Você está na página 1de 22

Curso Online - Contabilidade Geral em Exercícios

Fiscal de Rendas do Estado do Rio de Janeiro – ICMS/RJ


Prof. Moraes Junior

Caro(a) concursando(a),

Primeiramente, gostaria de fazer uma breve apresentação: sou Auditor-Fiscal


da Receita Federal do Brasil, aprovado em 5o lugar para as Unidades Centrais
no concurso de 2005 e trabalho na Coordenação-Geral de Fiscalização. Sou
professor de Contabilidade Geral, Avançada, Análise das Demonstrações
Financeiras, Contabilidade de Custos, Matemática Financeira, Estatística e
Raciocínio Lógico. Além disso, trabalhei, durante 17 anos, na Marinha da
Brasil, como Oficial de carreira (onde me graduei em Ciências Navais, ênfase
em Eletrônica, na Escola Naval, e, Engenharia Elétrica, ênfase em
Telecomunicações, na Universidade de São Paulo) e 1 ano, no Instituto de
Pesquisa Econômica Aplicada, como assessor da presidência.

Vamos ao nosso curso. O curso é voltado para o concurso da Fiscal de


Rendas do Estado do Rio de Janeiro - e será composto de exercícios de
concursos anteriores, ou seja, estudaremos a matéria por meio de exercícios
comentados e resolvidos. Utilizarei, em todas as aulas, somente questões da
FGV, banca examinadora do concurso.

Conteúdo Programático (uma aula por semana):


Aula Conteúdo
0 Modelo de exercícios comentados e resolvidos.
1 Conceituação, objetivos, campo de atuação e usuários da
(08/02) informação contábil. Princípios e normas contábeis brasileiras
emanadas pelo CFC - Conselho Federal de Contabilidade.
2 Escrituração contábil: Método das partidas dobradas. Contas
(15/02) patrimoniais e de resultado.
3 Contabilização de operações típicas de empresas mercantis:
(22/02) Compra, venda e alterações de valores de compra e venda.
Tratamento contábil dos estoques de mercadorias - conceitos e
forma de avaliação. Tipos de Inventários. Apuração do custo das
mercadorias vendidas e do resultado com mercadorias.
Tratamento contábil dos impostos incidentes em operações de
compras e vendas: e demais tributos e contribuições incidentes.
4 Variação do patrimônio líquido: receita, despesa, ganhos e perdas.
(01/03) Apuração dos resultados. - Conceitos, forma de avaliação e
evidenciação. Demonstração do resultado do exercício: conteúdo e
forma de apresentação. Apuração e procedimentos contábeis para
a identificação do resultado do exercício. Custo dos produtos
vendidos e dos serviços prestados. Tratamento contábil e apuração
dos resultados dos itens operacionais e não-operacionais.
5 Demonstração das mutações do patrimônio líquido: Conteúdo,
(08/03) itens evidenciáveis e forma de apresentação.
6 Demonstração de origens e aplicações de recursos: conceitos
(15/03) envolvidos, itens componentes, forma de evidenciação, conceito de
Capital Circulante Líquido e apuração do resultado ajustado.
Procedimentos contábeis para elaboração.
www.pontodosconcursos.com.br 1
Curso Online - Contabilidade Geral em Exercícios
Fiscal de Rendas do Estado do Rio de Janeiro – ICMS/RJ
Prof. Moraes Junior

7 Demonstração de caixa: Conceitos, principais componentes,


(22/03) formas de apresentação, critérios e métodos de elaboração e
interligação com o conjunto das demonstrações contábeis
obrigatórias.
8 Demonstração do valor adicionado: Conceitos, principais
(29/03) componentes, formas de apresentação e critérios de elaboração.

Por que o curso será neste formato? Porque, como em todas as outras
disciplinas de concursos, a maneira mais eficaz de aprender é fazendo
exercícios anteriores da banca examinadora. E é deste modo que iremos
trabalho para alcançar uma maior efetividade (eficiência + eficácia).

Além disso, entre o edital e a prova, você precisa estudar de forma objetiva,
com foco no concurso, tendo em vista que é pouco tempo e são várias
disciplinas. Portanto, este curso será desta maneira: objetivo e focado no
concurso.

Como diria um professor de um curso preparatório pré-militar:


Resultado = Competência + Trabalho

Se preferir:
“O gênio é composto por 2% de talento e 98% de perseverante
aplicação”
Ludwing Van Beethoven

Ou seja, vamos treinar, treinar, e, se for preciso, treinar mais, para aprender.
Não é desta maneira que, por exemplo, um nadador melhora seus tempos?
Pois é desta maneira que temos que trabalhar.

Espero que este curso seja bastante útil a você e que possa, efetivamente,
auxiliá-lo na preparação para o concurso público de Fiscal de Rendas do
Estado do Rio de Janeiro – ICMS/RJ e na consequente conquista da tão
sonhada vaga. As dúvidas serão sanadas por meio do fórum do curso, a que
todos os matriculados terão acesso, que ficará disponível até a véspera da
prova.

As críticas ou sugestões poderão ser enviadas para:


moraesjunior@pontodosconcursos.com.br

Finalmente, gostaria de salientar a você, concursando(a): NUNCA DESISTA


DOS SEUS SONHOS. Deus nos deu o livre arbítrio para que possamos
determinar nosso destino. Se você deseja ser aprovado em um concurso
público, lute por isso, faça com dedicação, com sacrifício, sempre visando ao
seu objetivo. Desta forma, você conseguirá ser aprovado!

Moraes Junior
Janeiro/2010
www.pontodosconcursos.com.br 2
Curso Online - Contabilidade Geral em Exercícios
Fiscal de Rendas do Estado do Rio de Janeiro – ICMS/RJ
Prof. Moraes Junior

Aula 00: Modelos de Exercícios Resolvidos


Questões Comentadas e Resolvidas

Nesta aula demonstrativa, vamos resolver 3 (três) questões de Contabilidade


Geral de concursos anteriores de Fiscal de Rendas do Estado do Rio de Janeiro
– ICMS/RJ, para que você tenha uma idéia de como será o curso.

1.(ICMS-RJ-2008-FGV) A Cia. Bichinho de Goiaba apresentou, em


31/12/2007, os saldos das contas abaixo relacionadas, extraídos do balancete
levantado antes da apuração do resultado do período:

Bancos Conta Movimento R$ 3.450,00


Capital Social R$ 11.550,00
Custo com Mercadorias Vendidas R$ 1.950,00
Despesas com Aluguéis R$ 4.800,00
Despesas com Salários R$ 4.860,00
Duplicatas a Pagar R$ 9.000,00
Duplicatas a Receber R$ 7.500,00
Imóveis em Uso R$ 7.050,00
Impostos a Pagar R$ 7.350,00
Lucros Acumulados R$ 3.360,00
Máquinas e Equipamentos R$ 6.000.00
Mercadorias para Revenda R$ 3.300,00
Receitas de Aplicações Financeiras R$ 7.350,00
Receitas de Vendas R$ 6.000,00
Títulos a Receber R$ 5.700,00

Após elaborar o encerramento do período e a apuração de todas as


demonstrações contábeis em 31/12/2007, a Cia. Bichinho de Goiaba
encontrará um:

(a) Passivo Circulante no valor de R$ 14.400,00.


(b) Lucro Líquido no valor de R$ 3.690,00.
(c) Lucro Bruto no valor de R$ 11.400,00.
(d) Patrimônio Líquido no valor de R$ 16.650,00.
(e) Ativo Circulante no valor de R$ 21.900,00.

www.pontodosconcursos.com.br 3
Curso Online - Contabilidade Geral em Exercícios
Fiscal de Rendas do Estado do Rio de Janeiro – ICMS/RJ
Prof. Moraes Junior

Resolução

Vamos aos conceitos principais:


Balanço Patrimonial (após as alterações da Lei no 11.638/07 e da Lei
no 11.941/09):
Ativo Passivo
Ativo Circulante Passivo Circulante
Ativo Não Circulante Passivo Não Circulante
Ativo Realizável a Longo Prazo Longo Prazo
Investimentos Receitas Diferidas
Imobilizado Patrimônio Líquido
Intangível Capital Social
(-) Ações em Tesouraria
Ajustes de Avaliação Patrimonial
Reservas de Lucros
Reservas de Capital
(-) Prejuízos Acumulados

Demonstração do Resultado do Exercício (DRE)


Receita Bruta de Vendas ou Receita Operacional Bruta
(-) Deduções da Receita Bruta
(-) Devoluções de Vendas
(-) Abatimentos sobre Vendas
(-) Descontos Incondicionais Concedidos
(-) ICMS sobre Vendas
(-) PIS e COFINS sobre Vendas
(=) Receita Líquida de Vendas ou Receita Operacional Líquida
(-) Custo das Mercadorias/Produtos Vendidos/Serviços Prestados
(=) LUCRO BRUTO (RESULTADO OPERACIONAL BRUTO)
(-) Despesas c/ Vendas
(-) Despesas Gerais e Administrativas
(-) Outras Despesas Operacionais
(+) Outras Receitas Operacionais
(-) Despesas Financeiras
(+) Receitas Financeiras
(+) Outras Receitas
(-) Outras Despesas
(=) LUCRO/PREJUÍZO OPERACIONAL (RESULTADO OPERACIONAL LÍQUIDO)
(-) CSLL (ou Despesa com Provisão para CSLL)
(=) RESULTADO DO EXERCÍCIO ANTES DO IMPOSTO DE RENDA
(-) Despesa c/ Provisão do Imposto de Renda
(=) RESULTADO DO EXERCÍCIO APÓS O IMPOSTO DE RENDA
(-) Despesa c/ Participações Societárias sobre o Lucro
(=) LUCRO/PREJUÍZO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO
Lucro/Prejuízo Líquido por Ação

www.pontodosconcursos.com.br 4
Curso Online - Contabilidade Geral em Exercícios
Fiscal de Rendas do Estado do Rio de Janeiro – ICMS/RJ
Prof. Moraes Junior

Vamos à resolução da questão:

Bancos Conta Movimento R$ 3.450,00 Ativo Circulante


Capital Social R$ 11.550,00 Patrimônio Líquido
Custo com Mercadorias Vendidas R$ 1.950,00 Despesa
Despesas com Aluguéis R$ 4.800,00 Despesa
Despesas com Salários R$ 4.860,00 Despesa
Duplicatas a Pagar R$ 9.000,00 Passivo Circulante
Duplicatas a Receber R$ 7.500,00 Ativo Circulante
Imóveis em Uso R$ 7.050,00 Ativo Não Circulante -
Imobilizado
Impostos a Pagar R$ 7.350,00 Passivo Circulante
Lucros Acumulados R$ 3.360,00 Patrimônio Líquido
Máquinas e Equipamentos R$ 6.000.00 Ativo Não Circulante -
Imobilizado
Mercadorias para Revenda R$ 3.300,00 Ativo Circulante
Receitas de Aplicações Financeiras R$ 7.350,00 Receita
Receitas de Vendas R$ 6.000,00 Receita
Títulos a Receber R$ 5.700,00 Ativo Circulante

I – Demonstração do Resultado do Exercício (DRE):

Receita de Vendas 6.000


(-) Custo das Mercadorias Vendidas (1.950)
Lucro Bruto 4.050
(-) Despesas com Aluguéis (4.800)
(-) Despesas com Salários (4.860)
(+) Receitas de Aplicações Financeiras 7.350
Lucro Líquido do Exercício 1.740

Transferência para o Patrimônio Líquido:


Lucro Líquido do Exercício
a Lucros Acumulados (Patrimônio Líquido) 1.740
Saldo de Lucros Acumulados = 3.360 + 1.740 = 5.100

II – Balanço Patrimonial:

Ativo
Ativo Circulante
Bancos Conta Movimento 3.450
Duplicatas a Receber 7.500
Mercadorias para Revenda 3.300
Títulos a Receber 5.700
Total do Ativo Circulante 19.950

www.pontodosconcursos.com.br 5
Curso Online - Contabilidade Geral em Exercícios
Fiscal de Rendas do Estado do Rio de Janeiro – ICMS/RJ
Prof. Moraes Junior

Ativo Não Circulante


Imobilizado
Imóveis em Uso 7.050
Máquinas e Equipamentos 6.000
Total do Ativo Não Circul. 13.050
Total do Ativo 33.000

Passivo
Passivo Circulante
Duplicatas a Pagar 9.000
Impostos a Pagar 7.350
Total do Passivo Circul. 16.350

Patrimônio Líquido
Capital Social 11.550
Lucros Acumulados 5.100
Total do PL 16.650
Total do Passivo 33.000

GABARITO: D

(ICMS-RJ-2007-FGV) O enunciado a seguir se refere às questões de


números 2 e 3.
A empresa BARRACÃO S/A, dedicada ao comércio de tecidos, apurou em seu
balancete de encerramento (31/12/2007) os saldos das contas patrimoniais e
de resultado listados no quadro abaixo. Observe que todos os saldos se
referem a 31/12/2007, com exceção da conta “lucros acumulados”, que se
refere a 31/12/2006. Considerando que o estagiário ordenou as contas em
ordem crescente dos respectivos saldos, sugere-se organizá-las conforme a
estrutura do Balanço Patrimonial para responder às questões de números 104
a 106 que seguem.

provisão para redução das mercadorias a valor de mercado 746,00


provisão para créditos de liquidação duvidosa (referente aos títulos que
vencem em dentro de 12 meses) 1.054,00
provisão para créditos de liquidação duvidosa (referente aos títulos que
vencem após os 12 primeiros meses) 1.090,00
despesas antecipadas (prazo: após os 12 primeiros meses) 1.790,00
amortização acumulada (das despesas pré-operacionais) 1.800,00
despesas pré-operacionais 2.000,00
empréstimos concedidos (prazo: após os 12 primeiros meses) 4.500,00
ações em tesouraria 5.000,00
despesas antecipadas (prazo: em dentro dos 12 primeiros meses) 5.000,00
provisão para contingências trabalhistas (estimativa de pagamento: em dentro
dos 12 primeiros meses) 6.500,00
provisão para contingências trabalhistas (estimativa de pagamento: após os 12
primeiros meses) 8.000,00
www.pontodosconcursos.com.br 6
Curso Online - Contabilidade Geral em Exercícios
Fiscal de Rendas do Estado do Rio de Janeiro – ICMS/RJ
Prof. Moraes Junior

caixa 10.000,00
empréstimos concedidos a diretores (transações não-operacionais) 10.000,00
reserva para contingências 12.000,00
descontos comerciais e abatimentos 14.850,00
móveis e utensílios (de uso próprio) 15.000,00
receita de equivalência patrimonial 19.950,00
depósitos judiciais (expectativa de decisão terminativa: após os 12 primeiros
meses) 20.000,00
terrenos (de uso próprio) 20.000,00
deságio relativo a participações societárias 20.300,00
vendas canceladas 23.000,00
empréstimos obtidos (prazo: após os 12 primeiros meses) 24.000,00
duplicatas descont. (títulos que vencem em dentro de 12 meses) 25.000,00
impostos a recolher (prazo: em dentro dos 12 primeiros meses) 28.500,00
veículos (de uso próprio) 30.000,00
aplicações financeiras (prazo: após os 12 primeiros meses) 32.000,00
impostos parcelados (prazo: em dentro dos 12 primeiros meses) 32.000,00
outras aplic. Financ.(prazo: em dentro dos 12 primeiros meses) 39.500,00
despesa com imposto de renda e contribuição social sobre o lucro 40.000,00
salários a pagar (prazo: em dentro dos 12 primeiros meses) 42.000,00
impostos parcelados (prazo: após os 12 primeiros meses) 42.500,00
aplicações financeiras de imediata realização 45.000,00
empréstimos obtidos (prazo: em dentro dos 12 primeiros meses) 45.000,00
reserva legal 48.000,00
despesas financeiras 50.500,00
lucros acumulados (saldo inicial) 51.000,00
duplicatas a receber de clientes (prazo: após os 12 primeiros meses)54.500,00
prédios e construções (de uso próprio) 60.000,00
fornecedores a pagar (prazo: em dentro dos 12 primeiros meses) 64.000,00
bancos conta corrente 78.000,00
estoque de mercadorias 87.400,00
reserva de capital 89.800,00
duplicatas a receber (prazo: em dentro dos 12 primeiros meses) 105.400,00
receita não-operacional 196.000,00
Participações societárias em controladas e coligadas avaliadas pelo método da
equivalência patrimonial 300.700,00
capital social 500.000,00
despesa não-operacional 500.000,00
depreciação acumulada 525.000,00
máquinas e equipamentos (de uso próprio) 800.000,00
despesas de comercialização 860.000,00
despesas administrativas 980.700,00
impostos sobre vendas 1.000.000,00
custo das mercadorias vendidas 1.589.400,00
receita bruta 5.000.000,00

www.pontodosconcursos.com.br 7
Curso Online - Contabilidade Geral em Exercícios
Fiscal de Rendas do Estado do Rio de Janeiro – ICMS/RJ
Prof. Moraes Junior

2. O saldo do Ativo Não Circulante, em 31/12/2007, é:

(a) 804.480,00.
(b) 121.700,00.
(c) 802.300,00.
(d) 803.390,00.
(e) 680.600,00.

Resolução

Primeiramente, como uma forma de estudar para a prova, vamos classificar


todas as contas e levantar o balancete de verificação:

ATENÇÃO!!! Como a conta Lucros Acumulados ainda está com saldo


inicial, no balancete de verificação irão constar contas patrimoniais e
de resultado (a apuração do resultado do período ainda não foi
efetuada – balancete de verificação inicial).
Conta Saldo Saldo Característica
Devedor Credor
Provisão para redução das mercadorias a 746,00 Ativo Circulante -
valor de mercado Retificadora
Provisão para créditos de liquidação 1.054,00 Ativo Circulante –
duvidosa (vencimento dentro de 12 meses) Retificadora
Provisão para créditos de liquidação 1.090,00 Ativo Não Circulante -
duvidosa (vencimento após 12 meses) Realizável a Longo Prazo –
Retificadora
Despesas Antecipadas (prazo: após 12 1.790,00 Ativo Não Circulante -
meses) Realizável a Longo Prazo
Amortização Acumulada (das despesas pré- 1.800,00 Ativo Não Circulante -
operacionais) Diferido – Retificadora (*)
Despesas Pré-Operacionais 2.000,00 Ativo Não Circulante -
Diferido (*)
Empréstimos Concedidos (prazo: após 12 4.500,00 Ativo Não Circulante -
meses) Realizável a Longo Prazo
Ações em Tesouraria 5.000,00 Patrimônio Líquido -
Retificadora
Despesas Antecipadas (prazo: dentro dos 5.000,00 Ativo Circulante
12 primeiros meses)
Provisão para Contingências Trabalhistas 6.500,00 Passivo Circulante
(estimativa de pagto: dentro dos 12
primeiros meses)
Provisão para Contingências Trabalhistas 8.000,00 Passivo Não Circulante -
(estimativa de pagto: após os 12 primeiros Longo Prazo
meses)
Caixa 10.000,00 Ativo Circulante
Empréstimos Concedidos a Diretores 10.000,00 Ativo Não Circulante -
(transações não-operacionais) Realizável a Longo Prazo
Reserva para Contingências 12.000,00 Patrimônio Líquido
Descontos Comerciais e Abatimentos 14.850,00 Redução da Receita Bruta -
Despesa
Móveis e Utensílios (de uso próprio) 15.000,00 Ativo Não Circulante -
Imobilizado

www.pontodosconcursos.com.br 8
Curso Online - Contabilidade Geral em Exercícios
Fiscal de Rendas do Estado do Rio de Janeiro – ICMS/RJ
Prof. Moraes Junior

Receita de Equivalência Patrimonial 19.950,00 Receita


Depósitos Judiciais (expectativa de decisão 20.000,00 Ativo Não Circulante -
terminativa: após 12 primeiros meses) Realizável a Longo Prazo
Terrenos (de uso próprio) 20.000,00 Ativo Não Circulante -
Imobilizado
Deságio Relativo a Participações Societárias 20.300,00 Ativo Não Circulante –
Investimentos – Retificadora
Vendas Canceladas 23.000,00 Redução da Receita Bruta –
Despesa
Empréstimos Obtidos (prazo: após os 12 24.000,00 Passivo Não Circulante -
primeiros meses) Longo Prazo
Duplicatas Descontadas (títulos que 25.000,00 Ativo Circulante –
vencem em dentro de 12 meses) Retificadora
Impostos a Recolher (prazo: em dentro dos 28.500,00 Passivo Circulante
12 primeiros meses)
Veículos (de uso próprio) 30.000,00 Ativo Não Circulante –
Imobilizado
Aplicações Financeiras (prazo: após os 12 32.000,00 Ativo Não Circulante -
primeiros meses) Realizável a Longo Prazo
Impostos Parcelados (prazo: em dentro dos 32.000,00 Passivo Circulante
12 primeiros meses)
Outras Aplicações Financeiras (prazo: em 39.500,00 Ativo Circulante
dentro dos 12 primeiros meses)
Despesas com imposto de renda e 40.000,00 Despesa
contribuição social sobre o lucro
Salários a Pagar (prazo: em dentro dos 12 42.000,00 Passivo Circulante
primeiros meses)
Impostos Parcelados (prazo: após os 12 42.500,00 Passivo Não Circulante -
primeiros) Longo Prazo
Aplicações Financeiras de Imediata 45.000,00 Ativo Circulante
Realização
Empréstimos Obtidos (prazo: em dentro 45.000,00 Passivo Circulante
dos 12 primeiros meses)
Reserva Legal 48.000,00 Patrimônio Líquido
Despesas Financeiras 50.500,00 Despesa
Lucros Acumulados (saldo inicial) 51.000,00 Patrimônio Líquido
Duplicatas a Receber de Clientes (prazo: 54.500,00 Ativo Não Circulante -
após os 12 primeiros meses) Realizável a Longo Prazo
Prédios e Construções (de uso próprio) 60.000,00 Ativo Não Circulante –
Imobilizado
Fornecedores a Pagar (prazo: em dentro 64.000,00 Passivo Circulante
dos 12 primeiros meses)
Bancos Conta Corrente 78.000,00 Ativo Circulante
Estoque de Mercadorias 87.400,00 Ativo Circulante
Reserva de Capital 89.800,00 Patrimônio Líquido
Duplicatas a Receber (prazo: em dentro 105.400,00 Ativo Circulante
dos 12 primeiros meses)
Receita Não-Operacional 196.000,00 Receita
Participações Societárias em Controladas e 300.700,00 Ativo Não Circulante –
Coligadas Avaliadas pelo MEP Investimentos
Capital Social 500.000,00 Patrimônio Líquido
Despesa Não-Operacional 500.000,00 Despesa
Depreciação Acumulada 525.000,00 Ativo Não Circulante -
Imobilizado – Retificadora
Máquinas e Equipamentos (de uso próprio) 800.000,00 Ativo Não Circulante –

www.pontodosconcursos.com.br 9
Curso Online - Contabilidade Geral em Exercícios
Fiscal de Rendas do Estado do Rio de Janeiro – ICMS/RJ
Prof. Moraes Junior

Imobilizado
Despesas de Comercialização 860.000,00 Despesa
Despesas Administrativas 980.700,00 Despesa
Impostos sobre Vendas 1.000.000,00 Redutor da Receita Bruta -
Despesa
Custo das Mercadorias Vendidas 1.589.400,00 Despesa
Receita Bruta 5.000.000,00 Receita
Total 6.784.240,00 6.784.240,00
(*) Apesar da extinção do Ativo Diferido pela MP no 449/08, convertida na Lei
no 11.941/09, considerei que estas contas foram mantidas no Ativo Diferido
até a completa amortização das despesas pré-operacionais (hipótese prevista
na referida MP – art. 299-A incluído na Lei no 6.404/76), verbis:

“Art. 299-A. O saldo existente em 31 de dezembro de


2008 no ativo diferido que, pela sua natureza, não
puder ser alocado a outro grupo de contas, poderá
permanecer no ativo sob essa classificação até sua
completa amortização, sujeito à análise sobre a
recuperação de que trata o § 3o do art. 183.” (NR)

Agora, antes de resolver a questão, gostaria de chamar a sua atenção


para as seguintes contas (para que você não erre na hora da prova):

1. Provisões: são sempre contas de natureza CREDORA, sendo,


portanto, retificadoras do Ativo e obrigações no Passivo.

2. Depósitos Judiciais: direito constituído mediante o depósito, em


virtude de uma ação judicial, sendo, portanto, uma conta do
Ativo (olhe ele aqui, em questão de outra banca Risos).

Vamos à resolução da questão:

Conta Saldo
Ativo Não Circulante
Realizável a Longo Prazo
Duplicatas a Receber de Clientes (prazo: após os 12 primeiros 54.500,00
meses)
Provisão para créditos de liquidação duvidosa (vencimento após (1.090,00)
12 meses)
Despesas Antecipadas (prazo: após 12 meses) 1.790,00
Empréstimos Concedidos (prazo: após 12 meses) 4.500,00
Empréstimos Concedidos a Diretores (transações não- 10.000,00
operacionais)
Depósitos Judiciais (expectativa de decisão terminativa: após 12 20.000,00
primeiros meses)
Aplicações Financeiras (prazo: após os 12 primeiros meses) 32.000,00
Investimentos
Participações Societárias em Controladas e Coligadas Avaliadas 300.700,00
www.pontodosconcursos.com.br 10
Curso Online - Contabilidade Geral em Exercícios
Fiscal de Rendas do Estado do Rio de Janeiro – ICMS/RJ
Prof. Moraes Junior

pelo MEP
Deságio Relativo a Participações Societárias (20.300,00)
Imobilizado
Veículos (de uso próprio) 30.000,00
Prédios e Construções (de uso próprio) 60.000,00
Móveis e Utensílios (de uso próprio) 15.000,00
Terrenos (de uso próprio) 20.000,00
Máquinas e Equipamentos (de uso próprio) 800.000,00
Depreciação Acumulada (525.000,00)
Diferido (mantido até a completa amortização das
despesas pré-operacionais)
Despesas Pré-Operacionais 2.000,00
Amortização Acumulada (das despesas pré-operacionais) (1.800,00)
Ativo Não Circulante 802.300,00

GABARITO: C

3. O saldo do Patrimônio Líquido, em 31/12/2007, é:

(a) 867.800,00.
(b) 841.300,00.
(c) 853.300,00.
(d) 695.800,00.
(e) 861.300,00.

Resolução

Para calcular o saldo do Patrimônio Líquido, primeiro temos que apurar o


resultado do exercício de 2007 e transferir o resultado para a conta “Lucros ou
Prejuízos Acumulados”.

I – Demonstração do Resultado do Exercício:

Conta Saldo
Receita Bruta 5.000.000,00
Impostos sobre Vendas (1.000.000,00)
Descontos Comerciais e Abatimentos (14.850,00)
Vendas Canceladas (23.000,00)
Receita Líquida de Vendas 3.962.150,00
Custo das Mercadorias Vendidas (1.589.400,00)
Lucro Bruto 2.372.750,00
Receita de Equivalência Patrimonial 19.950,00
Despesas de Comercialização (860.000,00)
Despesas Administrativas (980.700,00)
Despesas Financeiras (50.500,00)
Lucro Operacional Líquido 501.500,00
www.pontodosconcursos.com.br 11
Curso Online - Contabilidade Geral em Exercícios
Fiscal de Rendas do Estado do Rio de Janeiro – ICMS/RJ
Prof. Moraes Junior

Receita Não-Operacional 196.000,00


Despesa Não-Operacional (500.000,00)
Lucro Antes do IR/CSLL 197.500,00
Despesas com imposto de renda e contribuição social (40.000,00)
sobre o lucro
Lucro Líquido do Exercício 157.500,00

Transferência para a conta Lucro Acumulados

Lucro Líquido do Exercício


a Lucro Acumulados 157.500,00

Lucros Acumulados = 51.000 + 157.500 = 208.500

II – Saldo do Patrimônio Líquido:

Conta Saldo
Capital Social 500.000,00
Lucros Acumulados 208.500,00
Ações em Tesouraria (5.000,00)
Reserva para Contingências 12.000,00
Reserva Legal 48.000,00
Reserva de Capital 89.800,00
Patrimônio Líquido 853.300,00

GABARITO: C

4.(ICMS-RJ-2007-FGV) A empresa FORTALEZA S/A, dedicada ao comércio


de equipamentos de ginástica, começou o período com o estoque de
mercadorias composto por 20 unidades de halteres de 5kg avaliadas, no total,
por R$ 280,00; e 6 unidades de halteres de 7kg avaliadas, no total, por R$
120,00. Sabe-se que a empresa comercial FORTALEZA S/A é contribuinte do
ICMS mediante movimentação econômica, contribuinte do IR com base no
lucro real, e não é contribuinte do IPI. No início do período, FORTALEZA S/A
adquiriu 100 novas unidades de halteres de 5kg. Os dados da nota fiscal de
aquisição eram os seguintes:
Fornecedor indústria
Valor total das mercadorias 2.000,00
ICMS 18%
IPI 5%
Valor total da nota fiscal 2.100,00

No final do período, a FORTALEZA S/A vendeu 80 unidades de halteres de 5kg


por R$ 30,00 cada unidade, e 5 unidades de halteres de 7kg por R$ 40,00
cada unidade.

www.pontodosconcursos.com.br 12
Curso Online - Contabilidade Geral em Exercícios
Fiscal de Rendas do Estado do Rio de Janeiro – ICMS/RJ
Prof. Moraes Junior

Considerando que a FORTALEZA S/A avalia seu estoque pelo Custo Médio
Ponderado Móvel, o valor do custo das mercadorias vendidas nesse período é,
em valores arredondados:

(a) 1.307,45.
(b) 1.317,17.
(c) 1.446,67.
(d) 1.424,00.
(e) 1.323,33.

Resolução

Primeiramente, precisamos lembrar de que forma é calculado o Custo Médio


Ponderado Móvel:

Custo Médio Ponderado Móvel: por meio deste método, o custo médio
de cada unidade em estoque é alterado pelas compras de outras
unidades por um preço diferente (a cada nova aquisição de
mercadorias, uma nova média é calculada).

Vamos à resolução da questão:


- Empresa Fortaleza S/A: contribuinte do ICMS (não entra no custo de
aquisição da mercadoria) e não contribuinte do IPI (entra no custo de
aquisição da mercadoria).

- Estoque Inicial:
20 unidades de halteres de 5 kg = R$ 280,00
6 unidades de halteres de 7 kg = R$ 120,00

I – Aquisição de 100 unidades de halteres de 5 kg:


Valor Total da Mercadorias 2.000
(+) IPI (5%) = 5% x 2.000 100
(-) ICMS (18%) = 18% x 2.000 (360)
Custo das Compras 1.740

Estoques (custo médio ponderado móvel):


20 unidades de halteres de 5 kg = R$ 280,00
100 unidades de halteres de 5 kg = R$ 1.740,00
Custo Médio Ponderado Móvel (Halteres de 5 kg) = (280 + 1.740)/120 =
16,83 (preço unitário)
6 unidades de halteres de 7 kg = R$ 120,00 (Preço Unit. = 120/6 = 20)

II – Venda de Mercadorias:

80 unidades de halteres de 5 kg x R$ 30,00 2.400


5 unidades de halteres de 7 kg x R$ 40,00 280
Receita Bruta de Vendas 2.680
www.pontodosconcursos.com.br 13
Curso Online - Contabilidade Geral em Exercícios
Fiscal de Rendas do Estado do Rio de Janeiro – ICMS/RJ
Prof. Moraes Junior

III – Custo das Mercadorias Vendidas:

80 unidades de halteres de 5 kg x R$ 16,83 1.346,67


5 unidades de halteres de 7 kg x R$ 20,00 100,00
Custo das Mercadorias Vendidas 1.446,67

GABARITO: ANULADA

5.(ICMS-RJ-2007-FGV) Josefa, Josefina e Josenalva constituíram a empresa


Netositter S/A, dedicada à prestação de serviços de babysitter. Entre outros
ativos, a empresa tinha um veículo que era utilizado para o transporte das
babás, o qual fora adquirido por R$ 38.000,00. No último balanço patrimonial,
apurado em 31/12/2006, o saldo da conta Depreciação Acumulada desse
veículo já evidenciava o valor de R$ 20.000,00. Na respectiva Nota Explicativa,
constava que tal ativo tinha sua vida útil original estimada em 5 anos, ao final
do qual se esperava valor residual de R$ 9.000,00.

Em 01/10/2007, tal veículo foi vendido por R$ 15.000,00. Ignorando-se


qualquer tributo, a classificação e o valor do resultado auferido com a venda
do veículo são, respectivamente:

(a) operacional, R$ 1.350,00.


(b) operacional, R$ 2.700,00.
(c) operacional, R$ 5.700,00.
(d) não-operacional, R$ 1.350,00.
(e) não-operacional, R$ 2.700,00.

Resolução

Primeiramente, vamos relembrar alguns conceitos importantes relativos à


depreciação:

Depreciação: consiste em considerar, como despesa ou custo do


período, uma parte do valor gasto na compra de bens de consumo
duráveis utilizados nas atividades da empresa. Estes bens serão
depreciados ao longo de sua vida útil, de modo que o valor gasto na
sua aquisição seja considerado despesas ao longo dos anos de sua
utilização.

- O bem poderá ser depreciado a partir da data em que for


instalado, colocado em serviço ou esteja em condições de
produzir;

- Taxa de Depreciação = 1/Vida Útil do Bem;

- A depreciação pode ser calculada mensalmente, trimestralmente ou ao


final de cada ano, por ocasião da apuração do Resultado do Exercício;
www.pontodosconcursos.com.br 14
Curso Online - Contabilidade Geral em Exercícios
Fiscal de Rendas do Estado do Rio de Janeiro – ICMS/RJ
Prof. Moraes Junior

- Método das Quotas Constantes ou Método Linear ou Método da


Linha Reta: método de depreciação onde a depreciação acumulada é
diretamente proporcional ao tempo, ou seja, é uma função linear. Pode-
se calcular a depreciação, por este método, de duas formas:

1. Aplica-se a taxa constante sobre o valor depreciado; ou


2. Divide-se o valor depreciado pelo tempo de vida útil.

Fórmulas importantes:

Depreciação = Taxa x Período x Base de Cálculo


Base de Cálculo = Custo de Aquisição – Valor Residual
Valor Contábil = Custo de Aquisição – Depreciação Acumulada
Ganho de Capital: Valor Contábil < Valor da Alienação
Perda de Capital: Valor Contábil > Valor da Alienação

Vamos à resolução da questão:

Veículo = 38.000
Depreciação Acumulada em 31/12/2006 = 20.000
Vida Útil Estimada = 5 anos
Valor Residual = 9.000

I – Venda do Veículo em 01/10/2007, por R$ 15.000,00

I.1 – Cálculo da Depreciação Acumulada até 01/10/2007:

Depreciação Acumulada até 31/12/2006 = 20.000


Taxa de Depreciação = 1/5 anos = 20% ao ano

Despesas com Depreciação de 01/01/2007 até 01/10/2007:


Período = 9 meses

Base de Cálculo da Depreciação = Valor de Aquisição – Valor Residual


Base de Cálculo da Depreciação = 38.000 – 9.000 = 29.000

Despesas com Depreciação (2007) = 29.000 x 9/12 meses x 20% ao ano =>
 Despesas com Depreciação (2007) = 4.350,00

Depreciação Acumulada (até 01/10/2007) = 20.000 + 4.350 = 24.350

I.2 – Cálculo do Valor Contábil do Veículo em 01/10/2007:

Valor Contábil do Veículo = Custo de Aquisição – Depreciação Acumulada =>


 Valor Contábil do Veículo = 38.000 – 24.350 = 13.650

www.pontodosconcursos.com.br 15
Curso Online - Contabilidade Geral em Exercícios
Fiscal de Rendas do Estado do Rio de Janeiro – ICMS/RJ
Prof. Moraes Junior

II.3 – Resultado auferido na venda do Veículo:

Valor da Venda 15.000 => Outras Receitas (*)


(-) Valor Contábil do Veículo (13.650) => Outras Despesas (*)
Ganho de Capital 1.350 (ex-resultado não operacional)

(*) ATENÇÃO!!! Com a publicação da MP no 449/08, publicada na Lei no


11.941/09, as receitas e despesas não operacionais passaram a ser
denominadas “outras receitas” e “outras despesas” e classificadas na
parte operacional da Demonstração do Resultado do Exercício (DRE).
Com isso, não há mais resultado não operacional na DRE após a
publicação da referida MP.

GABARITO: D

Até a próxima aula,

Bons estudos,

Moraes Junior
moraesjunior@pontodosconcursos.com.br

www.pontodosconcursos.com.br 16
Curso Online - Contabilidade Geral em Exercícios
Fiscal de Rendas do Estado do Rio de Janeiro – ICMS/RJ
Prof. Moraes Junior

Lista de Questões Comentadas na Aula


1. (ICMS-RJ-2008-FGV) A Cia. Bichinho de Goiaba apresentou, em
31/12/2007, os saldos das contas abaixo relacionadas, extraídos do balancete
levantado antes da apuração do resultado do período:

Bancos Conta Movimento R$ 3.450,00


Capital Social R$ 11.550,00
Custo com Mercadorias Vendidas R$ 1.950,00
Despesas com Aluguéis R$ 4.800,00
Despesas com Salários R$ 4.860,00
Duplicatas a Pagar R$ 9.000,00
Duplicatas a Receber R$ 7.500,00
Imóveis em Uso R$ 7.050,00
Impostos a Pagar R$ 7.350,00
Lucros Acumulados R$ 3.360,00
Máquinas e Equipamentos R$ 6.000.00
Mercadorias para Revenda R$ 3.300,00
Receitas de Aplicações Financeiras R$ 7.350,00
Receitas de Vendas R$ 6.000,00
Títulos a Receber R$ 5.700,00

Após elaborar o encerramento do período e a apuração de todas as


demonstrações contábeis em 31/12/2007, a Cia. Bichinho de Goiaba
encontrará um:

(a) Passivo Circulante no valor de R$ 14.400,00.


(b) Lucro Líquido no valor de R$ 3.690,00.
(c) Lucro Bruto no valor de R$ 11.400,00.
(d) Patrimônio Líquido no valor de R$ 16.650,00.
(e) Ativo Circulante no valor de R$ 21.900,00.

(ICMS-RJ-2007-FGV) O enunciado a seguir se refere às questões de


números 2 e 3.
A empresa BARRACÃO S/A, dedicada ao comércio de tecidos, apurou em seu
balancete de encerramento (31/12/2007) os saldos das contas patrimoniais e
de resultado listados no quadro abaixo. Observe que todos os saldos se
referem a 31/12/2007, com exceção da conta “lucros acumulados”, que se
refere a 31/12/2006. Considerando que o estagiário ordenou as contas em
ordem crescente dos respectivos saldos, sugere-se organizá-las conforme a
estrutura do Balanço Patrimonial para responder às questões de números 104
a 106 que seguem.

provisão para redução das mercadorias a valor de mercado 746,00


provisão para créditos de liquidação duvidosa (referente aos títulos que
vencem em dentro de 12 meses) 1.054,00

www.pontodosconcursos.com.br 17
Curso Online - Contabilidade Geral em Exercícios
Fiscal de Rendas do Estado do Rio de Janeiro – ICMS/RJ
Prof. Moraes Junior

provisão para créditos de liquidação duvidosa (referente aos títulos que


vencem após os 12 primeiros meses) 1.090,00
despesas antecipadas (prazo: após os 12 primeiros meses) 1.790,00
amortização acumulada (das despesas pré-operacionais) 1.800,00
despesas pré-operacionais 2.000,00
empréstimos concedidos (prazo: após os 12 primeiros meses) 4.500,00
ações em tesouraria 5.000,00
despesas antecipadas (prazo: em dentro dos 12 primeiros meses) 5.000,00
provisão para contingências trabalhistas (estimativa de pagamento: em dentro
dos 12 primeiros meses) 6.500,00
provisão para contingências trabalhistas (estimativa de pagamento: após os 12
primeiros meses) 8.000,00
caixa 10.000,00
empréstimos concedidos a diretores (transações não-operacionais) 10.000,00
reserva para contingências 12.000,00
descontos comerciais e abatimentos 14.850,00
móveis e utensílios (de uso próprio) 15.000,00
receita de equivalência patrimonial 19.950,00
depósitos judiciais (expectativa de decisão terminativa: após os 12 primeiros
meses) 20.000,00
terrenos (de uso próprio) 20.000,00
deságio relativo a participações societárias 20.300,00
vendas canceladas 23.000,00
empréstimos obtidos (prazo: após os 12 primeiros meses) 24.000,00
duplicatas descont. (títulos que vencem em dentro de 12 meses) 25.000,00
impostos a recolher (prazo: em dentro dos 12 primeiros meses) 28.500,00
veículos (de uso próprio) 30.000,00
aplicações financeiras (prazo: após os 12 primeiros meses) 32.000,00
impostos parcelados (prazo: em dentro dos 12 primeiros meses) 32.000,00
outras aplic. Financ.(prazo: em dentro dos 12 primeiros meses) 39.500,00
despesa com imposto de renda e contribuição social sobre o lucro 40.000,00
salários a pagar (prazo: em dentro dos 12 primeiros meses) 42.000,00
impostos parcelados (prazo: após os 12 primeiros meses) 42.500,00
aplicações financeiras de imediata realização 45.000,00
empréstimos obtidos (prazo: em dentro dos 12 primeiros meses) 45.000,00
reserva legal 48.000,00
despesas financeiras 50.500,00
lucros acumulados (saldo inicial) 51.000,00
duplicatas a receber de clientes (prazo: após os 12 primeiros meses)54.500,00
prédios e construções (de uso próprio) 60.000,00
fornecedores a pagar (prazo: em dentro dos 12 primeiros meses) 64.000,00
bancos conta corrente 78.000,00
estoque de mercadorias 87.400,00
reserva de capital 89.800,00
duplicatas a receber (prazo: em dentro dos 12 primeiros meses) 105.400,00
receita não-operacional 196.000,00

www.pontodosconcursos.com.br 18
Curso Online - Contabilidade Geral em Exercícios
Fiscal de Rendas do Estado do Rio de Janeiro – ICMS/RJ
Prof. Moraes Junior

Participações societárias em controladas e coligadas avaliadas pelo método da


equivalência patrimonial 300.700,00
capital social 500.000,00
despesa não-operacional 500.000,00
depreciação acumulada 525.000,00
máquinas e equipamentos (de uso próprio) 800.000,00
despesas de comercialização 860.000,00
despesas administrativas 980.700,00
impostos sobre vendas 1.000.000,00
custo das mercadorias vendidas 1.589.400,00
receita bruta 5.000.000,00

2. O saldo do Ativo Não Circulante, em 31/12/2007, é:

(a) 804.480,00.
(b) 121.700,00.
(c) 802.300,00.
(d) 803.390,00.
(e) 680.600,00.

3. O saldo do Patrimônio Líquido, em 31/12/2007, é:

(a) 867.800,00.
(b) 841.300,00.
(c) 853.300,00.
(d) 695.800,00.
(e) 861.300,00.

4.(ICMS-RJ-2007-FGV) A empresa FORTALEZA S/A, dedicada ao comércio


de equipamentos de ginástica, começou o período com o estoque de
mercadorias composto por 20 unidades de halteres de 5kg avaliadas, no total,
por R$ 280,00; e 6 unidades de halteres de 7kg avaliadas, no total, por R$
120,00. Sabe-se que a empresa comercial FORTALEZA S/A é contribuinte do
ICMS mediante movimentação econômica, contribuinte do IR com base no
lucro real, e não é contribuinte do IPI. No início do período, FORTALEZA S/A
adquiriu 100 novas unidades de halteres de 5kg. Os dados da nota fiscal de
aquisição eram os seguintes:
Fornecedor indústria
Valor total das mercadorias 2.000,00
ICMS 18%
IPI 5%
Valor total da nota fiscal 2.100,00

No final do período, a FORTALEZA S/A vendeu 80 unidades de halteres de 5kg


por R$ 30,00 cada unidade, e 5 unidades de halteres de 7kg por R$ 40,00
cada unidade.

www.pontodosconcursos.com.br 19
Curso Online - Contabilidade Geral em Exercícios
Fiscal de Rendas do Estado do Rio de Janeiro – ICMS/RJ
Prof. Moraes Junior

Considerando que a FORTALEZA S/A avalia seu estoque pelo Custo Médio
Ponderado Móvel, o valor do custo das mercadorias vendidas nesse período é,
em valores arredondados:

(a) 1.307,45.
(b) 1.317,17.
(c) 1.446,67.
(d) 1.424,00.
(e) 1.323,33.

5.(ICMS-RJ-2007-FGV) Josefa, Josefina e Josenalva constituíram a empresa


Netositter S/A, dedicada à prestação de serviços de babysitter. Entre outros
ativos, a empresa tinha um veículo que era utilizado para o transporte das
babás, o qual fora adquirido por R$ 38.000,00. No último balanço patrimonial,
apurado em 31/12/2006, o saldo da conta Depreciação Acumulada desse
veículo já evidenciava o valor de R$ 20.000,00. Na respectiva Nota Explicativa,
constava que tal ativo tinha sua vida útil original estimada em 5 anos, ao final
do qual se esperava valor residual de R$ 9.000,00.

Em 01/10/2007, tal veículo foi vendido por R$ 15.000,00. Ignorando-se


qualquer tributo, a classificação e o valor do resultado auferido com a venda
do veículo são, respectivamente:

(a) operacional, R$ 1.350,00.


(b) operacional, R$ 2.700,00.
(c) operacional, R$ 5.700,00.
(d) não-operacional, R$ 1.350,00.
(e) não-operacional, R$ 2.700,00.

Até a próxima aula,

Bons estudos,

Moraes Junior
moraesjunior@pontodosconcursos.com.br

www.pontodosconcursos.com.br 20
Curso Online - Contabilidade Geral em Exercícios
Fiscal de Rendas do Estado do Rio de Janeiro – ICMS/RJ
Prof. Moraes Junior

GABARITO:

1. D
2. C
3. C
4. ANULADA
5. D

Bibliografia

Lei das Sociedades Anônimas com as alterações trazidas pela Lei no 11.638/07
e pela MP no 449/08, convertida na Lei no 11.941/09.

Normas do Conselho Federal de Contabilidade (CFC). www.cfc.org.br

Normas da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). www.cvm.gov.br

ASSAF NETO, Alexandre. Estrutura e Análise de Balanços – Um Enfoque


Econômico-Financeiro. São Paulo. Editora Atlas. 2007.

FERREIRA, Ricardo J. Contabilidade Avançada e Intermediária. Rio de Janeiro.


Editora Ferreira. 2004.

FERREIRA, Ricardo J. Contabilidade Básica. 3a Edição. Rio de Janeiro. Editora


Ferreira. 2004.

FIPECAFI, Manual de Contabilidade das Sociedades por Ações (aplicável as


demais sociedades) – Rumo às Normas Internacionais - Suplemento. 2a
Edição. São Paulo. Editora Atlas. 2009.

FIPECAFI, Manual de Contabilidade das Sociedades por Ações (aplicável as


demais sociedades). 6a Edição. São Paulo. Editora Atlas. 2003.

IUDÍCIBUS, Sérgio de, Contabilidade Gerencial. 6a Edição. São Paulo. Editora


Atlas. 1998.

IUDÍCIBUS, Sérgio de, Teoria da Contabilidade. 9a Edição. São Paulo. Editora


Atlas. 2009.

JUND, Sergio. Auditoria: Conceitos, Normas, Técnicas e Procedimentos. 6a


Edição. Rio de Janeiro. Editora Impetus. 2004.

LUIZ FERRARI, Ed. Contabilidade Geral – Série Provas e Concursos. 5a Edição.


3a Tiragem. Elsevier Editora. 2005.

LUIZ FERRARI, Ed. Análise de Balanços. 2a Edição. Elsevier Editora. 2006.

www.pontodosconcursos.com.br 21
Curso Online - Contabilidade Geral em Exercícios
Fiscal de Rendas do Estado do Rio de Janeiro – ICMS/RJ
Prof. Moraes Junior

MARTINS, Eliseu. Contabilidade de Custos. 9a Edição. São Paulo. Editora Atlas.


2006.

MORAES JUNIOR, José Jayme. Contabilidade Geral. Rio de Janeiro. Elsevier


Editora. 2009.

MISSAGIA, Luiz Roberto e VELTER, Francisco. Contabilidade Avançada. 2a


Edição. Rio de Janeiro. Elsevier Editora. 2009.

MOURA RIBEIRO, Osni. Contabilidade Geral Fácil – Para cursos de


contabilidade e concursos em geral. 4a Edição. 4a Tiragem (2005). São Paulo.
Editora Saraiva. 2002.

SILVA, Antônio César Valério da. Contabilidade Avançada: Teoria e 300


questões. 2a Edição. Rio de Janeiro. Elsevier Editora. 2005.

SILVA, JOSÉ PEREIRA DA, Análise Financeira das Empresas. 8a Edição. São
Paulo. Editora Atlas. 2006.

SOUZA, SILNEY DE, Seguros: contabilidade, atuaria e auditoria. 2a Edição. São


Paulo. Saraiva. 2007.

VICECONTI, Paulo Eduardo Vilchez & NEVES, Silvério das. Contabilidade


Avançada e Análise das Demonstrações Financeiras. 12a Edição. São Paulo.
Editora Frase. 2003.

VICECONTI, Paulo Eduardo Vilchez & NEVES, Silvério das. Contabilidade de


Custos. 7a Edição. São Paulo. Editora Frase. 2003.

www.pontodosconcursos.com.br 22