Universidade Federal de Santa Catarina Departamento de Química Disciplina: Química Geral e Inorgânica Prof: Rosely A.

Peralta LISTA DE EXERCÍCIOS – EQUILÍBRIO QUÍMICO 1 – Calcule [OH-] para cada uma das seguintes soluções e indique se a solução é ácida, básica ou neutra: a) [H+] = 0,0041 mol/L; b) [H+]= 3,5x10-9 mol/L ; c) Uma solução na qual [H+] seja dez vezes maior que [OH-]. Dica, utilize a equação da auto-ionização da água. 2 – O pH médio do sangue arterial é 7,4. A temperatura normal do corpo (36ºC), Kw= 2,4x10-14. Calcule [H+] e [OH-] para o sangue a esta temperatura. R: 4x10-8, 6x10-7 3 –Calcule [OH-] e o pH para cada uma das seguintes soluções de bases fortes: a)0,005 mol/L de KOH; b) 2,055 g de KOH em 500 mL de solução; c) 10,0 mL de 0,250 mol/L de Ca(OH)2 diluído para 500 mL. R: a)11,7; b)12,86; c)12 4 – O ácido lático (HC3H5O3) tem um hidrogênio ácido. Uma solução de 0,1 mol/L de ácido lático tem um pH de 2,44. Calcule o Ka. Sol: 1,4x10-4 5 – Uma solução de um ácido fraco 0,2 mol/L de HA é 9,4 % ionizada. Usando essa informação, calcule [H+], [A-], [HA] e Ka para HA. R: Ka=2x10-3 6 – Uma amostra específica de vinagre tem pH de 2,9. Supondo que o ácido acético seja o único ácido que o vinagre contém (Ka = 1,8x10 -5). Calcule a concentração de ácido acético no vinagre. R: 0,089 M 7. Calcule as concentraçãoes de H3O+, ClO- e HClO no equilíbrio quando a concentração inicial de HClO for 0,0075 mol/L R: 7,5x10-3 mol/L 8 – Calcule a concentração em quantidade de matéria de íons OH- em uma solução de 0,0075 mol/L de etilamina (C2H5NH2) (kb=6,4x10-4). Calcule o pH dessa solução. R: 11,33 9- Cerca de 90% do ácido nítrico, principal matéria–prima dos adubos à base de nitratos, são obtidos pela reação de oxidação da amônia pelo O2, em presença de catalisador – platina com 5% a 10% de paládio ou de ródio (ou de ambos) – a uma temperatura de 950oC. A reação é representada pela equação: 6 NH3(g) + 9 O2(g) ⇌ 2 HNO3(g) + 4 NO(g) + 8 H2O(g) Essa reação ocorre nas seguintes etapas: I– 6NH3(g) + 15/2O2(g) ⇌ 6NO(g) + 9H2O(g) ∆ H = - 1359 kJ

em um sistema fechado. vinham sento utilizados na fabricação de explosivos. a perspectiva da I Guerra Mundial gerou uma busca desesperada por compostos de nitrogênio. totalmente ionizável em água. Essa descoberta rendeu – lhe o prêmio Nobel de Química em 1918. utilizado até os dias atuais. estão em equilíbrio. segundo a equação abaixo. é utilizada para deslocar o equilíbrio no sentido de formação de amônia. julgue os itens a seguir. 11. O método inventado por Haber. e) A unidade da constante de equilíbrio da equação mencionada no texto é (mol/L)2. encontrado em abundância na atmosfera. [ NH 3 ][ O2 ] 10. usados como fertilizantes na agricultura. . a) A reação de síntese da amônia pelo processo Haber é exotérmica. uma vez que o nitratos.No início do século XX.II – 3 NO(g) + 3/2 O2(g) ⇌ 3 NO2(g) ∆ H = . relativos ao processo mencionado no texto. a reação de obtenção da amônia encontra – se em equilíbrio. b) Pela equação global. sob temperatura e pressão elevadas. a) Um aumento de pressão no sistema reacional eleva a produção de ácido nítrico. c) Com o aumento da temperatura. julgue os itens a seguir. a partir dos gases nitrogênio e Hidrogênio. b) A pressão elevada. Considere que. conforme indicado a seguir. c) Sabendo–se que a constante de ionização do ácido acético é igual a 1.170 kJ ∆ H = .A amônia tem uma grande importância na indústria de fertilizantes e na fabricação de explosivos. o equilíbrio é alcançado mais rapidamente. Essa demanda esgotou rapidamente os depósitos de compostos nitrogenados existentes naquela época. verifica–se que a adição de água ao sistema diminui o rendimento da reação.135 kJ III– 3NO2(g) + H2O(g) ⇌ 2HNO3(g) + NO(g) Considerando que as reações das etapas de obtenção do ácido nítrico. que descobriu um meio econômico para aproveitar ao gás nitrogênio. O problema da escassez desses compostos foi superado devido ao trabalho do químico alemão Fritz Haber.8 x 10-5 mol/L. presentes no ar. há 25ºC. mencionada no texto. consiste em uma síntese catalítica de amônia. é correto concluir que este é mais forte que o ácido nítrico. d) A expressão para a constante de equilíbrio da reação global é K c = [ HNO 3 ][ NO ][ H 2O] . N2(g) + 3H2(g) ⇌ 2NH3(g) Sabendo que a decomposição de amônia é favorecida termodinamicamente pelo aumento da temperatura. d) O uso de catalisador no processo propicia um estado de transição energeticamente idêntico àquele atingido sem o uso do mesmo.

d) A conversão de monóxido de carbono e hidrogênio em metano e água pode ser usada para obtenção de energia. o molho caiu no teclado.Devido ao fato de os combustíveis fósseis representarem recursos energéticos não – renováveis. em um dia ensolarado. a) A quantidade de energia solar absorvida por um determinado material é inversamente proporcional à sua área de exposição à luz. 13 .Um estudante estava digitando o seu trabalho didático de Química e. Uma estratégia viável seria promover uma reação química em um sistema fechado. uma vez que. julgue os itens a seguir. instalando – se um painel solar de 6m 2 de área sobre o teto desse veículo. Sabendo que a constante de dissociação do ácido acético é igual a 1. a energia potencial das espécies químicas metano e água é maior que a das espécies monóxido de carbono e hidrogênio. a entalpia de formação para o H2(g) é igual a zero. supondo 100% de eficiência na conversão da energia solar em energia de movimento. então. cujo molho continha vinagre.N2(g) + 3H2(g) ⇌ 2NH3(g) ∆ H = . 12. julgue os itens que se seguem. a utilização prática dessa energia depende do desenvolvimento de sistemas adequados de armazenamento. a exemplo da reação representada pela equação CH4(g) + H2O(g) + calor ⇌ CO(g) + 3H2(g). julgue os itens seguintes. cerca de 1 kJ de energia atinge cada metro quadrado da superfície da Terra por segundo. independentemente do equilíbrio. comia sanduíche. a) A concentração hidrogeniônica da solução derramada sobre o teclado provavelmente deve ser maior do que 1 x 10-7 mol/L. Entre as diversas fontes de energia disponível. a energia solar representa uma alternativa que poderia substituir os combustíveis fósseis.8 x 10-5 mol/L. e) Considerando que para movimentar um automóvel sejam necessários 12 kW de potência. a respeito dos conceitos relacionados às conseqüências químicas provocadas pelo acidente. existe uma intensa procura por fontes alternativas. aliado a uma demanda crescente na utilização de energia. Acidentalmente. (3) Aplicando – se o princípio de Le Châtelier. a 25ºC e a 1 atm. inadvertidamente.22kcal Com o auxílio dessas informações. . (2) O resfriamento do sistema favorece o consumo de nitrogênio. conclui – se que. seria possível a utilização da energia solar para movimentar o automóvel. Acerca desse assunto e com base nas informações apresentadas acima. o equilíbrio mostrado na equação favorece a formação de metano e água. b) Na equação apresentada. (4) A retirada de amônia do sistema não afeta o rendimento da reação. (1) O aumento da pressão no sistema favorece a formação de amônia. No entanto. c) Em um forno aquecido com energia solar.

do equilíbrio ácido–base. Após o ácido acético atingir o seu estado de equilíbrio na solução derramada. (4) A 37oC. julgue os itens abaixo. Neste experimento serão testados alguns materiais de uso doméstico para se determinar a acidez ou basicidade dos mesmos. são iguais a 1. provavelmente deslocaria o equilíbrio de dissociação do ácido acético para o lado de sua forma não–ionizada (CH3COOH  CH3COO. você colocará em cada tubo de ensaio 5 mL de água destilada e 5 mL de extrato de repolho roxo. c) Uma reação ácido–base cessa ao atingir o equilíbrio.o 1. ou quando usada como solvente. julgue os itens a seguir.00 x 10-14 mol2/L2. as concentrações desses íons são iguais a 1. Na água pura a 25oC. Estudando o equilíbrio ácido-base. a água pura não é mais neutra.50 x 10-7 mol/L. o extrato de repolho roxo pode constituir–se em bom indicador universal de pH. b) Se os materiais testados forem ácidos. Acrescentará cinco goras do material a ser testado e comparará a cor obtida com a escala–padrão. 15-As propriedades ácidas e básicas de soluções aquosas dependem de características do solvente.+ H+). maio/1995 (com adaptações) Com o auxílio do texto. a adição de substâncias básicas a eles consumirá os íons H+. e a 37oC. 14-Por apresentar cores diversas conforme a acidez ou basicidade do meio em que se encontra. no equilíbrio representado pela equação H – AAS  H+ + AAS-. 16-Calcule. Essa. apresentará o menor valor de pH o que contiver um ácido com menor valor de constante de ionização. a concentração de acetato permanece inalterada. Com base na mudança dos valores da propriedade de auto – ionização da água em função da temperatura. (3) O valor da constante de equilíbrio para a reação de auto – ionização da água pura é maior a 37oC. a) O indicador utilizado no experimento é um catalisador. em mols por litros. em íons H3O+ e OH-. a 1. a água. sabendo que uma solução cuja concentração da espécie não . (1) O valor da constante de equilíbrio para a reação de auto – ionização da água pura a 25oC é igual. In: Química Nova na Escola. d) Entre os materiais ácidos. deslocando o equilíbrio no sentido da ionização dos ácidos presentes nos materiais. dissocia – se parcialmente. Para isso. quando pura.b) c) Se um aluno fizesse a limpeza do teclado com algum material contendo ácido. a reação de auto – ionização da água pura ocorre com maior intensidade que a 25oC. o valor da constante de ionização do ácido acetilsalicílico(H – AAS). considerando–se concentrações idênticas. apesar de íons acetato continuarem reagindo com íons H+. portanto. não participando.00 x 10-7 mol/L. n. (2) A 37oC.

B e C pertencem a qual componente da reação e qual o valor de Kc para a reação? Justifique. de acordo com: 2 SO2(g) + O2(g) ⇌ 2 SO3(g) ∆ H = – 198 kJ Medindo-se as concentrações dos componentes da reação à temperatura constante em função do tempo. obtém-se o seguinte gráfico: Pergunta-se: As curvas A. 18-A reação de íons ferro III com íons tiocianato pode ser representada pela equação: Fe+3(aq) + SCN-1(aq) ⇌ FeSCN+2(aq) Nesta reação a concentração dos íons varia segundo o gráfico abaixo sendo a curva I correspondente ao íon Fe+3(aq). Multiplique o valor calculado por 105 e despreze a parte fracionária de seu resultado caso exista. 17-Numa das etapas da obtenção industrial do ácido sulfúrico ocorre a transformação do dióxido em trióxido de enxofre. a) A partir de que instante podemos afirmar que o sistema entrou em equilíbrio? Explique. 19-O íon complexo [Cr(C2H8N2)2(OH)2]+ pode existir na forma de dois isômeros geométricos A e B que estão em equilíbrio: Isômero A⇌ Isômero B . b) Calcule a constante de equilíbrio para a reação de formação do FeSCN+2(aq).ionizada no equilíbrio é igual a 5 x 10-3 mol/L possui pH igual a 3.

gás incolor.600 mol de PCl3. a concentração de íons hidrogênios no estômago é elevada. realizada a temperatura constante. CO2 (g) + 2 H2O(l) ⇌ HCO3-1(aq) + H3O+(aq) A dissolução de gases em líquidos é favorecida pelo aumento da pressão e diminuição da temperatura. À luz desses fatos explique a eructação (arroto) provocada pela ingestão do refrigerante. a essa temperatura. Um deles foi mergulhado em banho de gelo + água e o outro em água a 80 ºC. em segundos: Obtenha os dados da concentração do isômero B e construa uma tabela desses dados para todos os tempos indicados. em que se partiu do isômero A puro. 23-O pentacloreto de fósforo é um reagente muito importante em Química Orgânica. foram obtidos os seguintes dados da concentração desse isômero em função do tempo. O tubo frio se tornou incolor e o quente assumiu uma coloração castanho-avermelhada mais intensa.0120 mol de Cl2. Kc. explique se a reação de dimerização é endo ou exotérmica. a) 20-O bicarbonato de sódio sólido é usado como fermento químico porque se decompõe termicamente. de acordo com a reação representada pela equação química: 2 NaHCO3(s) ⇌ Na2CO3(s) + CO2(g) + H2O(g) a) Escreva a expressão matemática para a constante de equilíbrio expressa em termos de concentração (Kc). Por outro lado. a) Com base nas observações descritas. o N2O4(g). e 0. b) Em qual das duas temperaturas o valor numérico da constante de equilíbrio é maior? Explique. simplificadamente. 21-À temperatura ambiente. A equação abaixo representa. 22-Refrigerantes possuem grandes quantidades de gás carbônico dissolvido. o NO2(g). b) Qual o valor da constante desse equilíbrio? Justifique.Numa experiência. gás castanho-avermelhado. Preparam-se dois tubos fechados com a mesma coloração inicial. 0. a 200 ºC: 0. Ele é preparado em fase gasosa pela reação PCl3(g) + Cl2(g) ⇌ PCl5(g) Um frasco de 3 L contém as seguintes quantidades no equilíbrio. 24-A constante de equilíbrio. está sempre em equilíbrio com o seu dímero.120 mol de PCl5. para a reação: H2(g) + CO2(g) ⇌ H2O(g) + CO(g) . Calcule o valor da constante de equilíbrio. o equilíbrio envolvendo esse gás em solução aquosa. formando gás carbônico.

• A massa de SO2 adicionada ao sistema para iniciar a reação foi de 12. 200 litros de ácido sulfúrico concentrado. 2. a 600K. em gramas. 3.2 x 107 litros de água. 25-Embora indesejável no ar.0005 mol/L c) HCN 0.045 mol/L de ácido acético.00 mols de CO(g) e um balão de 10.0 g/mol e M(S) = 32 g/mol. após efetuar todos os cálculos solicitados.4 mol/L e Ka = 1.5% em massa e massa específica de 1.47 mol de cloro (e de PCl 3). 26) Em um recipiente de 10. 29) Em um acidente. 1.4 mol/L com 400 mL 0.4 g.0 L. com conversão de 80% em massa. de concentração 8 mol/L.8 mol/L f) Da mistura de 200 mL de hidróxido de sódio 0. A conversão de SO2 em SO3.é 1. Com base nessas informações e nas condições descritas. verificou-se uma decomposição parcial do PCl5. a oxidação do SO2 nos conversores de uma fábrica é um bom exemplo das inúmeras aplicações industriais os princípios da físico–química. nesse experimento: • A massa inicial de oxigênio foi de 6.02 mol/L até o volume de 500 mL e) Da mistura de 100 mL de HNO3 0. é uma reação exotérmica e reversível.0 L foi colocado 1. • O volume do recipiente utilizado para a reação era igual a 1. • Os gases envolvidos na reação comportam–se idealmente. naquela temperatura. • M(O) = 16.00 mol de H2(g).8g. de acordo com a equação: PCl5(g) = PCl3(g) + Cl2(g) Tendo se formado. Os peixes dessa lagoa não sobrevivem em meio de pH menor do que 5. multiplicando a quantidade calculada por 10. de SO3 obtida ao final do experimento.04 M com 800 mL de ácido clorídrico 0. 0. .00 mols de CO2(g).Calcule a massa. Suponha que a reação mencionada tenha sido simulada em laboratório para estudo de alguns parâmetros físico–químicos e considere que. CH3COOH.002 mol/L b) H2SO4 0. faça o que se pede.60 a 986 ºC. desprezando a parte fracionária do resultado final obtido. em equilíbrio.10-9 d) Da diluição de 10 mL de NaOH 0. • A reação foi realizada em um sistema fechado. Determine a concentração de cada desses íons na solução em equilíbrio. está 2% dissociada em H+ e CH3COO-. Determine o valor de Kc. foram derramados em uma lagoa com aproximadamente 7. na presença de oxigênio e catalisador apropriado.02 mol/L. 27) Uma solução aquosa 0. Calcule a concentração final de cada componente do sistema. no equilíbrio.19g/L.00 mols de H2O(g) e 4. g) De 500 mL de solução preparada pela adição de 5 mL de HCl concentrado com 36.6 L. 28) Calcule o pH das seguintes soluções: a) HCl 0. quando se misturam. Uma vez aquecido o sistema a 250ºC.00 mol de PCl 5.

NH2OH(aq).61.6.0 mL de uma solução aquosa de ácido nítrico de concentração 0. determine o valor do grau de ionização (a) e o valor de Ka.77. Explique a diferença da força dos ácidos.027%) 35) O pKa de HIO (ácido hipoiodoso) é 10. α = 4. aqueles que.2%) 34) Determine o pH e a percentagem de base protonada em 0.10-4) d) 0.5).0. em água.010 mol/L do anti-séptico ácido mandélico.95. 33) Calcule o pH e a percentagem de protonação de uma solução 0.0 L de solução e se o pH da solução fosse 2. produzem solução alcalina e solução ácida são: a) NaCN b) NaNO3 c) NH4NO3 d) CH3COONa e) Na2CO3 f) KNO3 39) Para as soluções abaixo determine o valor da constante.0. 36) Explique a diferença de força de acidez existente nos compostos HClO (pKa = 7.: pH = 9.6 e o de HIO 3 (ácido iódico) é 0. o grau de hidrólise e o pH da solução . b) Calcule a quantidade de cal necessária para neutralizar o ácido derramado.0.10-4 (R. é 2. 31) Se 3. haverá mortandade dos peixes? Justifique mostrando os cálculos.10-2 mol/L de HCl b) 1. Massa molar do CaO = 56 g/mol 30) 80.75. A constante Kb é 3.10-2 mol de ácido fraco (HA) fossem dissolvidos formando 1.a) Supondo que o ácido de distribuiu uniformemente e que a água era neutra antes do acidente.9.7) e HIO (10.15 mol/L de hidroxilamina em água.0 mL de uma solução aquosa de hidróxido de potássio de concentração 0.120 mol/L de HNO2 (Ka = 7.250 mol/L são parcialmente neutralizados por 20.10-8 (R. b) Calcule o pH da solução após a adição do ácido (100% ionizável). 32) O pH de uma solução 0.10-7 mol/L de HCl c) 0. dissolvidos em água.1.10-5) 38) Dentre os compostos abaixo. α = 0.1.500 mol/L. HBrO (pKa 8.20 mol/L de metilamina (CH3NH2) em água.0.075 mol/L de NH3 (Kb = 1. Dado Kb = 1.6) 37) Determine o valor do pH das seguintes soluções: a) 1.: pH = 11. Qual é a constante de acidez Ka deste ácido. a) Escreva a equação química da reação de neutralização.

f) como podemos formar um tampão.6. 42) Calcule o pH de uma solução que contém 2. sabendo-se que sua Kps é 1.70 mols de H3CCOOH com 0. determine o valor de pCl e pNa.7g de ácido cianídrico (Ka = 7. b) a constante de hidrólise. .a) 0.6.5.10-10. 44) Determine o pH de uma solução preparada pela dissolução de 0. é 1.4g de acetato de sódio em água suficiente para obter 500 mL de solução. a essa temperatura.0.10-9) 50) Uma indústria apresenta no seu despejo uma concentração de 2 g de mercúrio por litro de solução.82. 45) Uma solução A é obtida misturando-se 1 litro de CH3COONa 0.0 litro da solução tampão formada por 0. Qual a quantidade de sulfeto de sódio necessário para precipitar o mercúrio e através da legislação.1 mol/L de H3CCOOH e 0. 43) O pH de um tampão.1 mol/L de NaCl.8. 41) Considere uma solução de NaCl 0.1 10-12? 49) Determine a solubilidade do nitrato de prata em uma solução 0.: 1. 40) São dissolvidos 16. a qual permite que o despejo apresente 0.10-5. c) o grau de hidrólise.10-5).0 mol/L em 1. 48) Quais são as concentrações do Ag+ e CrO42-. 46) Calcule o pH da solução final quando adicionamos 10 mL de HCl 1.14. Determine o valor de Kps. d) as concentrações dos íons H+ e OH-.10-5.01 mg de Hg/litro.38.1 mol de ácido lático e 0.05 mol/L. e) o pH da solução.1 mol/L de H3CCOONa. Dados: Kps = 1. Sabendo que a sua vazão é de 4. Qual o pH da solução A e porque permanece virtualmente constante. depois de pequenas adições de ácido sobre esta solução.1 mol/L (Ka = 10-5 mol /L). sabendo-se que o Kps do sal. 47) A solubilidade molar do cromato de prata é 6.65g de cianeto de potássio por litro. (R. Sabendo que a constante de ionização do ácido acético é 2.0 .10-10) e 0.000 litros por dia e o tratamento de seu efluente é realizado através da precipitação do metal com adição de sulfeto de sódio.10-4. log 1.2 mol/L de NH4Cl (Kb = 1.01 mol/L de H3CCOONa (Ka = 1. a 25ºC. preparado misturando-se 0. calcule: a) a concentração molar do sal na solução.60 mols de H3CCOONa. em um litro de solução é: Dados: Ka = 1.38 = 0.10-5) b) 0.1 mol de lactato de sódio.1 mol/L a 1 litro de uma solução de CH3COOH 0. perfazendo um litro de solução. 10-54 HgS.

0. 54) Suponha que os dois hidróxidos M(OH) e M’(OH)2 têm Kps igual a 1.050 mol/L Mg2+ e 0. pKa2 = 10.12.10 mol/L de (COOH)2 (pKa1 = 1.1 mol/L c) um litro de Pb(NO3)2 0.1.5.15) 58) Calcule a concentração de todas as espécies em equilíbrio. pKa2 = 14.10-2) 57) Calcule o pH das seguintes soluções de ácidos dipróticos. determine: a) A concentração do íon cloreto quando cada um dos compostos inicia a precipitação. se a concentração total das quatro formas de fosfato dissolvido é 1.10 mol/L de H2S (pKa1 = 6.2.25) b) 0. as seguintes concentrações de cátions solúveis: 0.5 mol/L 52) Uma amostra de água de mar contém.51) Determine a solubilidade do PbCl2 nas seguintes condições (dados: Kps = 1. Dados Kps = 5. entre outros solutos.10 mol/L de H3PO4.010 mol/L Ca2+. (pKa1 =2.37. 62) Uma solução contém íons Pb2+ (0.1012 e que. (pKa1 = 6.7. considerando todas as etapas de protonação.10-9 do CaCO3 e 1. inicialmente. Determine o pH quando a precipitação de cada cátion inicia.21.10-10 para o AgCl.21.pKa3 = 12. pKa2 = 7.0456 mol/L de Na2CO3.0 .5. de uma solução 0.10-5) a) um litro de água pura b) um litro de NaCl 0. 53) Carbonato de potássio é adicionado a uma solução que contém íons Mg2+ (0.01 mol/L). Ignore a segunda desprotonação somente quando a aproximação for justificada: a) 0.6.15 mol/L.68) .25) 60) Calcule as concentrações das espécies de fosfato em uma solução de H3PO4 que tem pH 2. considerando que somente o H3PO4 afeta o pH.10-5 do MgCO3. Determine a ordem de precipitação quando ocorre adição progressiva de NaOH sólido.0010 mol/L.99% com a adição de cloreto.020 mol/L) e íons Ag+1 (0. pKa2 = 4. quando são dissolvidos 0. Dados: Kps = 8.12.10-11 do Mg(OH)2.37.7.68) 59) Calcule as concentrações de das espécies presentes no equilíbrio. pKa2 = 7. Que hidróxido precipitará primeiro e em que pH. Verifique se é possível fazer a precipitação seletiva de 99. quando é adicionado NaOH sólido? 55) Escreva as etapas do equilíbrio de transferência de prótons da desprotonação de: a) Ácido sulfúrico b) Ácido arsênico 56) Calcule o pH de uma solução de ácido sulfúrico 0.10-6 do Ca(OH)2 e 1. (Dado Ka2 = 1.89.030 mol/L) e Ca2+ (0.0.01 mol/L de H2CO3 (pKa1 = 6.23. os dois cátions estão presentes na concentração de 0. (pKa1 =2.19) c) 0.010 mol/L).9% entre estes íons com a adição do carbonato. b) Se é possível fazer a separação seletiva de 99. Sabendo-se que as suas Kps são 1.10 -5 para o PbCl2 e 2. pKa2 = 10. pKa3 = 12.10-2 mol/L. em 25oC.25.

2. sob ação de radiações eletromagnéticas.9. 80) Escreva a equação de equilíbrio para as seguintes reações: a) N2 + H2 ⇌ NH3 b) Combustão do propano c) HNO2 ⇌ H+ + NO2d) NH4OH ⇌ NH4+ + OH81) Na alta atmosfera ou em laboratório. 63) Calcular a concentração molar de Y4. ocasionando um aumento da pressão.0 e em pH = 4. sabendo-se que _4 é 0.35 neste pH. qual a reação V1/V2 no equilíbrio? b) Se o sistema for comprimido mecanicamente.: 7.0 e em pH = 3.0200 mol/L de EDTA tamponado em pH 10.0. o aumento da concentração de NO provocará: a) menor produção de NOCl b) aumento da concentração de Cl2 c) deslocamento do equilíbrio para a esquerda . Dados: Kps =7.10-11 a) Escreva a equação química do equilíbrio total e determine a constante de equilíbrio correspondente.1013.10 mol/L de KCN(aq). b) Determine a solubilidade do BaF2 em pH = 8.7. o ozônio é formado por meio da reação endotérmica: 3 O2 ⇌ 2 O3 a) O aumento da temperatura favorece ou dificulta a formação do ozônio? b) E o aumento da pressão? 82) Num recipiente fechado é realizada a seguinte reação a temperatura constante: SO2 + ½ O2 ⇌ SO3 a) Sendo V1 a velocidade da reação direta e V2 a velocidade da reação inversa.3.0.6. (R. o que acontecerá com o número total de moléculas? 83) No equilíbrio 2 NO + Cl2 ⇌ 2 NOCl.2 mol/L de NH3. 62) Examine os equilíbrios: BaF2(s) ⇌ Ba2+(aq) + 2 F-(aq) Kps = 1.10-11 F (aq) + H2O ⇌ HF(aq) + OH-(aq) Kb = 2. 65) Calcule a solubilidade do brometo de prata em uma solução de 0.0.10-3) 64) Calcule a solubilidade.10-13 e Kf = 5.10-6 F-(aq) + H2O ⇌ HF(aq) + OH-(aq) Kb = 2.10-11 a) Escreva a equação química do equilíbrio total e determine a constante de equilíbrio correspondente.(Y = EDTA) em uma solução 0.00.10-36 e o Kf = 1.9.7. b) Determine a solubilidade do CaF2 em pH = 7. em mol/L.0.61) Examine os dois equilíbrios: CaF2(s) ⇌ Ca2+(aq) + 2 F-(aq) Kps = 4.108. Dados: Kps é 1. do sulfeto de cobre(II) em 1.

20 mol de HBr estão presentes. c) um aumento da concentração de CO2. para a reação: H2(g) + Br2(g) ⇌ 2 HBr(g) R: 0. d) um aquecimento do sistema.66 mol/L. d) é consumido ao se processar a reação. vale: a) 5 b) 4 c) 0.33 mol/L.33 mol/L.66 mol/L. e) um aumento da concentração de O2. a essa mesma temperatura. e) abaixa a energia de ativação para a formação do estado intermediário. a uma certa temperatura. a 25ºC.11 R: b 88) A respeito da atividade catalítica do ferro na reação Fe N2 + 3 H2 ⇌ 2 NH3 pode-se afirmar que ele: a) altera o valor da constante de equilíbrio da reação. c) não altera o tempo necessário para ser estabelecido o equilíbrio. A constante de equilíbrio (Keq). a análise do sistema mostrou que 0. Atingindo-se o equilíbrio. verifica-se que estão presentes no equilíbrio 40 mols de SO2 e 50 mols de O2. b) uma diminuição da pressão.d) alteração da constante Keq e) formação de maior número de moléculas NOCl 84) O equilíbrio 2 CO(g) + O2(g) ⇌ 2 CO2(g) + calor poderá ser deslocado para a direita efetuando-se: a) o processo com catalisador apropriado. a) HF(aq) + H2O(liq) ↔ H3O+(aq) . Portanto.66 d) 0.05 87) Na reação de esterificação: H3CCOOH + C2H5OH ⇌ H2O + H3CCOO-C2H5 verifica-se que. Calcule o valoe de K eq. 89) Para a reação em equilíbrio PCl3(g) + Cl2(g) ⇌ PCl5(g) diga qual é o efeito de cada um dos seguintes fatores sobre o equilíbrio inicial: a) adição de PCl3 b) remoção de Cl2 c) adição de catalisador d) diminuição do volume do recipiente 90) Escreva as expressões de Kc e Kp. Num recipiente de 10 L. quando tal for possível. H2 e NH3 no equilíbrio. [H3CCOO-C2H5] = 0. as concentrações das substâncias em equilíbrio são: [H3CCOOH] = 0. b) altera as concentrações de N2. 85) Para a dissociação do trióxido de enxofre 2 SO3(g) ⇌ 2 SO2(g) + O2(g) o valor de Keq é igual a 5. a 575ºC.33 e) 0. [H2O] = 0. a 25ºC. o número de mols de SO3 nãodissociados é igual a: a) 4 b) 5 c) 16 d) 20 e) 40 R: e 86) Um mol de H2 e 1 mol de Br2 são colocados em um recipiente de 10 L de capacidade a 575°C. [C2H5OH] = 0. para as seguintes reações reversíveis no equilíbrio.

Considere K = 2.75 93) 1 mol de HI é colocada num recipiente de 5 l a 485 ºC. [C] = [D] = 0.39 M . B.06 x 10-2.50 mol de B são dissolvidos em 1 litro. são tomadas amostras que são nalisadas. B. etc). 10. enquanto que [H2] é 6.37M. O HI se dissocia formando H2 e I2.09x108. 95) A 1290°C Kc para 2 CO(g) + O2(g) ↔ 2 CO2(g) é 7.04x10-2 M e [I2] = 1. representada pela equação a seguir. sob a ação de radiações eletromagnéticas ultravioleta. . C e D no equilíbrio? R: [A] = 0. é muito importante para alguns processos metalúrgicos. [B] = 0. C(s) + CO2(g) ↔ 2CO(g) ΔH=+174kJ/mol de carbono Qual é o efeito sobre este equilíbrio quando: a) adiciona-se carbono sólido? b) aumenta-se a temperatura? c) introduz-se um catalisador? 97) Na alta atmosfera ou em laboratório. [HI] é encontrado ser de 0. Calcular Kp nesta temperatura.2x10-2 M. Se 0. 96) A reação de transformação do dióxido de carbono em monóxido de carbono. I2 e H2 no equilíbrio.Dado o equilíbrio: 2NO(g) + O2(g) ↔ 2NO2(g) ΔH = -114 KJ Indique o deslocamento provocado pelas seguintes alterações: a) Aumento da concentração de O2. b) Retirada de NO2. K = 33.09 M . respectivamente.b) 2 NO(g) + O2(g) ↔ 2 NO2(g) c) 2 H2S(g) + 3 O2(g) ↔ 2 H2O(g) + 2 SO2(g) d) CH3COOH(aq) + C2H5OH ↔ CH3COOC2H5(aq) + H2O(liq) 91) A e B reagem segundo A + B ↔ C + D . ondas de rádio. Depois de estabelecido o equilíbrio nesta temperatura. 94) Adiciona-se HI a um recipiente a 323°C.20 mol de A e 0. c) Aumento da temperatura. quais as concentrações de A. Calcular a constante de equilíbrio para esta dissociação a 323°C. C e D como 5.30 M. 15 e 5 mol/L. A constante de equilíbrio é 0. o ozônio é formado através da reação endotérmica: 3O2 ↔ 2O3 a) O aumento da temperatura favorece ou dificulta a formação do ozônio? b) E o aumento da pressão? 98.11 M 92) Dada a equação A + 2B ↔ 3C + D Formule a expressão para a constante de equilíbrio e calcule esta constante considerando as concentrações de A. Quais são as concentrações de HI.

e que ao picar a formiga libera um (1) micromol (µmol) de ácido metanóico num volume de um microlitro (µL). c) a concentração de íons H3O+ é igual a 10-10mol/L. apresenta pH igual a 10.00 · 10–5 mol/L. HCOOH. o pH está em torno de 5. 99) Quando somos picados por uma formiga ela libera ácido metanóico (fórmico). nos conhecimentos sobre solubilidade e equilíbrio de solubilidade. e) a soma das concentrações dos íons H3O+ e OH é igual a 10-14mol/L. A concentração de íons H+ dessa chuva ocorrida em Los Angeles em relação à chuva normal é maior ou menor e quantas vezes ? 103) Pb3(SbO4)2 é um pigmento alaranjado empregado em pinturas a óleo. e) Ao se fazer passar uma corrente de gás clorídrico em uma solução saturada de AgCl. qual deve ser a concentração de H+(aq) na região da picada? Dados: Ka=10-4 (constante de dissociação do ácido metanóico). Isto significa que: a) o "leite de magnésia" tem propriedades ácidas. d) a concentração de íons H3O+ é igual a 1010mol/L. Ks = [Pb2+] [2 Cl–].d) Aumento da pressão. Supondo que a dor que sentimos seja causada pelo aumento da acidez.0. em Los Angeles. 101) A concentração hidrogeniônica do suco de laranja puro é 10 –4 mol/L. Escreva a equação química balanceada da ionização desse pigmento pouco solúvel em água e a expressão da constante do seu produto de solubilidade (Kps). b) Para o PbCl2. Qual o pH de um refresco preparado com 25 mL de suco de laranja e água suficiente para completar 250 mL ? 102) A chuva ácida ocorre em regiões de alta concentração de poluentes provenientes da queima de combustíveis fósseis. constituído por uma suspensão aquosa de Mg(OH)2. 100) O "leite de magnésia". Com base nas informações da tabela. Numa chuva normal. já ocorreu chuva com pH de 2. c) A solubilidade do MgCO3 é 2. b) a concentração de íons OH é igual a 10-10mol/L. pode-se afirmar: a) O sulfeto de zinco é a substância mais solúvel em água. . haverá precipitação de AgCl.0 e. d) A solubilidade independe da temperatura.

Qual a solubilidade deste sal em água pura? Qual a solubilidade do mesmo sal em uma solução 0.76 mg/L. à solução. cujos produtos de solubilidade são (ver tabela abaixo): Adicionando-se Na2CO3(aq). pH = 3.05M de NaF? Resposta: [Mg2+]H2O = 2. numa solução que contém 1.10-6 107) O produto de solubilidade do fluoreto de magnésio.102 mol/L.0 · 10 –5 mol · L–1.3 x 10 -4 [CrO42-] = 6.remanescente na solução em equilíbrio e a solubilidade do AgCl. MgF2.1x10-12)? R = [Ag+1] = 1. [Mg2+]NaF = 3.necessária para ocorrer a precipitação de PbSO4. Qual o seu Kps? R = 9. a solubilidade do BaSO4 é 1.7 x 10-3 M.10M. Calcule a concentração de Cl. qual dos sais precipitará em primeiro lugar? E qual em segundo lugar? 109) O Kps do AgCl a 25oC é 1.10 -4 b) 8. na qual está dissolvido igual número de mol dos seguintes sais.10-5 d) 3.01M de acido clorídrico? de acido acético ? Dados: pKa(AcOH/AcO−) = 4.10-4 c) 6.72.Qual a concentração de Ag+1 e CrO42.104) O sulfato de bário (BaSO4) é uma substância pouco solúvel em água.4. é 8.5 x 10-5 113) Qual é o pH de uma solução 0.0x10-10.10-5 e) 8.0x10-8. [Cl-] = 2x10-9M . a solução do sulfato de prata em água é 2.em uma solução saturada de Ag2CrO4 (Kps Ag2CrO4 = 1. sAgCl = 2x10-9M 111).2 x 10-5 M 108) Para uma única solução aquosa.O iodeto de bismuto tem uma solubilidade de 7. pKa(HCl/Cl−)=−7. calcule o valor da constante de equilíbrio (produto de solubilidade).0 R: pH = 2 .2M é adicionado a 10mL de NaCl 0. gota a gota. R: [Ag+] = [Cl-] = 1x10-5 110) 10mL de AgNO3 0. 105) Qual é a concentração mínima de íons SO42.79 x 10-8 112) . O produto de solubilidade (Kps) desse sal à mesma temperatura é: a) 4.36 114) Qual é o pH de uma solução 10−6M de acido acético ? .2. a certa temperatura. Calcule as concentrações de Ag+ e Clem solução saturada de AgCl e a solubilidade molar do AgCl. Sabendo que.10-3 mol/L de íons Pb2+? 106) A determinada temperatura.

122) Quantos gramas de cloreto de sódio são necessário para preparar 3.0 118) Mistura−se 10ml de uma solução 0.01M de AcOH.5 g/mL.9 . pH = 4.72 R: pH = 2. 120) Considere os dados abaixo referentes a 400 mL de uma solução aquosa de hidróxido de sódio.72 R: pH =4.2 mol/L? (Massa atômica: H = 1. I – Sua densidade vale 1. qual sera o pH da solução? Dados: pKa(HF/F−)=3. Dados: pKa(NH4+/NH3) = 9. pH = 9.72 116) Mistura−se 10ml de uma solução 0.7 . Qual é o pH da mistura? Em lugar de 15mL de NH 3 usa−se 13mL qual seria o pH? Com 17ml ? Comenta o resultado.Dados: pKa(AcOH/AcO−) = 4.01M de acido fluoridirico HF com 15ml de uma solução 0. Na = 23 e O = 16) .2 R: pH = 8.3 117) Mistura−se 10mL de uma solução 0.0 g/L? 124) Qual a massa de hidróxido de sódio. necessária para preparar meio litro de uma solução 0. c) A concentração da solução em g/L. Pede-se calcular: a) A massa da solução. d) A concentração da solução em mol/L 121) Calcule a massa de ácido nítrico necessário para preparação de 150 mL de uma solução de concentração 50 g/L.01M de HCl e 10ml de uma solução 0. pH = 8.01 mol/L de HCl e 15 mL de uma solução 0.01M de Fluoreto de Sodio NaF. b) A massa do alcali existente em 100 mL de solução.01 mol/L de NH3.8 119) Uma solução aquosa de hidróxido de sódio apresenta uma massa de soluto igual a 12g em 150 mL de solvente.0L de uma solução cuja concentração é 25 g/L ? 123) Qual a massa de AgNO3 necessária para preparar 200 mL de uma solução de concentração 17.55 .9 . Qual é o pH da mistura? Dados: pKa(AcOH/AcO−) = 4. II – Sua porcentagem em massa é 20%. Calcule sua densidade sabendo que sua percentagem em massa vale 10%.72 R: pH = 6 115) Qual é o pH de uma solução 3:2 de acido acético e acetato de sódio ? De uma solução 2:3 ? De uma solução 1:1 ? Dados: pKa(AcOH/AcO−) = 4.62 R: pH = 3. pH = 4.

126) A 22. S = 32. acrescenta-se água até obter 400 mL de solução. admitindo que o sal encontra-se 80% dissociado. calcule: a) A concentração molar do CaCl2 em solução. (Fe = 56.125) 500ml de solução contém 20g de sulfato de ferro(III) (Fe2(SO4)3) 100% dissociado em íons Fe3+ e SO42. b) A concentração molar dos íons Ca2+ e Cl-. .Calcule a concentração molar do sulfato de ferro(III) e dos íons. O = 16). em mol por litro.2g de cloreto de cálcio.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful