Você está na página 1de 2

c  

  c        

A recentemente divulgada Pesquisa Nacional por Amostra de


Domicílio (PNAD), produzida pelo IBGE, referente a 2007,
apontou o fortalecimento de uma tendência que vem sendo
observada há algum tempo: o número de filhos por mulher já
está abaixo dos dois. Nesse caso, não é possível diferenciar as
situações em que há algum tipo de problema de saúde que
impossibilite a maternidade. Mas, a verdade é que cada vez
mais casais optam por não ter descendentes.

Dentre aqueles que têm bem claro o que querem, o principal


motivo para tomarem essa decisão é o fator financeiro. ³Hoje,
vivemos várias turbulências econômicas, não só a crise mais
recente. Tenho muitos pacientes bem posicionados
profissionalmente, mas que têm dificuldade em levantar a
quantia necessária para ter filhos com tranqüilidade´, afirma o psicólogo Alexandre Bez, membro da APA
(Sociedade Americana de Psicólogos) e especialista em relacionamento.

Em segundo lugar, vem a questão emocional. O especialista afirma que tem gente que não nasce para ser mãe
ou pai. ³Conheço pessoas de destaque na área em que atuam, jovens, ganhando bem e que dizem não querer
filhos por nada. Não conseguem casar porque é difícil achar alguém que queira apenas curtir a vida até o fim.
Elas não estão preparadas para ficar sábado à noite em casa, para deixar de sair com os amigos´, analisa Bez.

 
Alexandre Bez ± psicólogo especializado em ansiedade pela Universidade da Califórnia e em relacionamentos
pela Universidade de Miami. É membro internacional da APA (Sociedade Americ ana de Psicólogos).

c   

c       

Não é difícil encontrar, entre aqueles que abriram


mão da paternidade, quem se considere egoísta.
Além de ser um discurso criado a partir de
conservadorismos, de acordo com Alexandre Bez, é
uma justificativa. ³Ou, então, é para esconder um
desejo que não se tem condições de assumir.
Assim, tentam se livrar da culpa. É aquela história
de comer muito chocolate essa semana e dizer que
semana que vem vai para a academia´, afirma o
psicólogo.

O comportamento é compreensível diante da


dificuldade que esses casais têm de se apresentar
perante a sociedade. Bez aconselha que as pessoas
assumam suas escolhas e sejam o que desejam ser. ³Tem certo preconceito, até p ara quem busca inseminação
artificial, sendo que não faz diferença para o nascimento da criança. O importante é a felicidade do casal. Se
está bem sem filhos, ótimo. Senão, é preciso discutir quais são os próximos planos´, orienta o especialista.

 
Alexandre Bez ± psicólogo especializado em ansiedade pela Universidade da Califórnia e em relacionamentos
pela Universidade de Miami. É membro internacional da APA (Sociedade Americana de Psicólogos).


Ö 

 
     
 
                
 ! "!#
:$%&'
 ()*%+

Pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de


Geografia e Estatística (IBGE) mostra os
números do censo no Brasil. Ao todo somos
186,6 milhões de pessoas, sendo que desses,
8,5 milhões são idosos. A pesquisa prevê que
em 2020, uma em cada 13 pessoas terá mais
de 70 anos. O envelhecimento da população
pode ter como principal fator a decisão de
casais em não ter filhos.

É o que acontece com Sandra Macedo e seu marido. Casados há mais de 15 anos, os
dois decidiram não ter filhos justamente por causa do trabalho. ³Às vezes precisamos
viajar e criança cria dependência. Temos que abrir mão de muitas coisas´, diz Sandra.

Se depender de casais como Sandra e seu marido, a estatística vai aumentar. ³Não
vamos ter filhos. Já conversamos sobre isso e está tudo certo, compramos até um
cachorro para a casa não ficar tão vazia´, completa a esposa.

No entanto, há aqueles que discordam. Mesmo com as dificuldades encontradas para


criar crianças no mundo de hoje, Carla Janaína está grávida do quarto filho. ³Amo
meus nenéns, mas agora eu vou parar, não dá mais´.
A empresária quis dar irmãos para os filhos não se sentirem sozinhos. ³Hoje em dia as
pessoas quase não tem primos, irmãos. Na minha época era bem diferente´, diz Carla.

No geral, os casais que dispensam os filhos têm menos de 40 anos e uma renda
mensal maior que aqueles que são pais. Os números do censo em Goiás divulgam
que somos 5.647.025 goianos, dos quais 552.728 cidadãos têm acima de 50 anos.

,-
Casais que optam por não ter filhos é um assunto muito comentado na literatura. O
livro Ö   
           , da brasileira Luci Helena aborda
pesquisas realizadas com mulheres que optaram em não se tornarem mães e como a
população trata o assunto .

Além dele, vários livros estrangeiros abordam a não maternidade, como o francês 
                   (40 razões para não ter filhos) e o
americano             ( Orgulho
e alegria: As vidas e paixões de mulheres sem filhos).

Para a aposentada Maria Vieira, mãe de nove filhos, nada é mais gratificante que a
família reunida no domingo. ³Quem não quer formar uma família não vai ter a
sensação de ficar velhinha rodeada de netos´. Maria discorda das mulheres que não
querem engravidar. ³Estamos aqui pra isso, para dar vida a outras pessoas´.