - Bem Aventurados os que não vêem mas crêem – Jo 20_19-31

|Views: 6.827|Likes:
Publicado porDaniel Deusdete
Mais? visite: http://www.JAMAISDESISTA.com.br. Jesus advertiu Tomé pela sua opção pela incredulidade. A incredulidade não deve ser, nunca, a regra geral quando a temática se referir ao Senhor Jesus Cristo.
Mais? visite: http://www.JAMAISDESISTA.com.br. Jesus advertiu Tomé pela sua opção pela incredulidade. A incredulidade não deve ser, nunca, a regra geral quando a temática se referir ao Senhor Jesus Cristo.

More info:

Published by: Daniel Deusdete on Dec 07, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/12/2014

pdf

text

original

http://www.jamaisdesista.com.

br
“...eis que estou convosco todos os dias... “ (Mt 28:20)

"... esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo ..." (Fp 3:13,14).

PREGAÇÃO NO GECOR DA UnC Local: UNIVERSIDADE DOS CORREIOS Líder: Ariston TEMA: Bem Aventurados os que não vêem mas crêem – Jo 20_19-31 Agradecimentos e saudações. Hoje, pela graça de Deus, estaremos refletindo na Palavra de Deus que se encontra em Leitura bíblica, apresentação do tema e oração
LB: Jo 20: 19-31 19. Ao cair da tarde daquele dia, o primeiro da semana, trancadas as portas da casa onde estavam os discípulos com medo dos judeus, veio Jesus, pôs-se no meio e disse-lhes: Paz seja convosco! 20. E, dizendo isto, lhes mostrou as mãos e o lado. Alegraram-se, portanto, os discípulos ao verem o Senhor. 21. Disse-lhes, pois, Jesus outra vez: Paz seja convosco! Assim como o Pai me enviou, eu também vos envio. 22. E, havendo dito isto, soprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo. 23. Se de alguns perdoardes os pecados, são-lhes perdoados; se lhos retiverdes, são retidos. 24. Ora, Tomé, um dos doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus. 25. Disseram-lhe, então, os outros discípulos: Vimos o Senhor. Mas ele respondeu: Se eu não vir nas suas mãos o sinal dos cravos, e ali não puser o dedo, e não puser a mão no seu lado, de modo algum acreditarei. 26. Passados oito dias, estavam outra vez ali reunidos os seus discípulos, e Tomé, com eles. Estando as portas trancadas, veio Jesus, pôs-se no meio e disse-lhes: Paz seja convosco! 27. E logo disse a Tomé: Põe aqui o dedo e vê as minhas mãos; chega também a mão e põe-na no meu lado; não sejas incrédulo, mas crente. 28. Respondeu-lhe Tomé: Senhor meu e Deus meu! 29. Disse-lhe Jesus: Porque me viste, creste? Bem-aventurados os que não viram e creram. 30. Na verdade, fez Jesus diante dos discípulos muitos outros sinais que não estão escritos neste livro. 31. Estes, porém, foram registrados para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome. Oração. Tudo aconteceu ao cair da tarde daquele mesmo dia, ou seja, no próprio domingo que Jesus ressuscitou pela manhã. Vamos, no entanto, traçar um panorama da situação em que se encontravam os discípulos que ali estavam reunidos, naquela tarde, diz a palavra de Deus de portas fechadas ou melhor trancadas devido ao medo que estavam dos judeus. Durante tanto tempo, três anos e meio, Jesus andou com eles e eles puderam ver e testemunhar que estavam diante de alguém muito especial que curava, realizava milagres, dominava a natureza,
Autor: Crerparaver@gmail.com (não se esqueça de citar as fontes) Visite: http://www.jamaisdesista.com.br (JAMAIS DESISTA!) http://www.scribd.com/crerparaver (SCRIBD)

1/8

http://www.jamaisdesista.com.br
“...eis que estou convosco todos os dias... “ (Mt 28:20)

"... esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo ..." (Fp 3:13,14).

andava por cima das águas, expulsava demônios, ressuscitava mortos, falava com autoridade, com profundidade, com amor. De repente aquele em que eles confiavam tinha passado por aquela grande humilhação, sendo preso, chicoteado, obrigado a carregar uma enorme cruz e finalmente crucificado ao lado de dois sabidos e conhecidos marginais da sociedade daquela época. Eu creio que em todo tempo eles nutriam a esperança que num instante Jesus desse um brado e exercesse autoridade e poder diante de seus algozes, se libertasse e proclamasse seu reino, mas não, nada acontecia, pelo cotrário, ele estava morrendo. Que cena triste e terrível de ser contemplada. Ele morreu! Morto? Jesus está morto? Aquilo devia ser muito difícil de ser aceito. Como pode? Não era ele o Messias? Não curou a tantos porque não curou a si mesmo? Por que não desceu da cruz para que nele crêssemos? Tudo tinha acontecido naquela “fatídica” sexta-feira. Na madrugada foi traído por Judas, um dos discípulos, e naquela mesma sexta-feira, lá estava seu corpo inerte e sem vida! A festa estava acontecendo no inferno! Jesus foi obediente até a morte! Ele poderia ter feito tanta coisa, mas não fez nadinha... aceitou o governo do Pai sobre a sua vida. “5. De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, 6. Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, 7. Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; 8. E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz” (Fp 2:5-8). Acho que aqui cabe uma pergunta para reflexão: ATÉ QUE PONTO SOMOS SEGUIDORES DE JESUS? ATÉ A CRUZ OU INCLUSIVE NA CRUZ? Jesus confiava piamente no Pai e isso nos ensinou para também aprendermos a confiar no Senhor. É de se admirar a confiança de Jesus em seu Pai. Que relação de confiança impressionante. Jesus escolheu a obediência! Ele poderia ter seguido seus próprios caminhos... poderia ter optado por lutar e certamente sairia vencedor; poderia ter optado por revolucionar e seria o maior revolucionário; poderia ter optado por criar um império e ele até hoje estaria reinando. No entanto, aceitou o governo de seu Pai. Jesus no episódio do Jardim do Gtsêmani – Mc 14:36 - lutou com Deus em oração para não fazer a sua vontade, mas a vontade de seu Pai. “O Senhor nos prova, mas nos aprova! Passar pelo aperto pela prensa de azeite do Senhor pode doer e machucar um pouco, mas dela ele tira azeite precioso que é o símbolo da presença de Deus no Espírito Santo. Jesus estava ali naquele jardim em agonia de morte. Não por causa de seus pecados, pois não tinha nenhum, mas por causa dos meus pecados, por causa dos pecados de todos nós. Aquilo doeu, angustiou, machucou seu coração. Era mesmo insuportável.

Autor: Crerparaver@gmail.com (não se esqueça de citar as fontes) Visite: http://www.jamaisdesista.com.br (JAMAIS DESISTA!) http://www.scribd.com/crerparaver (SCRIBD)

2/8

http://www.jamaisdesista.com.br
“...eis que estou convosco todos os dias... “ (Mt 28:20)

"... esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo ..." (Fp 3:13,14).

A dor da angústia era tão forte que de seus poros sairam gotas de sangue, fenômeno este conhecido como hematidrose, registrado por um médico, evangelista, Lucas, no capítulo 22:39-45.”1 há porventura algo que não seja possível para Deus “Pai, todas as coisas te são possíveis realizar? “Haveria coisa alguma difícil ao SENHOR?” (Gn 18:14); “E Jesus, olhando para eles, disselhes: Aos homens é isso impossível, mas a Deus tudo é possível.” (Mt 19:26). Quando você ora a Deus, você tem a consciência, o conhecimento de que para Deus todas as coisas são possíveis ou você já ora com uma expectativa de derrota? Porque está registrado pelo Espírito Santo de que Deus pode realizar todas as coisas? Ora, não foi para Deus que Deus está falando, mas para nós! A palavra está registrada para nós! Quando Jesus orou, ele orou cônscio de que o Pai lhe atenderia! este era o seu desejo, a sua vontade, o que queria Jesus. Se não Afasta de mim este cálice fosse assim, ele teria dito. Jesus, o filho de Deus, tenho certeza, orava com a convicção de que seria atendido. Ao orar ao seu Pai, a certeza era da resposta positiva. Eu creio que se ele tivesse insistido, seu Pai o teria atendido: “afasta de mim este cálice!” E você, quando ora a Deus, você sabe a quem você está orando e que ele irá responder a sua oração? Há algo errado em querermos as coisas? Não é o próprio Senhor que coloca em nós tanto o querer quanto o realizar? Jesus, sim, sabia o que queria e o que não queria, mas, nós, Não seja porém o que eu quero nem sabemos o que queremos, por isso que o Espírito Santo permitiu o registro de que ele nos ajuda em nossas fraquezas, pois não sabemos orar como convém e o Espírito Santo nos ajuda com gemidos inexprimíveis. É o próprio Deus, falando com Deus a nosso respeito. Já entramos em oração com Deus sabendo o que vamos pedir e, melhor, que nem sabemos pedir. aceitar a vontade de Deus era e sempre foi o objetivo do Filho de Deus, Mas o que tu queres isso porque confiava em seu Pai e porque nos deixou o exemplo para seguirmos. O Filho conhecia o Pai e sabia o que ele queria e que o seu querer era a sua melhor escolha. Nós somente teremos a ganhar escolhendo a vontade de Deus. Cumprir a vontade de Deus é um grande desafio! Você que já conhece a vontade de Deus, você gostaria de cumpri-la? É o Deus da paz quem irá nos aperfeiçoar para cumprimos a sua vontade!”2 Diz a palavra de Deus que ele insistiu e orou por três vezes a mesma oração. Deve ter sido uma luta das mais terríveis... Você confia em Deus? Recapitulando o que já vimos até agora... • • • • • • • • Era segunda-feira. Jesus havia morrido na sexta-feira da semana retrasada! Jesus Era obediente. Jesus tinha dado fortes exemplos de que confiava piamente no Pai. Jesus tinha operava muitos milagres, prodígios, sinais e curas. Todos estavam reunidos com medo dos Judeus e estavam de portas trancadas As mulheres e os discípúlos a quel Jesus tinha aparecido da primeira vez estavam contando e espalhando as boas novas sobre a ressurreição de Jesus Cristo. Algumas diziam que o tinham visto. Alguns acreditavam e outros não. Jesus mesmo já havia aparecido a alguns discípulos quando a porta estava fechada. Tomé não estava entre eles.

1 2

http://www.scribd.com/doc/34191545/Pregacao-O-que-eu-quero-O-que-Deus-quer-Mc-14-36 http://www.scribd.com/doc/34191545/Pregacao-O-que-eu-quero-O-que-Deus-quer-Mc-14-36

Autor: Crerparaver@gmail.com (não se esqueça de citar as fontes) Visite: http://www.jamaisdesista.com.br (JAMAIS DESISTA!) http://www.scribd.com/crerparaver (SCRIBD)

3/8

http://www.jamaisdesista.com.br
“...eis que estou convosco todos os dias... “ (Mt 28:20)

"... esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo ..." (Fp 3:13,14).

Tomé era aquele discípulo que queria ver com seus próprios olhos e desafiou naquela tarde de domingo: "Se eu não vir nas suas mãos o sinal dos cravos, e ali não puser o dedo, e não puser a mão no seu lado, de modo algum acreditarei."

Oito dias se passaram, era portanto uma segunda-feira e novamente estavam reunidos e agora Tomé com eles. Novamente estando as portas trancadas. novamente surge no meio deles, do nada, o Senhor Jesus Cristo! O Senhor Jesus Cristo que ressuscitara dos mortos e agora estava dando instruções especiais aos seus discípulos. Quando Jesus chega no ambiente a paz lhe acompanha e o que ele diz antes de tudo? PAZ SEJA CONVOSCO! Esta não é qualquer paz mas a paz do Senhor, é o Shalom.

ָ "Shalom (em hebraico ‫ ,שׁלוֹם‬geralmente traduzido como paz) significa paz entre duas entidades (geralmente duas nações) ou a paz interior de um indíviduo. Também é utilizada como cumprimento dentro da comunidade judaica à semelhança do salaam árabe. A palavra shalom deriva da raiz shinlamedh-mem (‫ ,)ש.ל.ם‬que nas línguas semíticas aparece com o sentido de ser completo, ser cheio ou ser pleno, aparecendo em diversos textos com o sentido de paz, salvação e prosperidade de indivíduos e nações. É também toda sorte de bens materiais, espirituais e psíquicos que o Messias trará, ou seja, a salvação que Jesus nos trouxe. Dentro da língua hebraica, a palavra Shalom é ‫ֲל כ‬ ָ utilizada em diversas expressões: Shalom aleikhem (‫ ;שׁלוֹם ע ֵי ֶם‬literalmente "a paz sobre vós"), é a expressão completa do uso de Shalom quando cumprimento, e é cognato ao árabe Assalamu Aleikum.A resposta à esta expressão é Aleikhem Shalom. Shabbat shalom (‫ )שׁ ָת שׁלוֹם‬cumprimento ָ ‫ַבּ‬ comum usado no Shabat, sendo muito utilizado em comunidades Mizrahi, Sefaradi e em Israel. Algumas comunidades asquenazi usam o termo iídiche Gut shabbes. Alav hashalom (‫;ע ָיו ַשּׁלוֹם‬ ָ ‫ַל ה‬ literalmente "sobre ele a paz ") é uma expressão usada em algumas comunidades judaicas após mencionar o nome de uma pessoa respeitável, equivalente ao árabe alayhi is-salaam)." Fonte: wikipedia.
Esta saudação inicial de Jesus deve ter abalado toda aquela casa tirando aquela ansiedade e medo que os dominavam para lhes darem a paz do Senhor, esta gostosa paz que somente Deus pode nos dar. Esta paz que todos desejam e se pudessem ou compreendessem seu profundo sentido e significado jamais a trocariam por qualquer oferta deste mundo. Em seguida, diz a Tomé... “... Põe aqui o dedo e vê as minhas mãos; chega também a mão e põe-na no meu lado; não sejas incrédulo, mas crente. 28. Respondeu-lhe Tomé: Senhor meu e Deus meu 29. Disse-lhe Jesus: Porque me viste, creste? Bem-aventurados os que não viram e creram.”. Depreende-se de sua bronca a Tomé os seguintes aspectos. Primeiro, é como se ele dissesse a Tomé, confira aqui os sinais que provam que eu sou o mesmo aquele que esteve morto, mas que agora está vivo, ressurreto dos mortos. Segundo, o adverte dizendo para não ser incrédulo, mas crente. A OPÇÃO DE TOMÉ NÃO AGRADOU AO SENHOR Ao falar assim, Jesus estava dizendo para ele que a opção pela incredulidade não deve ser a regra geral quando o assunto for ou estiver relacionado a ele, a Deus. Por que Tomé optou pela incredulidade e não pela fé? E nós, por quem estamos optando quando a temática envolve a pessoa de Jesus Cristo, de nosso Deus e Senhor?
Autor: Crerparaver@gmail.com (não se esqueça de citar as fontes) Visite: http://www.jamaisdesista.com.br (JAMAIS DESISTA!) http://www.scribd.com/crerparaver (SCRIBD)

4/8

http://www.jamaisdesista.com.br
“...eis que estou convosco todos os dias... “ (Mt 28:20)

"... esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo ..." (Fp 3:13,14).

Tomé tinha motivos para dar créditos à incredulidade? Esta sua opção não fazia de seus irmãos mentirosos, pois asseveravam a ele que Jesus havia estado entre eles? Tomé estava com ciúmes porque não estava entre os primeiros a quem Jesus apareceu? O fato é que a opção de Tomé não agradou ao Senhor. Ao ver, então com seus próprios olhos, ao ouvir, ao conferir exclamou: Senhor meu e Deus meu! E Jesus lança-lhe em rosto a máxima de que mais bem aventurados são os que não viram e creram, óbvio que em relação aos que o viram e creram. Ao escolher Tomé para passar por esta experiência estava dando a ele, Tomé, a oportunidade de ser mais bem aventurado que os demais que viram e creram. Tomé teve a oportunidade de crer sem ver, mas desprezou. Preferiu a segurança de seus sentidos do que a segurança de sua fé. Jesus, ao contrário, valoriza a fé e não os sentimentos. Eu aprendo disso que: • • • • • Não é preciso ver a Jesus para contemplá-lo com nossos olhos espirituais. Não é preciso ouvi-lo para escutar a sua voz nos dizendo é este o caminho, andai por ele. Não é preciso sentir o toque físico de Jesus para perceber a sua presença em nosso meio. Não é preciso sentir o seu cheiro para percebermos o perfume de sua presença. Não é preciso degustá-lo com nossa língua para comermos de sua carne e bebermos de seu sangue.

TESTEMUNHO PESSOAL Eu sempre vivia dizendo a Deus e implorando a ele a sua manifestação. Teve uma vez no Rio de Janeiro quando trabalhava na Auditoria dos Correios quando em viagem de serviço, num final de semana que resolvi buscar a sua face em jejum que o desafiei a aparecer a mim. Orei com tanta convicção que senti que ia acontecer a qualquer momento um encontro físico, real, de primeiro grau. Quando percebi que de fato se cumpriria o que eu estava orando, de repente, do nada, minha mente mudou totalmente e comecei a ficar com medo e a “expulsar” o Senhor dali. Achei que seria meu fim que eu não suportaria tal contato e, creiam, foi muito difícil me recompor. De outra vez me arrependi de ter me arrependido de um tal encontro. Refleti e meditei muito, mas muito mesmo e conclui que eu deveria ter algum tipo de contato, mas em minha mente reluzia o versículo “Bem-aventurados os que não viram e creram“. Era como se o Senhor estivesse falando comigo da seguinte maneira: “filho, por que queres tal coisa? Não são bem aventurados os que não viram e creram? Por que queres então ver? Esquecestes da palavra que diz que os justos viverão pela fé (Hc 2:4; Rm 1:17; Gl 3:11; Hb 10:38)?”. Então passei a raciocinar de que: • • • • • eu posso ver melhor ao Senhor quando meus olhos da fé o vêem eu posso melhor escutá-lo pelos meus ouvidos da fé eu posso melhor senti-lo quando toco nele pela fé eu posso melhor apreciá-lo quando participo de seu corpo e de seu sangue na comunhão da santa ceia. eu posso melhor sentir a fragrância de seu ser quando o reconheço nas coisas por ele criadas

Autor: Crerparaver@gmail.com (não se esqueça de citar as fontes) Visite: http://www.jamaisdesista.com.br (JAMAIS DESISTA!) http://www.scribd.com/crerparaver (SCRIBD)

5/8

http://www.jamaisdesista.com.br
“...eis que estou convosco todos os dias... “ (Mt 28:20)

"... esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo ..." (Fp 3:13,14).

Doravante, RESOLVI, em minha mente e em meu coração, que não quero de mim mesmo, no momento, ver para crer, mas crer para vê-lo. Decidi, então, que posso de fato ver e ouvi-lo melhor e mais profundamente pelos olhos e ouvidos de minha fé. Um dia destes, na campanha dos 40 dias de oração e jejum na minha igreja, eu passei 4 horas em oração e não vi em mais de 90% do tempo uma única alma se quer dentro da nave da igreja, mas resolvi ver os anjos que a lotavam. Foi muito interessante. Pela fé na palavra pude contemplar a nave da igreja cheia quando na verdade meus olhos nada viam, mas tudo enxergavam. Outra vez, em meu carro, dirigindo ou de retorno para casa ou indo para meu trabalho, comecei a travar uma longa conversa invisível com os anjos que estavam em meu carro. Quem de fora via a cena dizia que ali ia um louco, mas eu me senti à vontade conversando com os anjos. Eu não quero que isso vire uma doutrina ou um caminho, mas se não exercitarmos a nossa fé para que serve ela? Foi pela fé que tantas vidas foram curadas, libertas, visitadas, ressuscitadas dos mortos. Foi pela fé que foi possível descrever o capítulo 11 de Hebreus. É pela fé que devemos viver na presente era. Se a palavra de Deus me diz que onde 2 ou 3 estão reunidos em nome de Jesus ali ele está, então, pela fé, eu creio, piamente, que o Senhor está aqui e junto com ele, os seus anjos. Não devemos nos admirar se milagres começarem a ocorrer por que começamos a descobrir a nossa fé. Eu não preciso nem ver, nem ouvir nada, Jesus está aqui! Aleluias! A Deus toda a glória. Amém! Segmentação do texto da referência:
19. Ao cair da tarde daquele dia, o primeiro da semana, trancadas as portas da casa onde estavam os discípulos com medo dos judeus, veio Jesus, pôs-se no meio e disse-lhes: Paz seja convosco! 20. E, dizendo isto, lhes mostrou as mãos e o lado. Alegraram-se, portanto, os discípulos ao verem o Senhor. 21. Disse-lhes, pois, Jesus outra vez: Paz seja convosco! Assim como o Pai me enviou, eu também vos envio. 22. E, havendo dito isto, soprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo. 23. Se de alguns perdoardes os pecados, são-lhes perdoados; se lhos retiverdes, são retidos. 24. Ora, Tomé, um dos doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus. 25. Disseram-lhe, então, os outros discípulos: Vimos o Senhor. Mas ele respondeu: Se eu não vir nas suas mãos o sinal dos cravos, e ali não puser o dedo, e não puser a mão no seu lado, de modo algum acreditarei. 26. Passados oito dias, estavam outra vez ali reunidos os seus discípulos, e Tomé, com eles. Estando as portas trancadas, veio Jesus, Autor: Crerparaver@gmail.com (não se esqueça de citar as fontes) Visite: http://www.jamaisdesista.com.br (JAMAIS DESISTA!) http://www.scribd.com/crerparaver (SCRIBD)

6/8

http://www.jamaisdesista.com.br
“...eis que estou convosco todos os dias... “ (Mt 28:20)

"... esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo ..." (Fp 3:13,14).

pôs-se no meio e disse-lhes: Paz seja convosco! 27. E logo disse a Tomé: Põe aqui o dedo e vê as minhas mãos; chega também a mão e põe-na no meu lado; não sejas incrédulo, mas crente. 28. Respondeu-lhe Tomé: Senhor meu e Deus meu! 29. Disse-lhe Jesus: Porque me viste, creste? Bem-aventurados os que não viram e creram. 30. Na verdade, fez Jesus diante dos discípulos muitos outros sinais que não estão escritos neste livro. 31. Estes, porém, foram registrados para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome.

Referências.: • http://pt.wikipedia.org/wiki/Mar_da_Galileia • http://www.jamaisdesista.com.br/ • http://www.scribd.com/crerparaver • http://www.bibliaonline.com.br/ • Bíblia Russel Shedd • Bíblia Thompson • Bíblia de Estudos de Genebra • Matheus Henry Comentaries

 
As Sete Ações de Jesus – Tomé ausente: 1. Veio, chegou... 2. Pôs-se no meio... 3. Disse-lhes... Paz seja convosco! 4. Mostrou-lhes... 5. Disse-lhes novamente... Paz seja convosco! Assim como o Pai me enviou, eu também vos envio (conferir com Jo 17:18) 6. Soprou sobre eles... 7. Disse-lhes... Recebei o Espírito Santo Se de alguns perdoardes os pecados... As Ações de Jesus com Tomé presente: 1. Veio, chegou... 2. Pôs-se no meio... 3. Disse-lhes...
Autor: Crerparaver@gmail.com (não se esqueça de citar as fontes) Visite: http://www.jamaisdesista.com.br (JAMAIS DESISTA!) http://www.scribd.com/crerparaver (SCRIBD)

7/8

http://www.jamaisdesista.com.br
“...eis que estou convosco todos os dias... “ (Mt 28:20)

"... esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo ..." (Fp 3:13,14).

Paz seja convosco! 4. Logo, disse a Tomé: Põe aqui o dedo e vê as minhas mãos Chega também a mão e põe-na no meu lado Não sejas incrédulo, mas crente. 5. Disse-lhes Jesus: Porque me viste, creste? Bem-aventurados os que não me viram e creram. QUEM ERA TOMÉ?

Respondeu-lhe Tomé: Senhor meu e Deus meu!

Aquele quem retirou de Jesus a frase “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida, ninguém vem ao Pai se não por mim” (Jo 14:6) Aquele homem ousado que disse que estaria pronto para morrer pelo Senhor Aquele CRONOLOGIA DE REFERÊNCIA Dia Dia Dia Dia 1 (domingo) Ressuscitou! Apareceu a MM. Apareceu aos disípulos/mulheres, exceto Tomé. 8 (segunda-feira) Apareceu aos disípulos/mulheres, especialmente se dirigiu a Tomé. 40 (quinta-feira) subiu aos céus. 50 (domingo) A Festa de Pentecoste. A descida do Espírito Santo.

ORDEM DOS EVENTOS NA RESSURREIÇÃO 1) 2) 3) 4) 5) 6) 7) 8) 9) 10) No 1º dia da semana, sendo ainda de madrugada, MM foi ao sepulcro e notou que a pedra tinha sido removida. Correu e avisou Pedro e João. Ambos correram para o sepulcro. João chegou primeiro, olhou, mas não entrou. Pedro chegou e já entrou. João entrou também: ‘viu e creu”. Eles ainda não tinham entendido as Escrituras. Voltaram para casa. MM que foi chamá-los e que veio com eles novamente ficou e olhou para o sepúlcro, sem entrar. Ela viu dois anjos vestidos de branco, um na cabeceira e outro nos pés de onde estava o corpo de Jesus eles dizem a ela: Mulher porque choras? Ela não notou que eram anjos! Ela pede que os mesmos revelem a ela onde colocaram o corpo de Jesus. Ela olha para trás e vê a Jesus, mas ela não o reconhece também. Ele lhe diz: Mulher por que choras? A quem buscais? Ela pede que revele o paradeiro de Jesus e pergunta-lhe se viu onde o puseram. Ele lhe diz: “Maria!”. Ela lhe responde: “Raboni!”. Foi somente depois de Jesus ter lhe falado e lhe chamado pelo seu nome que ela reconheceu ao Senhor.

Contatos: Milton 1020; Charles 2842; Ari; Eliana: 2864.

Autor: Crerparaver@gmail.com (não se esqueça de citar as fontes) Visite: http://www.jamaisdesista.com.br (JAMAIS DESISTA!) http://www.scribd.com/crerparaver (SCRIBD)

8/8

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->