Você está na página 1de 3

Anderson Pessôa

Ilmo(a) Sr(a). Tabelião(ã) de Notas e 1,2,3,4º... Ofício de Registro


Civil das Pessoas Naturais da Comarca de ________/___

XXXXXXXXXXXXXX, brasileiro, casado, bancário,


portador da Cédula de Identidade nº XXXXX e inscrito no CPF(MF) nº
XXXXXXXXXXX, e XXXXXXXXXXXXXX, brasileira, casada,
professora, portadora da Cédula de Identidade nº XXXXXXXXX e
inscrita no CPF nº XXXXX, ele residente e domiciliado na Rua:
XXXXXXX, nº XXX, Bairro XXXXXXX, em XXXX (UF), Tel:. XXXXXXX, e
ela residente na Av: XXXXXXXX, nº XXXXX, Bairro XXXXXX, na cidade
de XXXXXX (UF), Tel:. XXXXXXXXX, aqui representados por seu
advogado Sr. ANDERSON DE LIMA PESSÔA, brasileiro, solteiro,
advogado, inscrito na OAB/AP XXXX, com escritório
profissional situado na Rua: XXXXXX, nº XXXX, XXXX,
Macapá-AP., vêm solicitar a lavratura de Escritura Pública de Divórcio
Consensual, com fundamento no art. 1.571, IV, e demais disposições da
Lei 11.441, de 04.01.2007 c/c emenda constitucional 66/10, expondo
e requerendo o que se segue:

DO CASAMENTO

Os requerentes são casados entre si desde XX de outubro


de 2008, pelo regime da comunhão parcial de bens, conforme faz prova
a certidão de casamento anexa.

E-mail: andersonpessoa_adv@hotmail.com
DA SEPARAÇÃO DE FATO

O casal já se encontra separado de fato há cerca de dois


anos contínuos e ininterruptos, não havendo interesse na manutenção
do vínculo matrimonial.

DOS FILHOS

Na união não advieram filhos.

DA PARTILHA E DOS BENS

O casal não adquiriu bens, que pudessem agora, serem


partilhados.
DAS DÍVIDAS

Não há dívidas comuns.

DOS ALIMENTOS

Não haverá pensão alimentícia ou qualquer outra


prestação continuada de cunho patrimonial a qualquer dos cônjuges.

DO NOME

A cônjuge varoa permanecerá com seu nome de solteira, qual seja:


XXXXXXXXXXXXXXXXXXX.

DECLARAÇÕES FINAIS

Perante o advogado que esta subscreve as partes


tomaram ciência das conseqüências jurídicas do divórcio, expressando
a vontade de ver dissolvido o vínculo conjugal entre eles existente,

2
passando ao estado civil de divorciados, o que extingue todos os deveres
do casamento. O divórcio que ora requerem não prejudica o interesse de
terceiros e preserva o interesse dos cônjuges.

Requerem e autorizam a(o) Oficial(a) do Registro Civil das


Pessoas Naturais a efetuar a averbação necessária para que conste o
presente divórcio direto.

Macapá/AP, 03 de dezembro de 2010.

___________________________________________
ANDERSON DE LIMA PESSÔA
OAB/AP XXX

___________________________________________
XXXXXXXXXXXXXXX
OUTORGANTE

___________________________________________
XXXXXXXXXXXXXXX
OUTORGANTE

Documentação anexada:

1. Cópia de documentos de identidade dos cônjuges;


2. Certidão de casamento;
3. Cópia do documento de identidade do advogado.