Você está na página 1de 6

Parceiros e Apoiadores

12
Jornal

Ano IV
Ed.nº48

Edição de Novembro - 2010

Portal “O Bruxo”
portalobruxo.blogspot.com
Todas as novidades do movimento pagão no Brasil e no Mundo
Click’s: 16º Encontro Místico do Piauí
02 11

Cantinho da O 16º Encontro Místico do Piauí


Conheça Nossa História
Magia foi realizado dia 07 de
novembro em Teresina (PI). O
O Jornal "O Bruxo" surgiu em Março de
evento reuniu magos, bruxas e
2007, na forma de um folhetim.
Inicialmente o informativo era
simpatizantes do misticismo
distribuído apenas em encontros pagãos para uma manhã de palestras,
de Teresina (onde foi idealizado), com a rituais, sorteios, exposição de
finalidade de divulgar conteúdos fotos e outras atividades. Desde
relativos à magia e paganismo. Após novembro de 2007 o evento
algum tempo "O Bruxo" (que era apenas ocorre na capital piauiense e é a
impresso) passou a ter uma versão on- maior manifestação pagã do
line, foi quando começaram a surgir os estado atualmente.
correspondentes de várias regiões.
Atualmente cada Estado do Brasil possui
sua própria página, que juntas compõem
o Portal "O Bruxo". O portal também é
composto por páginas de correspondentes Feitiço para reconciliação
na Europa, África, América Latina,
México, Ásia e Oceania. Para buscar refazer uma sintonia
Pagãos, místicos e magistas de cada
perdida com alguém que se ama
região enviam conteúdo através de e-
mails para nutrir as páginas do Portal
(como no caso de um
com informação, fotos e notícias. Os desentendimento com um amigo),
melhores conteúdos (textos, fotos e uma boa maneira de se agir
artigos) publicados durante o mês nas magicamente é a seguinte:
páginas do portal são selecionados e
divulgados na versão impressa do Jornal Você deve, num lugar silencioso,
"O Bruxo", que também pode ser acender uma vela azul (cor da calma);
adquirida gratuitamente pela Internet, fazer uma oração que aprendeu na
através de download. infância (para centralizar a mente) e,
A distribuição dos exemplares do Jornal colocando a mão sobre um
"O Bruxo" na versão impressa pode ser
realizada por qualquer pessoa
testemunho da pessoa (foto, objeto
interessada, basta apenas fazer o pessoal, o nome escrito num papel,
download, imprimir, tirar cópias e etc.), abençoá-la do fundo do coração.
distribuir em eventos pagãos (encontros, Nesta ocasião deve propor,
piqueniques, etc.) de sua região. Todos mentalmente, uma reconciliação
os exemplares do Jornal, desde a (sempre usando frases afirmativas).
primeira edição, estão disponíveis em:
http://jornalobruxoarquivo.blogspot.com Daí em diante, sempre que pensar na
Editor: Rafael Nolêto
pessoa mande para ela uma bênção.
(rafaellugh@gmail.com)
*fonte: http://www.oldreligion.com.br
Fone: 86 9416 00 70
10 Herbologia Mística – por Rafael Nolêto 03

Vaso mágico das três


JOB: Quais seus próximos projetos relacionados ao esoterismo?

Um dos projetos foi o recém lançado jornal Virtual Vôo Noturno acompanhado do
Portal Herbologia Mágica. Tenho projetos de alguns artigos artesanais na área de runas
Essa é uma prática mágica tradicional, principalmente entre alguns comerciantes com
como jogos, talismãs, chaveiros que serão lançados no início do próximo ano. Existe
crenças místicas. Consiste em plantar três mudas de plantas consideradas "mágicas", com o
também o projeto de Cursos online sobre Herbologia que ainda estou estudando que
objetivo de atrair a prosperidade para estabelecimentos comerciais. Desde criança isso
formato definitivo vão ter e possivelmente um curso de Herbologia por correspondência.
sempre me chamou a atenção, pois é uma prática bastante comum na região em que moro
Sobre isso as informações serão veiculadas no Jornal e no Portal, assim como nas
(Piauí). Para que os negócios prosperem, deve-se plantar três ervas específicas, juntas em
comunidades do Orkut. Outro projeto essencial é fazer com que alguma editora se
um vaso ou em três vasos diferentes. Devem ser escolhidas três espécies entre as listadas a
interesse pela obra máxima do Mestre Scott chamada Enciclopédia de Ervas Mágicas,
seguir:
tenho a tradução pronta da mesma, mas nenhuma editora se manifesta em levar o projeto
a concretização. Também para o próximo semestre, já que neste foi impossível, colocarei
- dinheiro-em-penca;- arruda;- comigo-ninguém-pode;- pimenta;- pinhão-roxo;- espada-de-
a disposição o vídeo sobre Magia Herbal do Mestre Scott que está em processo de
são-jorge;- guiné (tipi).
legendagem e é um curso básico sobre Herbologia.
O(s) vaso(s) pode(m) ser colocado(s) em frente ao estabelecimento comercial, e todo dia
JOB: Para finalizar, deixe uma mensagem para quem está ingressando agora nos pela manhã, antes de iniciar as atividades no lugar, deve-se recitar a seguinte oração (ou
estudos e práticas da bruxaria. outra fórmula semelhante, com suas próprias palavras):

ML: Que todos os buscadores nunca fiquem Oração (Opção 01)


satisfeitos com o pouco que encontrarem sobre "Glorioso São José, modelo de todos os que se dedicam ao trabalho, obtende-me a graça de
a Magia e Bruxaria, cada livro encontrado nos trabalhar com espírito de penitência para expiação de meus numerosos pecados; de
dá mais alento a buscar um livro seguinte. trabalhar com consciência, pondo o culto do dever acima de minhas inclinações; de
Nunca fiquem satisfeitos com a opinião de trabalhar com recolhimento e alegria, olhando como uma honra empregar e desenvolver
apenas um autor, busque mais de uma opinião pelo trabalho os dons recebidos de Deus; de trabalhar com ordem, paz, moderação e
e delas monte a sua compreensão sobre o tema paciência, sem nunca recuar perante o cansaço e as dificuldades; de trabalhar, sobretudo
estudado. É fundamental que todo iniciante com pureza de intenção e com desapego de mim mesmo, tendo sempre diante dos olhos a
tenha muita paciência e pratique tudo que está morte e a conta que deverei dar do tempo perdido, dos talentos inutilizados, do bem
aprendendo, o conhecimento só é formado com omitido e da vã complacência nos sucessos, tão funesta à obra de Deus! Tudo por Jesus,
bases sólidas depois de muito tempo de tudo por Maria, tudo à vossa imitação, ó Patriarca São José! Tal será a minha divisa na vida
aprendizagem. Paciência não se conquista, e na morte. Amém".
adquire-se lentamente. Que o buscador Oração (Opção 02)
iniciante seja honesto consigo mesmo dentro "Ó, Theos! Meu Deus!
daquilo que está procurando e tenha sempre Fazei brilhar a Glória de Vosso Nome e salvai-me.
em vista a sua ética quando tomar atitudes Hagios, o Theos, Deus Santo, abri meu espírito!
necessárias as escolhas que precisar realizar. Pan, o Theos, Deus Universal,
Que seu caminho seja repleto de Que eu jamais me perca!
mistérios e segredos e que cada Banho, Flor, Esperança, Lança,
um deles seja desvendado passo a Espírito, Porta, Pedra, Rochedo:
passo até que o neófito seja o Que aqueles que me ultrajam
Mestre de si mesmo. Namastê! Sintam o efeito de vossa Justiça.
Ó, Senhor, purificai-me por vossa Graça.
Apagai em mim as más influencias
E levai-me ao Caminho do Bem.
Vós que Reinais por todos os séculos.
Amém!”
04 09
JOB: Por falar em internet, você administra várias comunidades e páginas virtuais
relacionadas ao paganismo. Além dessas comunidades existem outros trabalhos seus na
web direcionados aos pagãos? Nos conte um pouco mais sobre esses trabalhos.
ML: Criei comunidades específicas no Orkut que já tem em média 05 anos de vida e uma
participação ativa por parte dos membros (A Magia das Ervas, A Magia dos Incensos, A
Magia dos Cristais, A Magia dos Pefumes, A Magia das Velas, Wicca para Homens, Scott
Cunningham, Gerina Dunwich, Tinturas, Pós e Óleos Mágicos, Todos os Deuses Pagãos
do Mundo, Livros de Wicca e Bruxaria, Bruxaria Italiana). Há menos de um mês lancei um
jornal Virtual chamado Vôo Noturno que trata sobre o estudo da Herbologia Mágica
devido a falta de informação e seriedade no assunto. Também reativei meu Blog chamado
Mundo Pagão e o Portal / Fórum Herbologia Mágica para que funcione em paralelo com os
temas tratados no Jornal e nas comunidades do Orkut e agora também com ajuda do
Mitologia Brasileira Facebook. A criação do Jornal visa algumas novidades que serão divulgadas no primeiro
por Rafael Nolêto semestre de 2011.

A Lenda das Cataratas do Iguaçu JOB: Sendo um pagão paranaense, como você define o movimento pagão do seu
Estado? Existe um grupo, encontro periódico ou a maioria dos pagãos é reservada
quanto as práticas? Como os bruxos se organizam e se manifestam por aí?
ML: O Paganismo no Paraná, pelo que percebo até é bem ativo, entretanto, as pessoas
As margens do Rio Iguaçu (PR) eram habitadas pelos índios kaingangue, que ainda tem receio de assumir a religião. Na minha cidade é praticamente nulo o movimento.
acreditavam em um deus chamado M'boi. Esse deus era filho de Tupã e tinha a As pessoas são fechadas e se envergonham ao assumir que são bruxos, magos e afins.
forma de uma serpente que governava todo o mundo. O cacique da tribo se Minha comunidade sobre o tema no Orkut não se movimenta faz muito tempo,
chamava Igobi e tinha uma filha chamada Naipi, tão bonita que as águas do rio infelizmente. Acredito que os bruxos daqui não se reúnem, pois não há divulgação nem
paravam quando a jovem se olhava nas águas. rumores. Outro fator relevante que pode ser a causa disso é o forte movimento da umbanda
nesta região.
Por conta de sua extraordinária beleza, Naipi seria consagrada ao deus M'boi,
passando a viver somente para o seu culto. Tudo ocorreria dessa forma, mas entre
os kaingangue havia um jovem guerreiro chamado Tarobá, se apaixonou
perdidamente por Naipi.

Exatamente no dia da festa da consagração da jovem índia, enquanto todos na


aldeia bebiam e comemoravam com danças, Tarobá fugiu com Naipi numa
pequena canoa que seguiu pelo rio, sendo levada pela correnteza.

Ao saber da fuga de Naipi e Tarobá, o deus M’boi ficou furioso. Seu espírito
divino adentrou na terra e se retorceu bruscamente, de forma que, com o
movimento, surgiu uma enorme fenda no meio do rio. A partir da fenda se formou
uma catarata gigantesca, que tragou os dois amantes fugitivos. Os dois sumiram
para sempre, sugados pelas águas da cachoeira.

Alguns acreditam que Naipi foi transformada em uma das rochas centrais das
cataratas, enquanto Tarobá foi transformado em uma palmeira situada à beira do
abismo, inclinada sobre o rio. Debaixo dessa palmeira existe uma gruta onde o
M’boi vigia eternamente os índios castigados.
08 JOB: Quais seus autores favoritos de livros pagãos? Por quê? Entrevista - por Rafael Nolêto 05
ML: Neste ponto vão me chamar de Pink Wicca ou apreciador do horrososo termo Wicca
Coca Cola. Amo sem qualquer precedente os livros do Mestre Scott Cunningham devido a
simplicidade e praticidade de seus ensinamentos. Os mais tradicionalistas querem fórmulas
complexas e rituais cheios de verbetes antigos e obscuros. Mestre Scott sempre foi direto ao
ponto tornando tudo possível e ao alcance de nossas mãos. Tenho também uma enorme
simpatia por Gerina Dunwich que em minha opinião é o Scott de saias devido ao mesmo
estilo simples e direto de colocar o conhecimento nas mãos do buscador. Outros autores
Marcelo Giusepp Lechinski (38) é um pagão paranaense, sagitariano nascido em
como Márcia Frazão (Gerina Brasileira), Raven Grimassi, Raymond Buckland, Patricia
Paranaguá. Conhecido como Saman no meio pagão, Marcelo é professor de inglês e
Monagham, Silver Ravenwolf entre outros famosos também fazem parte da minha extensa
desenvolve diversas atividades no meio esotérico. Muitos bruxos brasileiros
biblioteca mágica.
tiveram acesso a autores pagãos estrangeiros graças ao seu trabalho de tradutor,
que permitiu a publicação de diversas obras consagradas no meio, como os livros
JOB: Para você, qual é a importância que a literatura possui para a difusão e manutenção
de Scott Cuninghan e Raven Grimassi. Por conta de todas essas contribuições para
do paganismo no Brasil?
a difusão do paganismo no Brasil, Saman merece ser conhecido um pouco mais,
ML: Como sempre, a maior falha ocorre quando nossos autores não conseguem suprir a
por isso o Jornal O Bruxo traz pra você um bate-papo especial com ele.
transmissão do conhecimento e colocam a disposição obras incompletas, com conhecimento
deturpado ou visam apenas a venda em larga escala de técnicas e rituais que mais parecem
livros de simpatia popular. Não preciso mencionar nomes porque não seria ético de minha Legenda:
parte e o público pagão conhece bem sobre o que estou colocando aqui. Vamos dizer assim JOB: Jornal O Bruxo
em linhas gerais que um Bruxo ou Pagão, independente de gênero afirma que coloca temas ML: Marcelo Lechinski
quaisquer em sua publicação porque seu editor ordena, na verdade torna o conhecimento
pagão brasileiro um amontoado de informações sem sentido e faz um desserviço á JOB: Quando e como você
comunidade pagã com uma salada mística e equivocada. conheceu e ingressou no
Outros autores já tiveram sua fama e seus créditos, mas hoje estão abaixo da mídia embora mundo da magia?
façam de tudo para mostrar que ainda existem. Também ficam desacreditados devido ao
ML: Desde os 14 anos já me
passado duvidoso e a imensa fome de fama e de vender livros. Como resultado disso, as
interessava pela magia, passando
editoras correm buscar obras americanas que sabem tratar e dominar a arte da Wicca e
pelo momento esotérico que todas
Bruxaria. A mais famosa editora americana Llewellyn tem 90% das traduções em nosso país
as pessoas se deparam e com o
sobre o tema. Por outro lado, a moda bruxesca fez com que houvesse uma enxurrada de
tempo acaba encontrando seu
obras pagãs no mercado editorial entre 2000 e 2006, o que fez esgotar o tema praticamente.
caminho, formação familiar
De vez em quando uma ou outra obra é traduzida, mas parece existir um silêncio editorial
católica, passei pelo espiritismo e
nos últimos quatro anos.
pertenci ao movimento gnóstico
por quase cinco anos.
JOB: Antes da internet, a literatura era uma das principais fontes para quem buscava
Contato com a magia foi a partir
sobre esse assunto. Alguns acreditam que a internet é uma boa fonte para pesquisas sobre de 98 através da agenda
magia, mas outros continuam preferindo a literatura. E você, como vê essa situação?
Alemdalenda que trazia rituais
ML: A internet realmente é um imenso trampolim para buscar informação sobre magia,
simples e práticos e estava dentro
entretanto, temos que ter um cuidado imenso ao filtrar essas informações já que na internet
do que procurava. A partir da
tudo pode ser escrito, colocando em dúvida o que realmente é fato e ficção devido também
bibliografia da agenda parti para
ao fenômeno Harry Potter que acabou por fantasiar o verdadeiro sentido e significado da
pesquisa e busca de uma
magia. Hoje quando se fala ah eu sou mago ou bruxo, automaticamente alguém pergunta:
compreensão maior daquele
quem nem Harry Potter? Como se fosse simples balançar uma varinha e esperar que dela saia
material que me chegou ás mãos.
um raio colorido. Penso então que a internet ajuda muito, pois temos excelentes e confiáveis
sites e blogs sobre Bruxaria e Magia, mas nada substitui você folhear um bom e confiável
livro com o nome do autor estampado na capa provando que aquela informação tem
procedência real. Não abro mão dos livros. Embora também possamos encontrar obras
completas na internet em formato pdf para serem consultadas sem medo ou dúvidas.
06 07
JOB: Como você vivencia a magia no dia-a-dia? Conte-nos um pouco sobre sua
prática pessoal.
ML: Vivencio a magia de forma solitária sem intenção de pertencer a covens, pois as
pessoas ainda têm seus egos bastante inflados para assumir títulos de sacerdotes e
sacerdotisas e a partir disso manipular conhecimento e ditar normas que extrapolam a
barreira do permitido. Festejo e celebro meus ritos dentro da minha disponibilidade de
local e tempo, de acordo com minhas atuais crenças mágicas. Acendo velas, incensos e
decoro a casa com objetos mágicos quando encontro algum. Ouço música new age e
deixo a casa com clima mágico e misterioso para receber os amigos e visitas.

JOB: Dentro do universo da magia, qual o campo de estudos que mais chama sua
atenção?
ML: Transitei dentro de diversos campos dentro da magia, a mitologia dos deuses sempre
nos envolvendo, o uso de cristais e algumas mancias. Entretanto, mesmo relutando por
muito tempo acabei cedendo ao chamado que pulsava dentro de mim e me levou ao
caminho da herbologia mágica, seus mistérios e segredos devido a uma imensa
curiosidade e admiração com as plantas e ervas, seus usos mágicos e rituais.

JOB: Você é responsável pela tradução de algumas obras de pagãs de grande


importância para a disseminação do paganismo mundial, qual foi a primeira
tradução? Quando e por que decidiu realizar esse trabalho?
ML: Minha primeira tradução foi o livro Vivendo a Wicca do Mestre Scott Cunningham
e publicado pela editora Gaia. O trabalho de tradução surgiu por uma imensa curiosidade
que eu tinha em saber como funcionava esse setor em nosso país. Entrei em contato com
esta editora para sugerir alguns títulos e o editor me respondeu diretamente oferecendo o
trabalho caso conseguisse os direitos autorais de algumas das obras que sugeri na época.
Devido ao estreito prazo que a editora tinha para finalizar esta obra, a mesma foi
traduzida em apenas 42 dias, totalizando cinco meses ao todo até sua publicação,
incluindo os trabalhos de revisão e edição.

JOB: Quais são as obras traduzidas por você e que já foram publicadas?
ML: Todas as obras que traduzi são de responsabilidade da editora Gaia. Três delas são
do Mestre Scott Cunningham: Vivendo a Wicca – Guia Avançado para o Praticante
Solitário, Enciclopédia de Wicca na Cozinha e O livro Completo dos Incensos, Óleos e
Infusões. De Raymond Buckland O Livro Completo da Bruxaria e de Raven Grimassi a
obra máxima intitulada Enciclopédia de Wicca e Bruxaria.

JOB: Qual dessas obras você mais gostou de ter traduzido? Por quê?
ML: Todas as obras foram muito interessantes em traduzir devido ao imenso volume de
conhecimentos que elas transmitem. Uma coisa que sempre confesso e que ninguém
acredita é que não me lembro de nada que traduzi (risos). Preciso sempre reconsultar as
obras para pesquisar temas que procuro. A obra mais gostosa foi a Enciclopédia de
Wicca na Cozinha, mas a mais interessante e que me fascinou foi o Livro Completo dos
Incensos, Óleos e Infusões devido a imensa familiaridade com o tema e todas aquelas
fórmulas mágicas que o livro ensina. É como se você estivesse dentro de um imenso
laboratório a cada palavra que o Mestre Scott sussurrava em meus ouvidos.

Você também pode gostar