Você está na página 1de 48
DesenvolvimentoDesenvolvimento dede umum aquecedoraquecedor dede esplanadaesplanada aa gásgás
DesenvolvimentoDesenvolvimento dede umum aquecedoraquecedor dede esplanadaesplanada aa gásgás

Elaborado por:

Carlos Almeida L. Miguel Cardoso

Com apoio de:

António Nicolau Paulo Marcelo

aa gásgás Elaborado por: Carlos Almeida L. Miguel Cardoso Com apoio de: António Nicolau Paulo Marcelo
O porquê deste projecto. 1) disponibilidade; 2) novas experiências; 3) fazer diferente; 4) outros saberes;

O porquê deste projecto.

1) disponibilidade;

2) novas experiências;

3) fazer diferente;

4) outros saberes;

5) Foi um dos projectos propostos;

Definição de objectivos O objectivo é desenvolver um novo aquecedor de esplanada, para as garrafas

Definição de objectivos

O objectivo é desenvolver um novo aquecedor de esplanada, para as garrafas de 11 kg gás propano marca Galp Gás, que se diferencie, no design e no preço, do que já existe nos mercados nacional e internacional, e que contribuam para a criação e/ou melhoria da oferta da Galp Energia, nos segmentos HORECA (Hotéis, Restaurantes e Cafés) e Doméstico, de acordo com o concurso promovido pela empresa Galp Energia “hotspot design”.

O presente projecto, tem também como objectivo aplicar todo o conhecimento adquirido nas diversas disciplinas do plano de estudos da licenciatura “Engenharia de Produção Industrial”.

Pesquisa de mercado 4
Pesquisa de mercado 4
Pesquisa de mercado 4

Pesquisa de mercado

Pesquisa de mercado 4
Pesquisa de mercado 4
Pesquisa de mercado 4
Pesquisa de mercado 4
Distribuição de temperaturas em aquecedores pára-sol http://www.sovelor.com/doc/pdf/MOBILES%20GAZ/GAMME%20BRASILIA.pdf 5

Distribuição de temperaturas em aquecedores pára-sol

Distribuição de temperaturas em aquecedores pára-sol http://www.sovelor.com/doc/pdf/MOBILES%20GAZ/GAMME%20BRASILIA.pdf 5

http://www.sovelor.com/doc/pdf/MOBILES%20GAZ/GAMME%20BRASILIA.pdf

Distribuição de temperaturas em aquecedores pára-sol 6

Distribuição de temperaturas em aquecedores pára-sol

Distribuição de temperaturas em aquecedores pára-sol 6
Distribuição de temperaturas em aquecedores pára-sol 6
Distribuição de temperaturas “ideal” 0 0 20 C 20 C 0 0 23 C 23

Distribuição de temperaturas “ideal”

0 0 20 C 20 C 0 0 23 C 23 C 0 0 24
0
0
20 C
20 C
0
0
23 C
23 C
0
0
24 C
24 C
?
0
0
27 C
27 C

2,50m

2,00m

1,00m

1,00m

2,00m

2,50m

Objectivos a atingir: 1) utilização de um queimador de potência inferior, naturalmente com um consumo

Objectivos a atingir:

1) utilização de um queimador de potência inferior, naturalmente com um consumo energético inferior;

2) dispersão de calor ser mais eficaz e adequada ao corpo humano.

Primeiro esboço da solução Limitação normativa – Caudal térmico nominal máximo 6 kW 9

Primeiro esboço da solução

Primeiro esboço da solução Limitação normativa – Caudal térmico nominal máximo 6 kW 9

Limitação normativa – Caudal térmico nominal máximo 6 kW

1) Análise crítica da solução apoios a maior distância da linha de eixo central, de

1)

Análise crítica da solução

apoios a maior distância da linha de eixo central, de modo a aumentar a estabilidade;

2) necessidade da existência de um reflector inferior, de forma a melhorar a difusão do calor e proteger o solo;

3) o reflector superior deve ser duplo de forma a garantir um isolamento eficaz da parte superior do aquecedor;

4) por imposição normativa deve existir uma grelha de protecção do reflector;

5) para aumentar a resistência à utilização deve existir um apoio de protecção que contorne toda estrutura do aquecedor.

Primeira evolução da solução “hotspot (r)evolution” 11

Primeira evolução da solução “hotspot (r)evolution”

Primeira evolução da solução “hotspot (r)evolution” 11
Grupos de elementos 1) Estrutura metálica de suporte;   2) Revestimento exterior (metálico ou plástico);

Grupos de elementos

1)

Estrutura metálica de suporte;

 

2)

Revestimento exterior (metálico ou plástico);

 

3)

Componentes

de

gás

(desde

o

queimador

até

aos

comandos).

Versão metálica Versão plástica 13

Versão metálica

Versão metálica Versão plástica 13

Versão plástica

Versão metálica Versão plástica 13
Possibilidade de elementos opcionais 14

Possibilidade de elementos opcionais

Possibilidade de elementos opcionais 14
Possibilidade de elementos opcionais 14
Possibilidade de elementos opcionais 14
Vantagem adicional – utilização em interiores (caudal térmico máximo de 4,2 kW) 15

Vantagem adicional – utilização em interiores

(caudal térmico máximo de 4,2 kW)

Vantagem adicional – utilização em interiores (caudal térmico máximo de 4,2 kW) 15
Segunda evolução da solução “hotspot (r)evolution” 16

Segunda evolução da solução “hotspot (r)evolution”

Segunda evolução da solução “hotspot (r)evolution” 16
Segunda evolução da solução “hotspot (r)evolution” 17
Segunda evolução da solução “hotspot (r)evolution” 17

Segunda evolução da solução “hotspot (r)evolution”

Segunda evolução da solução “hotspot (r)evolution” 17
Segunda evolução da solução “hotspot (r)evolution” 17
Problemas / entraves a superar 1) Pesquisa de mercado;   2) Pouca abertura de algumas

Problemas / entraves a superar

1)

Pesquisa de mercado;

 

2)

Pouca

abertura

de

algumas

empresas

a

trabalhar

neste

projecto;

 

3)

Dificuldade na pesquisa de informação técnica especifica;

4)

Dificuldades no recibo da resposta as cotações;

 
Demonstração da viabilidade técnica (Primeiro protótipo) 6 metros por 5,2 metros > 31 m2 19

Demonstração da viabilidade técnica (Primeiro protótipo)

Demonstração da viabilidade técnica (Primeiro protótipo) 6 metros por 5,2 metros > 31 m2 19
Demonstração da viabilidade técnica (Primeiro protótipo) 6 metros por 5,2 metros > 31 m2 19
6 metros por 5,2 metros > 31 m2
6 metros por 5,2 metros > 31 m2
Demonstração da viabilidade técnica (Primeiro protótipo)     Leitura 0 Leitura 1 Leitura 2 Leitura

Demonstração da viabilidade técnica (Primeiro protótipo)

   

Leitura 0

Leitura 1

Leitura 2

Leitura 3

Hora Peso da botija

15:30h

16:00h

16:30h

17:00h

26,1 Kg

26,0 Kg

25,8 Kg

25,7 Kg

Ponto de

Distância

Altura do

   

medição

termómetro

 

Temperaturas [ºC]

 
 

[mm]

[mm]

 

A

     

22

40

40

40

B

     

22

120

140

140

C

     

20,6

315

320

320

D

     

24,1

51

50

51

E

     

19,1

35

37

40

F

0

600

 

22

35,5

30

38

G

1500

600

 

20,5

27,5

27,5

28

H

2000

1600

 

22

24,5

24,5

25

I

3000

1000

 

20,5

22,5

22

22

Consumo – 0,4 kg gás

->

aproximadamente 0,3 kg/hora

Demonstração da viabilidade técnica (Primeiro protótipo) Distribuição aproximada da temperatura circundante 21

Demonstração da viabilidade técnica (Primeiro protótipo) Distribuição aproximada da temperatura circundante

Demonstração da viabilidade técnica (Primeiro protótipo) Distribuição aproximada da temperatura circundante 21
Produção de um protótipo funcional Grupos de elementos - Estrutura metálica de suporte 22

Produção de um protótipo funcional Grupos de elementos - Estrutura metálica de suporte

Produção de um protótipo funcional Grupos de elementos - Estrutura metálica de suporte 22
Produção de um protótipo funcional Grupos de elementos - Estrutura metálica de suporte 22
Produção de um protótipo funcional Grupos de elementos - Estrutura metálica de suporte 22
Produção de um protótipo funcional Grupos de elementos - Componentes de gás 23

Produção de um protótipo funcional Grupos de elementos - Componentes de gás

Produção de um protótipo funcional Grupos de elementos - Componentes de gás 23
Produção de um protótipo funcional Grupos de elementos - Componentes de gás 23
Produção de um protótipo funcional Revestimento exterior - Produção do molde 24

Produção de um protótipo funcional Revestimento exterior - Produção do molde

Produção de um protótipo funcional Revestimento exterior - Produção do molde 24
Produção de um protótipo funcional Revestimento exterior - Produção do molde 24
Produção de um protótipo funcional Revestimento exterior - Produção do molde 24
Produção de um protótipo funcional Revestimento exterior - Produção do molde 24
Produção de um protótipo funcional Revestimento exterior - Fibragem 25

Produção de um protótipo funcional Revestimento exterior - Fibragem

Produção de um protótipo funcional Revestimento exterior - Fibragem 25
Produção de um protótipo funcional Revestimento exterior - Fibragem 25
Produção de um protótipo funcional Revestimento exterior - Fibragem 26

Produção de um protótipo funcional Revestimento exterior - Fibragem

Produção de um protótipo funcional Revestimento exterior - Fibragem 26
Produção de um protótipo funcional Revestimento exterior - Fibragem 26
Produção de um protótipo funcional Revestimento exterior – Furações 27

Produção de um protótipo funcional Revestimento exterior – Furações

Produção de um protótipo funcional Revestimento exterior – Furações 27

27

Produção de um protótipo funcional Revestimento exterior – Pintura 28

Produção de um protótipo funcional Revestimento exterior – Pintura

Produção de um protótipo funcional Revestimento exterior – Pintura 28
Produção de um protótipo funcional Revestimento exterior – Pintura 28
Produção de um protótipo funcional Montagem 29

Produção de um protótipo funcional Montagem

Produção de um protótipo funcional Montagem 29
Produção de um protótipo funcional Montagem 29
Produção de um protótipo funcional Fotos 30

Produção de um protótipo funcional Fotos

Produção de um protótipo funcional Fotos 30
Produção de um protótipo funcional Fotos 30
Produção de um protótipo funcional Fotos 30
Demonstração da viabilidade técnica (Segundo protótipo) 31

Demonstração da viabilidade técnica (Segundo protótipo)

Demonstração da viabilidade técnica (Segundo protótipo) 31
Demonstração da viabilidade técnica (Segundo protótipo) 31
Demonstração da viabilidade técnica (Segundo protótipo) Peso Inicial da Botija: 23,3 Kg Peso Final da

Demonstração da viabilidade técnica (Segundo protótipo)

Demonstração da viabilidade técnica (Segundo protótipo) Peso Inicial da Botija: 23,3 Kg Peso Final da Botija:

Peso Inicial da Botija:

23,3 Kg

Peso Final da Botija:

22,3 Kg

Consumo total: 1 kg gás -> aproximadamente 0,45 kg/hora

Demonstração da viabilidade técnica (Segundo protótipo) Evolução da temperatura circundante Evolução das

Demonstração da viabilidade técnica (Segundo protótipo) Evolução da temperatura circundante

Evolução das temperaturas

30 25 20 15 10 0:00 0:13 0:18 0:23 0:33 0:48 1:03 1:33 2:13 Temperatura
30
25
20
15
10
0:00
0:13
0:18
0:23
0:33
0:48
1:03
1:33
2:13
Temperatura [ºC]

Tempo de ensaio [h]

1,0 m10 0:00 0:13 0:18 0:23 0:33 0:48 1:03 1:33 2:13 Temperatura [ºC] Tempo de ensaio [h]

1,5 m10 0:00 0:13 0:18 0:23 0:33 0:48 1:03 1:33 2:13 Temperatura [ºC] Tempo de ensaio [h]

2,0 m10 0:00 0:13 0:18 0:23 0:33 0:48 1:03 1:33 2:13 Temperatura [ºC] Tempo de ensaio [h]

3,0 m10 0:00 0:13 0:18 0:23 0:33 0:48 1:03 1:33 2:13 Temperatura [ºC] Tempo de ensaio [h]

Tamb.10 0:00 0:13 0:18 0:23 0:33 0:48 1:03 1:33 2:13 Temperatura [ºC] Tempo de ensaio [h]

Demonstração da viabilidade técnica (Segundo protótipo) Distribuição aproximada da temperatura circundante 34

Demonstração da viabilidade técnica (Segundo protótipo) Distribuição aproximada da temperatura circundante

Demonstração da viabilidade técnica (Segundo protótipo) Distribuição aproximada da temperatura circundante 34

34

Caderno de encargos - Custos “chave na mão” – armazém Galp hotspot (r)evolution metálico Custo

Caderno de encargos - Custos “chave na mão” – armazém Galp

hotspot (r)evolution metálico

na mão” – armazém Galp hotspot (r)evolution metálico Custo da estrutura - € 65,32 Custo dos

Custo da estrutura - € 65,32 Custo dos componentes de gás - € 58,00 Custo estimado do revestimento exterior - € 22,17 Outros custos - € 6,32

Custo total - € 151,81

Caderno de encargos - Custos “chave na mão” – armazém Galp hotspot (r)evolution plástico Custo

Caderno de encargos - Custos “chave na mão” – armazém Galp

hotspot (r)evolution plástico

na mão” – armazém Galp hotspot (r)evolution plástico Custo da estrutura - € 65,32 Custo dos

Custo da estrutura - € 65,32 Custo dos componentes de gás - € 58,00 Custo estimado do revestimento exterior - € 11,00 Outros custos – 6,32

Custo total - € 140,64

Estudo de research Amostra: Estudantes do ensino superior. Total de inquiridos – 162 (média de

Estudo de research

Amostra: Estudantes do ensino superior.

Total de inquiridos – 162 (média de idades: 29,5 anos).

3 grupos de questões –

i) utilização de esplanadas como consumidores; ii) grau de satisfação; iii) avaliação estética.

Feminino 47%
Feminino
47%
Masculino 53%
Masculino
53%

Distribuição de idades - total da amostra (162)

>=46 42-45 38-41 34-37 30-33 26-29 22-25 <=21 0 5 10 15 20 25 30
>=46
42-45
38-41
34-37
30-33
26-29
22-25
<=21
0
5
10
15
20
25
30
35
40
Utilização de esplanadas (dia ou noite) Masc. - Não Fem. - Não Fem. - Sim

Utilização de esplanadas (dia ou noite)

Masc. - Não Fem. - Não Fem. - Sim Masc. - Sim
Masc. - Não
Fem. - Não
Fem. - Sim
Masc. - Sim
Utilização de esplanadas (inverno) Fem. - Sim Masc. - Sim Masc. - Não Fem. -

Utilização de esplanadas (inverno)

Fem. - Sim
Fem. - Sim
Masc. - Sim Masc. - Não
Masc. - Sim
Masc. - Não

Fem. - Não

esplanadas (inverno) Fem. - Sim Masc. - Sim Masc. - Não Fem. - Não Masc. -

Masc. - Não

esplanadas (inverno) Fem. - Sim Masc. - Sim Masc. - Não Fem. - Não Masc. -
Fem. - Sim
Fem. - Sim
Fem. - Não Masc. - Sim
Fem. - Não
Masc. - Sim
esplanadas (inverno) Fem. - Sim Masc. - Sim Masc. - Não Fem. - Não Masc. -
Grau de satisfação (devido à utilização de aquecedores de esplanada) Muito Pouco - Muito +

Grau de satisfação (devido à utilização de aquecedores de esplanada)

Muito Pouco - Muito
Muito
Pouco
- Muito
+ Pouco
+ Pouco
Grau de satisfação (devido ao calor incidir principalmente na cabeça) Muito - Muito Pouco +

Grau de satisfação (devido ao calor incidir principalmente na cabeça)

Muito - Muito Pouco + Pouco
Muito
- Muito
Pouco
+ Pouco
Grau de satisfação (se o calor fosse direccionado para os membros inferiores) Pouco + Pouco

Grau de satisfação (se o calor fosse direccionado para os membros inferiores)

Pouco + Pouco Muito - Muito
Pouco
+ Pouco
Muito
- Muito
Avaliação estética 43

Avaliação estética

Avaliação estética 43
Amostra - Género Feminino Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3 Tipo 4 Avaliação estética Total

Amostra - Género Feminino

Amostra - Género Feminino Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3 Tipo 4
Amostra - Género Feminino Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3 Tipo 4
Amostra - Género Feminino Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3 Tipo 4
Amostra - Género Feminino Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3 Tipo 4
Amostra - Género Feminino Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3 Tipo 4
Amostra - Género Feminino Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3 Tipo 4
Amostra - Género Feminino Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3 Tipo 4
Amostra - Género Feminino Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3 Tipo 4
Amostra - Género Feminino Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3 Tipo 4
Amostra - Género Feminino Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3 Tipo 4
Amostra - Género Feminino Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3 Tipo 4
Amostra - Género Feminino Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3 Tipo 4
Amostra - Género Feminino Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3 Tipo 4
Amostra - Género Feminino Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3 Tipo 4
Amostra - Género Feminino Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3 Tipo 4
Amostra - Género Feminino Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3 Tipo 4
Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3 Tipo 4
Tipo 1
Tipo 2
Tipo 3
Tipo 4

Avaliação estética

Total da amostra

Total da amostra Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3 Tipo 4

Tipo 1Tipo 2 Tipo 3 Tipo 4

Tipo 2Tipo 1 Tipo 3 Tipo 4

Tipo 3Tipo 1 Tipo 2 Tipo 4

Tipo 4Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3

Amostra - Género Masculino Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3 Tipo 4
Amostra - Género Masculino
Tipo 1
Tipo 2
Tipo 3
Tipo 4
Distribuição de temperaturas em aquecedores pára-sol 45

Distribuição de temperaturas em aquecedores pára-sol

Distribuição de temperaturas em aquecedores pára-sol 45
46
46
46
47
47
48
48
48
48